A gestão do conhecimento nas redes sociais

PAULA ANTONIA DOS SANTOS MENDES (paula.mendes@fatec.sp.gov.br) Faculdade de Tecnologia da Zona Leste – FATEC ZL Avenida Águia de Haia, 2983 - CEP 03685-000 – São Paulo – SP RESUMO Este trabalho aborda a gestão do conhecimento em redes sociais. As redes sociais surgiram graças à internet, utilizando-a é possível disponibilizar grandes quantidades de informação na rede. Uma rede social é uma estrutura que conecta as pessoas através de interações sociais. A interação social é caracterizada pelo relacionamento existente entre as mensagens trocadas pelos integrantes, ou seja, informações e conhecimentos. Trata-se de uma construção coletiva que não pode ser manipulada por apenas um ator, mas por todos. Lemieux, Mathieu e Pereira (2008). A ideia de rede social começou a ser usada há cerca de um século atrás, para designar um conjunto complexo de relações entre membros de um sistema social a diferentes dimensões, desde a interpessoal a internacional. Todo conhecimento disponibilizado necessita ser gerenciado de alguma maneira, com isso, a gestão do conhecimento é o processo de identificação de pessoas que sabem algo a ser transmitido, podendo ser entendida como combinação, seleção e classificação do conhecimento. As redes sociais podem atuar em diferentes níveis para a criação e geração do conhecimento. Este trabalho tem como objetivo caracterizar a relação entre o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento e identificando as redes sociais utilizadas seus recursos e atividades realizadas nas redes sociais. Este trabalho foi realizado com apoio em bases teóricas e livros, e a aplicação de um questionário para os alunos de tecnologia em informática gerando dados quantitativos para análise. Dessa forma, foi possível identificar a relação entre o uso das redes sociais com a gestão do conhecimento, já que os alunos buscam nas redes sociais informações que necessitam e interagindo com pessoas que possuem interesses em comum para criar novos conhecimentos. Palavras-chave: Redes Sociais; Informação; Conhecimento; Gestão do Conhecimento; Internet.

INTRODUÇÃO
Atualmente, graças à internet, o acesso a vários tipos de informações tem se tornado disponível. As responsáveis por essa grande quantidade de informações na internet são as redes sociais. Uma rede social é uma estrutura que conecta pessoas e organizações, compartilhando 1

captação. principalmente. revolucionando assim a história da informação. REDES SOCIAIS Uma rede social pode ser entendida como pessoas. relacionada com a informação presente no inconsciente de cada pessoa. organizações ou entidades sociais conectadas através de ligações que são construídas motivadas por relacionamentos sociais. A informação é composta por fatos e acontecimentos. Observando o dinamismo das relações entre os indivíduos e do ambiente em que estão inseridas nas redes sociais. • Identificar as principais atividades desenvolvidas pelos estudantes de tecnologia em informática nas redes sociais. a internet vem mostrando sua verdadeira dimensão. colocando em prática sua importância e potencial. armazenagem e distribuição do conhecimento. destaca-se o interesse à seguinte questão: É possível relacionar o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento? São hipóteses para está indagação: • A relação entre a utilização de redes sociais com a gestão do conhecimento se dá pela geração de novos conhecimentos. juntamente com a necessidade de aprimorar o compartilhamento de informação e de conhecimento dos alunos de tecnologia em informática da Fatec Zona Leste. podendo ser estável ou estática. De acordo com Silva (2004). é preciso que a informação seja aplicada em algum contexto passível a previsões. • Os estudantes de tecnologia em informática utilizam as redes sociais para a transmissão e obtenção de conhecimento. • Os estudantes de tecnologia acessam as redes sociais para fins pessoais e para entretenimento. A sociedade atual é marcada pela grande quantidade de acesso a informações. sendo gerada por qualquer mídia. para haver a transformação de informação em conhecimento. A informação forma o conhecimento. Os objetivos específicos são: • Identificar as redes sociais utilizadas pelos estudantes de tecnologia em informática. A informação não é o mesmo que o conhecimento. • As redes sociais são utilizadas pelos estudantes para fins acadêmicos. • As redes sociais são utilizadas pelos estudantes tanto para utilização acadêmica quanto para entretenimento. envolvendo experiência. A seguir será apresentada a metodologia deste trabalho.valores. existe um conceito hierárquico entre esses dois termos. tendo como principal característica sua instabilidade. objetivos e conhecimentos. interpretação e reflexão. • Identificar os recursos das ferramentas de redes sociais utilizadas pelos estudantes de tecnologia em informática. PROBLEMA E OBJETIVOS O objetivo geral da pesquisa é caracterizar a relação entre o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento. Barreto (1994). No atual momento da sociedade. reconstruindo a estrutura social. com alguma finalidade. Polizelli (2008). o que permite que sejam repassadas com facilidade e rapidez. contexto. relações de trabalho e compartilhamento de informações. 2 . combinando-os de forma compreensível. ela pode ser expressa de várias formas. já que a informação é formada por dados. principalmente a verbal. o rápido crescimento de sua utilização em todo o mundo. já o conhecimento é a interpretação de fatos dentro de um contexto. A gestão do conhecimento é a geração.

esses recursos não são propriamente redes sociais. • Status: cada usuário informa aos seus amigos suas ações e acontecimentos momentâneos. etc. cada pessoa que participa da rede. interações e laços sociais. os mais utilizados são: • Mural: espaço no perfil reservado para que outros usuários postem mensagens. fotos. Em 2007. Os sites de redes sociais conectam as pessoas. O facebook. a rede social possui inúmeros recursos. 26% do total de usuários. serão apresentadas algumas das redes sociais com mais usuários no Brasil.Tomáel e Marteleto (2006). o Facebook passou a permitir a postagem de anexos. Segundo o site do Facebook. MySpace e Orkut. vídeos e links. Por rede social pode-se entender uma interligação por dois elementos: os atores sociais.com via celular possui cerca de 150 milhões de usuários ativos. Eduardo Saverin e Chris Hughes ex-alunos da universidade de Harvard. Graças à internet. Na realidade. Carvalho (2010). o Facebook. A rede social não se forma somente com a conexão de terminais. LinkedIn. posteriormente passou a ser utilizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Em 2006. Dados de dezembro de 2010 do próprio site do Facebook mostram que a rede social alcançou mais de 500 milhões de usuários no mundo. o Facebook passou a aderir estudantes secundaristas e algumas empresas. permitindo a formação de tribos e comunidades que possuem gostos e opiniões semelhantes. influenciam o modo de como as pessoas interagem nas redes sociais. no entanto. Aguiar e Silva (2010). é um processo existente graças ao processo de interação entre duas ou mais pessoas via recursos computacionais. o MySpace. utilizando para marcar encontros sociais. Dustin Moskovitz.6 milhões. ferramentas. O número de redes sociais existentes na internet vem crescendo a cada ano. o Orkut. • Aplicações: aplicações para interagir com recursos internos do Facebook. Twitter. 3 . que as utilizam para contatos pessoais e profissionais. desde que elas queiram ter acesso a essas informações. FACEBOOK O Facebook foi Fundado por Mark Zuckerberg. Zago e Batista (2008). • Eventos: recurso que permite marcar eventos e informar aos outros usuários os eventos que aconteceram. O grande diferencial da rede social virtual é a possibilidade do compartilhamento de interesses sociais. mas são as pessoas que constroem a rede social. usuários com idade acima de 13 anos. são ferramentas e suportes das interações que constituem a rede social. entre outros sites. Neste mesmo ano. O Facebook possui no Brasil 9. culturais e informações que pessoas de qualquer parte do mundo. Essa rede social foi lançada em 4 de fevereiro de 2004. • Facebook Móvel: o Facebook lançou o serviço para as tecnologias móveis em 2010. de acordo com o Ibope Netratings (2010): Facebook. Inicialmente o Facebook era utilizado apenas pelos estudantes de Harvard. Essas plataformas permitem a criação de perfis e identificação de comunidades específicas e o acréscimo de aplicativos como jogos. começaram a ser aceitos na rede. várias redes sociais foram criadas. Isso mostra que qualquer pessoa pode se relacionar facilmente com outras pessoas onde quer que estejam. e as conexões. Para efeito de estudo. As ferramentas descritas. As redes sociais já fazem parte da vida de toda a sociedade.De acordo com Aguiar e Silva (2010). Zago e Batista (2008).

Elas podem ser de ligação direta ou segundo e terceiro grau. As atualizações são feitas em tempo real e enviadas aos seguidores de cada usuário. MYSPACE De acordo com Aguiar e Silva (2010). mas tem como diferença sua utilização ser mais voltada para profissionais. • Trending Topics: também chamados de TT’s. a rede social possui como principais recursos: • Conexão: as pessoas que são adicionadas na lista de contatos. podendo ter contato direto com as vagas de cada organização. Conexões também são formadas por empresas. por SMS e por softwares específicos de gerenciamento. É possível a montagem de currículos. Miranda et. transformando um perfil de usuário em um site oficial. No Brasil chegou a 1. Sua crescente popularidade se dá pelo fato de conseguir armazenar arquivos com a extensão MP3. • Retweet: replica um tweet recebido para que determinados “seguidores” também tenham acesso a ele. Segundo o site do LinkedIn. fóruns e grupos. oportunidades e pessoas. músicas. a rede social possui como principais recursos: 4 .5 milhão.8 milhões de brasileiros. chamados de tweets. a rede social possui como principais ferramentas: • Tweet: mensagem enviada a outros usuários com no máximo 140 caracteres. permitindo que os tweets sejam lidos com mais rapidez.5 milhões no Brasil. possuindo cerca de 810 milhões de usuários e 1. al (2010). isso faz com que muitas bandas registrem suas músicas. As conexões podem ser usadas para encontrar trabalhos. sendo 9. • LinkedIn Answers: permite que os usuários façam perguntas que serão respondidas por outros usuários. facilitando a forma de separação de contatos. O Twitter divulgou em 14 de setembro de 2010 que tinha registrado 175 milhões de usuários no seu site. De acordo com o site MySpace. foi criada em dezembro de 2002 por Reid Hoffman e lançada em maio de 2003. por exemplo. De acordo com o site Twitter. é uma rede social baseada no microblog. As conhecidas tags também são aplicadas nessas listas e também os nomes próprios. ele permite que os usuários enviem e recebam atualizações pessoais de seus contatos com textos de até 140 caracteres. De acordo com o site do LinkedIn. É semelhante às redes de relacionamento. É uma das maiores redes sociais dos Estados Unidos. criado em 2006 por Jack Dorsey. mostrando seu autor original. • Twitter List: listas onde é possível compartilhamento de usuários. são listas em tempo real dos nomes mais postados do Twitter pelo mundo. as questões sempre são direcionadas aos negócios e as respostas sempre são identificadas. • Aplicativos: aplicações que são desenvolvidas no Twitter para realizar pesquisas e até mesmo sorteios e promoções entre os usuários. além de manter o contanto com amigos e empresas.TWITTER O Twitter. foi constatado que a rede social possuía mais de 90 milhões de usuários em janeiro de 2011. o MySpace é uma rede social que utiliza a internet como forma de comunicação interativa de fotos. Rufino (2009). cerca de 4% do total de usuários. blogs e perfis. LINKEDIN O LinkedIn é uma rede social voltada a negócios. O envio dos tweets é possível por meio do próprio site. Possui como recursos um sistema interno de e-mails.

padrinho da rede social. a gestão do conhecimento pode dar uma visão necessária para que a informação e. compartilhando uma mesma página e um quadro de mensagens. que até 2008 era na Califórnia. Triska (2008). • Fóruns: ferramenta destinada a promover debates através de mensagens publicadas abordando uma mesma questão. Os boletins são apagados depois de dez dias. aplicativo onde é possível cada usuário ter uma espécie de fazenda onde é possível plantar flores e legumes para colher e oferecer aos seus amigos. Apenas no Brasil a rede possui cerca de 26 milhões de usuários. • Álbuns de fotos: cada usuário pode criar álbuns. mas a maioria de seus usuários são brasileiros e indianos.• Boletins: recados postados no chamado “quadro de boletins”. a sede responsável pelo Orkut. Os mais populares são o BuddyPoke. e a Colheita Feliz. existem várias pesquisas mostrando que o principal objetivo da gestão do conhecimento é a melhoria no desempenho no que se diz respeito de localização. A gestão do conhecimento é a geração. • Aplicativos: o Orkut conta com cerca de mais de 600 aplicativos. GESTÃO DO CONHECIMENTO As redes sociais geram grandes quantidades de informações. 72% do total de usuários. • Grupos: alguns usuários podem se unir e criar grupos. mostrando quais são seus principais interesses no site. captação. armazenagem e distribuição de conhecimento. O Orkut foi criado com o objetivo de ajudar seus membros a conhecer pessoas e manter relacionamentos. compartilhamento e criação de conhecimento com a utilização de ferramentas e tecnologias da informação e comunicação. aprovado diretamente ou mediante requisitos. • Comunidades: cada usuário pode escolher quais comunidades participar. postar suas fotos e escolher quais as pessoas que terão acesso a elas. aplicativo onde é possível fazer uma animação com suas características sendo possível mandar mensagens para amigos que possuem o mesmo aplicativo. • Páginas de recado: página onde outros usuários podem mandar recados. onde os usuários podem criar aplicações para postar nos seus perfis. ORKUT O Orkut é uma rede social filiada ao Google. o conhecimento seja gerenciado da melhor forma para garantir que ele alcance as pessoas certas no mais curto período de tempo. passou a ser a filial do Google no Brasil. em consequência. Por isso. • Aplicações: os aplicativos foram introduzidos em 2008. visível para outro usuário do MySpace. dependendo de suas preferências. pelo engenheiro turco Orkut Bujukkokten. Inicialmente é possível supor que o conhecimento é a combinação de 5 . os recursos mais utilizados são: • Perfil: todo usuário possui um perfil com suas preferências. O moderador do grupo escolhe os usuários que podem participar. • Bate-papo: ferramenta de bate-papo integrada ao Orkut. Por essa razão. com isso. sendo possível a navegação ao site e a conversação online ao mesmo tempo. Lopes (2010). é preciso que essas informações sejam gerenciadas de alguma maneira. O alvo inicial do Orkut era os Estados Unidos. Segundo o site Orkut. criada em 24 de janeiro de 2004. Com os avanços que a gestão do conhecimento mostrou nos últimos anos.

• Distribuir o conhecimento: Após possuir o conhecimento armazenado. o ator pode disseminá-lo para outras pessoas. • Apoiar a geração do conhecimento: para gerar conhecimentos. a Gestão do Conhecimento tem como objetivos: • Tornar as informações acessíveis: a partir do momento em que um ator disponibiliza uma informação. A criação do conhecimento depende da união de todos os objetivos. transferindo seus conhecimentos para outras pessoas. já o conhecimento está relacionado ao resultado a se obter. mas existe uma diferença estrutural entre conhecimento e informações. a armazenagem constitui na absorção desse conhecimento. 6 .Espiral evolutiva do conhecimento Elaborado pela autora • Gerar conhecimento: O conhecimento quando difundido gera mais conhecimento. traz o processo ensino-aprendizagem e também novos conhecimentos. é preciso estar atento a espiral evolutiva do conhecimento. identificadas. A informação está ligada ao resultado obtido. o mapeamento consiste em encontrar a informação no menor espaço de tempo possível. • Permitir a identificação e mapeamento dos conhecimentos e informações: é de extrema importância saber onde encontrar a informação ou conhecimento. que formam uma espiral evolutiva de conhecimento (Figura 1): Figura 1 . para criar os novos conhecimentos. geradas. sendo o principal objetivo da gestão do conhecimento. Pantoja e Séllos (2005). A gestão do conhecimento possui quatro passos principais. • Apoiar e criar novos conhecimentos: a geração de novos conhecimentos está relacionada diretamente com a junção dos conhecimentos tácitos e os conhecimentos adquiridos. Segundo Frota. sendo que a mesma já foi identificada. • Armazenar o conhecimento: Após o conhecimento ser disponibilizado.informações. Silva (2004). seguindo suas etapas (1) captar conhecimento (2) armazenar conhecimento (3) distribuir conhecimento (4) gerar conhecimento. pelo contrário. • Captar o conhecimento gerado: O conhecimento disponível é adquirido por todos os atores que necessitam de determinada informação. • Organizar os dados para transformá-los em informações compreensíveis: os dados que são disponibilizados necessitam de organização para torna-se uma informação com valor agregado. ele transforma o conhecimento pessoal em conhecimento coletivo. Quem compartilha o conhecimento não perde o que cedeu. pois somente as informações que estão disponíveis podem ser organizadas.

O nível de confiança relaciona-se com o acesso à informação tanto localmente quanto em nível geral. com isso. e também caracterizar como esses estudantes movimentam a criação. É mantida pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS) que é vinculado a Secretaria do Desenvolvimento do Governo do Estado de São Paulo. um questionário piloto foi aplicado para cinco alunos de tecnologia em informática. Alcará e Chiara (2005). revistas eletrônicas e sites relacionados à área e com a aplicação de um questionário para os alunos de tecnologia em informática da Fatec Zona Leste. Associado aos meios de comunicação ou em outras fontes pessoais e impessoais. apenas o acesso à informação. o nível de confiança entre os indivíduos da rede está relacionado com o capital social cognitivo e influência na ação coletiva do grupo. localizada na cidade de São Paulo.E. Logística e Polímeros. apresentaremos no capítulo a seguir os resultados da pesquisa realizada para relacionar o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento. Estes cursos. a cooperação é um item fundamental. com o auxílio das ferramentas tecnológicas e a utilização dos recursos disponíveis para que a absorção das informações se torne um aprendizado. Deste total. Alcará e Chiara (2005). são transformados pela ação dos indivíduos. estimulando o desenvolvimento. Existe uma relação entre a análise de redes sociais e o acesso à informação e sua importância para o desenvolvimento econômico e social de comunidades e grupos sociais.A GESTÃO DO CONHECIMENTO NAS REDES SOCIAIS A informação e o conhecimento estão em todas as áreas e esferas. Tomaél. A coleta dos dados ocorreu entre os dias 7 e 15 de abril de 2011. a Fatec Zona Leste possui 418 frequentes nos cursos de Tecnologia em Informática para a Gestão de Negócios e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. no bairro Cidade A. A importância das redes sociais na transmissão e obtenção da informação e do conhecimento tem se tornado um assunto de grande relevância na atualidade. obtenção e divulgação do conhecimento. soluções de dúvidas e ajustes finais. Com isso. por decisão do Conselho Estadual de Educação foram reformulados em 2009. Tomaél. O acesso à informação e sua importância para o desenvolvimento é o elemento chave a ser investigado. Na Fatec Zona Leste são ministrados cursos superiores de tecnologia devidamente reconhecidos. não garante que a mesma seja incorporada ao conhecimento. visando encontrar resultados sobre a utilização das redes sociais. Este trabalho foi realizado baseando-se em teorias bibliográficas com livros. FATECZL (2011). Para que o compartilhamento de informações na internet funcione. As conexões existentes entre os atores tornam o compartilhamento de informações e conhecimento em uma estratégia de apoio à gestão também adotada por organizações. gerando benefícios sociais e econômicos. sendo assim. Carvalho. Para que fosse possível uma análise prévia. A Faculdade de Tecnologia da Zona Leste é uma instituição pública de ensino superior de tecnologia. METODOLOGIA Para diagnosticar a relação do uso de redes sociais com a gestão do conhecimento foi realizada uma pesquisa quantitativa aplicada aos estudantes de tecnologia em informática através de um questionário com questões fechadas. 7 . Pois. recursos fundamentais para formação e manutenção de redes sociais. Atualmente. 21% dos alunos foram entrevistados. passando a Fatec Zona Leste a oferecer. suas ferramentas e atividades. sendo eles Informática para Gestão de Negócios. Logística e Transportes e Produção de Plásticos. a partir do 1º semestre de 2010 os cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. tornando-se competências valorizadas.

A pesquisa trouxe como resultado que grande parte dos estudantes de tecnologia em informática utiliza em média três sites de redes sociais todos os dias. que de acordo com Frota. idade inferior a 40 anos. as opções serão analisadas em conjunto. O perfil dos respondentes que além de apoiar. dentre elas o Facebook e o Twitter. com idade inferior a 40 anos. Pantoja e Séllos (2005). Além disso. com idade até 24 anos. O perfil dos respondentes que organizam as informações disponíveis é formado por alunos do gênero masculino. estudantes do gênero masculino. Os estudantes que disponibilizam e organizam informações são. utilizam três redes sociais todos os dias. o Orkut e o LinkedIn. ANÁLISE DOS RESULTADOS Para que seja possível alcançar o objetivo de caracterizar a relação entre o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento. dentre elas o Facebook e o Twitter. possui menos que 40 anos. sendo que as únicas redes sociais citadas são o Facebook. Para que seja possível uma análise mais abrangente sobre os objetivos da utilização de redes sociais pelos estudantes de tecnologia. para haver uma melhor compreensão e entendimento dos dados. criam novos conhecimentos possui idade inferior a 40 anos. A finalidade de uso é tanto para nível acadêmico quanto para entretenimento e a principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses em comum. que utilizam em média duas redes sociais todos os dias. em sua maioria. A finalidade de uso é tanto para nível acadêmico quanto para entretenimento e a principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses em comum. A finalidade de uso é tanto para nível acadêmico quanto para entretenimento e a principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses em comum. sendo que a rede social mais utilizada pelos estudantes é o Facebook. utilizam três redes sociais todos os dias. verificando as principais características e dados obtidos. utilizam em média duas redes sociais varias vezes ao dia. O perfil dos estudantes que indicam informações que consideram importantes são. em maioria. onde é possível disponibilizar informações. a seguir vamos analisar quais foram os resultados e informações conquistadas com a aplicação do questionário a esse grupo de estudantes. A finalidade de uso é tanto para nível acadêmico quanto para entretenimento e a principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses em comum. em média.RESULTADOS Neste capítulo são apresentados os resultados da pesquisa realizada sobre a utilização das redes sociais e da gestão do conhecimento pelos estudantes de tecnologia em informática da Fatec Zona Leste. sendo citados o Facebook. O perfil dos estudantes que disponibilizam informações nas redes sociais é. foca na difusão. O recurso mais utilizado dessa rede é o mural. foi apresentado como principal objetivo dos estudantes nas redes sociais é a geração do conhecimento. do gênero masculino. o Twitter e o Orkut. armazenagem e distribuição do conhecimento. com idade inferior a 40 anos. utilizam em média duas redes sociais várias vezes ao dia. dentre elas o Facebook e o Twitter. links e vídeos para os outros usuários do site. 8 . A principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses semelhantes. Os respondentes apontaram como principal finalidade do uso de redes sociais a junção entre a utilização para obter informações de nível acadêmico e o entretenimento. em sua maioria. O perfil dos estudantes que apoiam a geração de conhecimentos possui. captação. do gênero masculino. A finalidade de uso é tanto para nível acadêmico quanto para entretenimento e a principal atividade é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses em comum.

manter as práticas e políticas para integrar o conteúdo que os estudantes disponibilizam nas redes sociais. acessa as redes sociais para distribuir o conhecimento e também para obter conhecimento com outras pessoas. Os respondentes apontaram como principal finalidade do uso de redes sociais a junção entre a utilização para obter informações de nível acadêmico e o entretenimento. é a interação com pessoas que possuem gostos e interesses semelhantes. links e vídeos para os outros usuários do site. podendo dessa maneira também. utilizam em média duas redes sociais. utilizando média de duas redes sociais. formando 27% dos estudantes. foi apresentado como principal objetivo dos estudantes nas redes sociais é a geração do conhecimento. Os respondentes que indicam informações que consideram importantes. acessam as redes sociais todos os dias. pois. Mas. totalizando 15% dos estudantes. pois existe a insegurança na transmissão de dados na internet. armazenagem e distribuição do conhecimento. por isso. Além disso. Além disso. é importante analisar qual é a informações que está sendo distribuída ou obtida nas redes sociais. é possível identificar que a maioria dos respondentes que se enquadram nesse caso utiliza duas ou três redes sociais. Dessa forma é possível perceber que existe uma tendência dos estudantes de tecnologia em informática em utilizar as redes sociais para disseminar o conhecimento. o Facebook e o Orkut. buscando interagir com pessoas que possuem gostos e interesses em comum. que as informações a serem transmitidas agreguem um valor a todos que iram recebê-la. O perfil dos respondentes que geram. a geração do conhecimento tornou-se mais fácil. onde é possível disponibilizar informações. tanto na obtenção quanto na distribuição da informação. são em sua maioria do gênero masculino. sendo uma delas o Facebook. O recurso mais utilizado dessa rede é o mural. sendo que a rede social mais utilizada pelos estudantes é o Facebook. A seguir será apresentada uma tabela (Tabela 1) que contêm propostas de melhoria para que a Fatec Zona Leste possa participar da geração e difusão de conhecimentos nas redes sociais. interagindo com pessoas que possuem os mesmos gostos e interesses em comum. quando se fala principalmente da integridade. para que a gestão do conhecimento possua informações de qualidade e veracidade. apresentam como finalidade a utilização das redes sociais tanto para fins acadêmicos como para entretenimento. foca na difusão. garantindo dessa forma. a grande maioria dos respondentes. tanto para fins acadêmicos como para entretenimento. utilizam as redes sociais várias vezes por dia. Para que a Fatec Zona Leste tenha uma participação ativa na gestão do conhecimento com a utilização das redes sociais. Além disso. totalizando 61% dos respondentes. captação. Pantoja e Séllos (2005). Com a internet. tanto para entretenimento quanto para fins acadêmicos. A análise de resultados mostrou que foi possível alcançar os objetivos deste trabalho identificando a relação existente entre a utilização das redes sociais pelos alunos de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento. cabe aos estudantes analisar a confiabilidade das informações que são adquiridas e passadas nas redes sociais. que de acordo com Frota. é necessário criar práticas e políticas para a gestão do conhecimento que os estudantes divulgam na internet. Foi constatado que 61% dos estudantes geram e apóiam a criação de novos conhecimentos nas redes sociais. Já a principal atividade.utilizam as redes sociais todos os dias. uma delas é o Facebook. A pesquisa trouxe como resultado que grande parte dos estudantes de tecnologia em informática utiliza em média três sites de redes sociais todos os dias. apóiam e criam novos conhecimentos mostra que esses possuem idade inferior que 40 anos. Ferramenta Proposta Objetivo Gestão do conhecimento 9 . visando interação com as pessoas que possuem os mesmos gostos.

Tabela 1 . referenciados pelas informações que os alunos disponibilizam na rede. Criação de contas oficiais para cada curso e para a Fatec Zona Leste. Unir todos os alunos que utilizam os recursos da rede social em uma só comunidade.Orkut Criação de perfis e fóruns da Fatec Zona Leste e para cada curso. Para que seja possível enviar links e vídeos importantes para os alunos. mantendo conexões com as empresas.Propostas de melhoria para a Fatec Zona Leste Elaborado pela autora Esta tabela apresenta propostas de melhoria para que a Fatec Zona Leste possa institucionalizar práticas e políticas na gestão do conhecimento. Utilização de alguns recursos: Comunidades. Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar LinkedIn Criação de Oferecer e buscar oportunidades conexões com de emprego e estágios para os empresas. Manter os estudantes informados quanto ao envio de notas. Criação de contas da Fatec Zona Leste e também de cada curso. alunos. A terceira coluna mostra qual o objetivo de cada proposta e qual seriam seus benefícios. turmas. interagindo com eles. manter o nome das Fatec Zona Leste nos Trending Topics. que poderão ser enviados por tweet. criando fóruns sobre suas opiniões e promovendo eventos. Mostrar o nome da Fatec Zona Leste para todos os outros usuários da rede social. A segunda coluna identifica quais propostas poderiam ser viáveis para que a Fatec Zona Leste pudesse integrar as redes sociais. A quarta coluna mostra como cada proposta tende a se relacionar com a gestão do 10 . Levantar as informações relevantes dos estudantes que utilizam essa rede social. foi identificado como poderia ser a utilização de cada ferramenta utilizada na primeira coluna. dessa forma. informações rápidas e enxutas. Para isso. a conta a Fatec Zona Leste pode aderir vários seguidores e visitantes. Eventos. agregando valor ao conhecimento que cada aluno já possui. Fóruns. Incentivar os alunos em determinadas datas. Twitter Facebook Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Disponibilizar Organizar Indicar Gerar Apoiar e criar Marcação de Para manter os alunos informados eventos quanto às atividades que relacionados às aconteceram na Fatec Zona Leste. palestras.

um questionário piloto foi aplicado. o questionário poderia ser aplicado aos estudantes de todos os cursos e para os moradores da região inclusive para estudantes do ensino médio. podese abordar sobre como é a utilização das redes sociais nas empresas. além do entretenimento. sempre será necessário estudar a fundo essas transformações para que todos que necessitam de conhecimento possam encontrá-lo facilmente nas redes sociais que utilizam. a maneira como os usuários passam a enxergar o conhecimento. Houve a aplicação de um questionário contendo nove questões sobre utilização das redes sociais. dessa forma. foi possível perceber que existe um grande número de alunos que utilizam as redes sociais e que a grande maioria possui como finalidade. o conhecimento poderá ser obtido e transmitido com maior velocidade. A partir da análise de resultados dos questionários. Com o avanço da tecnologia e das redes sociais. iniciar a criação de novos conhecimentos. que as redes sociais na internet têm implicado. CONSIDERAÇÕES FINAIS Esse trabalho teve como objetivo caracterizar a relação existente entre o uso de redes sociais por estudantes de tecnologia em informática com a gestão do conhecimento. a interação entre elas pode gerar novos conhecimentos que sem a ferramenta tecnológica. Pantoja e Séllos (2005). Para que fosse possível uma análise prévia. a partir desse ponto. houve um grande aprimoramento de aprendizado. as redes sociais sofrem mudanças constantemente. facilitando. As redes sociais unem pessoas e informações em apenas um lugar. Durante a realização deste trabalho. e detectados possíveis problemas. iniciar a criação de novos conhecimentos. que as redes sociais na internet têm implicado. 11 . tenderiam a ficar no nível individual. a cada capítulo. houve um grande aprimoramento de aprendizado. O trabalho realizado mostra apenas o início de um grande desafio. a partir dos objetivos indicados por Frota. pode ser entendido como a união de várias pessoas pode movimentar o conhecimento existente e. Este trabalho poderá ser aperfeiçoado futuramente. pois possui limitações. para que sua transmissão seja feita com segurança. tanto na academia quanto na área organizacional e na sociedade como um todo. para que fosse possível identificar as redes sociais utilizadas pelos estudantes. para identificar o nível de confiabilidade e integridade que a informação possui. facilitando. cada vez mais. As redes sociais unem pessoas e informações em apenas um lugar. Em trabalhos futuros. Durante a realização deste trabalho. Em relação à gestão do conhecimento. por se tratar de um tema dinâmico. identificar os recursos das redes sociais e identificar as principais atividades desenvolvidas pelos estudantes. pois possui baixo número de usuários dentre os respondentes do questionário. a maneira como os usuários passam a enxergar o conhecimento. As redes sociais podem aproximar pessoas com interesses em comum e dessa forma. dessa forma. pode ser entendido como a união de várias pessoas pode movimentar o conhecimento existente e.conhecimento. Também seria importante um estudo sobre a segurança das informações distribuídas e obtidas nas redes sociais. O trabalho realizado mostra apenas o início de um grande desafio. tanto na academia quanto na área organizacional e na sociedade como um todo. a partir desse ponto. foi consultada uma amostra significativa de alunos de tecnologia em informática da Fatec Zona Leste. a cada capítulo. dentro as quais se destaca a realização da pesquisa com alunos de um curso somente. Para isso. dessa forma. a busca de informações acadêmicas. A ferramenta MySpace não foi referenciada na tabela.

2008. Paulo.com. 2010.REFERENCIAS AGUIAR. Disponível em: www. Gallego Gil (Eds). In: Catalina M. CARVALHO. Faculdade de Tecnologia da Zona Leste). Universidade Federal do Rio de Janeiro.Redes sociais: utilização por alunos do Ensino Superior. v. Análise estrutural das redes sociais. MySpace e Ning. MORAIS. Histórico da Fatec Zona Leste. FACEBOOK. & Domingos J. São Paulo. Cristiane Souto.br/snbu/pdfs/orais//final_168. A linguagem dos blogs e as redes sociais virtuais.br/panam/pdf/GT2_Art 8_Joao.4. FROTA. Acessado em: 22 de fevereiro de 2011 as 19:30. Aldo de Albuquerque. Acessado em: 21/01/2011 às 13:20. Fundação Seade. In: XV Congresso Internacional de Tecnologias para la Educación y el Conocimiento.8. Instituto Piaget. 2005. Alonso Garcia. SÉLLOS. José Fernando Modesto da. 2010.pdf. ALVES. MYSPACE. n. Universidade de São Paulo (ECA/PPGCI). Ricardo Rodrigues. Vicent. 2010 . Disponível em: http://www. 12 . Giseli Adornato de. Paulo.linked. Disponível em: http://www.edu.html. Orkut. 47 p. 2010. Pesquisa de utilização de internet. PEREIRA. As bibliotecas universitárias nas redes sociais: Facebook. Teoria da Criação do conhecimento organizacional Nonaka e Takeuchi. Lysio. Ouimet. Carlos.com. 2011.portaltwservices.ibope.sibi.com. Distrito Federal. Sérgio. 2009.br. Disponível em: http://portal. Disponível em: www.com.com. Madrid: UNED. LINKEDIN. Acessado em: 22 de fevereiro de 2011 às 20:23. LEMIEUX. (Trabalho de Conclusão de Curso. LOPES. XVI Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias. DIAS.myspace.gov. Disponível em: http://www. Disponível em: www. João Henrique Dourado de. PANTOJA. FATEC ZONA LESTE.ipea. MATHIEU. Revista São Paulo em perspectiva.br/calandraWeb/BDarquivos/sobre pesquisas /pesquisa_internet.br/portal/page/portal/PortalTWServi ces/Comunica%C3%A7%C3%A3o/Artigos%20Publicados/ListaArtigosPublicados/PDF_ Ar tigo_Teoria_Nonaka_Takeuchi. Acessado em: 22 de fevereiro de 2011 as 20:02. 1ª Edição. SILVA.com. Acessado em: 18 de janeiro de 2011 às 11:32. São Paulo: IBOPE. Acessado em: 1º de abril de 2011 às 22:54 ORKUT.ufrj. Bruno de Oliveira.br. Disponível em: www. MIRANDA. A questão da informação. Universidade Católica de Brasília. Acessado em: 25 de abril de 2011 às 20:14.fateczl. Acessado em 01 de abril às 10:02. IBOPE NETRATINGS. 1994. BARRETO. A publicidade nas redes sociais e a geração Y: a emergência de novas formas de comunicação publicitária. Luísa. Disponível em: www.br. Acessado em 18 de janeiro de 2011 às 12:02.facebook.pdf.orkut.

Disponível em: www.pdf. Teresina: Intercom. CHIARA.periodicos. Inf. TRISKA.org/ simposioabciber/PDFs/CC/BatistaeZago. Gestão do Conhecimento: uma revisão critica orientada pela abordagem da criação do conhecimento. p. SILVA. n. Disponível em: www. Ivone Guerreiro Di. php/eb/article /viewFile/342/367. MARTELETO. 2008. Rio Grande do Sul. 2. 98-106. 33. jun. Manifestações coletivas no ciberespaço. 75-91. Anais eletrônicos. et al. Sociedade da informação e a gestão do conhecimento. p. Ci.php/revistaici/article/view/2668/1890. Brasília.intercom. Sérgio Luis da. TWITTER..br/index. TOMAÉL. v.pdf. Ciência da Informação. 2004.. 2008. 34. Disponível em: www.POLIZELLI. 93 – 104. Adalton.php /eb/article/viewFile/342/387. Andrezza. Hamilton Rodrigues.. 143-151.portalseer. BATISTA. Brasília.. Revista PontodeAcesso. Twitter: a transformação na comunicação e no acesso às informações. Inf. Universidade Federal de Pelotas. p./jul.br/papers/regionais /nordeste2009/resumos/R15-0542-1. 2. 1° sem. Airtiane. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORDESTE. Maria Inês. 2005.ufsc.1. Gabriela da Silva. esp. ZAGO. v. 13 . Acessado em: 21 dezembro de 2010 às 12:50. Maria Inês.ufsc.. maio/ago. v. Disponível em: http://www.periodicos.. n. Acessado em: 25 de fevereiro de 2011 às 11:21. Acessado em: 22 de fevereiro de 2011 as 11:20.com. Redes sociais: posição dos atores no fluxo da informação. 2009. Teresina. 2009. 11. Acessado em: 25 de fevereiro de 2011 às 10:15. Acessado em: 21 dezembro de 2010 às 13:10.br/index. 2006. Revista Eletrônica de Biblioteconomia Ci. p.twitter. 2008. OHANA. OZAKI. Acessado em: 15 de fevereiro de 2011 às 10:30. Demerval Luiz. Disponível em: http://www. São Paulo: Editora Saraiva. RUFINO. Das redes sociais à inovação. Ricardo. maio/ago. Regina Maria. TABOSA. Sociedade da Informação: os desafios de era da colaboração e da gestão do conhecimento. Salvador.2.cencib.ufba. TOMAÉL. Florianópolis. MARTELETO. Regina Maria.br/index. n.org. Jandré Correa. n. Disponível em: http://www.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful