Você está na página 1de 8

Reciclagem de Lixo na Uso de agrotóxicos Cerbranorte lança nova

cidade de Grão-Pará gera risco de morte campanha de preservação


Pág.7 Pág.5 Pág.3

extra Jornal-laboratório do Curso de


Comunicação Social da Unisul

Tubarão | Ano 14 | Número 6 | Novembro de 2008

Mobilização:
Comunidade luta por maior
proteção do meio ambiente
Pág.4
extra
2 OPINIÃO Novembro de 2008

Natureza e ambiental. Nunca se discutiu tanto a


importância da preservação do meio
básica, a que todo indivíduo necessita, o
respeito com o meio em que vivemos. Uma
criar um buraco negro e todos ficaram
pavorosos com o que poderia acontecer com
solidariedade ambiente e da necessidade do combate à
exploração desenfreada das riquezas
cidade rica precisa ser limpa. Garrafas de
Champagne também poluem as ruas.
mais essa invenção humana. Um ser tão
racional se mostra idiota demais quando deixa
naturais. As pessoas com baixo poder aquisitivo de dar valor a estudos que possam impedir
Denise Maurício Silva
editado por Agcom Declarado como o ano do Meio poluem menos que os ricos. Isto não catástrofes, para gastar dinheiro em algo que
Ambiente e da Saúde, a ONU pede mais significa que esta camada da população pode nos levar para um buraco sem fim.
São em momentos como estes em que esforços da comunidade internacional para seja mais educada, ecologicamente O que aconteceu no Estado é só um aviso.
estamos passando com as enchentes em a melhora do meio ambiente, pressionando, falando. A classe milionária, ou os ricos, O mundo está em constante transformação e
Santa Catarina que devemos parar para assim, alguns países, como Estados Unidos praticam o consumo exacerbado, com esse processo vem sendo cada vez mais
refletir. Associações organizando e China, a levantar a bandeira verde e desperdício, consumismo desenfreado que acelerado por nós mesmos. Iisso que digo
campanhas, pessoas se solidarizando para diminuir a emissão de gás carbônico e a leva à produção de toneladas de lixo, todos não vai adiantar nada se os governos não
ajudar pessoas que nem conhecem. degradação ambiental. Para alcançar esse os dias. Tudo isso gera impactos oferecerem suporte. Afinal, de que adianta
Mas seria necessário tudo isto se nós objetivo, o Tratado de Kyoto foi revisado ambientais seríssimos que tendem a levar selecionar o lixo em casa se na minha cidade
respeitássemos os limites da natureza? para a melhor adequação dos países à atual o planeta ao caos. os resíduos são depositados a céu aberto e
necessidade mundial. Um mundo rico é um mundo limpo. Com não há usinas de reciclagem?
Consciência No Brasil, apesar dos avanços na área água potável, cidades arborizadas, matas
e do espaço de discussão do tema, a tarefa preservadas, animais de todas as espécies
ambiental gera é ainda mais difícil. Com tamanha extensão cumprindo seu ciclo de vida e morte. Se O cheiro do
atitudes não territorial, faltam agentes e fiscais para zelar continuarmos neste ritmo de degradação
prejudiciais à vida pelas áreas protegidas por lei. Apesar da ambiental a única parte do ciclo que nos
sabor
boa reputação internacional, há longo restará será uma pequena e miserável vida.
Cristiano de Medeiros
caminho a percorrer na questão ambiental,
Se a partir de 1974, ano da enchente em editado por Agcom
principalmente no que diz respeito a sua
Tubarão, quando houve uma das maiores legislação e fiscalização. Rio de Qual é o gosto da salada que vai para sua
catástrofes ambientais de Santa Catarina, Enquanto isso, o verde da nossa mesa todos os dias? Para muitas pessoas a
as pessoas se conscientizassem e criassem bandeira vai diminuindo, assim como o
lágrimas resposta será igual a gosto da salada, oras
alternativas para não prejudicar o meio amarelo das nossas riquezas. Só nos resta bolas. Essa é a resposta de quem nunca comeu
ambiente, talvez não estivéssemos olhar para o azul e suas estrelas cintilantes
Layse Rezende um legume sem agrotóxico e totalmente natural.
passando por um momento tão triste, onde editado por Agcom
que indicam a esperança de que um dia as Certa vez escutei de um agricultor que em
mais de 80 pessoas morreram e outras futuras gerações possam contemplar a Quando a natureza castiga, o homem sua horta produzia aqueles legumes e
tantas estão desabrigadas ou desalojadas. beleza e a generosidade da Mãe Natureza a retoma a consciência e diz lamentar o que verduras viçosos, sem qualquer agrotóxico.
Temos que pensar, pois se alguém nos este chão chamado Brasil. não pode ser evitado. Assim está Quando ia à mesa tinha um gosto todo
prejudica, em algum momento vamos acontecendo em Santa Catarina, depois que especial e bem diferente daqueles
explodir, brigar. E a natureza é igual. Esse é hortifrutigranjeiros das prateleiras de
o momento em que a natureza resolveu se Mais é menos supermercados. E é verdade mesmo. Várias
enfurecer com os maus tratos que vem Racionalidade se vezes almocei na casa de meu avô e não é que
sofrendo do homem. Marcos Dalmoro
editado por Agcom
mostra idiota esse agricultor tinha razão? É a mesma coisa
A natureza precisa ser respeitada, que comer um arroz insosso e em seguida um
vivemos em tempos em que a ganância do
quando deixa de
O sonho de quase todos os cidadãos, com uma adequada quantidade de sal. O gosto
homem fala mais alto. seja ele brasileiro ou não, é ter muito
impedir catástrofes vem à boca. Dá para sentir o cheiro do sabor.
dinheiro no bolso, um carrão para desfilar, É engraçado como as pessoas estão
Bandeira uma casa de cinema para dar as melhores as chuvas intensas arrasaram o Estado
material e emocionalmente. Milhas de terras
condicionadas a irem aos supermercados e
comprarem os mesmos produtos com
verde Educação não se
foram roubadas e a natureza não pôde nem
reivindicar o que era seu. Mas, parece, a ira
compra em lojas de Deus foi mais forte. Ele já não agüentava
Consumidor não
Fabíola Lara Goulart
editado por Agcom finas ou tem mais conter as lágrimas e chorou. Chorou um tem medo de
etiqueta famosa
rio de águas barrentas, que arrebentava o ingerir produtos
Efeito estufa, gás carbônico, fontes que via pela frente. Tudo aconteceu de uma
renováveis de energia, reciclagem, com agrotóxicos
só vez. Deslizamentos, rodovias interditadas,
poluição. Este ano se encerra como o ano festas da sociedade. Alguns alcançam tal casas arrastadas com famílias inteiras dentro.
realização. E do dia para a noite tornam-se Nem o cachorrinho pôde ser salvo. agrotóxicos, chegarem em suas casas, prepará-
Faltam agentes as pessoas mais refinadas do mundo. Pena Há algum tempo a imprensa divulgava os los e ingerirem sem qualquer medo. Mal sabem,
que a educação não se compre em lojas horrores gastos com uma máquina que iria ou fingem que não sabem, o perigo que correm.
para fiscalizar simular a criação do mundo, o Big-Bang. Não Não estou dizendo que vão morrer no mesmo
finas, com uma etiqueta de marca famosa.
áreas protegidas Os novos ricos atingem o sucesso, mas quero aqui ignorar a importância de investir instante que comem, mas com certeza em um
por lei dinheiro requer um acréscimo de em pesquisas que possam trazer algum bem futuro não distante terão doenças que nunca
responsabilidades. Dentre elas existe uma para a humanidade. Mas a máquina poderia saberão por que tiveram.

extra Jornal-laboratório do Curso de Comunicação Social – Jornalismo – da Unisul, Campus Tubarão

Textos e fotos: alunos do 6º Semestre/Prof. Cláudio Toldo | Edição: alunos do 7º Semestre/Prof. Ildo Silva | Opinião: alunos do 7º
Fale com a gente! Semestre/Profª. Darlete Cardoso | Diagramação: Alexandra Blazius e Sandra Neckel, 6ª fase/Jornalismo | Planejamento Gráfico:
ESPAÇO DO LEITOR Lucas Lemos, 6ª fase/Jornalismo | Capa: Lucas Lemos, 6ª fase/Jornalismo | Contracapa: alunos do 4º Semestre de Publicidade e
O Extra precisa da sua opinião Propaganda/Profª. Valéria Braga
agcom@unisul.br
Coordenadora do Curso de Comunicação Social: Profª. Darlete Cardoso
(48)3621-3303
Coordenador do Jornal-laboratório: Prof. Cláudio Toldo | Impressão: Gráfica Soller

Reitor: Gerson Luiz Joner da Silveira | Vice-Reitor e Pró-Reitor Acadêmico: Sebastião Curso de Comunicação
Salésio Herdt | Chefe de Gabinete e Secretário-Geral da Reitoria: Fabian Martins de Castro
Pró-Reitor de Administração: Marcus Vinícius Anátocles da Silva Ferreira
Social
EDUCAÇÃO AMBIENTAL
AMBIENTAL 3

Projeto visa preservar mata


Fotos: Alexandra Blazius
Alexandra Blazius plantação de eucalipto e pinos.
editado por Graziela Gislon Hoje, praticamente 90% da
Mata Atlântica em toda a extensão
Os primeiros colonizadores da territorial brasileira está totalmente
cidade de Braço do Norte foram os destruída. Do que restou, acredita-
índios Carijós, cujo os costumes se que 75% está sob risco de
eram fazer suas casas com casca extinção total, necessitando de
de árvores e fabricar redes de atitudes urgentes de órgãos
agasalhos, com o algodão que mundiais de preservação am-
cultivavam. biental.
A mata predominante era a Existem diversos projetos de
Mata Atlântica ou nativa, tendo em recuperação da Mata Atlântica. crianças de 1° a 4° série do ensino
sua vegetação o pequizeiro,o ipê Sendo assim, a Cooperativa de fundamental, de 16 escolas de
roxo, o ipê amarelo, canela, palmito, Eletrificação Rural de Braço do Braço do Norte e Rio Fortuna. A
peroba, entre outros. Norte(Cerbranorte) engajou-se na divulgação e conscientização nas
Com a chegada dos imigrantes preservação ambiental, criando um escolas já começou.
alemães, em 1870, a cidade começou Viveiro Florestal de Árvores Segundo a diretora Escola
a se desenvolver rapidamente. E Nativas, com 600 metros quadrados Básica Municipal Antônio Rohden,
aquela vegetação nativa foi e com capacidade de produzir 45 Terezinha Volpato, as crianças
Mudas são distribuídas em escolas da cidade para o reflorestamento
deixando de existir aos poucos. mil mudas por ano. adoraram a idéia de ganhar uma
Em função do desmatamento, Preocupado em recuperar áreas mudinha e ter que dar um nome a preservação do meio ambiente, e foi Brasil tem várias árvores
principalmente a partir do século devastadas, o presidente da ela, cultivando até para que ela se desta forma que a Cebranorte importantes para nós, não é porque
XX, a Mata Atlâtica encontra-se Cerbranorte, Evanínio Uliano, em torne uma bela árvore, que vai desenvolveu este trabalho”, moramos no Brasil que o país de lá
hoje extremamente reduzida, parceria com as Secretarias de render frutos e sombra. Além de enfatiza o Presidente. é melhor que o nosso, o Brasil
existindo menos de 10% e sendo Agricultura e Educação do Meio distribuírem mudas nativas para o Em forma de agradecimento ao também tem seus recursos”,
uma das florestas tropicais mais Ambiente, Associação de Agri- reflorestamento, a equipe também, trabalho, cada turma da escola enfatiza o aluno.
ameaçadas do mundo. cultores do Brasil (Afubra), Lions fornece um kit educativo, com preparou uma pequena apresen- E, para quem quiser participar
Atualmente, a ecomonia da Clube de Braço do Norte e filial de brincadeiras e dicas de como tação sobre a importância das desta campanha, é só preencher um
cidade gira em torno da agricultura Rio Fortuna, colocou em prática o cuidar e preservar da natureza. florestas e das árvores que estão formulário e entregar na cooperativa
e da criação de suínos. Por ser projeto Viveiro Florestal de árvores “Dentro deste pensamento a em extinção. O aluno da 3º série ou se inscrever através do
considerada a Capital Sul- nativas. Cada instituição ficou Cerbranorte construiu um Viveiro Luan Borba Mafei conta que sitewww.cerbranorte.com.br. Os
Americana de Molduras, a responsável por uma parte do Florestal de mudas para recompor aprendeu um pouco mais sobre as inscritos têm uma semana para
vegetação do município deixou de projeto. as matas e também conscientizar florestas brasileiras e como cultivar retirar sua carteirinha de sócio do
ser nativa para dar espaço à Este projeto tem como foco os alunos da necessidade de uma árvore. “Aprendemos que o clubinho.

Alunos e professores mais conscientes Foto: Jackson de Souza


Jackson de Souza alunos”, acrescenta. série Eloiza Cardoso Assmam, de
editado por Graziela Gislon A professora de Geografia 10 anos, já desenvolve suas
Lúcia Fernandes acredita que primeiras noções ambientais. “Eu
Gravatal fica a 16 km de ainda não é satisfatória a adesão acho importante cuidar da escola
Tubarão. Sua economia é voltada de alunos nos projetos de para ela ficar limpa e bem
para a Agricultura e o Turismo. O preservação do meio ambiente. organizada. Se cada um fizesse
município possui três escolas “Há uma pequena parte que não isso como o meio ambiente, a
estaduais, sendo que apenas uma se interessa, uma outra que nossa comunidade ficaria me-
possui o Ensino Fundamental. trabalha e é preocupada, outra que lhor”, fala.
A preocupação com o meio é preocupada e não faz nada”, Os professores acreditam, no
ambiente é constante nas escolas afirma. entanto, que há muito a ser
do município. Um exemplo é a A preocupação com a trabalhado pelo educandário. A
Escola de Ensino Fundamental conscientização dos alunos por última participação foi numa
Catequista Joana Pendica, parte dos professores tem início gincana realizada pelo Conselho
localizada no bairro Pouso Alto. nas séries iniciais. A aluna da 4ª Tutelar de Gravatal.
A construção do prédio é toda Recipientes de lixos secos e orgânicos estão espalhados pela escola
no térreo. Construída em 1974, a
escola possui poucos traços que Ao andar pelos corredores e maneira positiva. “É uma Escola investe em verduras mais saudáveis
a caracterize como moderna. Ela quadras esportivas, é fácil participação muito boa, quando
ainda conserva aspectos de observar o envolvimento, onde convidados são bem com- A preocupação com a nunca fez uso de fertilizantes na
educandário dos anos 1980. Um recipientes para depósitos de prometidos”, expõe Vera. alimentação saudável é grande conservação da horta. “Eu nunca
exemplo, é o velho mimeógrafo, lixos secos e orgânicos estão Para a professora de Ciências na Escola de Ensino Fun- usei agrotóxico, é uma verdura
que ainda tem destaque na sala espalhadas em diversos pontos. e Matemática Jaçanam dos damental Catequista Joana saudável. Eu uso resto de
dos professores. “A gente aqui sempre con- Santos Neves Cardoso, o com- Pendica. A merendeira Maria alimentos, lixo orgânico e uso
Mesmo com instalações versa muito com as crianças sobre prometimento dos alunos ainda Lizete Mendes de Souza é a também folhas de árvores como
simples e algumas sem reformas a preservação do solo. Nós é pouco e, quando acontece é responsável pela manutenção da adubo”, diz a merendeira.
desde a sua inauguração, em colocamos atrás da escola várias mais nas salas de aula. Fora dela horta escolar. Lizete assumiu a A diretora da escola Samira
1975, na escola existem alguns lixeiras, para que não joguem lixo muitos ainda não têm a cons- responsabilidade de cuidar da Bertoncini Mendes Espíndola,
professores comprometidos e no chão”, diz a diretora Samira ciência do que está sendo feito horta em 1987 e desde então é a além de apoiar e acreditar na
envolvidos na questão ambiental. Bertoncini Mendes Espíndola. com o meio ambiente. única responsável por fazer o qualidade das verduras e
A preocupação da direção e dos A orientadora educacional “Não é só a escola que tem plantio das sementes e cuidar da legumes, é uma das responsáveis
docentes vai desde a orientação Vera Lúcia Simoni Teixeira Alves que educar, isso muitas vezes já germinação. por orientar os alunos para que
da preservação do meio ambiente avalia o envolvimento dos alunos tem que vir de casa. aqui nós não A merendeira admite que cuidem dela.
até a não poluição dos solos. nas atividades ambientais de conseguimos atingir todos os
4 POLUIÇÃO
POLUIÇÃO

Carbonífera versus agricultores


Fotos: Lucas Lemos
Kelley Alves essas pessoas foi mobilizar-se para resultem no impedimento das
editado por Grazi Bez Batti a criação de uma área de proteção atividades da mineradora. Entende-
ambiental. No dia 8 de junho de 2004 se ações efetivas de impedimento
O meio ambiente vêm sofrendo foi promulgada a Lei Municipal das atividades, não sendo
sérias agressões ao longo dos 2019, responsável pela criação da alcançadas pela liminar, protestos
anos. Nas últimas décadas a ação Área de Proteção Ambiental (APA) e manifestações pacíficas. “Desde
humana está cada vez mais intensa, da Santa Cruz, amparando a região. pequeno eu aprendi a trabalhar na
chegando muitas vezes a provocar “A alegria durou pouco. A agricultura. Não sei fazer outra
sérios impactos ambientais. Em mineradora envolveu-se no coisa. Não saberia trabalhar numa
Içara, o assunto tem causado processo legislativo e cooptou a fábrica ou em qualquer outro lugar.
repercussão sobre o investimento maioria necessária alterando a lei. Sou totalmente contra a abertura
das Empresas Rio Deserto na Em 28 de dezembro de 2004 foi dessa mina porque aqui está o
implantação da mina Santa Cruz. promulgada a Lei nº 2.086, que sustento da minha família”, conta
Se por um lado alguns mantêm alterou o texto da lei anterior o agricultor.
as atenções na preservação permitindo a instalação da Ele é um dos agricultores das
ambiental, por outro o enfoque está atividade potencialmente degra- 400 famílias que residem na região
no desenvolvimento econômico da dante na APA”, informa o da Mina 101, e tira o sustento pela
região. Partindo da controvérsia, há advogado. atividade rural. Cultiva verduras,
aproximadamente cinco anos, a luta Com isto cresceram os Preocupação dos agricultores é com a água e a profundidade do carvão mas a principal fonte de renda é o
vem sendo o principal assunto dos movimentos jurídicos envolvendo morango. Acorda às cinco horas
meios de comunicação e da mineradores, agricultores e Vereadores. realizados. Se toda a legislação foi para distribuir os alimentos, que
população do município. políticos da região. O MVP Contrapondo aos argumentos, respeitada, não cabe ao particular vende aos maiores mercados de
Em 2003, alguns agricultores raramente tinha êxito nos o advogado do Sindicato da discutir ou buscar fazer valer o seu Içara e região. Sua maior
que trabalhavam na lavoura protestos. Partindo da tentativa de Indústria de Extração de Carvão de interesse meramente pessoal preocupação também está na água.
ouviram um barulho diferente e adequar a lei à necessidade das Santa Catarina, Paulo Ricardo da sobrepondo-se ao coletivo”, “Se a água for poluída não sei o
foram verificar do que se tratava. comunidades, o movimento Rosa, ressalta os mínimos perigos contesta Paulo. que será da gente. Aqui é
Quando chegaram ao local, coletou cerca de cinco mil causados e expõe os pontos Explicando as alterações nas leis necessário que gastemos mais de
perceberam uma movimentação de assinaturas em três dias, quando o favoráveis à extração do carvão. do processo, principalmente a Lei 2.500 litros de água por dia”,
homens e máquinas. Tratava-se de Regimento Interno da Câmara exigia “Tais argumentações são nº 2.086, Rosa justifica a falta de completa.
empregados das Empresas Rio 1.800 assinaturas à validação do absolutamente infundadas, eis que informação em questões de ordem “As pessoas acham que essa
Deserto que, manuseando grandes projeto. não possuem qualquer base legal. “É complexo para quem não preocupação é somente dos
sondas, faziam especulações na No dia 17 de março deste ano, o técnica ou científica a dar guarida e transmita as questões de ordem colonos. Mas imagina se eles
terra. projeto foi entregue nas mãos do sustentação. O que mais impera é legal, especialmente no que tange resolvem abandonar a colônia?
As verdadeiras intenções da presidente da Câmara de o simples temor de um pseudo à constitucionalidade das leis”. Uma coisa puxa a outra! Todo
carbonífera foram descobertas. Os Vereadores, Caetano Pedro Costa. dano futuro. Acidentes e Contra a mina também está a aquele lugar viraria favela, sem falar
agricultores uniram-se, criando o Passou por vários vereadores e, por imprevistos podem ocorrer. Este Câmara de Dirigentes Lojistas na questão agrícola”, observa o
Movimento Pela Vida (MPV). fim, arquivado. “Foi uma escan- ano já ocorreram três adventos em (CDL) de Içara e apoia o MPV. “Os advogado Walterney Réus.
“Trata-se de um movimento dalosa ofensa a diversos preceitos minas de carvão, não podendo poucos empregos e recursos A implantação da Mina 101 trará
eminentemente orgânico formado regimentais”, alega Réus. O projeto dizer que o meio ambiente tenha econômicos advindos da mineração uma arrecadação de impostos de
por um grupo homogêneo de terminou negado pelo juízo de sofrido dano. Na Mina 101 (antiga não justificam os impactos aproximadamente 37 mil reais ao
pessoas que lutam pela proteção primeiro grau, devido à confusão Santa Cruz), os rejeitos serão ambientais causados por essa município. Além disso, irá gerar 87
do Meio Ambiente”, avalia o decorrida do Regimento Interno da transferidos para outro local e a atividade. A área de impacto do empregos e, necessariamente, irá
advogado do grupo, Walterney Câmara. Não competiu ao Judiciário mina trabalhará em circuito fechado entorno da Mina 101 é preocupante contribuir no consumo de energia.
Réus. envolver-se nas questões (águas). As licenças foram obtidas e não foi respondida pela A preocupação das pessoas se dá
O primeiro passo tomado por procedimentais da Câmara de e os estudos de impacto ambiental mineradora no EIA/Rima. A por uma possível desestabilização
preservação ambiental é mundial e no processo do ecossistema. Há
foi tema de palestra da Convenção aqueles que acreditam que o
Nacional das CDL’s em Uberlândia método usado na exploração do
- MG, informa o presidente da CDL/ carvão será seguro e não trará riscos
Içara Jader Edinei de Souza. “A à comunidade. “Hoje em dia não
preocupação maior é com a água e existe mais perigo nessas
a profundidade do carvão. Segundo atividades. O processo tecnológico
o EIA/Rima elaborado pela avançou bastante e o perigo da
mineradora e informações dos exploração mineral é praticamente
representantes da mineradora, em remoto. A Fatma e o Departamento
alguns pontos, está há 20 metros Nacional de Produção Mineral
da superfície”, ele diz. (DNPM) estão fazendo estudos e
Um agricultor, morador da melhorando cada vez mais estas
região próxima à implantação da condições”, garante o professor de
mina, recebeu um Intérdito mineralogia Fernando Remor. Ele
Proibitório, proposto pela diz que problemas sempre existem,
Carbonífera Rio Deserto em seu como em qualquer outra atividade.
desfavor. A mineradora pleiteia a Porém, os benefícios que ressaltam
punição do agricultor, e de outro os mínimos perigos causados à
membro do MPV, caso sofram construção da mina são
qualquer resistência na gratificantes à população.
implantação da mina na localidade Contra isso, a filha de um dos
de Santa Cruz. O juízo, em medida agricultores mostra descrença.“A
liminar, acata, a princípio, a agricultura é o nosso ganha-pão,
afirmação de que ambos seriam os porque querem nos tirar isto? Mais
“líderes” do movimento. Fixou de 400 famílias serão prejudicadas
multa diária de R$ 1.000,00 a quem caso este acidente aconteça”,
incentivar ou participar de atos que adverte ela.
Produtores rurais da comunidade de Santa Cruz fizeram vários “tratoraços” pelas ruas do município
POL UIÇÃO
POLUIÇÃO 5

Agrotóxico causa envenenamento


Sueli Berschinock notificadas. De acordo com a esgoto como principal causa da de uma nova cultura. Para evitar o Os agrotóxicos e adubos
editado por Grazi Bez Batti Organização Mundial de Saúde poluição, 43% que o problema se uso dos agrotóxicos são feitas químicos deixam resquícios e
(OMS), apenas 1/6 dos acidentes deve ao uso de agrotóxicos, e 39%, soluções caseiras com raízes, substâncias contaminantes no
Os agrotóxicos são produtos são oficialmente registrados e 70% à disposição inadequada de flores e outros produtos naturais. solo. As plantas fazem a absorção
químicos utilizados para combater das intoxicações agudas são por resíduos sólidos (lixo) e à criação É difícil apontar culpados. Os pelas raízes e folhas e distribuem
pragas e doenças na agricultura e inseticidas organofosforados. de animais. agricultores se defendem dizendo por todas as partes, desde a raiz,
pecuária. O uso doméstico é O uso de agrotóxicos tem A bióloga Maria Costa Rebelo que sem o uso dos químicos na caule, folha, flores, frutos e
comum com ações inseticidas, causado diversas vítimas fatais, diz que a cadeia alimentar é um ciclo produção é quase impossível. As sementes. O alimento consumido,
fungicidas, acaricidas, nematicidas, como também abortos, fetos com fechado, onde um animal se agropecuárias só vendem o natural ou indus-trializado, não é
herbicidas, bactericidas e má-formação, suicídios, câncer, alimenta do outro. A utilização de produto. Os engenheiros agrôno- livre de agrotóxicos e químicos
vermífugos. Além de solventes, dermatoses e outras doenças. agrotóxicos quebra o sistema mos receitam os agrotóxicos para aplicados na lavoura durante a
tintas, lubrificantes, produtos para Segundo a OMS, há 20 mil óbitos quando elimina algum microorga- facilitar a vida dos agricultores. Os produção. Quem sofre as
limpeza e desinfecção de estábulos. por ano em conseqüência da nismo, inseto ou fungo. Essa fabricantes colocam todos os conseqüências são todos:
No site da Universidade Federal manipulação, inalação e consumo extinção pode causar sérios riscos e avisos, em letras quase homens, animais, plantas, solo,
Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) indireto de pesticidas nos países problemas, como superpopulação ilegíveis nas embalagens. água, ar.
existem cerca de 15 mil formulações em desenvolvimento, como o Brasil. de determinados insetos e pragas Foto: Sueli Berschinoch
para 400 agrotóxicos diferentes, É importante destacar que a ação ou mortandade de peixes e animais.
sendo que apenas oito mil de substâncias químicas no Para o engenheiro agrônomo
encontram-se licenciadas no País. organismo humano pode ser lenta Elvio Antonio Peruchi há
O site mostra que o Brasil ocupa a e demorar anos para se manifestar. alternativas para evitar o uso de
quinta colocação entre os maiores No meio ambiente os danos adubos químicos e agrotóxicos
consumidores de agrotóxicos do também são sérios. A pesquisa do nas lavouras. Peruchi é um
mundo. E são poucos os usuários IBGE aponta o uso dos agrotóxicos apoiador e incentivador do sistema
que conhecem os perigos destes e fertilizantes como a segunda de produção orgânico ou agroeco-
produtos à saúde e ao meio causa de contaminação da água do lógico sem a interferência química.
ambiente. país, ficando atrás do despejo de Na agroecologia as próprias
A organização Pan-Americana esgoto doméstico. A pesquisa plantas são utilizadas para
de Saúde (OPAS) realizou uma mostra que, do total de 5.281 fornecer nutrientes ao solo. Os
pesquisa em 12 países da América municípios com atividade agrícola, restos das plantações e folhas
Latina e Caribe. O envenenamento 1.134 (21,5%) informaram ter o solo secas são usadas para cobrir o
por produtos químicos, contaminado. Das cidades que solo. Os microorganismos come-
principalmente o chumbo e registraram poluição na água, onde çam a decompor essas folhas e
pesticidas, representa 15% de vivem sete de cada dez brasileiros, plantas e as transformam em adubo
todas as doenças profissionais 75% apontaram o despejo de fornecendo nutrientes à produção Há alternativas para evitar o uso de agrotóxicos nas lavouras

Minas, lavouras e lixo poluem Rio Tubarão


Foto: Samuel Madeira
Samuel Madeira afirma que os rejeitos são tratados quantidade de oxigênio na água”,
editado por Grazi Bez Batti e retidos, não chegando aos informa o sanitarista.
mananciais. “Do tratamento de esgoto,
O Rio Tubarão nasce em Lauro O secretário municipal do Meio poderíamos retirar um adubo. O
Müller, a 70 Km do município de Ambiente, José Luiz Benedet, processo adotado retira os
Tubarão. Passa por diversas relata que houve denúncias contra nutrientes do esgoto,
cidades formando a Bacia Hidro- empresas de extração de carvão do concentrando-os no material
gráfica do Rio Tubarão, composta município, e ao serem fiscalizadas, sólido, o qual, após tratamento,
por 21 municípios, até desem- observou-se que os resíduos eram se transforma em um excelente
bocar na Lagoa de Santo Antônio, lançados no rio. “Chamamos a condicionador de solos”, acres-
em Laguna. Fatma, que registrou ocorrência. centa. Para o sanitarista, esse
A água que brota de suas Atualmente as empresas já processo é uma importante fonte
nascentes é límpida, cristalina e cumprem decisão da Justiça para de matéria orgânica e pode ser
consumida sem nenhum trata- recuperação do passivo ambien- utilizado para reduzir as quan-
mento pelos moradores do interior tal”, informa o secretário. tidades de fertilizantes químicos,
de Lauro Müller. melhorar as características físicas
No centro, já é visível a cor Setor agrícola do solo e ainda aumentar a
esverdeada denunciando polui- As causas da poluição não se Inseticidas das lavouras destroem o fictoplancton dos rios produtividade do agricultor. Além
ção. Impressiona a transformação devem apenas às empresas de disso, evitar a intoxicação de rios
em poucos quilômetros. “Quem minérios. A agricultura é outro penetrar na água, dificultando as sais minerais, que, ao chegar sem próximos.
conheceu o rio há 40 anos e olha setor que contribui no aumento formas de vida subaquáticas”, tratamento, tem a matéria orgânica De acordo com a bióloga
agora, dá um aperto no coração. dos índices de poluição. De explica Lolli. degradada, consumindo muito Greicy Isidoro, a situação do Rio
Os responsáveis deveriam estar na acordo com o engenheiro oxigênio. Tubarão não chega a ser
prisão, porque é um crime”, ambiental Alberto Lolli, os Saneamento básico e reciclagem “Os organismos patogênicos irreversível, mas é complicada, e
indigna-se José Elias, morador do inseticidas usados nas lavouras A falta de saneamento básico é sobrevivem e os sais minerais o custo financeiro para a
município. destroem o fictoplancton existente outro fator que degrada o Meio alimentam a flora existente que se despoluição seria muito alto,
As principais responsáveis nos rios, responsável pela Ambiente. Dos 21 municípios da reproduz rapidamente e, em exigindo assim, muitas parcerias
pela poluição do rio são as renovação de 70% do oxigênio da bacia do Rio Tubarão, apenas dois alguns casos, produz substâncias com empresas públicas e
mineradoras, que lavam o carvão atmosfera. “Vários sedimentos tratam os esgotos. Segundo o tóxicas. O tratamento dos esgotos privadas. “Vai exigir muito tra-
e devolvem os resíduos ao rio, sem são transportados para os rios sanitarista Alécio Bunn, o esgoto eliminaria os organismos balho, com certeza, mas é o sonho
tratamento. Murilo Bez, do pelas enxurradas em decorrência é composto por grandes patogênicos e facilitaria o de muitas pessoas ver o rio de
Departamento de Meio Ambiente das práticas agrícolas. Esses quantidades de matéria orgânica, controle do desenvolvimento das nossa cidade com águas limpas
da Carbonífera Catarinense, detritos não deixam a luz do sol organismos patogênicos e ainda plantas fluviais, aumentando a como antigamente”, afirma.
6 CONSCIÊNCIA

Educação ambiental é agora Foto:Divulgação FTC

Manuela Prá (Fatma), Cidinei Galvani, com o


editado por Daiani Chaves passar dos anos as pessoas estão
mais conscientes. "Percebemos
A partir das revoluções que à medida que avançamos no
industriais em todo mundo, iniciou tempo, maior a preocupação das
uma corrida desenfreada pelo pessoas com relação ao meio
desenvolvimento. A falta de ambiente. Isso é resultado da
planejamento e a busca incan- educação ambiental praticada nas
sável pelo aumento de toda e escolas, da divulgação dos
qualquer produção ocorreu há problemas ambientais e suas
muitas décadas, mas os reflexos conseqüências veiculadas pela
começaram a aparecer recente- mídia, e da legislação ambiental,
mente. cada vez mais rigorosa", afirma.
O desgaste do meio ambiente Abel Passagnolo, de Tubarão,
causou queda na quantidade de é funcionário de uma empresa de
matéria-prima e aumento da transporte ferroviário e desen-
poluição. Os problemas fizeram com volveu um vagão feito de plástico
que surgisse o interesse em reciclável. A matéria-prima é um
reeducar as pessoas para evitar o tipo de plástico mais resistente,
agravamento das condições atuais. encontrado principalmente em
A educação ambiental vem galões de produtos agrícolas. A
ganhando destaque no cenário partir desse material são
mundial, no entanto, muitos dos produzidas placas plásticas que
termos ainda são confundidos pela substituem as de madeira, que
sociedade. Exemplos disso são a Vagões revestidos de plástico reciclável estão sendo produzidos aqui e substituindo os de madeira revestem o vagão. Passagnolo
reciclagem e a reutilização do lixo. conta que o custo aumentou, mas
exemplos mais comuns são papel, Um caso disso é o do estu- pode me servir para criar algo apresenta grandes vantagens a
O técnico de controle de meio
vidro, plástico e metal. Já na dante Jander Dornelles. Desde novo. Confecciono pulseiras, longo prazo. "Os vagões de
ambiente, André Mendonça
reutilização, transforma-se um que se mudou do Rio Grande do colares, porta incensos, anéis e madeira têm vida útil de cerca de
Guaresi, esclarece que a diferença
material já beneficiado em outro, Sul para Santa Catarina, Dornel- outros. Aprendi tudo o que sei dez anos, já os de plástico tem uma
está no tratamento dado ao
como usar uma garrafa pet para les percebeu em materiais como sozinho. Faço mais por lazer, mas expectativa de duração de 40 anos.
material. "A reciclagem ocorre
fazer um catavento de brinquedo", fios velhos, pedras, sementes, já vendi várias peças", revela Além disso, o material, menos
quando um resíduo é reapro-
explica Guaresi, que ainda penas e pedaços de arame peças Dornelles. aderente, facilita a descarga e
veitado para beneficiamento, como
considera o reaproveitamento uma para produção de artesanato. "Vou Para o gerente regional da agiliza o processo", argumenta o
se fosse matéria-prima, na con-
oportunidade de trabalho. 'catando' tudo o que acho que Fundação do Meio Ambiente tubaronense.
fecção de outro produto. Os

Produção sem agredir a natureza


Caroline Bitencourt Conceitos como a Produção mais alto, mas os outros dois "pés" tratamento", diz Lauro. disposição final que nós mesmos
editado por Daiani Chaves Mais Limpa, Eco design, Logística ganharam uma enorme força nesses A criação de novas formas de inventamos. Hoje em dia estamos
Reversa, Gestão Ambiental da últimos tempos". tratamento auxilia na hora de dar percebendo que não se pode ter
Diante dos sinais que a natureza Cadeia de Suprimentos, Como professor de Gestão um fim para o lixo, como a sustentabilidade em um sistema
tem mostrado, a preocupação com Responsabilidade Social, Sistema Socioambiental, Lauro diz crer que incineração, por exemplo, que linear em um planeta com recursos
o meio ambiente cresce a cada dia, de Gestão Ambiental, Marketing "existem inúmeras maneiras que as também possui seus problemas, finitos. Simplesmente isso não é
e o mercado tenta se adaptar e Verde, Educação Ambiental nas empresas podem ajudar. Seja como biodigestão anaeróbia, possível. Precisamos fechar o ciclo.
modificar alguns costumes para empresas ganharam muita força no concebendo produtos mais incineração por plasma. Mas o que É um longo caminho a ser
que a produção não agrida ainda meio empresarial. duráveis, menos impactantes para realmente precisa ser feito é reduzir percorrido, os primeiros passos já
mais o meio ambiente. Lauro acrescenta ainda que são o meio ambiente, e com o consumo e a geração do lixo todo. foram dados", diz Lauro.
Para o professor da escola de poucas as empresas com uma possibilidades de reutilização. Ou Algumas nações já estão chegando Em relação a esse assunto, é
administração da UFRGS, Lauro mentalidade mais consciente sobre modificando os seus processos de ao máximo do percentual de possível notar que as empresas no
André Ribeiro, existem diversas os impactos que suas atividades produção e distribuição para outros reciclagem possível em seus países, sul possuem uma conscientização
atitudes que estão nas mãos das causam não só para o meio em que mais limpos, através de e com isso descobriram que socioambiental mais apurada do
empresas hoje em dia, já que são vivemos, mas para a saúde das conscientização de todos os necessitavam realizar programas que o norte do Brasil. E o que faz a
responsáveis por grande parte dos pessoas que utilizam os seus colaboradores. Todas as pessoas para reduzir a produção de lixo na diferença é o ramo de atuação das
produtos que são consumidos. produtos. É uma área que tem muito podem fazer alguma coisa para fonte, nas empresas e nas casas. empresas, pois existem ramos
"Estamos em um período de a crescer. Até porque somente ajudar o meio ambiente, seja onde Para que essa realidade seja potencialmente mais poluidores
transição de mentalidade. Ainda há agora está se tornando mais ela estiver e quem ela for". mudada, o professor explica que que outros, então são mais exigidos
um longo caminho a ser percorrido, evidente para as empresas que a O lixo também se mostra um uma boa solução é "atacar em pelo poder público e pela a
mas os primeiros passos já foram implementação de práticas problema bastante grave da várias frentes. Como consumidor, sociedade. Em geral, varia muito e
dados. Até a década de 90, pouco ambientalmente amigáveis gera um civilização. E que normalmente não podemos escolher produtos com não se pode generalizar com
se falava nas empresas sobre retorno financeiro que está recebe a devida importância. "A menos embalagens ou recicláveis precisão. "É um processo que leva
Gestão Socioambiental", diz. chamando a atenção dos grande maioria das pessoas não e biodegradáveis, separar os lixos tempo, vai ao encontro com
Os ambientalistas eram vistos administradores em todo o mundo. sabe para onde é levado o lixo que em nossas casas e tentar minimizar hábitos, culturas, repensar os
como inimigos das empresas, mas Ele ainda enfatiza a idéia de que coloca em frente de suas casas e os resíduos gerados. Seja na processos e produtos. Ou seja, não
já a partir dessa década, e com muito "não podemos nos enganar, as muitas das grandes cidades escolha dos produtos, como será de um dia para o outro que irá
mais força neste novo século, o empresas não vão realizar práticas brasileiras enviam todos os seus utilizando meios de reutilizar esses acontecer, mas sou um otimista.
mundo dos negócios viu que era ambientais e sociais porque são resíduos para aterros sanitários, resíduos (composteiras, arte- Acredito que cada vez mais as
perfeitamente possível a geração de boas para o planeta. Ainda vivemos sendo que ainda existem muitas sanato, doações)", analisa. "Ainda empresas adotarão estas práticas,
lucros, mas mantendo respeito ao numa era em que o "pé" econômico cidades que os enviam para lixões vivemos em um sistema linear: até mesmo por questões de
meio ambiente. do tripé da sustentabilidade fala a céu aberto sem qualquer extração, produção, consumo, sobrevivência".
RECICLAGEM 7

Triagem do lixo Administrando


Sandra Neckel
matéria orgânica em um material
parecido com o solo.
separação em casa. "As escolas
deviam ter educação ambiental,
a reciclagem
editado por Daiani Chaves
E a parte reciclável é separada para que as crianças aprendam a Fabiana Pangrácio esses brinquedos de lata e
Em 2003 o município de Grão- por tipo de material como, plástico, preservar, mexer numa horta, como editado por Daiani Chaves papel podem não significar
Pará começou a passar por uma papel, vidro, alumínio, ferro e tinha na escola quando eu nada. Mas para uma criança
mudança. Os resíduos jogados em depois vendida para empresas que estudava", finaliza Teresinha. Pensar no futuro de nossos que nunca teve uma bola, este
um lixão perto da cidade passou a fazem a reciclagem destes A auxiliar de escritório Juliana filhos e de como estará o brinquedo representa muito",
ser separado e reciclado. Um materiais. Depois foram Feldhaus Baschiroto acredita que mundo daqui a alguns anos destaca a aluna Suélen Nazário.
centro de triagem foi criado. Várias distribuídos latões de lixo pela muitas pessoas não separam o lixo tornou-se imprescindível. De acordo com o professor
palestras foram organizadas para cidade, também com os três em casa porque não querem, pois Os alunos do curso técnico e orientador da disciplina de
orientar a população, sobre como compartimentos separados, para informação elas têm. Para ela, o de Administração do Centro de projeto, Cláudio Fabretti
ficaria a coleta do lixo daquele ano que os pedestres também possam trabalho dos funcionários do Educação Profissional Patrício, o objetivo é fazer com
em diante e como deveria ser feita separar o lixo. Cada separação centro de triagem é fundamental Diomício Freita (Cedup), de que os alunos coloquem em
a pré-separação do lixo. Panfletos desses latões tem uma cor, para no reaproveitamento do material Tubarão, então preocupados prática tudo que aprenderam na
foram distribuídos nas casas. que a diferenciação pela reciclável, pois a primeira com a questão do meio teoria dentro da sala de aula.
As mudanças ocorreram aos população seja mais fácil e rápida. impressão é que aquele lixo não ambiente e com o futuro
poucos. A prefeitura comprou um Segundo o engenheiro teria utilidade alguma. Mas depois de nosso planeta. Eles
caminhão, com três agrônomo Guilherme Nunes de separado o material reciclável elaboraram um projeto
compartimentos para lixo Bressan, o município produz pode ser reaproveitado de diversas de conclusão de curso
reciclável, rejeito e orgânico. A aproximadamente 60 toneladas de formas. dando enfoque à
parte rejeitada, como lixo lixo por mês. Desse total, entre 25 Na época em que o projeto foi reciclagem.
hospitalar, passou a ser enviada e 30% do lixo produzido na cidade criado em Grão-Pará o Ministério O trabalho leva o
para um aterro sanitário, é rejeito, de 45 a 50% é orgânico e Público criou um termo de ajuste nome "Administrando a
devidamente certificado pela de 25 a 30% é reciclável. de conduta, que foi assinado pelos Reciclagem". E se baseia
Fatma, em Biguaçu. O orgânico é Aproximadamente 70% da municípios da região. Com a em construir uma casa
transformado em adubo, no população colaboram com a pré- assinatura deste termo, as cidades de boneca com caixas
próprio centro de triagem, através separação. vizinhas se comprometeram a não de leite e madeira
da técnica de compostagem, que é Para a agricultora Teresinha mandar os resíduos para o lixão reaproveitada. Segundo a aluna "Eu observo uma enorme
um processo biológico em que Netto Engels, a população precisa nem para o aterro sanitário, sem a Aline Nazário, os alunos têm a mobilização das pessoas na
microorganismos transformam a ter mais consciência para fazer a devida separação. intenção de conscientizar a escola. Vejo todos ajudando
sociedade sobre a importância com doação de caixinhas de
da preservação da natureza com leite", orgulha-se o professor.
o processo de reciclagem. A entrega da casinha e dos
"Queremos mostrar para as brinquedos ocorreu no dia 13
pessoas que o lixo que de novembro, às 19h30min, no
Fotos: Sandra Neckel produzimos pode ter muitas auditório do Cedup, e junto é
utilidades", salienta. realizado o desfile das roupas
A casa de boneca será recicladas. O grupo está
doada a Comissão Municipal otimista e acredita que com a
do Bem Estar do Menor de ajuda de todos, com doações e
Tubarão (Combemtu), que incentivo até a data marcada, a
presta atendimento a crianças casinha estará pronta. Para
e adolescentes carentes do conseguir levantar verba, os
município. alunos produziram camisetas,
Além de construir a casinha, no valor de R$ 12,00, com o
os nove alunos foram mais símbolo da campanha, e estão
além. Eles estão criando à venda na escola.
As lixeiras coloridas instaladas no município auxiliam a coleta realizada pelo caminhão brinquedos e confeccionando Aline conta que já foram
roupas de material reciclado, vendidas em torno de 60

Conscientização é a como garrafas pet, tampinhas


de refrigerante, latinhas e
outros materiais para realizar
camisetas. Eles esperam que o
número aumente. Os interes-
sados na compra da camiseta
um desfile. "É bom saber que devem entrar em contato pelos

missão de Leo Clube essa criação vai fazer a alegria


de uma criança. Para muitos,
telefones: (48) 9124 7037 ou (48)
3622 5260.
Fotos: Fabiana Pangrácio
Sandra Neckel escolas da cidade, para estimular previamente os materiais que seriam
editado por Daiani Chaves as crianças a separarem o lixo. recolhidos.
Depois disso foram Para essa etapa da campanha o
O Leo Clube de Grão-Pará (clube confeccionados panfletos sobre a Leo Clube contava com a ajuda da
de serviço juvenil que existe em importância da reciclagem e a prefeitura e da Cooperativa de
todo o mundo, filiado ao Lions maneira certa de fazer a pré- Eletricidade de Grão-Pará. As duas
Clube) realizou em 2002 uma separação do lixo nas residências. forneciam o transporte para que o
campanha na cidade para estimular Foram feitos também adesivos material reciclado pudesse ser
a separação do lixo. Segundo a sobre a reciclagem, que foram deslocado. O material recolhido era
Companheira Leão, Djulie vendidos para a população do separado e vendido. O dinheiro
Figueredo Muller, o clube pediu o município. arrecadado era doado para a Apae
apoio da prefeitura para comprar A partir daí os associados do do município.
latões com separação para os tipos Leo Clube passaram nas casas Depois de encerrada essa
de lixo, seco, orgânico e rejeito. recolhendo os materiais recicláveis campanha o Clube continuou
Cada divisão tinha uma cor que fossem encontrados. Antes de participando das palestras que
diferente, para que ficasse bem passar nas casas as pessoas eram foram organizadas para
visível a diferença entre os tipos. avisadas, para que estivessem conscientizar a população da A casa de boneca e os brinquedos serão doados à Combemtu
Esses latões foram colocados nas preparadas e já tivessem separado importância da separação do lixo.