Você está na página 1de 5

TERMO DE CONFIDENCIALIDADE

DAS PARTES,

xxx, com sede na Cidade de São Paulo e Estado de São Paulo, xxx, inscrita no CNPJ sob o nº xxx, na qualidade de xxx, e doravante denominado xxx

e

xxx, com sede na Cidade de xxx e Estado de São Paulo, xxx, inscrita no CNPJ sob o nº xxx, na qualidade de empresa de logística e doravante denominado xxx;

Em conjunto denominadas PARTES, têm entre si acordado:

CONSIDERANDO que o xxx possui expertise em desenvolver ações e campanhas de experiência entre marcas (xxx);

CONSIDERANDO que a xxx possui interesse em contratar os serviços desenvolvidos pela xxx;

CONSIDERANDO que o xxx terá que fornecer informações sobre os projetos referentes à seu produto, xxx incluindo, mas não se limitando a, informações estratégicas, de planejamento, plantas, materiais de publicidade e divulgação sobre xxx;

Resolvem, as partes firmar o presente Termo de Confidencialidade que se regerá pelo quanto

segue:

Cláusula Primeira Informação Confidencial

1.1 Para os fins deste Acordo, será considerada informação confidencial toda e qualquer

informação escrita ou verbal ou por qualquer outro meio disponibilizada pelas PARTES

que tenha como objeto quaisquer estudos, projeções, análises, projetos, materiais,

relatórios, bem como toda e qualquer conclusão ou proposta a respeito do Projeto xxx

Caso uma Informação Confidencial seja incorporada ou refletida em outros documentos,

tanto separada ou conjuntamente gerada pelas partes, estes outros documentos deverão

ser considerados como Informação Confidencial sujeita aos termos deste Acordo.

1.2 Será, ainda considerada Informação Confidencial, para os fins deste Acordo, toda e

qualquer informação que, embora não identificada ou tratada como “confidencial”,

“sigilosa” ou por outro termo semelhante, seja confidencial ou de propriedade das

PARTES ou de suas controladas diretas e/ou indiretas e coligadas, devido às

circunstâncias da revelação ou de sua própria natureza.

1.3 As restrições previstas neste Acordo para proteção da Informação Confidencial não se

aplicam às informações que (i) devam ser divulgadas por força de lei ou de decisão

judicial ou arbitral, ou ainda por ordem de qualquer autoridade governamental ou agência reguladora; (ii) já sejam de conhecimento geral ou estejam disponíveis ao público; (iii) se tornem disponíveis ao público sem culpa das PARTES ou de seus sócios, analistas, representantes, consultores, contadores e advogados que participem das análises, elaborações de projeções, estudos, reuniões sobre o Projeto; ou (iv) tenham sido legalmente adquiridas pela xxx ou por seus sócios, analistas, representantes, consultores, contadores e advogados que, de venham a se envolver direta ou indiretamente na relação entre xxx e o xxx, sem obrigação de sigilo, de um terceiro não sujeito a obrigação legal ou contratual de manter sigilo.

Cláusula Segunda Obrigação de Confidencialidade

2.1 As PARTES deverão, por um período que se inicia na data em que tiver acesso a qualquer Informação Confidencial até 02 (dois) anos a contar da presente data, manter e proteger a condição de confidencialidade de qualquer Informação Confidencial, obrigando-se a não revelar, divulgar e/ou informar a pessoas naturais ou jurídicas a Informação Confidencial recebida, ou utilizar-se de qualquer forma das Informações Confidenciais.

2.2 A xxx, deverá ainda envidar seus melhores esforços para que seus administradores, empregados, contadores, advogados, consultores, representantes, parentes até terceiro grau, companheiros e demais pessoas a eles relacionadas que tenham acesso às Informações Confidenciais em qualquer circunstância (“Representantes”), cumpram a obrigação de manter e proteger a condição de confidencialidade de qualquer Informação Confidencial, conforme previsto neste Acordo.

Cláusula Terceira - Divulgação Exigida pela Lei

3.1 No caso de ser exigida, em razão de qualquer lei ou regulamento de agência reguladora, Bolsa de Valores ou ordem emanada de autoridade administrativa, arbitral ou judicial competente, a revelação de qualquer Informação Confidencial, a xxx ao ser informada de tal exigência, deverá notificar tal fato imediatamente, por escrito, ao xxx, para que esta possa, se assim entender necessário, tomar as medidas cabíveis para evitar, adiar ou restringir tal revelação.

Cláusula Quarta Término da Análise

4.1 Se, por qualquer motivo, a análise do Projeto for interrompida, todos os documentos, notas, memorandos, estudos, análises e quaisquer outros documentos preparados com base em Informações Confidenciais deverão, assim como as próprias Informações Confidenciais, continuar sendo mantidos confidenciais consoante os termos deste Acordo.

Cláusula Quinta Execução Específica; Foro e Lei Aplicável

5.1 Os compromissos e obrigações aqui assumidos pelas partes comportam execução específica, nos termos dos artigos 461, 461-A, 632, 639 e seguintes do Código de Processo Civil.

5.2 As partes elegem o foro da Comarca da capital do Estado de São Paulo, para dirimir quaisquer dúvidas ou controvérsias decorrentes deste Acordo, renunciando a qualquer outro por mais privilegiado que seja.

5.3 Este Acordo será regido e interpretado em conformidade com as leis da República Federativa do Brasil.

E por estarem justas e acertadas, as partes firmam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma, na presença das duas testemunhas abaixo assinadas.

São Paulo, xx de xxxxxx de 201x

Nome Nome da empresa

Nome Nome da empresa

Nome:

Nome:

CPF:

CPF:

Anexo 1

Termo de Adesão

Eu, «Nome», «Nacionalidade», «Estado_civil», «Profissão», documento de identidade nº «Identidade» expedido pelo «Expedição», inscrito no CPF/MF sob nº «CPF», declaro que estou plenamente ciente dos termos do Acordo de Confidencialidade celebrado entre a

de 2010, referente à Diligência organizado pela [xxx], e que

concordo em observar todos os termos e condições previstos naquele instrumento,

incluindo aqueles atribuídos à [

[xxx] e [xxx]. em [

]

de [

]

],

como se signatário dele fosse.

[local],