Você está na página 1de 1

Se você tem propensão a enjôos, sim, você tem boas chances de sentir "mareado" na eventualidade de enfrentar um mar um pouco

mais agitado. Pra você que enjoa em viagens de carro, ônibus, aviões e navios, recomendo frequentar uma academia de ginástica e procurar orientação especializada que curará você desse problema, através de exercícios de isometria. Comece já a investir em atividades aeróbicas, esportes, musculação e isometria. Vai valer a pena! É mágico? Sim, é mágico. AINDA que os navios modernos possuam estabilizadores eletrônicos que reduzem sensivelmente o balanço chamados de “rolling” (aquele lateral, de estibordo para bombordo) e “pitching” (dianteiro e traseiro, proa e popa), mesmo um navegante experiente já enfrentou ele mesmo enjôo e náuseas no mar ou presenciou quem os experimentasse. Dizem até que 4 em cada 5 pessoas sofrem deste problema que, segundo espertos, ocorre até nos amimais. O estado é resultado de uma série de conflitos sensoriais em situações especiais, a falta de habilidade do cérebro ajustar-se corretamente a um corpo em movimento, ou seja, coordenar a posição e o movimento do corpo e do cérebro em situações especiais: os olhos transmitem uma determinada informação mas o corpo manda sinais ao sistema vestibular diferentes daqueles envoados pelo corpo. Os sinais de balanço conflitantes fazem com que corpo e cérebro estabeleçam uma relação de cooperação aos referentes sinais. Quando esses sinais são irregulares o corpo tenta ajustar-se à nova situação, ocasionando o enjôo, cujos sintomas mais comuns são palidez, suor frio, dores de cabeça, tontura, náusea e vomito (nota: a palavra “náusea” é derivado do grego “naus” que significa navio, barco). Quando as pessoas continuam no barco por vários dias os sintomas tendem a desaparecer e o corpo adapta-se plenamente à nova situação. * Fonte: Iate Clube do Natal ( http://www.iateclubedonatal.com.br/diretoria_vela_enjoo.html ). O que fazer se eu enjoar? 1- Tente estabelecer uma referencia visual. Não descer para cabinas, pois você não vai encontrar objetos fixos. Sente-se fixo no centro da popa do barco, (longe da fumaça e cheiro de diesel), onde o movimento é mínimo, tente se concentrar num objeto fixo na costa. Se for necessário ficar numa cabina, certifique-se que esta seja bem ventilada e se possível que tenha um ventilador. 2- Não beba nada que contenha álcool, isso só vai piorar a situação. 3- Tente comer biscoito salgado, e beba liquido, principalmente depois de vomitar para evitar desidratação. Beba água ou outra bebida que tenha um certa quantidade de açúcar (Gatorade etc...), mas que não contenha gás. 4- Algumas pessoas encontram conforto indo para água. Se você esta experimentando severo sintomas e continuo vomito, se for mergulhador evite mergulhar com equipamento. No entanto você pode tossir e ate vomitar no regulador sem maiores problemas. A melhor forma é evitar o enjôo. E como? Primeiro, evite coisas que provocam o enjôo, tais como bebidas alcóolicas, insuficiente descanso e comida gordurosa. Também procure por medicamento vendido nas farmácias sem prescrição médica e também se preferir consulte um médico antes de viajar e peça um medicamento. Estas drogas pertencem a 2 categorias: antithistamínicos e scopolamine, fabricados para inibir os impulsos nervosos do ouvido interno para o cérebro. Qualquer um deles que você escolher, experimente antes em terra firme. Se a droga causa sono ou o deixa desorientado, interfere com a visão e provoca secura na boca, siga as recomendações médicas e da bula. Mesmo que você não tenha estas contra indicações deve levar em consideração que tais medicamentos não funcionam para todos igualmente e que até mesmo a droga que funcionou uma vez, pode não funcionar numa próxima. Com isso em mente você encontrará alguns medicamentos à disposição para prevenção de enjôos em alto mar: 1) Transdermal Patch - somente com prescrição médica, este pode durar até 3 dias. Normalmente colado atrás e abaixo da orelha deve ser colocado pelo menos 4 horas antes da partida. (para mais informação a respeito deste medicamento ligue para CIBA GEIGY (800)425-0051). 2) Antihistaminicos (com prescrição medica) : Bonine, Dramamine, Marezine, Triptone, Promethazine, Phernergan, Mepergan, Antivert e Ephedrine são drogas que você pode tomar segundo orientação médica. 3) Sea Bands, faixas elásticas para o pulso que através de pressão em determinados pontos podem aliviar o enjôo. 5) Ervas: raiz de gengibre pode prevenir enjôo sem efeitos colaterais e pode ser tomado em forma de pílulas, chá, biscoito ou refrigerante. OS navios estão preparados para esses casos de enjôo e empre terão à disposição remédios que, segundo testemunhos que eu presenciei, são “milagrosos”. O mais importante de tudo é NÃO tomar remédios por conta própria. Consulte um médico.