ZUMBI DOS PALMARES O maior ícone da resistência negra ao escravismo no Brasil.

Vinte de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra. A data transformada em Dia Nacional da Consciência Negra pelo Movimento Negro Unificado em 1978 - não foi escolhida ao acaso, e sim como homenagem a Zumbi, líder máximo do Quilombo de Palmares e símbolo da resistência negra, assassinado em 20 de novembro de 1695. Quilombo dos palmares O Quilombo dos Palmares foi fundado no ano de 1597, por cerca de 40 escravos foragidos de um engenho situado em terras pernambucanas. Em pouco tempo, a organização dos fundadores fez com que o quilombo se tornasse uma verdadeira cidade. Os negros que escapavam da lida e dos ferros não pensavam duas vezes: o destino era o tal quilombo cheio de palmeiras. Com a chegada de mais e mais pessoas, inclusive índios e brancos foragidos, formaram-se os mocambos, que funcionavam como vilas. O mocambo do macaco, localizado na Serra da Barriga, era a sede administrativa do povo quilombola. Um negro chamado Ganga Zumba foi o primeiro rei do Quilombo dos Palmares. Alguns anos após a sua fundação,o Quilombo dos Palmares foi invadido por uma expedição bandeirante. Muitos habitantes, inclusive crianças, foram degolados. Um recém-nascido foi levado pelos invasores e entregue como presente a Antônio Melo, um padre da vila de Recife. O menino, batizado pelo padre com o nome de Francisco, foi criado e educado pelo religioso, que lhe ensinou a ler e escrever, além de lhe dar noções de latim, e o iniciar no estudo da Bíblia. Aos 12 anos o menino era coroinha. Entretanto, a população local não aprovava a atitude do pároco, que criava o negrinho como filho, e não como servo. Apesar do carinho que sentia pelo seu pai adotivo, Francisco não se conformava em ser tratado de forma diferente por causa de sua cor. E sofria muito vendo seus irmãos de raça sendo humilhados e mortos nos engenhos e praças públicas. Por isso, quando completou 15 anos, o franzino Francisco fugiu e foi em busca do seu lugar de origem, o Quilombo dos Palmares. Após caminhar cerca de 132 quilômetros, o garoto chegou à Serra da Barriga. Como era de costume nos quilombos, recebeu uma família e um novo nome. Agora, Francisco era Zumbi. Com os conhecimentos repassados pelo padre, Zumbi logo superou seus irmãos em inteligência e coragem. Aos 17 anos tornou-se general de armas do quilombo, uma espécie de ministro de guerra

após fugirem. “Deus da Guerra”. Zumbi assumiu o posto de rei e levou a luta pela liberdade até o final de seus dias. que trocou sua liberdade pela revelação do esconderijo. pelos atuais estados da Bahia. levando sua cabeça até a praça do Carmo. “Fantasma Imortal” ou “Morto Vivo”. Nestas comunidades. plantando e produzindo em comunidade. Jorge Velho matou o rei Zumbi e o decapitou. Zumbi foi então torturado e capturado. muitos dos senhores de engenho acabaram por abandonar suas terras. os negros que conseguiam fugir se refugiavam com outros em igual situação em locais bem escondidos e fortificados no meio das matas. Os anos foram passando. localizado em Alagoas. Estes locais eram conhecidos como quilombos. Antônio Soares. o seu significado para a história do Brasil e para o movimento negro é praticamente unânime: Zumbi dos Palmares é o maior ícone da resistência negra ao escravismo e de sua luta por liberdade. Goiás. Dia 20 de novembro de 1695 Contudo. Minas Gerais e Alagoas. principalmente. em 1694. o Brasil chegou a ter centenas destas comunidades espalhadas. Estes. Na época colonial. morto após acreditar num pacto de paz com os senhores de engenho. mas o sonho de Zumbi permanece e sua história é contada com orgulho pelos habitantes da região onde o negro-rei pregou a liberdade História dos quilombos No período de escravidão no Brasil (séculos XVII e XVIII). Mato Grosso. Na ocasião em que Pernambuco foi invadida pelos holandeses (1630).nos dias de hoje. então terra de Pernambuco. Com a queda do rei Ganga Zumba. . na cidade de Recife. onde ficou exposta por anos seguidos até sua completa decomposição. Zumbi fugiu junto a outros sobreviventes do massacre para a Serra de Dois Irmãos. eles viviam de acordo com sua cultura africana. Pernambuco. em 20 de novembro de 1695 Zumbi foi traído por um de seus principais comandantes. Com o extermínio do Quilombo dos Palmares pela expedição comandada pelo bandeirante Domingos Jorge Velho. buscaram abrigo no Quilombo dos Palmares. Este fato beneficiou a fuga de um grande número de escravos. Seja qual for a tradução correta do nome Zumbi.

Rejeitando a cruel forma de vida. por fim. Comunidades quilombolas na atualidade Muitos quilombos. permaneceram ativos mesmo após a abolição da escravatura. resgatando a cultura e a forma de viver que deixaram na África e contribuindo para a formação da cultura afro-brasileira. foram derrotados. Eles deram origens às atuais comunidades quilombolas. A luta contra os negros de Palmares durou por volta de cinco anos. este já abrigava em torno de 50 mil escravos. No ano de 1670. apesar de todo o empenho e determinação dos negros chefiados por Zumbi. contudo. sendo que este último contou com os serviços do bandeirante Domingos Jorge Velho. por estarem em locais afastados.Esse fato propiciou o crescimento do Quilombo dos Palmares. costumavam pegar alimentos às escondidas das plantações e dos engenhos existentes em regiões próximas.100 comunidades quilombolas certificadas pela Fundação Palmares. situação que incomodava os habitantes. os negros buscavam a liberdade e uma vida com dignidade. Existem atualmente cerca de 1. . também conhecidos como quilombolas. eles. Grande parte destas comunidades está situada em estados das regiões Norte e Nordeste. Os quilombos representaram uma das formas de resistência e combate à escravidão. Estes. Esta situação fez com que os quilombolas fossem combatidos tanto pelos holandeses (primeiros a combatê-los) quanto pelo governo de Pernambuco.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful