Você está na página 1de 4

Dicas para a Prova de Lógica II

Entenda o significado da tabela de verdade: Cada tipo de proposição tem resultado Aí vão algumas frases pra te ajudar a entender Conjunções (^) (e, mas, etc...) “Ela é bonita (b) e inteligente(i) Ou seja, ela precisa ser ambos.. bonita E inteligente b i (b^i) V V V V F F F V F F F F Disjunções (∨ ) (ou) “Neste sábado vou OU ao teatro (t) OU ao cinema (c)” Ou seja, posso ir só ao teatro, só ao cinema ou a ambos. A falsidade está em não fazer nem um nem outro. t c (t ∨ c) V V V V F V F V V F F F Implicações (→) (se... então, somente se... etc....) “se sou paulista (p), sou brasileiro(b)” Sou paulista e sou brasileiro ...... Sou paulista e não sou brasileiro (não é um caso possível, por isso é falso) Não sou paulista e sou brasileiro Não sou paulista e não sou brasileiro p b (p→b) V V V V F F F V V F F V Bi-implicação (↔) (SE e somente SE) “Sou paulistano(p) se e somente se nasci na cidade São Paulo (c)” Sou paulistano e nasci na cidade de São Paulo: ok Sou Paulistano mas não nasci na Cidade de São Paulo: impossível!!!!!! Não sou Paulistano mas nasci na cidade de São Paulo: Impossível!!!! Não sou Paulistano e não nasci na cidade de São Paulo: tudo bem! A condição não impede que esta possibilidade seja verdadeira. p c (p↔c) V V V V F F F V F F F V

Se ele é amigo. d) sendo assim. logo. Para checar se o raciocínio é válido basta supor que ele é inválido Ex. As premissas e as conclusões têm q ser verdadeiras.Nota: o raciocínio será válido se e somente se não existir o caso em que as premissas são verdadeiras e a conclusão falsa... A→B B→C :. c) ¬B é verdadeiro.. Agora q já sabe isso vamos seguir adiante. 1. Viu? Não é um bixo de sete cabeça. b) se¬A é falso então A é verdadeiro. (A→B) é o mesmo que (¬B→¬A) (atenção na ordem!!!!!) 2. . pela tabela concluímos que (A→B) é falso (V→F = F) e) Porém supus que esta premissa (A→B) era verdadeira e ela não pode ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo. Para resolver os raciocínios lógico. temos um ABSURDO!!!! O raciocínio não é inválido como supus. A→B e assim... Portanto ele não é amigo. a menos que B é o mesmo que (¬B→A) 4.. B é falso.A→C 5. (¬C→¬A) B→C :. A→C (v) supondo que A e C sejam verdadeiros... Como??? É só prestar atenção e usar as equivalências. você vai precisar saber brincar com as premissas e conclusões. então ele é bondoso. Assim. Ele não é bondoso.. A. (A→B) V ¬B V ¬A F a) supondo a invalidade do argumento descubro que ¬A é falso. ¬(A^B) é o mesmo que (¬A∨¬B) 3..

(¬C→¬A) B→C :..6.. A→B B→C . juntamente com seu gabarito. A→B e assim. ¬(A^B) é o mesmo que (¬A∨¬B) 3. A prova será quase no mesmo estilo!!! Por fim. colocamos as dicas de uma forma mais objetiva para a sua folha de consulta.A→C (f) supondo que A e C sejam falsos. A→B V B→C :. a menos que B é o mesmo que (¬B→A) 4. Tabela da Verdade α V V F F β V F V F (α ∧ β) V F F F (α ∨ β) V V V F (α → β) V F V V (α ↔ β) V F F F V F (α ↔ V EQUIVALÊNCIAS 1. 6. A→C (v) supondo que A e C sejam verdadeiros. A.A→C 5. A→B B→C :. (A→B) é o mesmo que (¬B→¬A) (atenção na ordem!!!!!) 2. a maior dica é resolver a lista de exercícios 3 que já está disponível na intranet. Agora.

:.A→C (f) supondo que A e C sejam falsos. .