Você está na página 1de 13

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal

Ementa e Acórdão

DJe 01/02/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 13

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

RELATOR

: MIN. MARCO AURÉLIO

PACTE.(S)

: RAIMUNDO BENEDITO DE SOUZA FILHO

IMPTE.(S)

: NELSON CASTRO DE SÁ TELES E OUTRO(A/S)

COATOR(A/S)(ES)

: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

CRIME TRIBUTÁRIO – PROCESSO ADMINISTRATIVO – PERSECUÇÃO CRIMINAL – NECESSIDADE. Caso a caso, é preciso perquirir a necessidade de esgotamento do processo administrativo-fiscal para iniciar-se a persecução criminal. Vale notar que, no tocante aos crimes tributários, a ordem jurídica constitucional não prevê a fase administrativa para ter-se a judicialização.

CRIME TRIBUTÁRIO – JUSTA CAUSA. Surge a configurar a existência de justa causa situação concreta em que o Ministério Público haja atuado a partir de provocação da Receita Federal tendo em conta auto de infração relativa à sonegação de informações tributárias a desaguarem em débito do contribuinte.

A C Ó R D Ã O

Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal em indeferir a ordem de habeas corpus, nos termos do voto do relator e por maioria, em sessão presidida pela Ministra Cármen Lúcia, na conformidade da ata do julgamento e das respectivas notas taquigráficas.

Brasília, 29 de novembro de 2011.

MINISTRO MARCO AURÉLIO – RELATOR

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632450.

Supremo Tribunal Federal

Relatório

Inteiro Teor do Acórdão - Página 2 de 13

29/11/2011

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

RELATOR

RELATOR

PACTE.(S)

PACTE.(S)

IMPTE.(S)

IMPTE.(S)

COATOR(A/S)(ES)

COATOR(A/S)(ES)

: MIN. MARCO AURÉLIO

: MIN. MARCO AURÉLIO

: RAIMUNDO BENEDITO DE SOUZA FILHO

: RAIMUNDO BENEDITO DE SOUZA FILHO

: NELSON CASTRO DE SÁ TELES E OUTRO(A/S)

: NELSON CASTRO DE SÁ TELES E OUTRO(A/S)

: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

R

R

E

E

L A T

L A T

Ó R I O

Ó R I O

O SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO – Adoto, a título de

O SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO – Adoto, a título de

relatório, as informações prestadas pela Assessoria:

relatório, as informações prestadas pela Assessoria:

Na decisão que implicou o indeferimento da liminar, a

Na decisão que implicou o indeferimento da liminar, a

espécie ficou assim resumida:

espécie ficou assim resumida:

TÍTULO JUDICIAL CONDENATÓRIO –

TÍTULO JUDICIAL CONDENATÓRIO –

PRECLUSÃO – EXECUÇÃO DA PENA –

PRECLUSÃO – EXECUÇÃO DA PENA –

PROCESSO-CRIME

PROCESSO-CRIME

SUPERVENIENTE

SUPERVENIENTE

AO

AO

DA

DA

DENÚNCIA

DENÚNCIA

JUSTA

JUSTA

CAUSA

CAUSA

RECEBIMENTO

RECEBIMENTO

ANTE

ANTE

O

O

ENCERRAMENTO

ENCERRAMENTO

DO

DO

ADMINISTRATIVO-FISCAL

ADMINISTRATIVO-FISCAL

PROCESSO

PROCESSO

HABEAS

HABEAS

CORPUS – JULGAMENTO DE FUNDO.

CORPUS – JULGAMENTO DE FUNDO.

1. A Assessoria prestou as seguintes informações:

1. A Assessoria prestou as seguintes informações:

O O

Federal

Federal

paciente foi condenado pelo Juízo da 8ª Vara

paciente foi condenado pelo Juízo da 8ª Vara

Criminal

Criminal

de

de

Vitória,

Vitória,

Estado

Estado

do

do

Espírito

Espírito

Santo, à pena de seis anos, um mês e quinze dias de

Santo, à pena de seis anos, um mês e quinze dias de

reclusão, em regime semiaberto, e ao pagamento de

reclusão, em regime semiaberto, e ao pagamento de

315

315

dias-multa,

dias-multa,

em

em

virtude

virtude

da

da

prática

prática

do

do

crime

crime

previsto no artigo 1º, incisos I e II, da Lei nº 8.137/90,

previsto no artigo 1º, incisos I e II, da Lei nº 8.137/90,

na forma do artigo 71 do Código Penal.

na forma do artigo 71 do Código Penal.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

Supremo Tribunal Federal

Relatório

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

Inteiro Teor do Acórdão - Página 3 de 13

As

As

partes

partes

apelaram.

apelaram.

O

O

Ministério

Ministério

Público

Público

Federal objetivou a majoração da pena-base bem

Federal objetivou a majoração da pena-base bem

como do percentual da causa de aumento de pena,

como do percentual da causa de aumento de pena,

em razão da continuidade delitiva, e a fixação do

em razão da continuidade delitiva, e a fixação do

regime

regime

inicial

inicial

de

de

cumprimento

cumprimento

da

da

pena

pena

como

como

fechado. A defesa pleiteou a anulação do processo,

fechado. A defesa pleiteou a anulação do processo,

sob o argumento de faltar justa causa para a ação

sob o argumento de faltar justa causa para a ação

penal por ter sido esta ajuizada quando ainda não se

penal por ter sido esta ajuizada quando ainda não se

encontrava

encontrava

concluído

concluído

o

o

administrativo-fiscal.

administrativo-fiscal.

O

O

Tribunal

Tribunal

Regional

Regional

Federal

Federal

procedimento

procedimento

da

da

Região

Região

negou provimento ao recurso da defesa e proveu o

negou provimento ao recurso da defesa e proveu o

interposto

interposto

pelo

pelo

Ministério

Ministério

Público,

Público,

ampliando

ampliando

as

as

penas para sete anos, dois meses e doze dias de

penas para sete anos, dois meses e doze dias de

reclusão e 432 dias-multa.

reclusão e 432 dias-multa.

O

O

referido

referido

recurso

recurso

julgado

julgado

especial

especial

não

não

foi

foi

protocolado

protocolado

admitido.

admitido.

O

O

contra

contra

o

o

Superior

Superior

Tribunal

Tribunal

de

de

instrumento

instrumento

Justiça

Justiça

não

não

formalizado

formalizado

conheceu

conheceu

de

de

do

do

agravo

agravo

1.207.005/ES

1.207.005/ES

de

de

–,

–,

porque não comprovada a representação processual:

porque não comprovada a representação processual:

não acompanhara o substabelecimento a procuração

não acompanhara o substabelecimento a procuração

credenciando o advogado substabelecente.

credenciando o advogado substabelecente.

Transitada

Transitada

em

em

julgado

julgado

a

a

decisão

decisão

em

em

2

2

de

de

dezembro de 2009, o processo baixou à origem, para

dezembro de 2009, o processo baixou à origem, para

execução da sentença.

execução da sentença.

No

No

habeas

habeas

corpus

corpus

impetrado

impetrado

no

no

Superior

Superior

Tribunal de Justiça, a defesa requereu o trancamento

Tribunal de Justiça, a defesa requereu o trancamento

da ação penal por falta de justa causa. Consoante

da ação penal por falta de justa causa. Consoante

veiculou, a denúncia foi recebida enquanto pendia

veiculou, a denúncia foi recebida enquanto pendia

de conclusão o procedimento administrativo-fiscal e,

de conclusão o procedimento administrativo-fiscal e,

consequentemente,

consequentemente,

não

não

havia

havia

sido

sido

constituído

constituído

definitivamente o crédito tributário.

definitivamente o crédito tributário.

2 2

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

Supremo Tribunal Federal

Relatório

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

Inteiro Teor do Acórdão - Página 4 de 13

O O

Corpus

Corpus

Ministro Og Fernandes, relator do Habeas

Ministro Og Fernandes, relator do Habeas

166.984-ES,

166.984-ES,

não

não

acolheu

acolheu

o

o

pedido

pedido

de

de

liminar. No mérito, a Sexta Turma indeferiu a ordem.

liminar. No mérito, a Sexta Turma indeferiu a ordem.

Conforme

Conforme

denúncia

denúncia

fez

fez

ver,

ver,

de

de

ocorreu

ocorreu

em

em

16

16

fato,

fato,

de

de

o

o

recebimento

recebimento

maio

maio

de

de

2003

2003

da

da

e

e

a

a

inscrição do crédito tributário em Dívida Ativa em 21

inscrição do crédito tributário em Dívida Ativa em 21

de fevereiro de 2004, quando estava em curso a

de fevereiro de 2004, quando estava em curso a

instrução criminal e, portanto, antes da sentença,

instrução criminal e, portanto, antes da sentença,

somente proferida em 4 de agosto de 2005. Realçou

somente proferida em 4 de agosto de 2005. Realçou

que,

que,

ajuizada

ajuizada

a

a

ação,

ação,

a

a

defesa

defesa

teria

teria

pedido

pedido

a

a

suspensão do processo até a constituição definitiva

suspensão do processo até a constituição definitiva

do crédito tributário. O Juízo indeferiu o pleito com

do crédito tributário. O Juízo indeferiu o pleito com

base na jurisprudência, então dominante no Superior

base na jurisprudência, então dominante no Superior

Tribunal,

Tribunal,

no

no

sentido

sentido

de

de

ser

ser

propositura

propositura

processo

processo

da

da

ação

ação

penal

penal

o

o

administrativo-fiscal,

administrativo-fiscal,

prescindível

prescindível

encerramento

encerramento

à

à

do

do

entendimento

entendimento

modificado a partir do julgamento do Habeas Corpus

modificado a partir do julgamento do Habeas Corpus

81.611/DF,

81.611/DF,

relatado

relatado

pelo

pelo

Ministro

Ministro

Sepúlveda

Sepúlveda

Pertence, na sessão de 10 de dezembro de 2003.

Pertence, na sessão de 10 de dezembro de 2003.

Asseverou,

Asseverou,

recebida

recebida

a

a

em

em

seguida,

seguida,

que,

que,

embora

embora

denúncia

denúncia

em

em

momento

momento

tenha

tenha

sido

sido

anterior

anterior

à

à

constituição do crédito tributário, a superveniente

constituição do crédito tributário, a superveniente

inscrição

inscrição

do

do

débito

débito

em

em

dívida

dívida

ativa

ativa

afastaria

afastaria

a

a

alegação de falta de justa causa para a ação penal,

alegação de falta de justa causa para a ação penal,

razão pela qual se impunha o aproveitamento dos

razão pela qual se impunha o aproveitamento dos

atos

atos

processuais

processuais

praticados,

praticados,

economia processual.

economia processual.

ante

ante

o

o

princípio

princípio

da

da

Neste habeas, os impetrantes buscam infirmar

Neste habeas, os impetrantes buscam infirmar

essa decisão. Reiteram a causa de pedir relacionada

essa decisão. Reiteram a causa de pedir relacionada

ao

ao

trancamento

trancamento

da

da

ação

ação

penal

penal

a

a

ausência

ausência

de

de

constituição definitiva do crédito tributário à época

constituição definitiva do crédito tributário à época

em que recebida a denúncia, por estar pendente de

em que recebida a denúncia, por estar pendente de

conclusão

conclusão

Apontam

Apontam

o

o

não

não

procedimento

procedimento

administrativo-fiscal.

administrativo-fiscal.

ter

ter

sido

sido

observado

observado

o

o

Verbete

Verbete

3 3

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

Supremo Tribunal Federal

Relatório

Inteiro Teor do Acórdão - Página 5 de 13

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

Vinculante nº 24 da Súmula do Supremo. Esclarecem

Vinculante nº 24 da Súmula do Supremo. Esclarecem

que o paciente, em razão do trânsito em julgado da

que o paciente, em razão do trânsito em julgado da

sentença condenatória, está recolhido no Instituto de

sentença condenatória, está recolhido no Instituto de

Readaptação Social, na cidade de Vila Velha, Espírito

Readaptação Social, na cidade de Vila Velha, Espírito

Santo, para onde foi encaminhado em 25 de julho de

Santo, para onde foi encaminhado em 25 de julho de

2010. 2010.

Pedem a concessão de liminar, para suspender

Pedem a concessão de liminar, para suspender

a a

alvará de soltura, assegurando ao paciente o direito

alvará de soltura, assegurando ao paciente o direito

execução da pena, determinando-se a expedição de

execução da pena, determinando-se a expedição de

de aguardar em liberdade o julgamento definitivo da

de aguardar em liberdade o julgamento definitivo da

impetração. No mérito, pleiteiam o deferimento da

impetração. No mérito, pleiteiam o deferimento da

ordem, declarando-se a nulidade da Ação Penal nº

ordem, declarando-se a nulidade da Ação Penal nº

2003.50.01.004711-3/ES,

2003.50.01.004711-3/ES,

desde

desde

o

o

recebimento

recebimento

da

da

denúncia, ante a ausência de completa condição de

denúncia, ante a ausência de completa condição de

procedibilidade no momento em que oferecida e

procedibilidade no momento em que oferecida e

recebida,

recebida,

reservando-se

reservando-se

ao

ao

Ministério

Ministério

Público

Público

Federal a possibilidade de oferecimento de nova

Federal a possibilidade de oferecimento de nova

peça acusatória, com a suspensão da contagem do

peça acusatória, com a suspensão da contagem do

prazo

prazo

prescricional

prescricional

até

até

recurso

recurso

administrativo

administrativo

fevereiro de 2004.

fevereiro de 2004.

[

[

] ]

o

o

dia

dia

fiscal,

fiscal,

do

do

julgamento

julgamento

ocorrido

ocorrido

em

em

21

21

do

do

de

de

Brasília – residência –, 29 de abril de 2011, às 23h.

Brasília – residência –, 29 de abril de 2011, às 23h.

A Procuradoria Geral da República, no parecer, afirma que

A Procuradoria Geral da República, no parecer, afirma que

o o

Vinculante

Vinculante

caso em análise não se contrapõe ao Verbete nº 24 da Súmula

caso em análise não se contrapõe ao Verbete nº 24 da Súmula

do

do

Supremo,

Supremo,

pois

pois

o

o

procedimento

procedimento

fiscal

fiscal

de

de

constituição do crédito tributário foi encerrado no curso da ação

constituição do crédito tributário foi encerrado no curso da ação

penal, antes da formalização da sentença. Aduz ter o Juízo da 8ª

penal, antes da formalização da sentença. Aduz ter o Juízo da 8ª

Vara Federal Criminal de Vitória/ES indeferido o pleito de

Vara Federal Criminal de Vitória/ES indeferido o pleito de

suspensão da ação até o término do processo de constituição

suspensão da ação até o término do processo de constituição

definitiva

definitiva

do

do

crédito

crédito

tributário

tributário

em

em

razão

razão

de,

de,

na

na

época,

época,

a

a

jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça ser no sentido da

jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça ser no sentido da

4 4

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

Supremo Tribunal Federal

Relatório

Inteiro Teor do Acórdão - Página 6 de 13

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

não exigência da finalização do processo administrativo-fiscal

não exigência da finalização do processo administrativo-fiscal

para a propositura da ação penal, entendimento modificado a

para a propositura da ação penal, entendimento modificado a

partir do julgamento, em 10 de dezembro de 2003, do Habeas

partir do julgamento, em 10 de dezembro de 2003, do Habeas

Corpus

Corpus

Pertence,

Pertence,

81.611/DF,

81.611/DF,

de

de

não

não

havendo

havendo

relatoria

relatoria

de

de

se

se

constrangimento

constrangimento

ilegal.

ilegal.

Sustenta

Sustenta

tributário

tributário

natureza

natureza

declaratória

declaratória

e,

e,

do

do

Ministro

Ministro

Sepúlveda

Sepúlveda

falar,

falar,

portanto,

portanto,

em

em

possuir

possuir

o

o

lançamento

lançamento

desse

desse

modo,

modo,

mostrar-se

mostrar-se

prescindível para a configuração do crime tipificado no artigo

prescindível para a configuração do crime tipificado no artigo

1º da Lei nº 8.137/90, não existindo qualquer óbice à instauração

1º da Lei nº 8.137/90, não existindo qualquer óbice à instauração

de ação penal destinada a apurar crimes tributários quando

de ação penal destinada a apurar crimes tributários quando

ainda estiver em tramitação procedimento administrativo-fiscal.

ainda estiver em tramitação procedimento administrativo-fiscal.

Opina pelo indeferimento da ordem.

Opina pelo indeferimento da ordem.

Lancei visto no processo em 19 de novembro de 2011, liberando-o

Lancei visto no processo em 19 de novembro de 2011, liberando-o

para ser julgado na Turma a partir de 29 seguinte, isso objetivando a

para ser julgado na Turma a partir de 29 seguinte, isso objetivando a

ciência dos impetrantes.

ciência dos impetrantes.

É

É

o relatório.

o relatório.

5 5

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632451.

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. MARCO AURÉLIO

Inteiro Teor do Acórdão - Página 7 de 13

29/11/2011

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

O

O

SENHOR

SENHOR

MINISTRO

MINISTRO

V O T O

V O T O

MARCO

MARCO

AURÉLIO

AURÉLIO

indeferir a medida acauteladora, fiz ver:

indeferir a medida acauteladora, fiz ver:

(RELATOR)

(RELATOR)

Ao

Ao

[ [

2. 2.

] ]

O quadro sugere o julgamento definitivo da impetração

O quadro sugere o julgamento definitivo da impetração

e não ato precário e efêmero como é a medida acauteladora,

e não ato precário e efêmero como é a medida acauteladora,

para afastar-se a execução da pena. Estão em debate valores a

para afastar-se a execução da pena. Estão em debate valores a

serem considerados – o relativo à necessidade de haver o

serem considerados – o relativo à necessidade de haver o

término

término

de

de

processo

processo

administrativo-fiscal

administrativo-fiscal

para

para

chegar-se

chegar-se

à

à

persecução criminal e o referente ao fato de o fenômeno ter

persecução criminal e o referente ao fato de o fenômeno ter

ocorrido antes da prolação da sentença condenatória.

ocorrido antes da prolação da sentença condenatória.

[ [

] ]

No mais, observem que a questão alusiva ao término do processo

No mais, observem que a questão alusiva ao término do processo

administrativo-fiscal

administrativo-fiscal

para

para

ter-se

ter-se

a

a

persecução

persecução

criminal

criminal

mostrou-se

mostrou-se

construção pretoriana. A rigor, a Lei nº 8.137/90 não encerra, para a

construção pretoriana. A rigor, a Lei nº 8.137/90 não encerra, para a

configuração da prática criminosa, considerada a supressão ou a redução

configuração da prática criminosa, considerada a supressão ou a redução

de tributo, contribuições sociais e qualquer acessório, a necessidade de

de tributo, contribuições sociais e qualquer acessório, a necessidade de

esgotar-se a via administrativa. Aliás, quanto a esta, a Carta da República

esgotar-se a via administrativa. Aliás, quanto a esta, a Carta da República

somente versa a condição no tocante à Justiça Desportiva e ao processo

somente versa a condição no tocante à Justiça Desportiva e ao processo

referente ao dissídio coletivo, de competência da Jurisdição especializada

referente ao dissídio coletivo, de competência da Jurisdição especializada

do Trabalho. Ao contrário da Carta anterior, a atual não remete ao

do Trabalho. Ao contrário da Carta anterior, a atual não remete ao

legislador ordinário a criação de fase administrativa para chegar-se ao

legislador ordinário a criação de fase administrativa para chegar-se ao

ajuizamento da ação. Confiram com o disposto nos artigos 114, § 2º, e 217,

ajuizamento da ação. Confiram com o disposto nos artigos 114, § 2º, e 217,

§ §

1º, da Constituição de 1988, ficando suplantada a previsão do § 4º do

1º, da Constituição de 1988, ficando suplantada a previsão do § 4º do

artigo

artigo

153

153

da

da

Constituição

Constituição

pretérita,

pretérita,

Constitucional nº 7/1977.

Constitucional nº 7/1977.

na

na

redação

redação

da

da

Emenda

Emenda

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. MARCO AURÉLIO

Inteiro Teor do Acórdão - Página 8 de 13

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

Assim,

Assim,

não

não

havendo

havendo

disposição

disposição

legal,

legal,

no

no

que

que

seria

seria

inclusive

inclusive

conflitante com a Carta da República, prevendo a fase administrativa

conflitante com a Carta da República, prevendo a fase administrativa

para a persecução criminal quanto ao crime tributário, há de apreciar-se,

para a persecução criminal quanto ao crime tributário, há de apreciar-se,

caso a caso, as peculiaridades presentes na denúncia, para saber se é

caso a caso, as peculiaridades presentes na denúncia, para saber se é

necessário,

necessário,

ou

ou

não,

não,

apurar

apurar

contraditório, o tributo devido.

contraditório, o tributo devido.

administrativamente,

administrativamente,

observado

observado

o

o

Na espécie, na denúncia ofertada, o Ministério Público aludiu a

Na espécie, na denúncia ofertada, o Ministério Público aludiu a

atuação a partir de autos formalizados na Receita Federal consideradas as

atuação a partir de autos formalizados na Receita Federal consideradas as

declarações de ajuste anual dos exercícios de 1999 a 2001, abrangendo os

declarações de ajuste anual dos exercícios de 1999 a 2001, abrangendo os

anos-calendário de 1998 a 2000, que surgem como anos-base. Destacou

anos-calendário de 1998 a 2000, que surgem como anos-base. Destacou

que a Receita Federal, analisando a movimentação financeira do ora

que a Receita Federal, analisando a movimentação financeira do ora

paciente,

paciente,

ocorrida

ocorrida

nas

nas

contas

contas

bancárias

bancárias

declaradas,

declaradas,

sendo

sendo

uma

uma

do

do

Banespa e duas do Bancoob, averiguou que não se levaram em conta

Banespa e duas do Bancoob, averiguou que não se levaram em conta

certos recursos, cujo caráter se mostrou substancial – um depósito de dois

certos recursos, cujo caráter se mostrou substancial – um depósito de dois

milhões de reais e outro de R$ 1.946.800,00, além de um terceiro de R$

milhões de reais e outro de R$ 1.946.800,00, além de um terceiro de R$

440.000,00.

440.000,00.

Fez

Fez

ver

ver

que

que

tais

tais

valores

valores

não

não

constaram

constaram

nas declarações

nas declarações

entregues nos exercícios de 1999, 2000 e 2001, relativas aos anos-base

entregues nos exercícios de 1999, 2000 e 2001, relativas aos anos-base

imediatamente anteriores. Em síntese, não teria sido mencionada, no

imediatamente anteriores. Em síntese, não teria sido mencionada, no

campo referente a dívidas e ônus das declarações de Imposto de Renda,

campo referente a dívidas e ônus das declarações de Imposto de Renda,

possível dívida existente perante a Coopetfes. Apontou a omissão glosada

possível dívida existente perante a Coopetfes. Apontou a omissão glosada

penalmente, ressaltando, inclusive, que, na Declaração do Imposto de

penalmente, ressaltando, inclusive, que, na Declaração do Imposto de

Renda de Pessoas Físicas do biênio 2001/2000, haver-se-ia indicado uma

Renda de Pessoas Físicas do biênio 2001/2000, haver-se-ia indicado uma

dívida de R$ 80.000,00, razão pela qual não se poderia, então, cogitar de

dívida de R$ 80.000,00, razão pela qual não se poderia, então, cogitar de

esquecimento no tocante à movimentação financeira, nos três anos, a

esquecimento no tocante à movimentação financeira, nos três anos, a

ultrapassar o montante de três milhões de reais, em três contas do ora

ultrapassar o montante de três milhões de reais, em três contas do ora

paciente.

paciente.

Haveria

Haveria

ele

ele

informado

informado

rendimentos

rendimentos

tributáveis

tributáveis

e

e

isentos

isentos

relativamente modestos em 1998 – de R$ 21.074,50 e R$ 3.349,86 – e, em

relativamente modestos em 1998 – de R$ 21.074,50 e R$ 3.349,86 – e, em

2000, de R$ 52.819,32. Quanto ao ano de 1999, consignara o recebimento

2000, de R$ 52.819,32. Quanto ao ano de 1999, consignara o recebimento

de de

o o

grande quantia a título de indenização trabalhista, composta, segundo

grande quantia a título de indenização trabalhista, composta, segundo

cálculo anexado à folha 465, de parcela tributável no valor de R$

cálculo anexado à folha 465, de parcela tributável no valor de R$

911.582,99, e isenta, de R$ 1.200.518,48. Ora, o Ministério Público imputou

911.582,99, e isenta, de R$ 1.200.518,48. Ora, o Ministério Público imputou

a

a

prática

prática

criminosa

criminosa

concernente

concernente

à

à

omissão

omissão

de

de

informações

informações

em

em

Declarações do Imposto de Renda, citando auto de infração que resultou

Declarações do Imposto de Renda, citando auto de infração que resultou

2 2

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. MARCO AURÉLIO

Inteiro Teor do Acórdão - Página 9 de 13

HC 108.037 / ES

HC 108.037 / ES

em crédito tributário de R$ 9.837.113,32.

em crédito tributário de R$ 9.837.113,32.

Diante desse contexto – a ausência de lei exigindo o processo

Diante desse contexto – a ausência de lei exigindo o processo

administrativo para apuração do débito, não bastasse a existência do auto

administrativo para apuração do débito, não bastasse a existência do auto

de infração –,

de infração –,

a ordem natural

a ordem natural

das coisas não está a direcionar à

das coisas não está a direcionar à

insuficiência de dados capaz de levar à necessidade de formalização do

insuficiência de dados capaz de levar à necessidade de formalização do

processo

processo

administrativo.

administrativo.

jurisprudencial

jurisprudencial

a

a

ponto

ponto

de

de

Descabe

Descabe

chegar-se,

chegar-se,

potencializar

potencializar

a

a

construção

construção

uma

uma

vez

vez

prolatada

prolatada

sentença

sentença

condenatória, confirmada em âmbito recursal, transitada em julgado, ao

condenatória, confirmada em âmbito recursal, transitada em julgado, ao

alijamento respectivo, assentando a falta de justa causa.

alijamento respectivo, assentando a falta de justa causa.

Ante o quadro, indefiro a ordem. É como voto.

Ante o quadro, indefiro a ordem. É como voto.

3 3

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1632452.

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. LUIZ FUX

Inteiro Teor do Acórdão - Página 10 de 13

29/11/2011

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

O O

VOTO

VOTO

SENHOR MINISTRO LUIZ FUX - Senhora Presidente, eu estou

SENHOR MINISTRO LUIZ FUX - Senhora Presidente, eu estou

adotando esses fundamentos do Ministro Marco Aurélio, acrescendo que,

adotando esses fundamentos do Ministro Marco Aurélio, acrescendo que,

no curso da ação penal, houve a constituição definitiva do crédito

no curso da ação penal, houve a constituição definitiva do crédito

tributário;

tributário;

inclusive

inclusive

estou

estou

aplicando

aplicando

analogicamente;

analogicamente;

o

o

Código

Código

de

de

Processo Penal admite, pelo artigo 462, admite conforme

Processo Penal admite, pelo artigo 462, admite conforme

O SENHOR MINISTRO

O SENHOR MINISTRO

consta do relatório.

consta do relatório.

MARCO AURÉLIO

MARCO AURÉLIO

(RELATOR)

(RELATOR)

Isso

Isso

O O

SENHOR MINISTRO LUIZ FUX - Então, estou acompanhando.

SENHOR MINISTRO LUIZ FUX - Então, estou acompanhando.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1654264.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1654264.

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. DIAS TOFFOLI

Inteiro Teor do Acórdão - Página 11 de 13

29/11/2011

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

VOTO

VOTO

O O

Verifico que o paciente está sendo processado pelo art. 1º, incisos I e

Verifico que o paciente está sendo processado pelo art. 1º, incisos I e

SENHOR MINISTRO DIAS TOFFOLI:

SENHOR MINISTRO DIAS TOFFOLI:

II, da Lei nº 8.137/90.

II, da Lei nº 8.137/90.

A Súmula Vinculante nº 24, do Supremo, diz que não há tipificação

A Súmula Vinculante nº 24, do Supremo, diz que não há tipificação

material do delito do art. 1º, incisos I a IV, antes do lançamento definitivo

material do delito do art. 1º, incisos I a IV, antes do lançamento definitivo

do tributo.

do tributo.

A denúncia foi apresentada e recebida antes desse momento do

A denúncia foi apresentada e recebida antes desse momento do

processo administrativo; por isso, vou pedir vênia ao eminente Relator e

processo administrativo; por isso, vou pedir vênia ao eminente Relator e

ao eminente Ministro Luiz Fux para conceder a ordem.

ao eminente Ministro Luiz Fux para conceder a ordem.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1642299.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1642299.

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal

Voto - MIN. CÁRMEN LÚCIA

Inteiro Teor do Acórdão - Página 12 de 13

29/11/2011

29/11/2011

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

HABEAS CORPUS 108.037 ESPÍRITO SANTO

VOTO

VOTO

A SENHORA MINISTRA CÁRMEN LÚCIA (PRESIDENTE) - Eu

A SENHORA MINISTRA CÁRMEN LÚCIA (PRESIDENTE) - Eu

peço vênia a Vossa Excelência para acompanhar, até porque, como bem

peço vênia a Vossa Excelência para acompanhar, até porque, como bem

esclareceu o Ministro Marco Aurélio, agora já devidamente constituído

esclareceu o Ministro Marco Aurélio, agora já devidamente constituído

esse crédito, embora como Vossa Excelência tenha afirmado, anterior,

esse crédito, embora como Vossa Excelência tenha afirmado, anterior,

mas, de toda sorte, como bem fundamentado no voto do Ministro-

mas, de toda sorte, como bem fundamentado no voto do Ministro-

Relator, devidamente resguardada a legislação, eu o acompanho, com as

Relator, devidamente resguardada a legislação, eu o acompanho, com as

vênias de Vossa Excelência.

vênias de Vossa Excelência.

*****

*****

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1611234.

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1611234.

Supremo Tribunal Federal

Decisão de Julgamento

Inteiro Teor do Acórdão - Página 13 de 13

PRIMEIRA TURMA

PRIMEIRA TURMA

HABEAS CORPUS 108.037

HABEAS CORPUS 108.037

EXTRATO DE ATA

EXTRATO DE ATA

PROCED. : ESPÍRITO SANTO

PROCED. : ESPÍRITO SANTO

RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO

RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO

PACTE.(S) : RAIMUNDO BENEDITO DE SOUZA FILHO

PACTE.(S) : RAIMUNDO BENEDITO DE SOUZA FILHO

IMPTE.(S) : NELSON CASTRO DE SÁ TELES E OUTRO(A/S)

IMPTE.(S) : NELSON CASTRO DE SÁ TELES E OUTRO(A/S)

COATOR(A/S)(ES) : SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

COATOR(A/S)(ES) : SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Decisão: Por maioria de votos, a Turma denegou a ordem de

Decisão: Por maioria de votos, a Turma denegou a ordem de

habeas corpus, nos termos do voto do Relator, vencido o Senhor

habeas corpus, nos termos do voto do Relator, vencido o Senhor

Ministro Dias Toffoli. Falou o Dr. Danilo Ribeiro, pelo Paciente.

Ministro Dias Toffoli. Falou o Dr. Danilo Ribeiro, pelo Paciente.

Presidência

Presidência

29.11.2011. 29.11.2011.

da

da

Senhora

Senhora

Ministra

Ministra

Cármen

Cármen

Lúcia.

Lúcia.

Turma,

Turma,

Presidência da Senhora Ministra Cármen Lúcia. Presentes à

Presidência da Senhora Ministra Cármen Lúcia. Presentes à

Sessão os Senhores Ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli e Luiz

Sessão os Senhores Ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli e Luiz

Fux.

Fux.

Subprocurador-Geral da República, Dr. Paulo de Tarso Braz

Subprocurador-Geral da República, Dr. Paulo de Tarso Braz

Lucas.

Lucas.

Carmen Lilian

Carmen Lilian

Coordenadora

Coordenadora

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o número 1623902

documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o número 1623902