Bruno de Araujo Dias Salgado Eduardo Pinheiro Guilherme Fernandes Morais de Araujo Natalia Naomi Fujiya William Jaques

de Souza

CONTROLE DE ESTOQUE INFORMATIZADOS

Cotia/SP 2012

como parte das exigências do programa do curso em contabilidade. Cotia/SP 2012 .Bruno de Araujo Dias Salgado Eduardo Pinheiro Guilherme Fernandes Morais de Araujo Natalia Naomi Fujiya William Jaques de Souza CONTROLE DE ESTOQUE INFORMATIZADOS Dissertação apresentada à Etec Cotia.

É consenso entre os estudiosos do tema. uma vez que.. ‘ .RESUMO No mundo globalizado e informatizado de hoje. O objetivo deste estudo é no processo de controle de destacar estoque a das importância empresas da que informatização comercializam uma grande variedade de itens. é inconcebível que algumas empresas ainda não tenham optado pela informatização dos seus estoques. que a gestão eficaz dos estoques é de suma importância para minimizar o capital investido. com a popularização desses sistemas os preços dos mesmos tornaram-se acessíveis às empresas de todos os portes. maximizar o lucro e utilizar melhor o espaço físico da empresa.

.......1........11 5....................................... 2..................12 .................................... CONCLUSÃO...............................1................................... MOVIMENTAÇÃO DE MATÉRIA.6 SISTEMA INFORMATIZADO PARA CONTROLE DE ESTOQUE .........9 3.........................................7 3. TÉCNICA DE CADASTRAMENTO DE MERCADORIA..... SISTEM DE CODIFICAÇÃO...SUMÁRIO 1......................................................................................10 4........ 2........... VANTAGENS DO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE.................................................................................... INTRODUÇÃO.

a posição do estoque e das vendas. rapidamente. almoxarifado e vendas podemconsultar movimentar os cadastros. Os relatórios gerados permitem traçar. agilizando suas atividades. a qualquer momento. e . É usado para melhor controle dos itens em estoque na empresa. mesmo com o sistema operando plenamente.5 1. INTRODUÇÃO Através deste iremos apresentar o controle de estoques informatizado. Em rede. compras e vendas. tornando este controle mais ágil e eficiente. estratégias para administração do estoque. Tem as seguintes vantagens: Possibilidade de obter. setores como compras.

devido a uma série de aperfeiçoamentos. “Um sistema de controle de estoque é um conjunto de regras e procedimentos que permitem responder às perguntas de grande importância. 2006). as empresas deixaram o sistema de estoque manual para adotar os estoques automatizados.6 1. com a grande exigência de atender as necessidades do mercado. e tomar decisões sobre os estoques” (MOREIRA. para atender as demandas na renovação de estoque. Assim o sistema de controle de estoque pode responder quando e quanto deve repor cada mercadoria. mas pela complexidade das atividades. atualmente. por exemplo. A compra da mercadoria precisa ser mais ágil. será obtido com a gestão manual. não por falta de eficiência dos gestores. como também não podem deixar falta-la. Não é compensador a compra desnecessária de mercadoria. Portanto. SISTEMA INFORMATIZADO PARA CONTROLE DE ESTOQUE Atualmente. que hoje é considerado a atividade de gestão mais importante dentro de uma empresa. precisa-se de um sistema mas eficiente e ágil para a administração de matérias. o que. códigos de barras. para alcançar esses objetivos existem diversos sistemas informatizados como. O sistema de informação tem a função de diminuir os gastos com estoque e evitar faltas de produtos. e por este motivo o controle de estoque informatizado precisa ser cada vez mais rápido e preciso. e conseguir com mais agilidade acompanhar as tendências do mercado. 2004). troca eletrônica de dados e impressão de etiquetas (BERTAGLIA. podendo os membros da empresa obter mais rápido os dados de que necessita. Esta mudança acarretou pelo menos cinco grandes vantagens na gestão de estoque: fácil adaptação aos computadores. Esse sistema proporciona versatilidade a empresa. por estar sempre atualizando dados. Nas últimas três décadas. dificilmente. e possibilitando o acesso de mais de um usuário ao mesmo tempo dentro da empresa. Visto que essa é a parte de grande importância pois a lucratividade da empresa depende dela. agilização de . sem que haja grandes níveis de armazenamento ou em desabastecimento de estoque.

na formação do banco de dados. processo comum de customização causando dificuldade no planejamento. do alto crescimento do mercado automotivo. BERTAGLIA (2006) aponta.7 faturamento e cobrança. melhoria no nível de serviço. Segundo ROVERI (2007) alguns segmentos varejistas apresentam um maior progresso ao servir-se da Tecnologia da Informação (TI) o que não acontece com os pequenos lojistas. pois nenhum sistema é tão eficiente para dispensá-lo. elaboração de relatórios mais aperfeiçoados (BALLOU. agilidade para adquirir informações e entregar produtos. BALLOU (1993) afirma que é de suma importância a prática gerencial do gestor ao sistema informatizado. Durante o processo de informatização são necessárias uma série de cuidados principalmente. ainda. crescimento da receita e de vendas. existência de programas para atender às necessidades. redução de custos. o varejo pode se diferenciar através da inovação e da diminuição de custo operacional e de preços. instabilidade da demanda. diante de um cenário de estabilidade política e econômica e. três situações que dificultam a gestão de estoque no contexto do mercado atual. Com os fatores descritos acima. a alguns passos da utilização de soluções de TI. pois. 1993). percebe-se que dificilmente uma empresa sem informatização sobreviverá em um mercado cada vez mais exigente. Mas. redução de tempo e perdas. especialistas destacam que o momento é oportuno para investir em ferramentas tecnológicas. que se encontram. ao mesmo tempo. são elas: baixo ciclo de vida dos produtos. MIRANDA (2007) ressalta alguns benefícios obtidos com a utilização do controle informatizado no varejo: um melhor controle e visão holística da operação. o mesmo é . otimização de estoques. dentre outras. Ainda de acordo com ROVERI (2007). pois na Europa e nos Estados Unidos já são uma tendência no setor automotivo. e. redução no capital investido em estoque e. como eletrônicos e automóveis.

agilizando suas atividades. onde facilmente obtemos informações como: históricos de entradas e saídas. e . relação de fornecedores por material. • Possibilidade de obter.1. etc. • Os relatórios gerados permitem traçar. • Pedidos. rapidamente. como descreve MIRANDA (2007). compras e vendas.VANTAGENS DO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE • Melhor escolha e análise dos fornecedores. estratégias para administração do estoque. • Há maior controle sobre os materiais em estoque. entrada de movimentos. mesmo com o sistema operando plenamente. • Automatizados. a qualquer momento. a posição do estoque e das vendas. como por exemplo: manutenção. os registros das movimentações serão atualizados a cada movimentação. giro do estoque. relatórios etc. custo atual. os quais dão acesso aos cadastros conforme a operação a ser realizada. custo médio dos materiais. • As informações das entradas e saídas podem ser processadas ao mesmo tempo. almoxarifado e vendas podemconsultar movimentar os cadastros. 2. • Em rede. setores como compras. requisições de materiais e reservas podem ser feitos diretamente no sistema. valor total do estoque. faturamento.8 quem vai tabular as informações para a tomada de decisões do gestor. atualizações. Os sistemas de controle do estoque possuem vários módulos. reduzindo o número de papeis.

9 3. . formando assim um banco de dados. Os principais componentes são os seguintes cadastros: • Cadastro de grupos e classes. TÉCNICA DE CADASTRAMENTO DE MERCADORIA Existem hoje vários programas de estoque. neles contem vários dados. • Cadastro de materiais.

segundo suas características. Devemos estabelecer um método que padronize a elaboração desta descrição. situação tributária etc. abaixo uma sugestão desta ordem. • Cadastro de operações. 1° –Finalidade do produto– o que ele é (sabão. aplicação. 3° Elaboração da descrição: – Corresponde à nomenclatura padronizada do material. unidade de saída. alfabética ou alfa numérica identificadora do material. • Cadastro de clientes.10 • Cadastro de fornecedores.). • Cadastro de movimentos. conforme o sistema de codificação adotado pela empresa. Cadastrar materiais consiste na execução dos seguintes passos: 1° Classificação: – Distribuição dos materiais. 2° Determinação do código: – Seqüência numérica. Uma das formas de estabelecer o padrão de descrição é a determinação da ordem das informações que a mesma deve conter. . 2° –Fabricante ou identificação comercial– como é conhecido. caneta. Ex: Unidade de entrada. proporcionando maior organização às informações do sistema. em seus respectivos grupos e subgrupos. 4° Inclusão de complementos: – São informações que completam a descrição geral do material. de forma que todos executem esta atividade da mesma forma. código do fabricante. Veja. etc.

1. Um sistema adequado e funcional de codificação deve levar em consideração: • A variedade e diversidade dos produtos estocados. 4° –Variações da forma de apresentação– fragrância. Seu objetivo é atender à gestão. • A filosofia da empresa no tratamento dos estoques. • Custos. 3. • Outras informações.11 3° –Forma de apresentação– referência. 5° –Outras especificações– quando necessárias. • A necessidade de agrupamento de materiais conforme suas características. • Tributação. alfabética ou alfanumérica que substitua as especificações dos produtos. • Preço de venda. cor. . gramatura. • Unidade de saída. • Níveis de estocagem. modelo. dimensões. SITEMA DE CODIFICAÇÃO Codificar materiais consiste em criar uma representação numérica. • A adequação à estratégia operacional da empresa. Complementos: • Unidade de entrada. • Quantidade por caixa. sem fugir das normas de classificação e de codificação.detalhe. • A propriedade na distribuição dos grupos e subgrupos. Esta codificação deve facilitar a operação e o controle dos estoques. assim como se ajustar à cultura de gestão e ao ramo da atividade da empresa.

Saídas: Compreende a baixa do estoque registrada através da emissão de notas fiscais de vendas ou. Transferências: São movimentações de materiais efetuadas entre almoxarifados ou filiais da mesma empresa. via documentos de devolução de materiais (DM’s). via requisições de materiais (RM’s) que são documentos emitidos pelos setores requisitantes ao almoxarifado. Basicamente existem três tipos de movimentações: Entrada. 4. em se tratando de movimentações internas.12 • A necessidade de clareza na emissão dos relatórios. . que são utilizados para controle das devoluções ao almoxarifado dos materiais requisitados e não utilizados pelo setor requisitante. MOVIMENTAÇÃO DE MATERIA As movimentações de materiais devem ser efetuadas através das notas fiscais ou documentos internos para movimentação de materiais. Entrada: Consiste na movimentação de materiais entrando no estoque da empresa. em se tratando de movimentações internas. Esta operação gera débito e crédito entre as unidades da empresa. O registro desta operação é efetuado via emissão de notas fiscais de transferência ou por documento interno de requisição de materiais (RM’s). estas entradas são registradas através do cadastro das notas fiscais emitidas pelos fornecedores ou. Saída e Transferência. mas não afeta o resultado final do saldo do estoque geral.

para saber a quantidade exata de produtos em estoque. a empresa tem a necessidade de fazer um inventário (contagem manual dos produtos em estoque). conseguindo fazer uma melhor analise e então não tendo o excesso de estoque e nem falta deste. Mas se não for usado corretamente.13 Conclusão O sistema de controle de estoque é uma ótima ferramenta para as empresas. permitindo um controle mais eficaz. Se caso ocorrer um erro. pois com a facilidade de atualizar dados e a facilidade com estes chegam até os outros setores da empresa. . pois poderá ocorrer erro na quantidade de produtos em estoque. poderá prejudicar a empresa. onde há mínimas as chances de erro. economizam tempo e custos.

Fabio. Associação educacional dom bosco.scribd.net/guilherme. Acessado em : 27. Disponível em : <http://www. Flávio. Disponível em: <http://www.2012 CHAGAS. Introdução á administração de materiais em sistemas informatizados. Slideshare. SOUZA.aedb.moraes/produo-e-logstica>. Scribd.com/doc/6582816/26/%E2%80%93-Sistemade-Controle-de-Estoque-Informatizado >. . A relevância do sistema informatizado para controle de estoque na gestão empresarial: Um estudo de caso.br/seget/artigos09/220_220_Relevancia_do_Sistema_Informatizad o_para_Controle_de_Estoques. Produção e logística. Guilherme. SIMÃO. Disponível em :<http://pt.2012.Fev. Carla.slideshare.Acessado em: 27.pdf>.Fev. Simone. Acessado em : 27.2012 COSTA.Fev.14 REFERÊNCIAS MORAES.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful