Você está na página 1de 1

Estruturas Algébricas

Moisés Toledo

12 de maio de 2012

1 Exercício 5 - Página 214 (uma prova mais convincente)

Exercício 5. Seja G um grupo e H, K dois subgrupos de G. Suponha que (G : H) e (G : K) são finitos. Mostre que (G : H K) é finito.

Demonstração.

Sejam A = {aH; a G}, B = {bK; b G, K < G} e C = {z(H K); z G, H, K < G}.

(i)

(ii) Pela hipóteses temos |A| = (G : H), |B| = (G : K) e |C| = (G : H K).

(iii) Seja a função

ϕ :

C

A × B (zH, zK)

· z 1

H K

· z 1 H, e z

1

2

−→

−→

z(H K) a qual está bem definida pois

z 1 (H H) = z 2 (H H) z

z

1

2

1

2

z 1 H = z 2 H, e z 1 K = z 2 K

(z 1 H, z 1 K) = (z 2 H, z 2 K)

ϕ(z 1 (H H)) =

· z 1 K

ϕ(z 2 (H H))

(iv) A função ϕ é injetiva.

De fato:

dados z 1 (H H), z 2 (H H) C tais que

ϕ(z 1 (H H)) = ϕ(z 2 (H H)) então (z 1 H, z 1 K) = (z 2 H, z 2 K) assim

z 1 H = z 2 H, e z 1 K = z 2 K z

2

1

2

1

z 1 H

z 1

e z

1

2

·

·

z 1 K

z

z 1 (H K) = z 2 (H K)

H K

(v) Assim |C| ≤ |A × B| = |A| · |B| isto é (G : H K) (G : H) · (G : K). Por

tanto (G : H K) é finito.

Universidade Federal da Paraíba

) ≤ ( G : H ) · ( G : K ) . Por tanto