Apostila OAB 2ª Fase ≈ Direito do Trabalho Prof essor ALEXANDRE TEIXEIRA

www.eupassonaoab.com.br

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA ____ª VARA DO TRABALHO DE CIDADE – ESTADO

RECURSO ORDINÁRIO

Ressalte-se que as custas processuais foram devidamente recolhidas (art. 789, CLT) e o depósito recursal efetuado (art. 899 e §§, CLT). Requer-se, finalmente, a notificação da parte contrária para apresentação das contra-razões de acordo com o art. 900, CLT.

Termos em que, Pede e espera seguimento. Cidade, dia de mês de ano.

ADVOGADO... OAB...

1

Professor ALEXANDRE TEIXEIRA

DONA CHOCOTONA, nacionalidade..., estado civil..., ocupação..., endereço..., cidade-estado..., por intermédio de seu patrono abaixo assinado, vem perante V.Exa. em tempo hábil e atendidos os pressupostos legais, com fulcro nos artigos 893, II e 895, I ambos da CLT, interpor RECURSO ORDINÁRIO, contra decisão dessa Vara do Trabalho que julgou procedente reclamação trabalhista proposta por FULANIENE, nacionalidade..., estado civil..., ocupação..., endereço..., cidadeestado..., fazendo-o pelas razões anexas, as quais fazem parte integrante desta petição, e, requer reverentemente a V. Exa. que se digne receber o apelo no efeito devolutivo, remetendo-o ao Tribunal Regional do Trabalho da ___ª Região para a devida REFORMA da decisão.

br EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ RELATOR DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA ___ª REGIÃO RAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO COLENDA CORTE. TST.02. sob pena de arquivamento da reclamação trabalhista com condenação do reclamante no pagamento de custas. TST. CPC. inc. devendo haver a incidência do inc. o nome e endereço completo do reclamado (art.eupassonaoab. IV. sendo imprescindível a nulidade da sentença condenatória uma vez que houve prejuízo no direito de defesa do executado (art. devendo o presente feito ser extinto sem solução de mérito nos termos do art. notadamente do pedido de horas extras e do adicional de Professor ALEXANDRE TEIXEIRA 2 .com. 794. 852-B. I. 267.01 e a ação trabalhista somente foi interposta em 02. inc. inc. CLT). II – DA PRESCRIÇÃO BIENAL A Súmula 153. LIV e LV. incs. IV. 5º. muito mais que dois anos após a extinção do contrato.12. CPC. XXIX do art. CLT). CF/88). estabelece que a prescrição poderá ser alegada enquanto na instância ordinária. o juiz determinou sua citação editalícia o que culminou com a invalidade do processo por cerceio de defesa (art. CLT). 7º da Constituição Federal(art. com o retorno dos autos à Vara do Trabalho de origem para nova citação.Exa. pugna-se pela prescrição de todos os direitos trabalhistas anteriores a 02. I e II. A DECISÃO MERECE SER REFORMADA! I – PRELIMINAR DE NULIDADE DE CITAÇÃO Em se tratando de procedimento sumaríssimo. assim a reclamação trabalhista encontra-se totalmente prescrita uma vez que o contrato de trabalho terminou em 01. parágrafo 1º.Apostila OAB 2ª Fase ≈ Direito do Trabalho Prof essor ALEXANDRE TEIXEIRA www. não acolha a preliminar e a prejudicial acima. portanto.04.02. incs. uma vez que não é permita a citação por edital. No entanto. 11. 269. deverá o reclamante indicar. devendo o presente feito sem extinto com solução de mérito nos termos do art.99. nos termos da súmula 308. III – DA PRESCRIÇÃO QUINQUENAL Caso V.

FULANIENE não é empregada.Apostila OAB 2ª Fase ≈ Direito do Trabalho Prof essor ALEXANDRE TEIXEIRA www. I e II SDI-1. por força de lei se impõe a prova pericial para a averiguação não apenas da insalubridade alegada. Logo. 11. sendo a continuidade que caracteriza a relação de emprego doméstico aquela que se dá por período igual ou superior de 3 vezes por semana. preste serviços de natureza não lucrativa e com CONTINUIDADE à pessoa ou à família no âmbito residencial destas. XXIX. o art. 269. ante a incidência do disposto no inc. IV. V – DA NECESSIDADE DE PERÍCIA: INEXISTÊNCIA DO DIREITO À INSALUBRIDADE Ad argumentandum tantum. ainda que insalubre. mas ainda que fosse não é devido adicional de insalubridade aos domésticos pelo fato de que o parágrafo único do art. devendo tais pedidos serem extintos com solução de mérito nos termos do art. CLT).eupassonaoab. mas simples diarista sem qualquer vínculo empregatício. a OJ nº 4.com. Além do mais. CPC. inc. VI – DA INEXISTÊNCIA DE HORAS EXTRAS 3 Professor ALEXANDRE TEIXEIRA . mas igualmente do adicional a ser aplicado e se a atividade. ressaltando-se que pela súmula 153 do TST pode-se argüir a prescrição em sede de instância ordinária. Assim. § 2º da Consolidação prescreve claramente que arguída em juízo insalubridade ou periculosidade deverá o juiz proceder a prova pericial. a prestação de serviços da recorrida não é contínua uma vez que se dava apenas por dois dias na semana. para a configuração do vínculo de emprego doméstico é necessário que o prestador de serviços seja pessoa física. 7º da CF/88 não ter garantido aos mesmos os direitos previstos no inc. art. No entanto. se encontra tipificada como tal em qualquer das Portarias do MTE (OJ nº 4. Ainda assim. 1º da Lei 5859/72. devendo a decisão nesse sentido ser reformada excluir da condenação o adicional de insalubridade. pelo que merece a decisão ser reformada neste sentido. I. do Tribunal Superior do Trabalho dispõe de forma precisa que a limpeza em residências e escritórios não podem ser consideradas atividades insalubres. inc. mesmo que a reclamada tenha sido revel e confessa.br insalubridade. SBDI). 7º CF/88 (art. 195. XXIII do mesmo artigo. ainda que constatadas por laudo pericial. justamente porque não se encontram dentre as classificadas como lixo urbano pela Portaria do Ministério do Trabalho. IV – DA INEXISTÊNCIA DE VÍNCULO EMPREGATÍCIO De acordo com o art. muito embora a recorrida não seja empregada doméstica.

eupassonaoab. REFORMAR a sentença para julgar a reclamação totalmente improcedente.br Apesar de não manter a recorrida relação de emprego doméstico. dessa vez..99 ante a prescrição quiquenal. nem quarenta e quatro semanais. ADVOGADO. Requer ainda a prescrição dos pedidos relativos aos créditos trabalhistas anteriores a 02. 7º da CF/88 não garantiu aos domésticos o direito previsto no inc.Apostila OAB 2ª Fase ≈ Direito do Trabalho Prof essor ALEXANDRE TEIXEIRA www. Pede espera provimento. tampouco duzentos e vinte horas mensais.02. Seja extinto o processo com julgamento de mérito pelo reconhecimento da prescrição bienal do direito de ação do autor. pelo que merece ser igualmente reformada a decisão neste sentido. concedendo ao recorrente. Termos em que.. retornando os autos à primeira instância para que o juízo a quo designe nova audiência de conciliação e instrução.. OAB. XIII do mesmo artigo. 4 Professor ALEXANDRE TEIXEIRA . Cidade.com. ainda que fosse empregada não teria direito à qualquer verba relativas às horas extraordinárias na medida em que o parágrafo único do art. na medida que não há qualquer limitação da jornada de trabalho doméstico a oito horas por dia.. Finalmente. tempo hábil para a apresentação de defesa. dia de mês de ano. dar PROVIMENTO ao presente recurso e REFORMAR a decisão para declarar a nulidade da sentença por cerceio de defesa. VII – CONCLUSÃO Diante de todo o exposto.Exa. a RECORRENTE requer se digne V.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful