Você está na página 1de 53
ECOLOGIA
ECOLOGIA
ECOLOGIA Prof. A iuara aiubio@gmail.com Todas as imagens usadas podem ter direitos autorais e foram retiradas

Prof. Aiuara

aiubio@gmail.com

Todas as imagens usadas podem ter direitos autorais e foram retiradas da internet via www.google.com.br e não pretendem ferir nenhum direito de uso. Este trabalho é somente para leitura. Sua reprodução total ou parcial, sem prévia autorização é crime de plágio segundo a Lei 9.610-9

Ramo da Biologia que estuda os seres

vivos e as relações que eles estabelecem entre si (alelobiose) e com o meio em que estão inseridos (ecobiose).

CONCEITOS BÁSICOS
CONCEITOS BÁSICOS
CONCEITOS BÁSICOS • ESPÉCIE: conjunto de seres semelhantes, férteis entre si e que produzem descendentes também

ESPÉCIE: conjunto de seres semelhantes, férteis

entre si e que produzem descendentes também

férteis.

entre si e que produzem descendentes também férteis. • POPULAÇÃO: conjunto de indivíduos da mesma espécie

POPULAÇÃO: conjunto de indivíduos da mesma espécie vivendo em um determinado lugar e no

mesmo espaço de tempo.

vivendo em um determinado lugar e no mesmo espaço de tempo. • COMUNIDADE OU BIOCENOSE: conjunto

COMUNIDADE OU BIOCENOSE: conjunto de populações que vivem na mesma área.

COMUNIDADE ABIÓTICA OU BIÓTOPO: conjunto de

componentes não-vivos que compõem o ambiente.

Ex: luminosidade, ar, água, solo, temperatura, pressão salinidade, pH, etc.

ar, água, solo, temperatura, pressão salinidade, pH, etc. • ECOSSISTEMA: BIOCENOSE + BIÓTOPO e as relações

ECOSSISTEMA:

BIOCENOSE + BIÓTOPO e as relações que se estabelecem entre eles.

+ BIÓTOPO e as relações que se estabelecem entre eles. • BIOSFERA: conjunto de regiões do

BIOSFERA: conjunto de regiões do planeta em que existam condições

para sustentar a vida de modo

permanente.

eles. • BIOSFERA: conjunto de regiões do planeta em que existam condições para sustentar a vida
• HABITAT: local que um organismo ocupa no ecossistema, onde habita. É o “endereço” de

HABITAT: local que um organismo ocupa no ecossistema, onde habita. É o “endereço” de uma

espécie.

onde habita. É o “endereço” de uma espécie. • NICHO ECOLÓGICO: modo de vida de uma

NICHO ECOLÓGICO: modo de vida de uma

determinada espécie. É o conjunto de atividades

que os indivíduos de uma espécie realizam, comportamento.

OBS: espécies diferentes que tenham o mesmo nicho e estejam no mesmo habitat, ao mesmo tempo,

o mesmo nicho e estejam no mesmo habitat, ao mesmo tempo, tendem a competir entre si,

tendem a competir entre si, pois necessitam dos

mesmos recursos.

• ALELOBIOSE: relações entre seres vivos: √CENOBIOSE (mesma espécie); • √ALOIOBIOSE (espécies diferentes).
ALELOBIOSE: relações entre seres vivos:
√CENOBIOSE (mesma espécie);
√ALOIOBIOSE (espécies diferentes).
BIOMA: comunidade clímax de um
ecossistema: flora + fauna + clima. Exemplos:

Floresta amazônica, cerrado, tundra, caatinga, desertos, floresta de coníferas, Pantanal, etc.

•

ECÓTONO: zona de transição entre dois ecossistemas vizinhos.

CADEIA ALIMENTAR

NÍVEIS TRÓFICOS BÁSICOS:

•

PRODUTORES: autótrofos

Quimiossintetizantes: microrganismos

Fotossintetizantes: bactérias, algas, vegetais.

•

CONSUMIDORES: heterótrofos

Herbívoros

Carnívoros

Onívoros

• Herbívoros • Carnívoros • Onívoros • DECOMPOSITORES: heterótrofos • Saprófitos ou

DECOMPOSITORES: heterótrofos

Saprófitos ou sapróbios

CADEIA ALIMENTAR: sequência linear de transferência de matéria e energia entre os

seres vivos.

ATP = CALOR
ATP = CALOR
3º. Nível Trófico: CONSUMIDOR SECUNDÁRIO Matéria e energia
3º. Nível Trófico: CONSUMIDOR
SECUNDÁRIO
Matéria e
energia
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR PRIMÁRIO Matéria e energia
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR
PRIMÁRIO
Matéria e
energia
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR PRIMÁRIO Matéria e energia ATP = CALOR 1º. Nível Trófico: PRODUTOR ATP
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR PRIMÁRIO Matéria e energia ATP = CALOR 1º. Nível Trófico: PRODUTOR ATP
ATP = CALOR
ATP = CALOR
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR PRIMÁRIO Matéria e energia ATP = CALOR 1º. Nível Trófico: PRODUTOR ATP
2º. Nível Trófico: CONSUMIDOR PRIMÁRIO Matéria e energia ATP = CALOR 1º. Nível Trófico: PRODUTOR ATP

1º. Nível Trófico: PRODUTOR

ATP = CALOR
ATP =
CALOR

TEIA ALIMENTAR

SOBREPOSIÇÃO DE CADEIAS ALIMENTARES; SITUAÇÃO REAL.

TEIA ALIMENTAR SOBREPOSIÇÃO DE CADEIAS ALIMENTARES; SITUAÇÃO REAL. DECOMPOSITORES

DECOMPOSITORES

TEIA ALIMENTAR SOBREPOSIÇÃO DE CADEIAS ALIMENTARES; SITUAÇÃO REAL. DECOMPOSITORES
PIRÂMIDES ALIMENTARES: DE NÚMEROS, DE BIOMASSA, DE ENERGIA Fonte: www.sobiologia.com.br

PIRÂMIDES ALIMENTARES: DE NÚMEROS, DE BIOMASSA, DE ENERGIA

PIRÂMIDES ALIMENTARES: DE NÚMEROS, DE BIOMASSA, DE ENERGIA Fonte: www.sobiologia.com.br
PIRÂMIDES ALIMENTARES: DE NÚMEROS, DE BIOMASSA, DE ENERGIA Fonte: www.sobiologia.com.br
PIRÂMIDES ALIMENTARES: DE NÚMEROS, DE BIOMASSA, DE ENERGIA Fonte: www.sobiologia.com.br

Fonte: www.sobiologia.com.br

PIRÂMIDE DE ENERGIA
PIRÂMIDE DE ENERGIA
PIRÂMIDE DE ENERGIA perda de energia perda de energia Fonte: www.sobiologia.com.br

perda de

energia

perda de

energia

Fonte: www.sobiologia.com.br

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS
CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

Representam a contínua circulação dos componentes químicos e substâncias através dos componentes vivos e dos componentes geológicos do ambiente

CICLO DA ÁGUA
CICLO DA ÁGUA
CICLO DA ÁGUA

CICLO DO OXIGÊNIO

CICLO DO OXIGÊNIO

CICLO DO

CICLO DO CARBONO

CARBONO

CICLO DO NITROGÊNIO

CICLO DO NITROGÊNIO
CICLO DO FÓSFORO CICLO DO CÁLCIO

CICLO DO FÓSFORO

CICLO DO FÓSFORO CICLO DO CÁLCIO
CICLO DO CÁLCIO
CICLO DO CÁLCIO

SUSSEÇÃO

ECOLÓGICA
ECOLÓGICA

ECCESE

SERE
SERE

CLIMAX

SUSSEÇÃO ECOLÓGICA ECCESE SERE CLIMAX
SUSSEÇÃO ECOLÓGICA ECCESE SERE CLIMAX

RELAÇÕES ECOLÓGICAS - ALELOBIOSE

RELAÇÕES ECOLÓGICAS - ALELOBIOSE Harmônicas (Interações Positivas) Desarmônicas (Interações Negativas)

Harmônicas (Interações Positivas)

- ALELOBIOSE Harmônicas (Interações Positivas) Desarmônicas (Interações Negativas) Intraespecíficas
Desarmônicas (Interações Negativas)
Desarmônicas
(Interações Negativas)
Intraespecíficas Cenobioses
Intraespecíficas
Cenobioses
Interespecíficas Aloiobioses
Interespecíficas
Aloiobioses
Intraespecíficas Cenobioses
Intraespecíficas
Cenobioses
Colônia
Colônia
Sociedade
Sociedade
Mutualismo
Mutualismo
Protocooperação
Protocooperação
Inquilinismo, Epifitismo
Inquilinismo, Epifitismo
Comensalismo
Comensalismo
Canibalismo
Canibalismo
Competição intraespecífica
Competição intraespecífica
Competição interespecífica
Competição interespecífica
Interespecíficas Aloiobioses
Interespecíficas
Aloiobioses
Amensalismo
Amensalismo
Predatismo
Predatismo
Parasitismo Esclavagismo
Parasitismo
Esclavagismo

Sinfilia

COLÔNIA

COLÔNIA
COLÔNIA
COLÔNIA
COLÔNIA

SOCIEDADE

SOCIEDADE
SOCIEDADE
SOCIEDADE
SOCIEDADE

REUNIÃO TEMPORÁRIA

REUNIÃO TEMPORÁRIA
MUTUALISMO
MUTUALISMO
MUTUALISMO
MUTUALISMO
MUTUALISMO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO
COMENSALISMO
COMENSALISMO
COMENSALISMO
COMENSALISMO
COMENSALISMO
COMENSALISMO
CANIBALISMO
CANIBALISMO
CANIBALISMO
CANIBALISMO
CANIBALISMO
CANIBALISMO
COMPETIÇÃO INTRAESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTRAESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTRAESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTRAESPECÍFICA
COMPETIÇÃO
INTRAESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA
COMPETIÇÃO
INTERESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA
COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA
PREDATISMO
PREDATISMO
PREDATISMO
PREDATISMO
PREDATISMO
PARASITISMO
PARASITISMO
PARASITISMO
PARASITISMO
PARASITISMO

PARASITISMO

AMENSALISMO
AMENSALISMO
AMENSALISMO
AMENSALISMO
AMENSALISMO
SINFILIA
SINFILIA
SINFILIA
ESCLAVAGISMO

ESCLAVAGISMO

ESCLAVAGISMO
ESCLAVAGISMO
ESCLAVAGISMO
FORESIA
FORESIA

FORESIA

FORESIA
FORESIA

OS AMBIENTES

OS AMBIENTES • • TALASSOCICLO: água salgada (oceanos e mares = 70% do globo). • Menos
OS AMBIENTES • • TALASSOCICLO: água salgada (oceanos e mares = 70% do globo). • Menos
OS AMBIENTES • • TALASSOCICLO: água salgada (oceanos e mares = 70% do globo). • Menos

TALASSOCICLO: água salgada

(oceanos e mares = 70% do globo).

• Menos diversificado, maior número de indivíduos.
• Menos diversificado, maior número de
indivíduos.

água doce (rios,

LIMNOCICLO:
LIMNOCICLO:

riachos, lagos, pântanos, poças de

água = 1% da água).

• Maior diversidade de espécies, menor número de indivíduos.
• Maior diversidade de espécies, menor
número de indivíduos.

Província Lótica: águas correntes

Província Lêntica: águas paradas

menor número de indivíduos. – Província Lótica: águas correntes – Província Lêntica: águas paradas
• •

EPINOCICLO: terrestre (28% do globo)

Maior diversidade de espécies.
Maior diversidade de espécies.

Grande variação climática.

Muitas barreiras geográficas.

Dividido em Biomas:

Tundra

Taiga

Floresta temperada

Floresta tropical
Campos

Desertos

OS SERES VIVOS E O AMBIENTE

EUROBIONTES: suportam grandes variações

ambientais. Ex: espécie humana.

ESTENOBIONTES: não toleram grandes variações do meio. Ocupam regiões distintas do planeta.

FATORES ABIÓTICOS
FATORES ABIÓTICOS
Ocupam regiões distintas do planeta. FATORES ABIÓTICOS 1.LUZ: Sol, fonte de energia. - Eurífotos - Estenófotos

1.LUZ: Sol, fonte de energia.

- Eurífotos

- Estenófotos

- Heliófitos

- Heliófobos

- Umbriófilos

2. TEMPERATURA:

2. TEMPERATURA: - Euritérmicos - Homeotérmicos - Estenotérmicos - Pecilotérmicos • Hibernação: redução das

- Euritérmicos

- Homeotérmicos

- Estenotérmicos

- Pecilotérmicos

- Homeotérmicos - Estenotérmicos - Pecilotérmicos • Hibernação: redução das atividades metabólicas ao

Hibernação: redução das atividades metabólicas ao mínimo. Ex: insetos, anfíbios, répteis, mamíferos.

ao mínimo. Ex: insetos, anfíbios, répteis, mamíferos . • Estivação: fenômeno semelhante à hibernação mas

Estivação: fenômeno semelhante à hibernação mas

que acontece no verão. Ex: pirambóia, tartarugas,

anfíbios

Vida latente: ausência de metabolismo

3. ÁGUA:

3. ÁGUA: - Higrófitas: vivem na água - Hidrófitas: muita umidade - Tropófitas: média exigência de

- Higrófitas: vivem na água

- Hidrófitas: muita umidade

- Tropófitas: média exigência de água

- Xerófitas: pouca exigência de água, adaptados a lugares secos e áridos.

4. SALINIDADE:
4. SALINIDADE:

- Eurialinos: suportam grandes variações. - anádromos (mar → rio). Salmão

- catádromos (rio → mar). Enguia

- Estenoalinos: não suportam grandes variações.

5. Pressão: - Euríbaros: suportam grandes variações. Ex: moluscos gigantes - Estenóbaros: não suportam grandes

5. Pressão:

- Euríbaros: suportam grandes variações. Ex:

moluscos gigantes

- Estenóbaros: não suportam grandes variações. Ex: a maioria dos animais

Grandes altitudes ar rarefeito poliglobulia das altitudes = aumento no número de hemácias.

DINÂMICA DE POPULAÇÕES

Tendência de crescimento é exponencial, mas

contida por fatores reguladores do ambiente, como,

quantidade de alimento e espaço.

de crescimento é exponencial, mas contida por fatores reguladores do ambiente, como, quantidade de alimento e

FATORES QUE CARACTERIZAM UMA

POPULAÇÃO
POPULAÇÃO

Densidade: nº de indivíduos / área

Taxa de Natalidade: nº de nascimentos/ano

Taxa de Mortalidade: nº de mortes/ano

Migração: Emigração

: nº de mortes/ano • Migração: Emigração Imigração/ano Natalidade + Imigração = Mortalidade +

Imigração/ano

Natalidade + Imigração = Mortalidade + Emigração

Migração: Emigração Imigração/ano Natalidade + Imigração = Mortalidade + Emigração População em equilíbrio

População em equilíbrio

FATORES REGULADORES DO TAMANHO DE

UMA POPULAÇÃO
UMA POPULAÇÃO
ABIÓTICOS:
ABIÓTICOS:

- CLIMA

- COMPONENTES AMBIENTAIS DIVERSOS

BIÓTICOS:
BIÓTICOS:

- COMPETIÇÃO INTRA E INTERESPECÍFICA

- PREDAÇÃO

- PARASITISMO

ADAPTAÇÃO

ADAPTAÇÃO EVOLUTIVA Aposematismo Cores de Advertência
EVOLUTIVA
EVOLUTIVA
Aposematismo Cores de Advertência
Aposematismo
Cores de
Advertência

Sons e Odores de Advertência

Sons e Odores de Advertência

Camuflagem

Camuflagem
Camuflagem
Camuflagem
Mimetismo
Mimetismo
Mimetismo
Mimetismo

Mimetismo

Mimetismo
Mimetismo
Mimetismo
Mimetismo
Mimetismo

POLUIÇÃO

QUALQUER AÇÃO DESFAVORÁVEL AO AMBIENTE PODENDO

SER DE ORIGEM ANTRÓPICA OU NÃO, QUE PROVOQUE
SER DE ORIGEM ANTRÓPICA OU NÃO, QUE PROVOQUE

DESEQUILÍBRIO NAS RELAÇÕES ECOLÓGICAS EM QUAISQUER

QUE SEJAM OS NÍVEIS.  POLUIÇÃO DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E/OU SUBTERRÂNEAS  POLUIÇÃO DA ATMOSFERA
QUE SEJAM OS NÍVEIS.
 POLUIÇÃO DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS E/OU
SUBTERRÂNEAS
 POLUIÇÃO DA ATMOSFERA
 POLUIÇÃO DOS SOLOS
POLUIÇÃO ESPACIAL
GASES TÓXICOS, CHUVA ÁCIDA, DESMATAMENTOS, EFEITO ESTUFA E OUTRAS
ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS, EUTROFISAÇÃO, EMPOBRECIMENTO E
CONTAMINAÇÃO DOS SOLOS , CONTAMINAÇÃO DAS ÁGUAS, MAGNIFICAÇÃO
TRÓFICA, MUTAÇÕES, ESCASSEZ DE RECURSOS, PROBLEMAS DE SAÚDE,
EXTINÇÕES.