Você está na página 1de 1

O QUE É SER LÍDER?

1. FALSOS LÍDERES
O líder não é alguém que nasce para ser líder, mas aquele que trabalha para que
todos se transformem em líderes. Há três tipos de falsos líderes:
a) Líder ditatorial: é o que segura todo o poder em suas mãos. É ele quem tudo
planeja, tudo pensa, tudo determina.
b) Líder paternalista: como o ditatorial, é ele quem tudo faz. Mas é pior do que o
ditatorial, pois amarra as pessoas a si pela afetividade. É o “monitor bondoso”.
Cria uma dependência infantil da patrulha.
c) Líder liberal: é o que “deixa tudo como está para ver como é que fica”.

2. LÍDER DEMOCRÁTICO

É o verdadeiro líder. É o jovem que está disposto a sacrificar-se, a dedicar seu


tempo a serviço dos outros, para que sejam livres e sujeitos de sua história. Teremos
lideranças em nossas patrulhas se apresentarmos a elas grandes ideais, que exigem
sacrifício e doação.
Há três tipos de líderes democráticos: o profético, o de coesão e o prático.
a) Líder profético: é o que tem facilidade para entender o ideal da patrulha. Ele tem
visão de para onde sua patrulha caminha, é capaz de entender e interpretar o que
acontece no presente e consegue transmitir para os outros a finalidade da patrulha.
Possui consciência crítica bem desenvolvida.
b) Líder de coesão: é o que se preocupa com a união da patrulha, com o diálogo,
com a amizade e a compreensão. Tem facilidade para captar os problemas
humanos da patrulha e contribuir para a sua solução. Normalmente faz seu
trabalho em silêncio. Ajuda a patrulha a dar testemunho do que é o essencial para
a Tropa e faz crescer a capacidade da patrulha para a ação.
c) Líder prático: tem capacidade de planejar e organizar a ação e de ajudar na
formação da patrulha. Nunca trabalha sozinho: delega poderes e sua meta é
descobrir novos líderes. Pelo seu exemplo de dedicação, comunica entusiasmo e
esperança aos membros da patrulha.

Relacionamento entre os três: o líder profético tem visão, sabe questionar, mas não
é prático e não sabe encontrar saídas. O líder de coesão tem a tendência de somar
forças, o profético de ser divisionista. O líder de coesão, por sua vez, é prudente
demais quando, às vezes, tem de enfrentar o problema.
Um líder complementa o outro. E cada tipo de líder tem em si alguns traços dos
outros dois. É importante que o líder prático possua esses traços dos outros líderes,
caso contrário não conseguirá levar a patrulha adiante.