Você está na página 1de 7

IntroduÁ„o, Conceito e PrincÌpios Fundamentais da Gest„o de Processos

Prof. Me. LuÌs Saavedra

Gest„o de processos

Objetivo

Abordar o conceito aplicado de processos nos sistemas de administraÁ„o de empresas e estabelecer um paralelo entre a gest„o departamental e a gest„o de processos de negÛcios

NÌveis de processos e desdobramento em atividades

Elementos agregados aos processos empresariais

A gest„o por processos

aos processos empresariais  A gest„o por processos FormaÁ„o do Docente  LuÌs Alberto Saavedra

FormaÁ„o do Docente

LuÌs Alberto Saavedra Martinelli

Mestre em AdministraÁ„o

EspecializaÁ„o em FinanÁas

EspecializaÁ„o em Planejamento e Gest„o de NegÛcios

MBA em Gest„o de Equipes

GraduaÁ„o em Engenharia

Professor e consultor

Conte˙do da Aula

A gest„o departamental das empresas

A vis„o de processos

Conceito de processos

A Gest„o Departamental das Empresas

As empresas tem sido geridas tendo como base uma vis„o departamental

Esta vis„o de gest„o est· alinhada com o organograma das empresas

Essa gest„o È chamada de vertical

Os recursos e esforÁos s„o geridos do topo do organograma para baixo

e esforÁos s„o geridos do topo do organograma para baixo  Essa estrutura define, entre outros:
e esforÁos s„o geridos do topo do organograma para baixo  Essa estrutura define, entre outros:
e esforÁos s„o geridos do topo do organograma para baixo  Essa estrutura define, entre outros:

Essa estrutura define, entre outros:

a) a relaÁ„o de poder entre cargos

b) os orÁamentos de despesas

c) o fluxo de trabalho vertical

A Vis„o de Processos

Essa vis„o da gest„o das empresas considera um fluxo de trabalho horizontal

Esse trabalho ocorre para atender as necessidades de clientes internos e externos

O Conceito de Processos

Processo È um conjunto de atividades sequenciadas que transformam insumos providos por um fornecedor em produtos entregues a um cliente

Fornecedores e clientes podem estar dentro da empresa:

ï fornecedores internos

ï clientes internos

NÌveis de Processos

Os processos podem ser desdobrados, a partir do macro processo empresarial, em atividades e tarefas

Atividades de um processo:

ï detalhamento do macroprocesso

ï geralmente descrevem o trabalho sequencial de um conjunto de cargos

descrevem o trabalho sequencial de um conjunto de cargos  Macroprocesso: s„o as grandes atividades das
descrevem o trabalho sequencial de um conjunto de cargos  Macroprocesso: s„o as grandes atividades das

Macroprocesso: s„o as grandes atividades das empresas que transformam insumos de fornecedores externos em produtos para clientes externos

Tarefas de um processo:

ï detalhamento das etapas de uma atividade

ï geralmente descrevem o trabalho de um determinado cargo

Macroprocesso Entradas 1 2 3 4 6 SaÌda 5 Atividades 5.1 5.2 5.3 Tarefas 5.2.1
Macroprocesso
Entradas
1
2
3 4
6
SaÌda
5
Atividades
5.1 5.2
5.3
Tarefas
5.2.1
5.2.2 5.2.3

PorÈm, essa gest„o tem o foco departamental

Os processos existem e est„o presentes no dia a dia das empresas

M„o de obra: pessoas de nÌvel gerencial e operacional que dedicam horas de trabalho para as atividades do processo

que dedicam horas de trabalho para as atividades do processo Elementos Agregados aos Processos Empresariais 

Elementos Agregados aos

Processos Empresariais

Os processos est„o integrados

nos sistemas empresariais e s„o operados por meio de recursos e

modelos de gest„o tradicionais

Os elementos agregados aos processos empresariais s„o:

ï m„o de obra

ï mÈtodos de trabalho

ï m·quinas

ï materiais

ï mÈtodos de mediÁ„o

ï meio ambiente interno e externo

MÈtodos de trabalho: conjunto de procedimentos, normas e polÌticas de trabalho que orientam a execuÁ„o dos processos

M·quinas: dispositivos mec‚nicos e eletrÙnicos que s„o usados como apoio na execuÁ„o das atividades de um processo

MÈtodos de mediÁ„o:

procedimentos de avaliaÁ„o da qualidade e da produtividade do trabalho executado em um processo

A Gest„o por Processos

Consiste em:

ï considerar a empresa como um grande processo, desdobrado e subprocessos menores

como um grande processo, desdobrado e subprocessos menores  Materiais: matÈrias-primas ou materiais de apoio

Materiais: matÈrias-primas ou materiais de apoio usados na execuÁ„o das atividades de um processo

Meio ambiente interno e externo:

ambiente fÌsico ou virtual, dentro ou fora dos limites da empresa, onde os processos ocorrem

ï alocar recursos e modelos de gest„o de forma horizontal

ï definir uma estrutura de gest„o horizontal

Indicador de desempenho 4 M·quinas Pessoas Meio ambiente MatÈria- Atividade 1 Atividade 2 Atividade 3
Indicador de
desempenho
4
M·quinas
Pessoas
Meio ambiente
MatÈria-
Atividade 1
Atividade 2
Atividade 3
Atividade 4
Produto
-prima
MediÁ„o
MÈtodos de trabalho
MediÁ„o
Indicador de
Indicador de
Indicador de
desempenho
desempenho
desempenho
1
2
3

O processowner tem a funÁ„o de coordenar os elementos do processo para que insumos sejam transformados em produtos de forma mais eficaz possÌvel

Os processos s„o desdobrados em atividades e tarefas:

ï o processowner gere os elementos do processo com foco na efic·cia empresarial

os elementos do processo com foco na efic·cia empresarial  O gestor de processos : ï

O gestor de processos:

ï È tradicionalmente chamado de processowner ou dono do processo

ConsideraÁıes Finais

As empresas s„o tradicionalmente geridas com uma vis„o vertical

A gest„o por processos provÍ uma vis„o horizontal com foco no cliente

ReferÍncias de Apoio

CRUZ, Tadeu. Sistemas, mÈtodos & processos:

administrando organizaÁıes por meio de processos de negÛcios. S„o Paulo: Atlas, 2005.

MARANH O, Mauriti; MACIEIRA, Maria Elisa Bastos. O processo nosso de cada dia: modelagem de processos de trabalho. Rio de Janeiro: Qualimark, 2004.

de processos de trabalho. Rio de Janeiro: Qualimark, 2004.  OLIVEIRA, Djalma de Pinho RebouÁas de.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho RebouÁas de. AdministraÁ„o de processos: conceitos, metodologias, pr·ticas. S„o Paulo: Atlas, 2006.