PREFEITURA MUNICIPAL DE CUBATÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPTO.

ATENÇÃO HOSPITALAR DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
PRONTO SOCORRO CENTRAL GUIOMAR FERREIRA ROEBBELEN PRONTO SOCORRO JD CASQUEIRO ANTÔNIO FLORENCIO DA SILVA PRONTO SOCORRO INFANTIL

O sistema GIL “ Gerenciador de Informações Locais” implantado no PSC Guiomar Ferreira Roebbelen dentre vários módulos, possui um módulo específico para se fazer o faturamento dos procedimentos médicos realizados pela Unidade, porém no período pós implantação, na fase de teste, fez-se necessário uma série de simulações de como poderíamos utilizá-los para processar os faturamentos dos procedimentos médicos realizados, tanto BPA- I como BPA-C. Nesta fase específica dos testes, o sistema acusava algumas incompatibilidades tanto entre procedimentos realizados X CBO utilizado como procedimentos X CID. O desconhecimento de como utilizar corretamente a TABELA UNIFICADA (SIGTAP) no Sistema GIL fez-me buscar respostas no fórum do site ( http://gil.datasus.gov.br) e principalmente no município vizinho “ Guarujá” onde o Sistema GIL encontra-se consolidado a 4 anos sendo usado em 90% da rede de saúde do município. Em janeiro/2012 foi agendada através da SMS uma visita técnica ao município do Guarujá, sendo concretizada em fevereiro/2012. A Srª Jamile Fávero (Assessora Técnica de Regulação de Atenção à Saúde do Guarujá – SP) prontificou-se a sanar todas as dúvidas levantadas quanto ao uso do Sistema GIL principalmente referente ao faturamento. Segundo ela houve uma atualização na tabela de procedimentos médicos usados até então, o que fez com que o repasse de verba do SUS sobre procedimentos médicos á Secretaria de Saúde do Município se quadruplicasse. Na época levei um modelo de Ficha de Atendimento (FAA)usada no PSC e que contém no verso uma tabela com resumo dos procedimentos mais utilizados no PSC, isso devido às dúvidas de incompatibilidade dos Procedimentos x CBO X CID geradas pelo sistema GIL. Ao observar esta tabela ela disse que o município de Cubatão estava perdendo muito dinheiro com procedimentos não faturáveis ou de baixo valor em relação a outros procedimentos similares e se SMS quisesse melhorar sua arrecadação teria que haver uma estudo das especialidades inseridas no PSC e formatar uma tabela específica a estes procedimentos.

Tel.: (13) 9155-3716

E-mail. Luis-barbosa@live.com

Medicina Intensiva e Odontologia. pois há médicos intensivistas na semi-intensiva que realizam os mais variados tipos de procedimentos. Todos os procedimentos realizados no PSC tem com CBO os citados abaixo  225270 ( médico ortopedista e traumatologista)  225225 ( Médico cirurgião geral)  225235 (Médico cirurgião plástico)  225125 (Médico clínico)  223505 (Enfermeiro)  322205 (Técnico de enfermagem)  322505 (Técnico de ortopedia) No PSC não é utilizado o seguinte CBO  225150 (Médico intensivista) Mas deveria ser. O calcanhar de Aquiles no faturamento diz respeito ao uso do CID. Luis-barbosa@live. muitas vezes não compatível com o procedimento utilizado.PREFEITURA MUNICIPAL DE CUBATÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPTO. assim no caso do médico não utilizar o CID do procedimento ou o utilizar um CID não compatível. Tel. inclusive os CIDs utilizados pelo médico intensivista. ATENÇÃO HOSPITALAR DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PRONTO SOCORRO CENTRAL GUIOMAR FERREIRA ROEBBELEN PRONTO SOCORRO JD CASQUEIRO ANTÔNIO FLORENCIO DA SILVA PRONTO SOCORRO INFANTIL Sabe-se que no PSC há seis (6) especialidades atendidas: Clínica Geral. Há a necessidade urgente de se fazer algo a respeito. Traumatologia. Ortopedia.com .: (13) 9155-3716 E-mail. Faz se necessário a elaboração de uma tabela com os CID’s mais utilizados pelas especialidades citadas acima. Cirurgia Plástica. poder fazer a devida correção e seguir com o faturamento normalmente.

01.002-0 – ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAÇÃO E M ATENÇÃO BÁSICA ( NÃO FATURÁVEL) POR ESPECIALIZADA (R$ 0.70) 03.01.007-2  Consulta médica em Atenção Especializada) por ( 03.01.01.06. Sonda Exames Dextro Tel.05.01.004-1 – HEMOGRAMA COMPLETO (R$ 4.01. Exemplos.006-6 04.16) 04.01.004-1 – COLETA DE MATERIAL P/EXAME LABORATORIAL ( NÃO FATURÁVEL) 03.007-2 03. daria uma arrecadação de +.01.06.01.14.01.06.002-9 04. PROCEDIMENTO (ATUAL) 03.02.02.01.009-6 03.010-1 04.11) 02.01.005-8 03.01.R$ 15. de Pressão Medicação Inalação Curativo Eletro Repouso Sutura Exerese Imobil.009-6 03.00 mensais no faturamento dentre outros como pede ser observado na tabela acima CBO 225270 225270 225225 225225 225235 225125 322205 322205 322205 322205 225125 225125 225225 225225 225270 223505 322505 322205 PROCEDIMENTO 03.017-9 02.007-2 03.01. sendo estes procedimentos não faturáveis ou com valores baixos em relação a outros similares.EXAME DE URINA (R$ 3.003-9 03.01. ATENÇÃO HOSPITALAR DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PRONTO SOCORRO CENTRAL GUIOMAR FERREIRA ROEBBELEN PRONTO SOCORRO JD CASQUEIRO ANTÔNIO FLORENCIO DA SILVA PRONTO SOCORRO INFANTIL Seria interessante também a troca de alguns procedimentos que se utiliza hoje.004-1 02.10.10.10.001-5 ESPECIALIDADE Trauma Trauma Cir Geral Cir Geral Cir Plást Clín Méd Af.01.007-2 03.01.01.006-6 – EXCISÃO E/ OU SUTURA SIMPLES DE FERIMENTOS ( NÃO FATURÁVEL) 02.01.ATENDIMENTO DE URGÊNCIA EM ATENÇÃO ESPECIALIZADA (R$ 11.02.10.009-6 03.01.06.02.001-2 .: (13) 9155-3716 E-mail.10.01.01.002-3 02.01.01.01.01.01.006-1  atendimento em urgência em Atenção Especializada) que é o caso do Pronto Socorro. Luis-barbosa@live.10.06.01.01.006-1 .001-7 .06.00) Somente a troca do tipo de atendimento (03.003-6 03.11.01.02.005-8 – EXCISÕES DE LESÃO E/OU SUTURA DE FERIMENTOS (R$ 23.01.06.010-0 03.01.com .007-2 – CONSULTA MÉDICA EM ATENÇÃO ESPECIALIZADA (R$ 10.00) 02.63) PROCEDIMENTO 03.01.01.01.ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAÇÃO E M ATENÇÃO 04.000.002-0 03.01.PREFEITURA MUNICIPAL DE CUBATÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPTO.01.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful