Você está na página 1de 1

F´ ısica II - Lista 3 Campo El´trico: Lei de Gauss e

1. Medidas cuidadosas do campo el´trico na superf´ de uma e ıcie certa ”caixa preta” mostram que o fluxo l´ ıquido para fora, atrav´s da superf´ da caixa, ´ de 6,0 kN m2 /C. (a) Qual a e ıcie e carga l´ ıquida no interior da caixa? (b) Se o fluxo l´ ıquido para fora da caixa fosse nulo, seria poss´ concluir a inexistˆncia ıvel e de cargas no interior da caixa? Por quˆ? e 2. O valor m´dio do campo el´trico na atmosfera num detere e minado dia, num ponto da superf´ da Terra ´ de 300 N/C, ıcie e dirigido verticalmente para baixo. A uma altitude de 1400 m, ele reduz-se a 20 N/C. Qual ´ a densidade m´dia de carga e e na atmosfera abaixo de 1400 m? (Para maiores informa¸oes c˜ sobre eletricidade atmosf´rica, veja R.P. Feynman, Lectures e on Physics, vol. 2, Cap. 9). a 3. Uma pirˆmide reta, com base quadrada de 6 m de lado e 4 m de altura, est´ num campo el´trico vertical de 52 N/C. Cala e cular o fluxo el´trico total atrav´s das quatro faces obl´ e e ıquas da pirˆmide. a 4. Se o campo el´trico, na atmosfera terrestre, for de E=100 e N/C, e aponta diretamente para baixo, determine a carga el´trica da Terra. e 5. Uma carga puntiforme q ´ colocada numa caixa c´ bica de e u aresta l. Calcule o fluxo do campo el´trico sobre cada uma e das faces (a) se a carga ocupa o centro do cubo; (b) se a carga ´ colocada num dos v´rtices. e e 6. Utilizando a Lei de Gauss, calcule o campo el´trico gerado e pelas seguintes distribui¸˜es de carga: co (a) Uma superf´ esf´rica de raio R com densidade suıcie e perficial de carga σ constante. (b) Uma superf´ ıcie cil´ ındrica de comprimento infinito e raio R com densidade superficial de carga σ constante. (c) Um fio reto infinito com densidade linear de carga λ constante. (d) Um cilindro infinito de raio R com densidade volum´trica de carga ρ constante. e

ıcies cil´ ındricas coaxiais. A su10. Sejam duas superf´ perf´ interna (externa) tem raio R1 (R2 ) e densiıcie dade superficial de carga constante σ1 (σ2 ). (a) Com a lei de Gauss, determine o campo el´trico e nas regi˜es r < R1 , R1 < r < R2 e r > R2 . o (b) Qual a raz˜o entre as densidades superficiais de a carga σ2 /σ1 e qual os sinais das cargas, se o campo el´trico for nulo para r > R2 ? Qual ser´, nestas e a circunstˆncias, o campo entre as duas superf´ a ıcies? (c) Mostre as linhas do campo el´trico, na situa¸˜o e ca descrita em (b), com σ1 positiva. 11. Um cabo coaxial infinitamente longo ´ formado por e dois condutores: um fio cil´ ındrico interno, maci¸o, c de raio R1 = 3 cm, coaxial a uma casca cil´ ındrica de raio interno R2 = 9 cm e raio externo R3 = 13 cm. O condutor interno tem uma carga de 6 nC/m e o externo est´ descarregado. a (a) Quais as densidades de darga na face interna e na externa do condutor externo? (b) Determinar o campo el´trico das cargas deste cabo em fun¸˜o de e ca r, sendo r a distˆncia ao eixo do sistema. a 12. Um tubo cil´ ındrico espesso, n˜o-condutor, com a raio interno a e raio externo b, tem uma densidade volum´trica de carga constante ρ. Calcular o campo e el´trico desta distribui¸˜o de cargas. e ca Trˆs esferas met´licas concˆntricas est˜o iniciale a e a mente descarregadas. A esfera I ´ maci¸a, com raio e c R1 . A esfera II ´ oca, com raio interno R2 e raio e externo R3 . A esfera III tamb´m ´ oca, com raio ine e terno R4 e raio externo R5 , sendo R1 < R2 < R3 < R4 < R5 . Uma carga negativa −2q ´ colocada na e esfera I e uma positiva +q ´ colocada na esfera III. e Ap´s o equil´ o ıbrio eletrost´tico ser atingido, a (a) qual a distribui¸˜o das cargas na esfera interna, ca e nas faces interna, externa, e interior das duas cascas esf´ricas? e (b) Determine o campo el´trico em todas as regi˜es e o do espa¸o. c

13.

(e) Uma esfera de raio R com densidade volum´trica de e carga ρ constante. 7. Dois planos infinitos, paralelos entre si, est˜o uniformemente a carregados com densidades superficiais de carga σ e −σ, respectivamente. Utilizando a lei de Gauss, calcule o campo el´trico na regi˜o entre os dois planos e na regi˜o exterior a e a a eles. 8. Uma casca esf´rica de raio interno b e raio externo c, unie formemente carregada com densidade volum´trica de carga e ρ, envolve uma esfera concˆntrica de raio a (a < b < c), e tamb´m carregada com a mesma densidade. Calcule o campo e el´trico nas quatro regi˜es diferentes do espa¸o: 0 ≤ r ≤ a, e o c a ≤ r ≤ b, b ≤ r ≤ c e r ≥ c. 9. Uma reta infinita carregada, com densidade linear de carga λ = −1, 5 µC/m, est´ paralela ao eixo y, passando por x = a −2 m. Uma carga puntiforme de +1, 3 µC est´ no ponto x=1 a m, y=2 m. Calcular o campo el´trico em x=2 m, y=1,5 m. e

14. Uma esfera n˜o-condutora de raio R tem uma dena sidade volum´trica de carga proporcional ` distˆncia e a a ao centro: { Ar, r ≤ R ρ(r) = 0, r > R sendo A constante. (a) Calcular a carga total sobre a esfera pela soma das cargas de superf´ ıcies esf´ricas concˆntricas de e e raio r, espessura dr e volume 4πr2 dr. (b) Calcular o campo el´trico Er no interior e no e exterior da distribui¸˜o de cargas e fazer o gr´fico ca a de Er contra r. 15. Repetir o problema anterior para os casos em que a densidade volum´trica de carga na esfera ´ dada e e por: (a) ρ(r) = B/r, r ≤ R (b) ρ(r) = C/r 2 , r ≤ R, sendo B e C constantes.