Você está na página 1de 2

Emily Traesel Questes de Imunologia 26/04/2012 1 um complexo gnico presente em todas as espcies de

vertebrados, eles codificam a sntese de glicoprotenas de superfcie celular que permitem as clulas do sistema imune reconhecer a si prprias ou reconhecer clulas e molculas no pertencentes ao organismo. 234Antgenos leucocitrios humanos. Est localizado no brao curto Ele determina a aceitao ou a rejeio de transplantes. se ligar e apresentar antgenos peptdeos derivados de do sexto cromossomo.

patgenos na superfcie das clulas, para serem reconhecidos pelos receptores das clulas T. 5A funo biolgica das protenas do MHC ligar-se a pequenos peptdeos e apresent-los na superfcie celular para a ligao com os receptores de clulas T.
6-

Substituio de um rgo ou tecido com dficit funcional por outro

em melhores condies, que pode ser originado de um outro ser vivo ou de outra regio do mesmo organismo. 7individuo. Isotransplante- o doador e o receptor so geneticamente idnticos. Alotransplante- quando o doador e o receptor so indivduos da mesma espcie, porm geneticamente diferentes entre si. Xenotransplante- doador e receptor so indivduos de espcies diferentes. 891011Doador vivo e doador cadver. determinada por antgenos codificados por genes conhecidos Pelo grau das reaes produzidas por seus aloantgenos. O reconhecimento pelos anticorpos, reconhecimento de Autotransplante- quando o doador e o receptor so o mesmo

como genes da histocompatibilidade.

molculas de MHC estranhas por clulas T, e reconhecimento de molculas de histocompatibilide menor por clulas T.

12-

Rejeio hiperaguda- ocorre muito rapidamente, resultando em

necrose do tecido transplantado aps minutos ou horas de contato. Rejeio aguda- pode se manifestar em poucos dias ou semanas aps o transplante e resultante da ativao primaria de clulas T. Rejeio crnica se da por meio de um processo lento que depende de diversos fatores ainda obscuros. 13Esses tecidos so privilegiados, devido possivelmente a ausncia de irrigao linftica, sendo que alguns so tambm desprovidos de vascularizao. 14Os transplantes de rgos slidos vascularizados, como rins, pulmes, fgado, corao, pncreas e ainda, os transplantados de mais de um rgo combinados. 15Transplante de clulas tronco hematopoiticas tem como origem frequentemente o sangue. Esse tipo de transplante no desencadeia problemas imunolgicos.
16-

Deve-se a presena de clulas T maduras do doador e tambm

de clulas EN, que deixa o enxerto imunologicamente ativo, com clulas reativas.
17-

feita por meio de administrao de drogas inespecficas, Para reconhecer o grau de compatibilidade entre doadores e

esterides, drogas citotxicas, drogas imunossupressoras. 18receptores.

Você também pode gostar