EXERCÍCIOS-TURMA ITA/IME

(LISTA-13)
Professor:

ALEX
ALUNO(A):______________________________________________________________________ DATA: 02 /09/09

QUIMICA
RADIOATIVIDADE 01 - (UFLA MG/2009) Fissão nuclear é a divisão de um núcleo atômico pesado e instável que ocorre, por exemplo, por bombardeamento desse núcleo com nêutrons, liberando energia. A alternativa que CORRETAMENTE representa uma equação de fissão nuclear é: a) b) c) d)
235 92 U 235 92 U 235 92 U 235 92 U

+ + + +

1 0n 1 0n 1 0n 1 0n

→ → → →

144 55 Cs 235 56 Ba 238 92 U 140 56 Cs

+ + +

90 37 Rb 235 36 Kr

1 + 3 0n

1 + 3 0n 93 36 Rb 1 + 3 0n

Coréia do Norte nas últimas semanas, assinale a alternativa INCORRETA. a) A reação em cadeia da fissão nuclear é o processo de quebra de núcleos grandes em núcleos menores, liberando uma grande quantidade de energia. b) Nos produtos da fissão nuclear do urânio- 235 é possível identificar vários isátopos pertencentes a diferentes elementos químicos que emitem radiação α, β e γ . c) O lixo nuclear deve ser armazenado em recipientes de chumbo e/ou concreto e guardados em locais seguros por tempo suficiente para que a radiação caia a níveis nãoprejudiciais. d) Os reatores nucleares norte-coreanos produzem energia limpa e não oferecem nenhum risco ao ambiente e à população local.

02 - (UNIFOR CE/2009) A reação de fissão do plutônio pode ser representada pela equação: 239 1 137 98 94 Pu + 0 n → 55 Cs + 39Y + KK + energia Completa corretamente a equação:
a) b) c) d) e)

5

1 0n

04 - (UFG GO/2009) As usinas nucleares são importantes fontes de energia em vários países. O processo de obtenção de energia das usinas nucleares consiste no bombardeamento de átomos de urânio com nêutrons. Esta reação leva à fissão do urânio e à formação de telúrio, zircônio e um nêutron com pequena variação de massa e grande liberação de energia. A reação em cadeia acontece quando o nêutron resultante da reação atinge outro núcleo de urânio.

5 1p 1 5 5 5
4 2α 0 −1β 0 1β

03 - (UFU MG/2009) Considere a figura abaixo, retirada da matéria da Revista Época, de 1° de junho de 2009, sobre os testes nucleares da Coreia do Norte liderada por Kim Jong-il.

a) b)

Escreva a equação da reação balanceada do processo de fissão do urânio descrito acima. Calcule a energia, em joules (J), liberada por um mol de urânio através da relação de massaenergia de Einstein.

Revista Época, 01/06/2009 Sobre os fenômenos radioativos, suas aplicações e as discussões suscitadas pela polêmica em torno da provocação nuclear da

05 - (UESC BA/2009) A notícia de que a água, distribuída na Vila de Juazeiro, zona rural de Maniaçu, município que fica a 50,0km de Caetité, está contaminada por urânio, caiu como uma bomba na região abastecida por poço artesiano onde uma das coletas foi feita. Temendo contrair câncer e outras doenças associadas ao contato com o minério, parte dos 300 moradores da Vila de Juazeiro começou a abandonar suas casas e procurar novas moradias. Os minérios de urânio, geralmente, contêm óxidos desse elemento químico em cuja composição predomina o urânio 238, ao lado do urânio 235, que é físsil. Embora o urânio 238 predomine na natureza e, não seja físsil, ele absorve nêutrons transformando-se em plutônio 239, um radionuclídeo cancerígeno, que pode se formar no minério de urânio de acordo com as equações químicas representadas. (SOUZA, 2008, p. 14)

1

em reatores nucleares.]. até valores de ordem de 90%. e) O bismuto e o meitnério têm. pelo menos.(UFES/2007) A equação abaixo representa um possível processo de fissão nuclear do 235U (Urânio 235) por nêutrons térmicos em um reator nuclear. como representado na seguinte equação: 272 C 4 111 Rg → D Mt + 2 α Com base nessas informações. uma substância tóxica perigosa. respectivamente.943 131.(Unimontes MG/2007) No sol. alegando que o Brasil é alvo de cobiça por ter água. roentgênio (Rg). a inexistência de tecnologia de controle da velocidade de emissão de nêutrons. assinale a alternativa correta. [. d) O roentgênio tem 111 prótons e 272 nêutrons. 04. representa uma ameaça ao mundo.623 940 b) d) 2053 eV 2053 MeV Cs 92 Rb 1 n a) c) e) 173 eV 173 MeV 173 GeV 11 . O nuclídeo X representa o isótopo instável do elemento químico neptunio. associado a ações terroristas. que possibilita a elevação do percentual de 92 235 92 U formas isotópicas. X * +→ 239 Pu + y 94 *isótopos instáveis Considerando-se essas informações sobre a contaminação da água em Vila de Juazeiro e as equações químicas nucleares. 08 . 02. 3.. na Itália. (Correio da Bahia. cujas abundâncias são. 07 . D2O(l). 4 e 5 e) 3. possuem armas nucleares. a produção de massas subcríticas de plutônio 239 capazes de produzir a explosão de uma bomba atômica. oito nações. 4. ocorre a combinação de isótopos do hidrogênio para formar hélio. A resposta é 235 1 141 92 1 92 U + 0 n → 55 Cs + 37 Rb + 30 n 235 141 U Massa em Mev 218.2. 0. 06 . p. Estão corretas apenas: a) 1. o U-235 e o U-238. 3 e 4 d) 2. números atômicos 83 e 113.(UESC BA/2008) Militar defende construção de bomba atômica brasileira. nov. Os átomos físseis do urânio 235 se transformam. Na natureza. Np. A partícula y. Considerando as informações dadas e as características da referida reação. O U-238 é radioativo. de forma alguma. respectivamente. 235 U + 1n → 140 Ba + y Kr +3 1 n x 92 0 56 0 O U-238 possui três prótons a mais que o U-235. todas as alternativas estão corretas. O elemento 111. pode-se destacar 01. c) A energia liberada pode ser convertida em energia elétrica. A equação dessa reação pode ser representada assim: 3 2 4 1 1 H + 1 H → 2 He + 0 n + energia Reação desse tipo ocorre. 04. 05. foi descoberto em 1994 pelo laboratório do GSI em Darmstadt. c) O meitnério produzido tem número atômico 109 (D) e número de massa 270 (C). Independentemente do tipo de aplicação desejada. na explosão da bomba de hidrogênio. 4 e 5 1. Não podemos ficar alheios à realidade do mundo”. em átomos radioativos mais pesados. o urânio ocorre em duas 09 . 2. o U238 não pode. 3. 238 U . possui carga elétrica igual a +2 e número de massa igual a 4. O perigo de contaminação por urânio 238 é que esse elemento químico. como na equação abaixo: A 64 272 1 B Bi + 28 Ni → 111 Rg + 0 n O núcleo do roentgênio formado é instável. números de massa 209 e 268. alimentos e energia. o bloqueio da reação nuclear de absorção de nêutrons pelo urânio 238 e conseqüente transformação em plutônio 239. ao serem bombardeados por nêutrons. Esse fato. a possibilidade futura de desenvolver um artefato nuclear. 238 92 1 U + 0 n → 239 U * 92 239 92 U →X + β * * 0 −1 III.(UNIFESP SP/2006) 60 anos após as explosões das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki. é correto afirmar: 01. Sobre o uso do urânio. com tempo de meia-vida de 4. As emissões de partículas pelos radionuclídeos 239 U e X* 92 transformam a água. 5. que são responsáveis pela contaminação da água distribuída na Vila de Juazeiro. após emissão de partículas 4 α . considere a equação abaixo e analise as afirmativas a seguir.. nas equações químicas nucleares II e III. o tecnécio. a) O bismuto e o meitnério têm. b) O novo núcleo é formado através da fusão. a equação acima representa a fissão nuclear do urânio. O criptônio formado tem número atômico igual a 36 e número de massa igual a 96. representada na equação nuclear III. ao ser bombardeado por nêutrons.(UFPR/2007) Desde a primeira produção artificial de um elemento químico. a separação dos gases e 235 92 UF6 que facilita o processo de purificação do urânio 238 utilizado para a construção da bomba atômica. d) A fissão nuclear de isótopos do hidrogênio produz nêutrons. 238 92 UF6 03. a tabela periódica tem sido estendida através de sínteses de novos elementos.7% e 99. em água pesada D2O. 03. Os três nêutrons liberados podem iniciar um processo de reação em cadeia. H2O. Ao se bombardear um isótopo de bismuto com núcleos de níquel. 2 02. se transforma em radionuclídeos mais leves e perigosos. devido ao tempo de meia-vida extremamente longo. por Perrier e Segre. “Nós temos de ter. em 1937.3%. EXCETO a) A reação nuclear é altamente exotérmica. 05. ser descartado no meio ambiente. Dentre outros aspectos que devem ser levados em consideração para que o Brasil possa desenvolver um artefato nuclear. e por decaimento alfa transforma-se em meitnério (Mt). calcule a energia liberada na reação. o domínio da tecnologia de enriquecimento do urânio natural.(UFPE/2007) O programa nuclear do Irã tem chamado a atenção internacional em função das possíveis aplicações militares decorrentes do enriquecimento de urânio. Na cidade de Hiroshima foi lançada uma bomba de 2 . por exemplo. II. b) O bismuto utilizado tem número atômico 83 (B) e número de massa 208 (A). com subseqüente liberação de grande quantidade de energia. 2 e 5 b) 2. respectivamente. 2007. Considerando as massas dadas no quadro. Brasília: ABR).5 x 109 anos. Alemanha.267 85. produziu-se o isótopo 272 de roentgênio mais um nêutron.I. 4 e 5 c) 1. utilizando-se água pesada. no Brasil. 10 .

constitui-se. 13 . Nas estrelas como o Sol. 18. queimando-se o hidrogênio produzido durante a noite. 235 1 92 U + 0 n afirmativas abaixo poderiam ter constado de algumas dessas matérias. 04. a União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC) oficializou o nome Darmstádio. 15 . 0. 138 e fissão nuclear.9. Ba. formando. e) blocos de grafite funcionam como aceleradores. Z. 1. 10 kcal para cada mol de He formado. A queima de uma dada quantidade de carvão em uma termoelétrica produz a mesma quantidade de energia que a fissão de igual massa de urânio em uma usina nuclear.(FEPECS DF/2006) “No coração das estrelas ocorre a fusão do hidrogênio em outros elementos. deveria estar escrito 4He no lugar de 3He. aumentando a velocidade dos nêutrons. Um exemplo está mostrado na seqüência de reações abaixo: I) 4 He + 4 He → 8 Be 17 . 62 208 A 1 28 Ni + 82 Pb→110 Ds + 0 n a) b) Determine a posição que o Darmstádio ocupará na Tabela Periódica e calcule seu número de massa (A). que causam reações capazes de fundir prótons com prótons. As possíveis reações nucleares que ocorreram nas explosões de cada bomba são representadas nas equações: 235 92 U 239 94 Pu + n → 142 zX 97 39Y + 91 36 Kr A 55 Cs + 3n + n → + + 5n Nas equações. 140 e fissão nuclear. sintetizados através de processos nucleares que ocorrem em estrelas. b) os efeitos sobre o meio ambiente pela liberação do 137 isótopo Cs ( meia-vida ≅ 30 anos) deverão ser detectados até 30 anos após o acidente. 140 e fissão nuclear. utiliza-se a eletrólise da água durante o dia. a) 52. Ba. e) bário. Nessa bomba. d) 56. numa reação de oxidação de matéria orgânica. b) nitrogênio. b) pósitron. tivemos várias notícias nos jornais relacionadas com diferentes formas de geração de energia.” ALQUIMIA CÓSMICA.(UFSCAR SP/2006) No dia 06 de agosto de 2005 foram lembrados os 60 anos de uma data triste na história da Humanidade. Ba. havendo a liberação de 1 nêutron. por exemplo. havendo necessariamente uma variação de massa do sistema. A queima de combustível fóssil. X. 16 . 2.(UFPI) No acidente nuclear de Chernobyl. uma das reações que pode ocorrer é representada pela equação nuclear não balanceada n 1 → 141Ba + m X + 3 0 n + energia 56 Nesta equação X. outros elementos. Está(ão) correta(s): a) 1. 00. da ordem de 5 . Xe. m e n representam. 39. Indique a alternativa correta: 235 a) O 92U decai com emissão de 7 partículas alfa e quatro 206 partículas beta para produzir 82Pb . 2 e 3 b) 1 apenas c) 3 apenas d) 1 e 2 apenas e) 2 e 3 apenas 8 3 12 14 . a fusão vai até o carbono e oxigênio. O reator nuclear Angra II gera energia através da fusão nuclear de átomos de urânio enriquecido. 2) Na reação (II). respectivamente. 235 d) a fissão do 92U se dá por um processo de reação em cadeia. e) lítio. respectivamente: a) partícula alfa. Nas mais pesadas. 36. em sua maioria.(UFPE/2006) Os elementos químicos conhecidos foram. c) 56. 12 . 02. Caderno Mais. 56. a gasolina. 18/09/2005. 141. baseada no isótopo 235 de urânio. b) 54. A afirmativa anterior (proposição 2-2) está errada. porque a energia liberada numa fissão nuclear é milhões de vezes maior do que a energia liberada na queima (uma reação química) do carvão. Segundo o texto um elemento que NÃO devemos encontrar no Sol é o: a) hélio. e) 56. 01.(UFRJ/2004) Em sua 42ª Assembléia Geral. 4. Esta variação de massa poderá ser calculada através da: a) lei de Coulomb b) lei de faraday c) lei de Lavoisier d) equação de Planck e) equação de Eistein II) Be + He → C + γ Destas reações. c) a energia gerada em usinas nucleares se origina de um processo de fusão nuclear. para o elemento químico resultante da fusão nuclear de isótopos de Níquel de número de massa 62 com isótopos de Chumbo de número de massa 208. A e o tipo de reação nuclear são. em 1945. Os átomos de Darmstádio são extremamente instáveis e decaem até o Nobélio através da emissão de partículas α. 3) 3He e 4He são isótopos. como num jogo de lego. Nesse dia. até o ferro. Neste contexto. 92. ou seja.(UEMT) 1 3 4 A reação nuclear 1H + 1H 2He desenvolve uma quantidade 8 fabulosa de energia. São elas as fornalhas alquímicas do cosmo. d) criptônio. a falha no sistema de refrigeração resultou no aquecimento que deu origem à explosão seguida de incêndio de grandes blocos de grafite. 140 e fusão nuclear. realizada em 2003. Marcelo Gleiser Folha de São Paulo. na realidade. d) cloro. Determine o número de partículas α emitidas e os elementos gerados durante o processo de decaimento radioativo do Darmstádio até o Nobélio. c) boro. As 3 . A alternativa usada para controlar o processo foi o aterramento do reator com toneladas de areia e concreto. As enormes pressões geram temperaturas de dezenas de milhares de graus. conforme a reação nuclear a seguir. com símbolo Ds. 18 . podemos afirmar que: 1) São reações de fissão nuclear. lançando no ar 6 a 7 toneladas de material radioativo. c) argônio. resultando em mais de cem mil mortes imediatas e outras milhares como conseqüência da radioatividade. 03. Te. 138 e fusão nuclear.urânio-235 e em Nagasaki uma de plutônio-239. Partindo do pressuposto que é possível aproveitar a energia solar para gerar corrente elétrica.(FATEC SP/2006) Uma das características das últimas décadas foram as crises energéticas. foi lançada uma bomba atômica sobre a cidade de Hiroshima. que causou a morte de milhares de pessoas.

O urânio natural apresenta 92 uma distribuição isotópica de aproximadamente 0. o agravamento da crise energética. a diferença entre as 235 238 reatividades químicas de UF6 e UF6 permite a separação do urânio nas duas formas isotópicas puras. com massa atômica igual a 18. 17) Gab: D 18) Gab: E 19) Gab: B 20) Gab: C 20 . efetua– se o cálculo: 7 a) (2 . Recentemente. com massas moleculares de 349. É correto o que se afirma em: a) I. Número de massa: A = 269 b) 4 partículas α são emitidas . 235 238 II. o urânio deve ser enriquecido até atingir um teor de 3 a 4% em 235U. em função dos acidentes ocorridos nas usinas nucleares e da necessidade de controle dos resíduos radioativos por um longo período de tempo. finalmente. 10 kcal/g) . 235g 7 c) (2 .(FCChagas BA) 235 Um grama de 92U libera. posteriormente convertido em UO2 sólido e. 4 . portanto. Um dos métodos utilizados nesse processo envolve a transformação do minério de urânio em U3O8 sólido (“yellow cake”). (235 / 92)g TEXTO: 1 . 10 kcal/g) . Para sua utilização em reatores. Numa etapa subseqüente do processamento. ao sofrer fissão nuclear. II e III.Comum à questão: 20 A geração de energia elétrica por reatores nucleares vem enfrentando grande oposição por parte dos ambientalistas e da população em geral ao longo de várias décadas. 10 kcal/g) . (235 – 92)g 7 d) (2 . b) II. No processo de obtenção de urânio metálico a partir da reação de UF6 com magnésio.0412. 235 U . e) I. 7 aproximadamente 2 . apenas.99840. (235 + 92)g 7 e) (2 . III.(UFSCAR SP/2008) Os compostos de flúor utilizados no processamento do urânio são formados exclusivamente pelo isótopo 19. O UF6 gasoso obtido no 235 processamento do urânio é.84 × 10 J ⋅ Mol −1 5) Gab: 04 6) Gab: 02 7) Gab: D 8) Gab: D 9) Gab: A 10) Gab: C 11) Gab: D 12) Gab: D 13) Gab: E 14) Gab: D 15) Gab: FVFVV 16) Gab: a) Grupo: 10 ou VIII ou VIII B (Período 7º) . A ultracentrifugação da mistura gasosa é um método conveniente para se obter o enriquecimento do produto 235 final em UF6. e à redução dos resíduos produzidos nas usinas nucleares. c) III.19 . são feitas as seguintes afirmações: I. 10 kcal/g) . Com relação a estas informações e aos processos de separação da mistura dos fluoretos de urânio. a mistura gasosa é reduzida a urânio metálico sólido por reação com magnésio. apenas. 10 kcal/g) . 92g 7 b) (2 . O UF6 pode ser separado do UF6 por destilação fracionada do líquido obtido. apenas. uma mistura de F6 e 238 UF6. após resfriamento da mistura gasosa inicial. Seabórguio (Sg) e Rutherfórdio (Rf). em UF6 gasoso.27% de 238U. Para saber quantos kcal são liberados na fissão de 1 mol de átomos desse isótopos.0343 e 352. aliado à poluição e ao efeito estufa resultantes do uso de combustíveis fósseis. d) II e III. respectivamente. O funcionamento da maioria dos reatores nucleares civis baseiase no isótopo 235 do urânio. 10 kcal. Hássio (Hs). têm levado até mesmo os críticos a rever suas posições. segundo as reações representadas pelas equações: UO 2 (s) + 4HF(g ) → UF4 (s) + 2H 2 O(g ) (reação 1) UF4 (s) + F2 (g ) → UF6 (g ) (reação 2) UO 2 (s) + 4 HF (g) + F2 (g) → UF6 (g) + 2 H 2 O (g) global) (reação GABARITO: 1) Gab: D 2) Gab: A 3) Gab: D 4) Gab: a) 235 92 1 U +1 0n → 13 135 52 1 Te + 100 Zr + 1 0 n 40 b) ∆E = 1. apenas.72% de 235U e 99.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful