Aula de Semiologia Posições para realização do exame físico Decúbito dorsal: Os braços repousam sobre a mesa de exame em mínima

abdução. Decúbito ventral: os braços e o rosto estão sobre o travesseiro Decúbito lateral direito: Com um dos braços repousado sobre seu corpo e com o outro em abdução. As pernas são levemente fletidas, para maior comodidade do paciente. Decúbito lateral esquerdo: com ambos os braços em abdução, para permitir a visualização da face lateral do tórax. Posição sentada: As mãos repousam sobre as coxas. Nesse caso, o paciente esta sentado na beira do leito. Posição ortostática: os pés encontram-se moderadamente afastados um do outro, e os membros superiores caem naturalmente junto ao corpo. Posição de sims: posição proctológico Posição litotomia: posição ginecológica. Posição de Fowler: Posição trendelenburg Técnicas básicas para o exame físico As quatro habilidades usadas durante o exame físico são inspeção, palpação, percussão e ausculta. Além disso deve-se utilizar os sentidos, como por exemplo o olfato, que detecta e analisa a natureza e origem dos odores associados a alterações orgânicas. • INSPEÇÃO - consiste no processo de observação. É um exame visual das partes do corpo, para detecção de características normais ou sinais físico significativos. TÉCNICA - Fazer uma inspeção completa e sistemática de casa parte do corpo; - Boa iluminação e exposição adequada das partes do corpo; - Comparar cada área com a mesma área do lado oposto; - inspecionar cada área quanto a tamanho, forma, cor, simetria, posição e presença de qualquer anormalidade; - Para inspeção de cavidades utilizar a lanterna; POSICIONAMENTOS PARA REALIZAR INSPEÇÃO - Frontal- Técnica de olhar frente a frente a região examinada Modelo- Padrão - Tangencial- técnica para se examinar movimentos mínimos da superfície corporal ex: pulsações, abaulamentos, retrações e ondulações. TIPOS DE INSPEÇÃO - Inspeção estática: observa-se apenas os contornos anatômicos. - Inspeção dinâmica: foco de atenção esta nos movimentos próprios do segmento inspecionado. - Inspecionar todo paciente/cliente: observando a região de maior queixa.

TIPOS DE PERCUSSÃO.Palpação com mãos espalmadas usando digitais: Textura da pele.Umidade . ao palpar uma artéria.Digito . para avaliar tamanho.Textura . percussão com borda da mão: São utilizados com o objetivo de verificar sensação dolorosa nos rins.Palpação com as mãos espalmadas: Textura e consistência da pele.Percussão por piparote: É utilizado para pesquisar ascite.As técnicas de palpação dependem da área corporal examinada. nas regiões lombares.Certificar que o paciente esteja relaxado e em posição confortável .digital: É realizada golpeando-se com um dedo a borda ungueal ou a superfície dorsal da segunda falange do dedo médio ou indicador da outra mão. nódulos . espalmada na região contralateral. . localização e tamanho dos órgãos .Digito pressão: Dor.Punho-percussão.Localização e tamanho dos órgãos . pulsação. imitando a forma de um martelo.leve. os dedos ficam estendidos e unidos.Direta: É realizada golpeando-se diretamente com pontas dos dedos a região-alvo. que se encontra espalmada e apoiada na região de interesse.Temperatura . palpar com cuidado.Manter unhas cortadas e mãos aquecidas .Palpar qualquer área sensível por ultimo (observar sinais não-verbais de desconforto) . .Envolve o sentido de tato.Consiste em golpear a pele da pessoa com toques curtos e firmes.Fazer sempre uma palpação superficial antes da palpação profunda.presença de nódulos TIPOS DE PALPAÇÃO. capta ondas liquidas que se choca com a parede abdominal. . CARACTERISTICAS DOS SONS • .Dor ou hipersensibilidade . enquanto a outra mão. A palpação concentra os sentidos do tato na avaliação dos seguintes fatores: . golpeia-se a região desejada com borda ulnar. profunda e bimanual .• PALPAÇÃO. Os golpes são dados na área de projeção desse órgão. e os movimentos de golpear são feitos pela articulação do punho. Acompanha e freqüentemente confirma os pontos observados durante a inspeção. Na percussão com a borda da mão.Palpação com uma das mãos sobrepondo a outra: nódulos e massas. No punho . . edema .Palpação usando polegar e indicador forma de pinça: Formato e consistência de um nódulo ou massa . Quando há risco de uma costela fraturada. o examinador golpeia o abdome com piparotes. com uma das mãos.puntipressão: Sensibilidade dolorosa TÉCNICA. golpeia-se a área com a borda cubital.Palpação com dorso das mãos para avaliação da temperatura . evitar aplicar pressão que possa obstruir o fluxo de sangue. Os dedos devem estar fletidos. a Mao deve ser mantida fechada. limites e consistência de órgãos e estruturas subjacentes e para detectar liquido em cavidades. percepção de frêmitos . PERCUSSÃO.percussão.

Submaciço: Variação do maciço. como o estomago.Maciço: obtém-se percutindo regiões desprovidas de ar ( músculo. Esse som transmite a sensação de dureza e resistência . fígado. é a presença de ar em pequenas quantidades que lhe confere essa característica peculiar. pulmões e abdome.Claro pulmonar: Obtém-se quando se percute especificamente a área dos pulmões.. . doença gengival Hálito cetonico: cetoacidose diabética. odor de cetona . órgão do sentido que subsidia a coleta de dados e o raciocínio clinico da enfermagem • • • • • • • AVALIAÇÃO DE ODORES CARACTERÍSTICOS Hálito de coma hepático: odor de maça estragada Odor de suor: falta de higiene corporal Odor genital: processo infeccioso Hálito alcoólico: ingestão de álcool Hálito Uremico: odor de urina Halitose: falta de higiene.É a audição dos sons produzidos pelo corpo. A maior parte dos ruídos corporais é muito suave e deve ser auscultado através de um estetoscópio para que possa ser avaliado.Timpânico: obtido em regiões que contenham ar. como os do coração e vasos. Depende da presença de ar dentro dos alvéolos e das demais estruturas pulmonares. coração). A sensação obtida é a de elasticidade. recobertas por membrana flexível. SENTIDO OLFATO Olfato. • AUSCULTA. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful