Guia de Recolhimento GRF

A CAIXA desenvolveu para você, empregador/contribuinte, o SEFIP - Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - um aplicativo, disponibilizado gratuitamente, aqui no sítio da CAIXA, que torna o processo de recolhimento regular do FGTS mais ágil e seguro. O sistema que é destinado a todas as pessoas físicas, jurídicas e contribuintes equiparados à empresa, é responsável por consolidar os dados cadastrais e financeiros da empresa e dos trabalhadores para repassar ao FGTS e à Previdência Social, podendo também ser utilizado para gerar a Guia de Recolhimento do FGTS - GRF, uma guia gerada com código de barras que viabiliza o recolhimento do FGTS. Os arquivos gerados pelo SEFIP devem ser transmitidos pela internet, por meio do Conectividade Social e a GRF emitida deve ser recolhida até o 7º dia do mês seguinte àquele em que a remuneração do trabalhador foi paga. O valor a ser creditado na conta do trabalhador é calculado de acordo com a remuneração e o tipo de contrato firmado.

O que é
SEFIP é a sigla para Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social. Desenvolvido pela CAIXA, este aplicativo permite aos empregadores/contribuintes:

 

Consolidar os dados cadastrais e financeiros da empresa e dos trabalhadores; Gerar a Guia de Recolhimento do FGTS (GRF) e o arquivo de informações a serem utilizadas pelo Fundo.

Os arquivos gerados pelo SEFIP devem, obrigatoriamente, ser transmitidos pela internet por meio do canal eletrônico Conectividade Social, conforme Circular CAIXA nº 321/2004.

A quem se destina
O aplicativo SEFIP destina-se a todas as pessoas físicas ou jurídicas e contribuintes equiparados à empresa, sujeitos quer ao recolhimento do FGTS (conforme estabelece a Lei nº 8.036, de 11/5/1990, e legislação posterior), quer à prestação de informações à Previdência Social (conforme disposto na Lei nº 8.212, de 24/7/1991, e legislação posterior).

Benefícios
Com o aplicativo SEFIP, o processo de recolhimento da GRF e/ou transmissão de informações à Previdência Social é muito ágil e seguro. Fica mais fácil cumprir com as obrigações sociais e, assim, não sofrer penalidades.

Penalidades
As seguintes situações estão sujeitas a penalidades:

  

Deixar de transmitir o arquivo SEFIP; Apresentar o arquivo SEFIP com dados não correspondentes aos fatos geradores; Apresentar o arquivo SEFIP com erro de preenchimento nos dados não relacionados aos fatos geradores.

Ao responsável caberão as sanções previstas na Lei nº 8.036, de 11/5/1990, no que se refere ao FGTS e às multas previstas na Lei nº 8.212, de 24/7/1991, no que tange à Previdência Social, conforme disposto na Portaria Interministerial MPS/MTE nº 227, de 25/2/2005.

Sobre a GRF
A GRF é utilizada para efetuar todos os recolhimentos do FGTS referentes a qualquer competência e para prestar informações à Previdência Social. A Guia deve ser apresentada mensalmente, independentemente do efetivo recolhimento ao FGTS ou das contribuições previdenciárias, quando houver:

  

Recolhimentos devidos ao FGTS e informações ao Fundo de Garantia e à Previdência Social; Apenas recolhimentos devidos ao FGTS; Apenas informações devidas à Previdência Social.

A GRF deve ser recolhida até o dia 7 do mês seguinte àquele em que a remuneração foi paga, creditada ou se tornou devida ao trabalhador. Caso não haja expediente bancário no dia 7, o prazo para recolhimento, sem

Para quitar a GRF. Importante: Para efeito de vencimento. Neste caso. é o dia útil anterior. uma guia gerada com código de barras. considera-se como dia não útil o sábado. A GRF deverá ser quitada nas agências bancárias conveniadas ao FGTS ou nas Unidades Lotéricas. para valores até R$ 1. os prazos são os mesmos. divulgados pelo Banco Central do Brasil BACEN. conforme descrito na Circular CAIXA nº. o recolhimento deverá ser antecipado para o primeiro dia útil imediatamente anterior. O sistema. obrigatoriamente. Transmissão do arquivo SEFIP Os arquivos gerados pelo SEFIP devem. é utilizado também. Deve ser transmitido mensalmente. Importante: O pagamento da guia em terminal de autoatendimento ou Internet Banking dependerá da disponibilidade do serviço pela instituição financeira. ou ainda nas unidades lotéricas e canais alternativos de atendimento.00. quando houver:    Recolhimentos e informações ao FGTS. repassando para o FGTS e à Previdência Social. domingo e feriado nacional ou último dia útil do ano. que é disponibilizado gratuitamente. Havendo o pagamento da GRF em canais alternativos no sábado. o primeiro dia útil imediatamente posterior. Guarda da Documentação . Caso o dia de vencimento seja dia não útil. Apenas recolhimentos ao FGTS. é necessária a apresentação do Protocolo de Transmissão do arquivo SEFIP. desde que o valor da guia não ultrapasse R$ 1. os prazos são os mesmos.000. o domingo e todo aquele constante no Calendário Nacional de feriados bancários. Para a prestação de informações ao FGTS.000.acréscimos legais. para gerar a Guia de Recolhimento do FGTS (GRF). por meio do Conectividade Social. Para a prestação de informações ao Fundo de Garantia e à Previdência Social.00. creditada ou se tornou devida ao trabalhador. 413/2007. logo após a transmissão do arquivo SEFIP. Data de Vencimento A GRF deve ser recolhida até o dia 7º dia do mês seguinte àquele em que a remuneração foi paga. ser transmitidos pela internet. por meio do Conectividade Social e que viabiliza o recolhimento do valor devido ao FGTS. O que é O SEFIP é um aplicativo desenvolvido pela CAIXA que tem como objetivo consolidar os dados cadastrais e financeiros da empresa e dos trabalhadores. Locais de Recolhimento A GRF deverá ser paga nas agências dos bancos conveniados ao FGTS. O efetivo recolhimento do FGTS ou das contribuições previdenciárias não desobriga a empresa de transmitir o arquivo SEFIP. será considerado como data de recolhimento. Apenas informações à Previdência Social.

227. o empregador doméstico deverá dirigir-se a uma agência do INSS ou solicitar a matrícula CEI pela internet no site da Previdência Social.REC. § 11. Por 30 anos. de acordo com o tipo de contrato. Do Trabalhador doméstico: . no que tange à Previdência Social. da Lei nº 8. conforme previsto em Circular CAIXA. Importante: Os registros constantes do arquivo magnético SEFIPCR SFP não precisam ser impressos. conforme disposto na Portaria Interministerial MPS/MTE nº. que estabelece procedimentos pertinentes à retificação de informações.036.CEI. o empregador doméstico deve ser inscrito no Cadastro Específico do INSS . Para inscrever-se. § 5º.036/90. 8. o Comprovante de Declaração à Previdência. de 11/5/1990. a Retificação/Protocolo de Dados do FGTS e o Comprovante/Protocolo de Solicitação de Exclusão.212. 8. a Guia de Recolhimento do FGTS GRF. e o arquivo SEFIPCR. Requisitos Do Empregador doméstico: Para a realização do recolhimento do FGTS. da Lei nº. salvo se houver rescisão contratual. salvo: Para permitir a comprovação do cumprimento desta obrigação. transferência de contas FGTS e à devolução de valores recolhidos ao FGTS. a Relação de Estabelecimentos Centralizados . e as multas previstas na Lei nº.212/91 e alterações posteriores. conforme previsto no art. 32. o Comprovante de Confissão de não recolhimento de valores de FGTS e de Contribuição Social. Por exigência legal. os recolhimentos posteriores passam a ser obrigatórios e não poderão ser interrompidos. da Lei nº 10. Ao responsável. no que se refere ao FGTS. caberão as sanções previstas na Lei nº. ao decidir por fazê-lo. Penalidades As seguintes situações estão sujeitas a penalidades:    Deixar de transmitir o arquivo SEFIP. 23. No entanto. de 23/03/2001. 8. conforme artigo 1º.208.A empresa deverá guardar:      Por 30 anos. a Relação de Tomadores/Obras . conforme segue:   Menor Aprendiz: quota de 2% sobre a remuneração. de 25/2/2005.RET. Demais Trabalhadores: quota de 8% sobre a remuneração. Apresentar o arquivo SEFIP com erro de preenchimento nos dados não relacionados aos fatos geradores. conforme previsto no art.SFP. Empregador Doméstico O recolhimento do FGTS para o empregado doméstico é opcional. Valor do Depósito O valor a ser creditado na conta vinculada do trabalhador é calculado com base na remuneração do empregado. Apresentar o arquivo SEFIP com dados não correspondentes aos fatos geradores. de 24/7/1991. Por 10 anos.

NIT. munido do comprovante de sua inscrição no Cadastro Específico do INSS . mesmo que o empregador doméstico não receba a GFIP préimpressa a tempo. deve ser utilizada a GFIP impressa do sítio da CAIXA na Internet ou a GRF gerada pelo aplicativo SEFIP. Disponível nas agências da CAIXA para preenchimento total do empregador e na área de download do sítio da CAIXA na Internet. c) GFIP Pré-impressa Utilizada exclusivamente para o recolhimento do FGTS aos empregados domésticos cadastrados nos sistemas do FGTS. que é fornecido pelo Ministério da Previdência Social.Para o cadastramento do trabalhador doméstico no sistema do FGTS é necessário que o empregado possua o número de inscrição no PIS-PASEP ou o Número de Inscrição Social . Neste caso.NIS. o empregador deverá providenciar a reprodução da GFIP pré-impressa (2ª via). com os campos parcialmente preenchidos. mediante inscrição no Regime Geral de Previdência Social. Para geração da GRF.859/72. atualmente fornecido gratuitamente pela CAIXA. Orientações para Preenchimento . o empregador doméstico fica dispensado da entrega da GFIP/SEFIP apenas com informações declaratórias. É disponibilizada para impressão logo após a transmissão do arquivo SEFIP por meio do Conectividade Social. Documento de Arrecadação   GRF . em uma via. Observação: a GFIP pré-impressa é gerada somente para os trabalhadores já cadastrados no FGTS. o Número de Inscrição do Trabalhador . nos termos da Lei nº. Quando solicitada. só é gerada caso o empregador tenha feito pelo menos um recolhimento para o FGTS. a) GRF Guia gerada com código de barras para o recolhimento mensal do FGTS. Valor do Depósito O valor a ser creditado na conta vinculada do empregado doméstico corresponde a 8% sobre a remuneração paga ou devida ao trabalhador no mês anterior ao recolhimento. Cartão Bolsa Família ou outros Cartões Sociais emitidos pela Caixa Econômica Federal ou. 10. ou seja. que consta no Cartão do Cidadão.vide item 5. 450/2008.CEI e da Carteira de Trabalho do empregado e solicitar o respectivo cadastramento no PIS-PASEP. Contudo.4 da Circular CAIXA nº. este não se exime da obrigação de efetuar o recolhimento do FGTS.Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social GFIP . Clique Aqui para Download da GFIP Avulsa. .208/01. o empregador deverá preencher o DCN Documento de Cadastramento do NIS . e ter acesso à internet.Guia de Recolhimento do FGTS gerada pelo SEFIP . para o endereço do empregador cadastrado no FGTS.3. o empregador deverá possuir certificado eletrônico válido. 5. ou o GFIP Pré-impressa. a guia é encaminhada mensalmente pela CAIXA. dirigir-se a uma agência da Caixa Econômica. com redação dada pela Lei nº. Caso o Trabalhador não possua nenhuma dessas inscrições. ainda. Caso não haja o recolhimento para o FGTS.Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social o Avulsa. Para o recolhimento. adquirível em papelarias. b) GFIP Avulsa Utilizada alternativamente à GRF para o recolhimento relativo a empregado doméstico.

preencher as informações requeridas e levar o arquivo de pré-certificação. Importante: considera-se como dia não útil o sábado. creditada ou se tornou devida ao trabalhador. será considerado como data de recolhimento o primeiro dia útil imediatamente posterior. ou quando é devido aviso prévio indenizado ao trabalhador. deverá baixar e instalar o aplicativo de pré-certificação disponível no site da CAIXA. NT ou XP.BACEN. Exige a utilização de certificado eletrônico válido e internet. Havendo o recolhimento do FGTS em canais alternativos no sábado. Caso o empregador doméstico não possua. caso ainda não tenha sido feito. Para quitação da GRF nas unidades lotéricas. Importante: O pagamento da guia em terminal de autoatendimento ou Internet Banking dependerá da disponibilidade do serviço pela Instituição Financeira. o recolhimento do mês da rescisão e do mês anterior à rescisão. salvo em disquete. autoatendimento e internet banking o valor da guia não deve ultrapassar R$ 1. o empregador deverá recolher os valores rescisórios devidos. Caso o dia de vencimento seja dia não útil. feriado nacional ou último dia útil do ano. original e cópias simples da Carteira de Identidade.000. divulgados pelo Banco Central do Brasil . obrigatoriamente. por meio do aplicativo SEFIP. o domingo e todo aquele constante no Calendário Nacional de Feriados Bancários. . a uma agência da CAIXA. Exige a utilização de certificado eletrônico válido. Portal Empregador: geração da guia por meio da Internet. pela GRRF . deve ser realizado meio da GRF (SEFIP) ou da GFIP Avulsa. Locais de Recolhimento O pagamento da GFIP avulsa ou GFIP pré-impressa somente poderá ser realizado nas agências dos bancos conveniados. domingo. autoatendimento e Internet Banking. CPF e CEI. com código de barras. Nas demais situações de rescisão contratual.Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS no portal empregador do Conectividade Social. A GRRF pode ser gerada de duas formas:   Aplicativo Cliente: disponibilizado gratuitamente no site da CAIXA. Rescisão do Contrato de Trabalho No caso da rescisão do contrato de trabalho sem justa causa. o empregador deverá gerar a GRF. O empregador deverá possuir certificado eletrônico válido e acesso à internet para transmissão do arquivo rescisório e posterior impressão da GRRF. Para quitação nas unidades lotéricas. acesso à internet e privilégios de administrador da máquina quando utilizar Windows 2000.Data de Vencimento O recolhimento mensal deve ser feito até o dia 7 do mês seguinte àquele em que a remuneração foi paga.00. por meio da funcionalidade SIMULAR CÁLCULO DA GRRF/GERAR GRRF. o recolhimento deverá ser antecipado para o primeiro dia útil imediatamente anterior.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful