Você está na página 1de 4

8

PNEUS

8.1 Introdução

Os pneus são responsáveis pela interação entre o veículo e o solo, sendo vital seu estudo para se conhecer as características de desempenho e comportamento dos veículos terrestres.

Os pneus possuem quatro funções principais que são: suportar o peso do próprio veículo,

amortecer as irregularidades do solo onde o veículo trafega prover capacidade suficiente de

tração e frenagem do veículo e prover controle e estabilidade direcional. Os pneus são capazes

de cumprir eficientemente estas funções e por esta razão são empregados em larga escala.

Apesar de estruturas simples, os pneus são compostos de cintas flexíveis e tiras de borracha de alta resistência, unidas com malhas de cabos de aço que fixam o pneu nas rodas.

A aplicação de pressão interna causa expansão do pneu, capaz de impedir qualquer

deformação estrutural oriunda de forças externas. A forma de construção dos pneus influencia

seu comportamento e resposta a estímulos de forças direcionais e externas.

8.2 Critério

Foi evado em conta os fatores abaixo para a seleção dos pneus dianteiros e traseiros.

Condição de rodagem

Resistência à carga

Velocidade máxima

Amortecer pequenas irregularidades no solo

Projeto Athos
Projeto Athos

8.3

Cálculos

Tendo em vista as considerações acima, escolheu-se o perfil 80, com a largura da seção transversal de 275 mm.

H

=

W Perfil

.

295.

80

=

100 100

=

236 mm

Os pneus terão perfis radiais e diâmetro de roda de 22,5”.

d

rodagem = 2. + 22,5.25, 4 = 1044

H

mm

Resistência à carga:

Eixo Dianteiro: 6.296 kg

Eixo Traseiro: 19.704 kg

Velocidade máxima

Massa sob cada pneu = 3.148 kg

Massa sob cada pneu = 2.463 kg

Velocidade máxima projetada para estrada: 90 km/h.

Velocidade máxima projetada para campos de construção: 40 km/h.

Projeto Athos
Projeto Athos

8.4

Resultado

O projeto Athos segue a designação da ALAPA (Associação Latino Americana dos Fabricantes de Pneus, Aros e rodas).

Para os pneus dianteiros seguimos o padrão do fabricante Goodyear, onde temos a seguintes especificações: G686MSS 295/80R 22,5 152/148 K.

Cada código referente à especificação do pneu possui um significado, sendo descrito a seguir:

G686 MSS = Modelo do pneu por denominação do fabricante – para percurso misto de terra e asfalto, onde as velocidades predominantes são médias e baixas. Também costuma utilizar a letra P para veículos de passeio e LT para veículos comerciais.

295 = Largura da seção transversal do pneu expressa em mm.

80 = Razão de aspecto do pneu onde a altura será 80% da largura transversal.

R = Pneu Radial (se o pneu fosse de construção diagonal teríamos a letra D ou não haveria simbologia para descrição desta característica)

22.5 = Diâmetro do aro da roda, expresso em polegadas;

152 = Código de carga máxima sem tração, sob o qual o pneu pode ser submetido, onde a carga máxima é 3.550 kg.

148 = Código de carga máxima com tração, sob o qual o pneu pode ser submetido, onde a carga máxima é 3.150 kg.

K = Código da velocidade máxima de 110 km/h, para que o pneu possa atingir sua velocidade máxima de 90 km/h com segurança.

Para os pneus dianteiros o fabricante recomenda a utilização de pressão de inflação de 105 psi.

Projeto Athos
Projeto Athos

Para os pneus traseiros seguimos o padrão do fabricante Goodyear, onde temos a seguintes especificações: G677MSD 295/80R 22,5 152/148 K.

Cada código referente à especificação do pneu possui um significado, sendo descrito a seguir:

G677 MSD = Modelo do pneu por denominação do fabricante – para percurso misto de terra e asfalto, onde as velocidades predominantes são médias e baixas (Fabricante Goodyear).

295 = Largura da seção transversal do pneu expressa em mm.

80 = Razão de aspecto do pneu onde a altura será 80% da largura transversal.

R = Pneu Radial

22,5 = Diâmetro do aro da roda, expresso em polegadas;

152 = Código de carga máxima sem tração, sob o qual o pneu pode ser submetido, onde a carga máxima é 3.550 kg.

148 = Código de carga máxima com tração, sob o qual o pneu pode ser submetido, onde a carga máxima é 3.150 kg.

K = Código da velocidade máxima de 110 km/h, para que o pneu possa atingir sua velocidade máxima de 90 km/h com segurança.

Para os pneus traseiros o fabricante recomenda a utilização de pressão de inflação de 95 psi

8.5

Conclusão

Conforme as demandas de projeto para condição e rodagem, resistência à carga e transferência de carga e velocidade máxima os pneus foram escolhidos. Segundo dados de seu fabricante atendem as necessidades de desempenho do projeto.