Capítulo 1 O universo é uma grande rede de energiaSe considerarmos que luz é energia, e energia sendouma forma de matéria, então

nossa mente consciente que éfeita também de energia é uma forma de matéria.Somos um feixe de ENERGIA em movimento. Einsteindisse que existe uma relação entre matéria e energia pelaformula E=MC2 (energia é igual a massa de um corpo quandoacelerado ao quadrado da velocidade da luz). Eletricidade éuma energia, mas não deixa de ser uma forma da matéria,embora ela não seja visível ao olho nu.Existem sim diferente formas de matérias como, por exemplo, a matéria de nosso mundo físico e as matérias deoutras dimensões, que não são visíveis aos nossos olhos,exceto aqueles que conseguem enxergar o mundo além denossa dimensão. O nosso universo percebido e o universoverdadeiro que pode existir além do nosso aparato sensorialnormal, como disse exceto aqueles que vêem além disso.Neste ponto, nós identificamos o seguinte:1) Quando examinada de perto, descobre-se que a matéria éformada de energia.2) Nós temos uma experiência sensorial limitada sobrematéria e energia, uma vez que a estamos utilizando para avisão de enormes agregados destes fenômenos. Nóspodemos não estar vendo do que eles realmente são feitos.3) Matéria não pode ser localizada precisamente no espaço epode ser demonstrada a possibilidade de existir em qualquer lugar, ou em todos os lugares, uma vez que ela viaja avelocidades muito elevadas.4) Se matéria é energia e viajam como ondas, estas ondaspodem interagir e formar padrões de interferência.5) Energia, preenchendo todo o universo, que de repente,instantaneamente, "colapsa" para formar uma partícula. Agora se nós combinarmos as condições 4 e 5 somos levadosa seguir a incrível postulação:6) A Energia preenchendo todo o espaço, por necessidade,forma padrões de interferência, e fora desta condiçãocompletamente difusa, a matéria é instantaneamente formada.Nós acabamos de descrever a criação de umholograma.Nós podemos considerar agora o seguinte modelo: ouniverso opera holograficamente. A energia interage atravésde interferências construtivas e destrutivas, para formar hologramas que são percebidos como matéria.

Exatamentecomo os hologramas óticos ao qual fazemos nos dão aaparência de imagens tridimensionais não-existentes, aenergia operando num nível mais básico de, talvez, densidademuito mais alta, forma hologramas que nós percebemos comoobjetos verdadeiros. Eles aparentam ser reais quando vistoscomo um agregado de nódulos infinitesimais de um padrão deinterferência de onda estacionário.No sentido de discutir se é verdade que a matéria é umholograma, certas perguntas devem ser feitas para quepossam entender o que estou lhes mostrando:1) Como padrões de interferência de onda estacionária sãoformados, propagados ou se manifestam?2) Se a informação é armazenada onipresente mente atravésdo sistema, de onde vêm toda essa energia?3) O holograma armazena todas as perspectivas do sistema,isto é, neste caso, ele abarca todas as dimensões deespaço/tempo (como falei existem muitas dimensões que nãopodemos ver)?Para recapitular resumidamente, ondas estacionáriasocorrem quando uma frente de onda toma uma aparênciaestacionária, enquanto a energia continua a passar através dosistema, com cada onda sucessiva tomando o lugar daanterior. Ondas estacionárias são geradas na reconstrução do holograma (ou na visualização do objeto verdadeiro, no casoda matéria) uma vez que, como o holograma continua a ser iluminado por certo período de tempo, a mesma frente deonda continua a ser formada.A energia vem da mesma força que criou o Big Bang.Inúmeras crenças, ideologias, religiões e filosofias afirmamhaver um Deus ou Deuses que criaram o universo. Existe umprocessador que literalmente faz tudo oscilar. Na verdadecomo mostrarei mais em breve não houve princípio, pois comoo nada viria do nada? Pensem nisso. Como um lugar vaziosem existência alguma criaria um universo? Não há princípio,e obviamente não há fim para o universo. A matéria não podeser destruída e sim transformada. Por isso o universo é umagrande energia em transformações ou mutações como afirmaa filosofia chinesa I Ching.Com o número total de átomos no universo envolvido, asoma de energia gerada pode ser espantosa! E "quanto maior o número de osciladores dentro de um sistema, mais estávelele será, e mais difícil é perturbá-lo".É impossível ver a luz. Tudo o que pode ser sentido sãoos efeitos da luz no nosso ambiente. A luz em si é invisível;nós

observamos apenas frentes de onda refletidas oumoduladas transformadas pelas limitadas propriedades óticasdos nossos olhos. Nós podemos esperar dificuldadessimilares com esta nova radiação coerente, com adesvantagem acumulada de termos um aparato sensorialincapaz de processar seus efeitos diretamente. Neste caso,poderíamos nos encontrar um passo a mais distante daverificação direta da sua existência. Nós podemos assumir que este é o caso, como seria razoável também esperar queesta energia tivesse que dar conta de todas as manifestaçõesde espaço e tempo quadridimensionais, e, portanto ter queoperar fora deles em uma quinta dimensão ou superior.Nós descreveremos como a informação de umadimensão que escapa à detecção através dos nossos sentidos ou instrumentos pode influenciar até mesmo a forma douniverso que nós percebemos. Para um exemplo, vamosimaginar o seguinte cenário: Nós começamos com um "mar"de energia coerente com uma freqüência extremamente alta,que nós somos incapazes de perceber diretamente. A istoacrescentamos outro mar de energia que é ligeiramente forade fase em relação ao primeiro. Podemos esperar que oseguinte aconteça:1) Interferências irão ocorrer separadamente dentro de cada"mar", formando nodos e antinodos.2) Em relação um com o outro, os dois mares fora de fase irãogerar freqüências de "pulsação" (ou batimento) com períodosmais baixos que os originais. Uma freqüência de pulsação éuma onda secundária ilusória formada pela diferença entreduas ondas primárias.3) Estas freqüências mais baixas poderão cair dentro doalcance do nosso universo perceptível. Agora, se isto é tudoque nós podemos ver, essas ondas ilusórias construiriam tudoque nós chamamos de realidade.Capítulo 2Tudo é feito a partir de duas míni partículasMuitas religiões, seitas e filosofias afirmam que osespíritos, que eu considero energias conscientes, vivemnessas dimensões que estão além de nossa percepção.Mas qual a origem de toda essa energia que compõemo universo? Como funciona um holograma?A partir de um raio de luz coerente (laser) incide sobreum espelho que separa o raio em dois, coloca-se um objeto àfrente incide-se sobre o objeto um dos raios em interferênciacom o outro, ao plano que esse padrão de interferência pega

a saber: os dois raios com a interferênciabanhado do objeto. existir ou não existir. um enorme computador.Agora vejamos o texto que tirei da revista Super Interessante:“Qualquer coisa pode ser um processador. funcionacomo um processador. num grão de areia podemos ter a essência detodo o universo. Ouniverso é. ou seja. em um nível ainda mais básico doque quarks. mas o objeto apareceinteiro. inteiro no ar.Este é o principio holográfico. estão processando informação.mas perde-se algumas peculiaridades. ao modificála. uma energia que trabalha como um processador de computador. múons e as menores partículas que conhecemos. podemos ter todo o universo. incide-se o raio sobre ela tem-se o objeto inteiro. sim ou não. Cada partícula. só por existirem. na verdade. mas quando novamente incide-se a luz laser sobrea chapa holográfica tem-se o objeto cheio. por evoluírem com o tempo. afirmou Wheeler . zero ou um.O físico John Archibald Wheeler. Oque chamamos de realidade surge em última análise dequestões como sim/não. a parte contem o todo.seu sentido e sua existência de escolhas binárias. de bits. Ele também se desloca no espaço. se o universo éholográfico. Tudo o que existe no Universo segueessa lógica.Um probleminha para os cientistas: se isso tudo érealmente real (e parece que é mesmo) quem esta atrás dafonte de luz? Quem é a luz que cria a realidade conhecida?Deve ser realmente uma fonte de energia inesgotável einimaginável.Cada opção é igual ao tipo mínimo de informação utilizadapelos computadores os bits e. cada campode força e até mesmo o espaçotempo derivam suas funções. pesquisou idéias como essas ao longo dosanos 80 e concluiu que.O mais interessante é que quando se quebra uma parteda chapa. Jogue umamoeda para o alto e você terá um tipo de informação cara oucoroa que poderá ser traduzida de infinitas formas: ganhar ounão ganhar.Atrás se coloca uma chapa. Você e a revista à sua frente. dessa forma.o objeto inteiro. oscila entre um número de estados possíveis e.Olhando-se para a chapa vê-se um monte de linhasaleatórias. é só saber olhar a chapa. conhecida como chapaholográfica onde irá gravar a imagem que é o padrão deinterferência. criador do termoburaco negro.tridimensionalmente. podemos dizer que a moeda está processando dados.Agora imagine o movimento de cada átomo que existeno Universo.a matéria era composta de bits.

com talvez não mais de quatroinstruções repetidas muitas vezes. Portanto. Dependendo do caso. invente regras simples. criou aos 27 o bem-sucedido software Mathematica e setornou milionário.grande parte da comunidade científica não está convencida deque a regra de Wolfram seja universal. Quando. Dedicou então os 15 últimos anos paradesenvolver sua teoria. seríamos apenas padrões interagindo comcomplexidade. é como se cadaum usasse as questões do tipo sim/não para avaliar todos ospossíveis ângulos entre eles até optar pelo mais adequado. É possível que o software de todasas coisas seja simples.A teoria deu origem à ciência da física digital.No final.”O interessante é que o I Ching. comregras simples elaboradas no início dos tempos. como deixar pretos somente osespaços que tiverem outra célula escura na diagonal superior. o que inspira os cientistas a construir computadores quânticos capazes de aproveitar grande partedessa potência. um programade código binário que simulasse todo o nosso Universo comcerteza precisaria de um enorme processador. Desenhe outra igual embaixo e.É preciso um enorme poder computacional para rodar todosesses processos. quepossui uma maneira bem peculiar de descrever osfenômenos. um físico que completou seu doutorado aos 20 anos. por exemplo. épossível construir imagens de enorme complexidade comapenas três ou quatro regras. um átomo de oxigênio se junta a dois de hidrogênio para formar água.muitas vezes mais potente que a Matrix (filme feito em 1999). a impressão é que os átomos fizeram uma simulaçãodos processos físicos. É como se. Resta saber senecessitaria de um software sofisticado.O Universo poderia funcionar da mesma forma. em um determinado nível. um livro sagrado doschineses afirma coisas semelhantes:O I Ching pode . Se tudo for mesmo feito de bits. amatéria se tornasse tão pequena que tudo o que sobra é ainformação.em uma palestrafeita em 1989.A idéia é simples: faça uma linha de quadrados e pinteum deles de preto.Uma questão que surge então é que tipo de programa oUniverso estaria rodando.Repita a operação milhares de vezes. divulgada no ano passado. na hora decolorir. oUniverso poderá ser uma enorme simulação (ou holograma). Assim como a figuraaqui atrás. Apesar de ter causado um grande alvoroço. Quem afirma é StephenWolfram. repetidas atégerar todas as coisas que conhecemos.

uma teoria que explicaria todo o funcionamento domundo.ouseja. Sem essesistema.Pode ser só coincidência matemática .Pouco a pouco. diplomata eacadêmico alemão do século 17: Gottfried Wilhelm Leibniz(1642-1727). arranjados na seqüênciade Shao Yong."Quando viu os símbolos do I Ching. conta o sinólogo Spoviero. para representar todos os números. e as quebradas pelo 0 . Um rudimento neolítico de ciência da computação.assim como ascomplicadíssimas semelhanças entre os 64 hexagramas e . a civilização digital de hoje em dia não existiria (o quemostra o quanto a teoria do filme Matrix e do livro I Ching têmem comum).O primeiro grande cientista europeu a se interessar pela civilização da China foi um cortesão. Leibniz ficouquase alucinado. o jesuíta presenteou o amigo com umacópia dos 64 hexagramas de Fu Hsi. Leibniz havia inventado o sistema binário -aquele que utiliza apenas combinações variáveis de doisdígitos. Em anexo. Bouvetfalou de certo livro antiqüíssimo.O contato entre os fenômenos sagrados do Oriente e doOcidente começou no século 16.eram uma primitiva tabela binária.Leibniztratou de procurar ligações entre o I Ching e suaspróprias investigações científicas. Leibniz tinha uma fonteprivilegiada de informações sobre o país .ser explicado pelo fenômeno conhecido comopósmodernismo.Essa era a idéia típica da ciência do século 17: que havia umachave. pois sempre havia sonhado com uma ciênciaque abarcasse todo o Universo". 0 e 1. surge uma seqüência de númerosbinários com 6 dígitos. Numa época em que a maioria dos ocidentaisnem sabia onde ficava a China. que segundo os chinesescontinha a chave para o conhecimento de todas as coisas. Em uma das cartasque enviou a Leibniz de Pequim. vira 111111 . na verdade.Leibniz se convenceu de que os 64 hexagramas. quando missionários jesuítascomeçaram a viajar à Ásia para catequizar os "pagãos". por volta de 1699. Kun torna-se 000000 . Após examinar os signos enviados por Bouvet.e. 63. em vez degrupos geométricos. no fim da tabela. Basta substituir as linhasinteiras pelo dígito 1. Chien.o equivalentebinário ao número 0 -. notícias fragmentadas sobre as estranhasmaravilhas da cultura chinesa começaram a pingar no nossolado do planeta. E não é que encontrou? Alguns anos antes.era amigo de um jesuíta francês chamado Joachim Bouvet.

sabia das semelhanças entre sua ciência e certo livro antigoda China. Os físicos do século 20 descobriram que aspartículas que compõem a matéria estão em perpétuatransformação: prótons se convertem em elétrons que seconvertem em nêutrons. Até o começo do século 19. E mais: o fluxo de metamorfoses que domina omundo subatômico e forma tudo o que existe é regido peladança de opostos.Niels Bohr (1885-1962). nêutrons. com os estudos de cientistascomo Albert Einstein. Bohr ajudou a derrubar a noção de que as leis queregem o Cosmos são independentes da matéria . Idéia que pode . elétrons. formando o átomo e oUniverso. Toda mudança que ocorria no mundoseria resultado de leis criadas por Deus. símbolo da interaçãoentre yin e yang.deslindadas pelo alemão Martin Schonberger em The I Chingand the Genetic Code. um dos pais da física quântica. de 1973 ("O I Ching e o CódigoGenético". ele se inspirou paraelaborar muitos conceitos fundamentais da física quântica".escreve o biólogo molecular Johnson Fa Yan em O DNA e o IChing. imutável.No início do século 20. sem tradução no Brasil). a ciência ocidental era dominadapela doutrina da física "mecanicista": a matéria era vista comoalgo morto. que estuda ocomportamento da matéria na escala microscópica. O Universo não éalgo estático.prótons.as64 possíveis combinações de proteínas do código genético. As novas teoriaspintaram um Universo parecido com o proposto pelos místicoschineses. Tanto que. uma teia de processos infinitos e dinâmicos -ou mutações. idéiaque acabou celebrizada na Teoria da Seleção Natural deDarwin. Os elétrons de carga negativa giram emtorno dos núcleos de carga positiva. metade clara. ou seja.surgiu a idéia de que o mundo sofre um progresso linear. após uma viagem ao Oriente em 1937.incluiu no brasão de armas de sua família o tai chi aquelaesfera metade escura. exteriores ao próprio Universo.os átomos e seus pedacinhos . James Maxwell e Niels Bohr. No século 19. Também há coincidênciaentre o I Ching e a física quântica. "Lendo o I Ching. a coisaficou ainda mais parecida com o I Ching. mas uma massa de energia em constantetransformação. e assim por diante. impostas de cimapara baixo. hoje se acredita que essas leis emanam da própriaenergia em mutação que forma o mundo.em vezdisso.

que é a nossa consciência. esses ínfimos pontos da matériaprimordial são capacitadas para receber Inteligência. e Nãohá coisa como espaço vazio. A matéria espiritualtambém tem semelhante composição química. a matéria pode ser organizada e tornada inteligente.Eles afirmam que a inteligência é o ingrediente queage. e por último acreditam na inteligência. E a matéria está capacitada parareceber inteligência. Segundo osmórmons a matéria é para existir. ou a consciência. a luz que dá vida aspartículas. não pode ser aniquilada. Note bem: essa frasenão saiu de um livro de física. uma pessoa é feita de umcorpo físico. com átomos emoléculas. A inteligência é a força vivificante dacriação . que os espíritaschamam de perispírito. a luz que dá vida ao enchimento (matéria).“Há uma eternidade de matéria. quemesmo sendo físico é espírito ou energia (espírito é matéria). fundada por JosephSmith que disse ter visto uma energia consciente (o AnjoMoroni) que lhe instruiu a fundar a sua nova religião. “Eles afirmam que assim como existe a luz física (deste mundomortal) existe também a luz espiritual. pois tudo indica que o mundo físico em quevivemos é uma cópia .Capítulo 3Para os mórmons o que é inteligência?É algo que não tem princípio. e continuar a crescer em inteligência. tem graus ascendentes de inteligência. É um trecho do I Ching. A base detodas as partículas dos átomos são compostas por esses doisblocos. e é toda atuada e cheiacom uma porção de consciências (inteligências). Segundo os mórmons. Sim. vegetais. que eles admitem assim como no espiritismo. AEternidade não tem fronteiras e é cheia com matéria.Para a Igreja americana Mórmon. em seres inteligentes capacitados parareceber inteligência. o nosso eu que nunca foi criado enem pode se-lo.animada ou inanimada – a rocha e a árvore e a bestae o homem. “simplesmenteenchimento”. A matéria organizada pode ser feita comoanimais. mas representam a harmonia e omovimento inerente às próprias coisas".ser resumida no seguinte lema: "As leis naturais não são forças externas às coisas. e a possuir mais inteligência. que seriam a inteligência e o elemento. seria uma energiaconsiderada o eu.um corpo espiritual (que é mais refinado). é assumido que os elementos são inertes.para os Mórmons tudo no universo é feito por duas mínipartículas. Contudo.

a polêmica sobre o caráter ondulatórioou corpuscular da radiação foi continuamente mantida. O próprio Deus. E nem poderia ter tidoum princípio. Essas consciências que os mórmons admitem existir éa essência da partícula onda. pois como a matéria surgiria do nada? Não éverdade que nada vem do nada? Todos os homens tolos. para produzir luz é necessário queexista energia. teria um fim. atéque por volta de 1905 Einstein apresentou uma teoriaestabelecendo os limites de validade de um e outrocomportamento. Suponham que ocortemos em dois.A energia que vêm do grande processador que dá vidae luz a todas as coisas no universo. Mas se isso é verdade. nossaparte mais importante não foi criada e nem feita. outransformação.O universo é formado por corpos que emitem luz ecorpos que recebem luz.Sabemos que a matéria nunca foi criada. então a doutrina da aniquilação também seriaverdadeira. então ele passa a ter um princípio e umfim. porque não tem princípio.Como mostrei antes. mas simorganizada e entendo que nunca pode ser destruída. éum elemento básico grosseiramente falando é a sua matériaprima. mastransformada (Lavoisier). Em suma. ou mutação como é dito no I Ching. O mesmo acontece com a consciência do homem. mas adquiriunovos atributos com a reorganização das coisas. liberando energia ecausando uma reação em cadeia e finalmente uma explosão. sim a luz do holograma. Seele tivesse um princípio. e se essa doutrina éverdadeira.Mesmo nesta explosão a matéria não é destruída e simtransformada em energia. mas se os unirmos de novo ele volta a ser um círculoeterno. podemos proclamar comdestemor do alto dos telhados que nenhum ser teve demaneira alguma o poder para criar a essência do homem. ou a energia que transforma e da vida aouniverso. Mesmo numa fissão nuclear onde osnêutrons perfuram o núcleo do átomo. Imagine um anel e o compare à mente do homem: aparte imortal. não háprincípio. nada vem do nada.instruídos e sábios desde o princípio da existência humana naTerra que dizem que o espírito do homem teve um princípioprovam que ele deve ter um fim. não poderia criar a si mesmo. na .Capítulo 4O que é partícula-onda?A explicação científica é essa:Desde Newton.menos refinada de algo que já foi criadoem forma espiritual.Isso são só mais evidências de que nossa consciência.

Para de Broglie. de Broglie consideroua questão mais simples possível. sabia-se. Como se pode ver em qualquer livro de físicamoderna. seria necessáriouma nova mecânica onde as idéias quânticas ocupassem umlugar de base. Portanto. depois de tudo que sabemos. ora corpuscular.Para chegar à sua relação fundamental. Bohr foiobrigado a impor determinadas restrições ao movimento doelétron em torno do núcleo. um corpúsculo emmovimento retilíneo uniforme. o conhecimento científico da época nãopermitia essa generalização. isto é. Seria.portanto.como na antiga teoria quântica. de interferência e de ressonância. e maisgeralmente a todos os corpúsculos. parece naturalimaginar que essa dualidade também seja verdadeira para amatéria. tais restriçõeseram mais do que sintomas para a necessidade de uma novaconcepção do comportamento da natureza. Elessão necessários para explicar a existência deondas estacionárias. Dever-se-ia fazer um esforço para atribuir ao elétron.desde muito tempo.apresentava um estranho contraste com a natureza contínuados movimentos suportados pela dinâmica newtoniana emesmo pela dinâmica einsteiniana.Como se sabe. depoisdePlanck. para dotá-los de um aspectoondulatório e de um aspecto corpuscular interligados peloquantum de ação (a constante de Planck). Todavia. uma natureza dualísticaanáloga àquela do fóton. que os números inteiroseram fundamentais em todos os ramos da físicaonde fenômenos ondulatórios estavampresentes: elasticidade. Bohr elaborou seu modelo para explicar as linhas espectrais observadas desde o final do século XIX.foi o fato de que as regras de quantizaçãoenvolviam números inteiros. com energia e momentumconhecidos. Sob o ponto devista moderno.expressa pelo surgimento de números quânticos inteiros. Ocorre que no seu modelo.Um aspecto que chamou a atenção de Broglie.segunda década deste séculonão havia razão para duvidar do caráter dualístico daradiação: ora ondulatório. Ora. Segundo ele. acústica e ótica. anatureza essencialmente descontínua da quantização. e não fossem acessoriamente postuladas.EinsteineRutherford. permitido pensar que a interpretação das condiçõesde quantização conduziriam à introdução de um aspectoondulatório no comportamento dos elétrons atômicos. na proposta de Broglie o comprimento de onda .

formalmente apresentado no capítulo9 do livro de Goldstein. ? Como se sabe.Esse paralelismo. Éinteressante notar que. A mecânicaclássica é aplicável quando o comprimento de onda é muitopequeno (comparado às dimensões espaciais da situaçãofísica).Agora. cabem as seguintes questões:Por que Hamilton não deduziu a equação deSchrödinger?Por que de Broglie não deduziu essa mesma equação. pode-se chegar. de modo que atribuir ao elétron estaspropriedades. assim como a mecânicaclássica está para a mecânica ondulatória. conduz à seguinte conclusão: oprincípio da mínima ação em mecânica é inteiramenteequivalente ao princípio de Fermat na ótica geométrica. enquanto a freqüência é o quocienteentre sua energia e a constante de Planck. à equação deSchrödinger . de tal modo que as trajetórias de um mesmo grupo sejamsimilares à propagação de uma onda. qualserá sua freqüência. a partir da teoria deHamilton-Jacobi.daonda associada a um corpúsculo de momentum p é dado por De Broglie demonstrou que a velocidade da ondaassociada é dada por onde é a velocidade docorpúsculo. considerando-se a relação E = h e arelação de de Broglie. dado o comprimento de onda dessa onda.Com isso vemos que a matéria se comporta comoenergia (onda).uma vez que tinha em mãos toda a ferramenta matemática?Para a primeira questão podemos imaginar que a respostaesteja ligada ao fato de que ele não conhecia a teoria de .Nesse sentido. Até àquela época. uma vez que a teoria deJacobi permitia à dinâmica clássica agrupar as trajetóriaspossíveis de um ponto material.Portanto.Outras questões reforçavam o sentimento de Broglie nadireção da dualidade partícula-onda. de Brogliepercebeu que a introdução do caráter ondulatório nocomportamento de corpúsculos materiais já poderia ter sidofeita no final do século passado. no sentido da óticageométrica. em determinado espaço. oelétron não tinha manifestado qualquer propriedadeondulatória. poderia parecer uma fantasia de valor científico duvidoso. o comprimento de onda da onda associada aum corpúsculo é o quociente entre seu momentum e aconstante de Planck. Todavia. que atravessa o sistema em constantesondas. sem evidência experimental. formando aquilo que vemos. a óticageométrica está para a ótica física. Portanto.

dois anos mais tarde quem deu o passoseguinte no estabelecimento de uma teoria ondulatória para oátomo. é a inteligência ou luz que vêm de umprocessador central. nos laboratórios da Bell. Já para a segunda questão não temos uma boaindicação de resposta. O que dá vidaa essas partículas. pentecostais.que permite calcular a velocidade de grupo de um pacote deondas. Em 1927 Elsasser publicousuas conclusões. ou melhor.Somos energias conscientes com um corpo físico quetambém é uma forma de energia. Teria havido pouco tempo? Como sesabe. Saber o que é certo ou perigosoé questão da fé de cada um na sua religião ou filosofia de vidae muitos nem temem essas coisas por simplesmente nãoacreditarem. Mas onde fica essa grande estrela ouprocessador.Os . um partícula-onda.LordRayleigh. depois da descoberta de Davisson &Germer!Resumindo. desenvolvida bem depois da época de Hamilton. Quando ele mostrou seusresultados a Einstein. este respondeu: "Jovem. que são elementos (os blocos querecebem a ação). pois a ciênciamoderna prova isso. Davisson & Kunsman haviamobservado a difração de elétrons. A luz que dá vida a todosos corpos do universo. o jovem físico Elsasser explicou esses resultadoscomo devido à difração de elétrons. você estásentado numa mina de ouro". o que dá vida ao universoholográfico. espiritualistas.Muitas religiões tem filosofias parecidas acerca disso. foi Schrödinger. Em relação a essacomprovação experimental. mas que não podem negar que o universo é umagrande rede de energia em constante mutação. existem duas curiosidadesinteressantes:Entre 1921 e 1923. que secomporta semelhante a luz. ao tomar conhecimento do trabalho deBroglie. em 1927. a matéria é uma forma de energia. é o grande processador ao qual osmórmons chamam de estrela Kolob. demonstrações de que oespírito ou energia consciente existe é uma evidência emcasas espíritas.Para concluir. existem tambémmuitas evidências no estado de quase morte. mas não reconheceram como tal!Em 1925. e que faz funcionar e manter as ondas (oupartículas) oscilando. sem falar nasinúmeras pessoas que viram anjos (como os mórmons) eespíritos (como os espíritas). é importante destacar que as relações deBroglie foram experimentalmente confirmadas por Davisson eGermer.

O espiritismo afirma que somos espíritos.mórmons dizem que o espírito também é matéria. assim que asfilosofias terrenas explicam nossa existência nesse mundo. escritores do Antigo e Novo Testamento bemcomo primitivos Teólogos da Igreja confirmaram suaveracidade e aceitação por leitores posteriores.O estado mortal e probatório.Jeremias. Isso de fato está deacordo com meu pensamento de que se espírito é matéria. É possível que porque esta doutrina era tãoamplamente aceita como genuína até o Concílio deConstantinopla. mas ele foi “santificado” e “ordenado um profeta àsnações” como Cristo foi semelhantemente ordenado a ser o Salvador na pré-existência. O pregador de Eclesiastes damesma maneira afirma que na morte “o espírito retorna aDeus que o deu.Embora sérios eruditos Bíblicos reconheçam que umacrença na pré-existência do homem era uma doutrina genuínaJudaica e dos primitivos Cristãos. através Dele. a dimensão dosespíritos. Somos feixes de energia emmovimento. que foi“criado antes dos montes”e uma alusão aos espíritos préexistentes é encontrada em Jó 38:4-7 quando os “filhos deDeus bradavam de júbilo?” na criação da terra. isto é.porém mais fina e pura que os elementos ou a matéria mortal.toda matéria é um espírito.Primitivos exemplos de pressuposição escriturística dapré-existência do homem são encontrados em Jó. e Eclesiastes.“A nossa consciência ou nosso pensamento. somente vestígios destesensinamentos são atualmente encontrados em nossa Bíbliamoderna. oumelhor. Salomãodeclara que ele “foi constituído desde a eternidade” e foi“criado” mesmo antes do Senhor ter “feito a terra”. Provérbios. Eletambém proclama que quando o Senhor “preparou os céus.ele estava lá."Se . a luz da verdade não foi criada nem feita nemverdadeiramente pode sê-lo. (VejaProvérbios 8 e Jeremias 1:15) similarmente fala da pré-existência do profeta a quem Deus “conhecia” antes de ser formado no útero de sua mãe. regozijando sempre diante dele. Não somente ele eraconhecido. como um criado por Ele: e ele eradiariamente seu deleito.Jó 15:7 refere-se a pré-existência de Adão.” Fonte: Michael Hickenbotham .A Bíblia afirma que esse estado é um privilégio que veiodas conseqüências de nossas escolhas enquanto éramosenergias conscientes em outra dimensão.

história e destino humanos. até hoje. traduzidorecentemente para mais idiomas e que serve como base ideológica de alguns movimentos religiosos e filosóficos. não surgiu.Capítulo 5A Criação do UniversoO Livro de Urânia é uma obra literária.Segundo a igreja Mórmon "Toda verdade éindependente para agir por si mesma. Assim prega o mormonismo. pois o livro é uma inspiração a debatespara todos aqueles que tomam conhecimento de seuconteúdo. composta por 197 documentos escritos originalmente em Inglês. mas que não foramobedientes. não eternamente.Nas suas páginas.A identidade dos autores materiais do livro é desconhecida enunca foi reclamada.Elementosespíritos que não receberam a luz ou quenão viveram segundo as leis que regiam seu estado nãopuderam ser gerados espiritualmente por Deus. O próprio livro aconselha à não . E aqueles que foram obedientes na vida passadamas tornaram-se perversos nesta vida. existindo por este motivo muitas teoriasa respeito da sua edição e autenticidade."Vemos aqui o princípio eterno do arbítrio moral dohomem. constituindo para os seus leitoresassíduos uma nova revelação para a humanidade. mas por algum tempo serãoanjos de Satanás. O próprio livro refereque é assim para que nenhum humano possa ser proclamado"profeta" ou admirado de alguma forma por tal obra literária. não nosresumindo a seres que apenas recebem a ação. o livro refere ter sido compilado por umcorpo de seres supra-humanos das mais diversas ordens.Embora seja uma fonte de inspiração e conhecimentopara muitos líderes religiosos e instituições estabelecidas.percebemos claramente que as inteligências sempreexistiram. otexto fornece uma surpreendente perspectiva das origens. tornaram-sedemônios. são eternas. Mesmo antes de existirmos nesta vida. já éramos livres para agir por nós mesmos. fundações.religiosas ou não. obtiveram uma condenação. Grupos de estudo. religião formal de seusensinamentos. Aquelesgerados espiritualmente por Deus. também serãocondenados.continuam surgindo. sociedades.entendermos que o termo inteligência conformeaplicado neste contexto refere-se ao elemento-espírito(consciência) que existia antes de termos nosso perispírito. e mesmoantes de sermos gerados espiritualmente por nosso PaiCeleste. caso contrário não há existência. como também todainteligência.

residente nocentro de todas as coisas. ou transmutaçõesfuncionais e provisionais do poder divino. Viu Deus que a luz era boa. Esse controle pessoal dopoder manifestado. dos elementos einteligências que já existiam. e. executados pelo Agente Conjunto. e como indivíduos.E foi a tarde e a manhã.Neste livro. cada um diferentementeexpressivo do propósito eterno e divino no universo dosuniversos. demonstrando eprovando a existência e a presença do Absoluto Universal. estáescrito:“A fundação do universo é material. também revela que a morada deDeus está no centro de todas as coisas:“O universo divino perfeito ocupa o centro de toda acriação.A manipulação da energia do universo dá-se sempre deacordo com a vontade pessoal e com os mandatosplenamente sábios do Pai Universal. Na verdadehouve uma grande explosão ou uma grande luz que deuorigem ao universo depois do mandamento de Deus: . também.formação de umareligião instituída.Em Gênesis na Bíblia lemos: E disse Deus: haja luz. bemcomo pelos propósitos unidos do Filho e do Pai (Jesus Cristoe O Pai Celestial). O Livro de Urantia. é o núcleo eterno em redor do qual giram as vastascriações do tempo e do espaço. Ehouve luz. explicaque o universo foi criado a partir do Big Bang. Esses seres divinos atuam pessoalmente. no Documento 42. de nenhum modoreduzem a verdade da afirmação de que toda a energia-forçaestá sob o controle último de um Deus pessoal. nunca houve nenhumainterrupção na sustentação infinita. E Deus chamou à luz dia.Essa imensa corrente de energia. no sentido em quea energia é a base de toda a existência. e a energia pura écontrolada pelo Pai Universal.”No documento 14. é modificado pelosatos coordenados e pelas decisões do Filho Eterno. (Gênesis.criaram um novo universo para si. A força. nunca faltou. que provém das Presençasdo Paraíso. referindo que esta deve ser pessoal. e fez separação entrea luz e as trevas. o dia primeiro. é a coisa quepermanece como um monumento perpétuo. nunca falhou.funcionam. mas essas modificações. a energia.”Como se iniciou o universo?Não há início. e às trevas noite. e da energia circulante. na pessoa e nos poderes de um númeroquase ilimitado de subordinados. as energias conscientes ou Deus. Capítulo1)A ciência que a muitos anos estuda o universo.

Se o .O centro da Via Láctea. Mas. que é o oposto do buraco negro. aoqual. que iguala a energia E. e seu horizonte de eventos seria identificado como opróprio horizonte cosmológico desse universo. pela velocidade da luz. mas sim uma fantástica interação deanéis de luz. que criaram as galáxiasseriam a primeira criação da inteligência que criou nossoUniverso.Analisado as características de um buraco negro. ouKolob. O Big Bang deu origem a todas essas galáxias eatravés da luz que emitia.Os buracos brancos e negros. multiplicandoesta. ou até mesmo os Deuses. mas não podemos vê-la nem percebê-la.Então toda galáxia teve início através de umasingularidade. que iria se espalhar pelo novouniverso seria considerada como um tipo “cosmológico” deburaco branco. Sepudéssemos olhar uma cadeira em nível subatômico veríamosque ela não é sólida. écriado um Big Bang que irá originar um buraco branco. compolaridade inversa. vibrando e rodopiando no turbulento mar doespaço. anão ser nas equações e experimentos científicos) . Essainteligência que criou tudo é conhecida como o nosso Deus. A energiagerada por esse evento. Mas como isso ocorre?A explicação decorre da famosa equação de Einstein:E=Mc². além de todoum universo que se adentra no buraco branco. o Grande Arquiteto de nosso universo. um buraco branco.o resultado é a criação de duas partículas de luz. ouem outras denominações como Alá.No livro Espaço-Tempo e Além (de Bob Toben e FredAlan Wolf) vemos que o que chamamos de "matéria" nadamais é do que luz capturada gravitacionalmente. o que cria um novo universo que se expandeem outras dimensões fora do universo original.”Cada galáxia teve seu início através de uma explosãocentral em seu núcleo que criava cada novo universo. chamadasfótons. e diferente das propostas convencionais. sepropõem que quando um deles se forma. quando um buraco negro se forma. Quando um elétroncolide com sua "cópia" de antimatéria (toda matéria queconhecemos possui uma duplicata de antimatéria. à matéria M. um Big Bang corre em seu centro. como pode a luz ser aprisionada? Pela gravidade. Ou sejauma singularidade. duas vezes.seriam impossível de se localizar esse buraco no novouniverso.“hajaluz. é conhecido como Spore. esse buraco branco irá criar toda a galáxia. ou seja.o pósitron. deu vida ao universo. oOlho que Tudo Vê.

que acaba por setransformar num mini-buraco-negro quântico de 1/1 (+17zeros) centímetros. que . criando energiapara dar vida as outras estrelas da galáxia.formando um anel vibratório de luz.num ponto que poderia estar situado a bilhões de anosluz dedistância ou mesmo em universos paralelos. deidificado pelosGregos com o nome de Hermes. repelindo amatéria sugada pelo buraco negro. entraríamos no buraco-negro e seríamosinstantaneamente catapultados pra fora do buracobranco. e o que está embaixo écomo o que está em cima.A luz captura a si própria num colapso gravitacional. todas ascoisas no microcosmo estariam interligadas por meio desses"buracos". umacoleção de máximas e axiomas que podem ser encontradosformando o núcleo das mais diversas religiões: "O que está em cima é como o que está embaixo. masa luz se curva.Com a possibilidade do buraco-branco ser a passagemda matéria de um outro universo paralelo para o nosso. que se materializam e desmaterializam sem cessar. e deixou seuensinamento sob a forma dos preceitos herméticos.Segundo a teoria. mas os cientistas acreditam quehá uma saída da matéria sugada. eledobra a luz. Se for muito forte mesmo. se fosse possível mover-se maisdepressa que a luz. E o campo gravitacional mais forte queconhecemos são os denominados buracos-negros.É como dizia o Mestre Hermes Trismegisto. “que é a luzconsciente que cria o universo holográfico”. Tais caminhossão conhecidos pelos cientistas como buracos-deminhoca. o "outro lado" do buraco-negro.campo gravitacional for suficientemente intenso. isto é.Segundo a teoria da intercomunicabilidade. eos ufólogos acreditam que seria essa a forma com que osOVNIS vencem as grandes distâncias. que é denominado de "buraco-branco"."Veríamos então que o macrocosmo também estáinterligado (e com ele TUDO e TODOS). foi o Mestredos Mestres. oscientistas como Martin Kruskal especulam que a antimatériaseria a matéria "normal" do Universo Paralelo. Nos buracos-negros a matéria (inclusive aluz) é capturada pela forte gravidade para dentro dessevórtice. Ou seja umholograma. título que significa três vezes grande. e pelos egípcios pelo nomede Thoth. Na singularidade que se forma dentro do buraco-negronão há tempo nem espaço. a milhares de anos atrás. ela faz umacircunferência. Quanto mais intenso o campo gravitacional.

tudo vibra. logo no primeiro princípio Hermético: "OTODO é mente. E mais:tecnicamente falando. seus contornos tornar-se-iam indistintos. Assim. Como dizia Hermes. e só começam aapresentar contornos quando efetuamos experimentossofisticados que. Mas com UM átomo a coisa é bem diferente.seria umduplo nosso. um poucoincerto. Massua "flocosidade" só ficaria evidente após um tempo muitolongo.elemento e inteligência/luz) e considerando que toda a matériaé composta de espuma quântica. há alguns milhares de anos:"Nada está parado. e vice-versa. a posição e a trajetória deum objeto em movimento. o igual e o desigual são amesma coisa. o mundo será. só por um momento. É algo tãominúsculo que um bilionésimo de bilionésimo de segundo basta pra ele difundir-se na indistinção. Por isso. É o que chamamos deprincípio da incerteza: Esse principio diz que é impossívelvocê conhecer. o que pra nós éfuturo. simultaneamente. E o primeiro adizer isso foi Hermes. mas com tudo invertido. a espuma quânticaseria composta por míni-buracos-negros e míni-buracosbrancos. Então a anti-matéria seria amatéria num fluxo de tempo invertido! Vejamos novamente oque Hermes Trismegisto tem a nos dizer: "Tudo é Duplo. tudo é indefinido. mesmo que você faça uma observação tãoboa quanto possível." Não é assim que o I Ching prega?Segundo o físico John Wheeler. com excelente precisão. tudo é luzem movimento. ou . lá é passado. (corpos elementares e corpos que dão vida. masdiferentes em grau. efetivamente. que a cadeiraexiste sem nós. Por isso se diz que o Universo Físiconão existe sem nosso pensamento sobre ele. Sepudéssemos imaginar. sempre. o Universo é Mental." Como um grandeholograma onde o cérebro é o grande processador. tudotem pólos. os opostos são idênticos em natureza. O átomo continuará indistinto até que você "chegueperto" dele e o observe. tudo tem o seu oposto. aprisionada gravitacionalmente como bolhasde sabão. Isso é possível porque os átomos nãopossuem contornos bem-definidos. será sempre as expensasdo outro. uma cadeira (por exemplo) não existeaté que você a perceba. Se você determina um dessesatributos. tudo se move."Ainda no livro Espaço-Tempo e Além. vemos quenenhum objeto apresenta contorno definido. destroem a cadeira. ou seja.

e numa muito maior vemos a relaçãodo Homem com Deus. pois eles tanto podemcaptar energia de outros planos vibracionais como expeli-la. como aatração/repulsão magnética dos átomos. e passa para escalas maiores. as obteve de . tornandoseassim compatível com o padrão vibracional da Terra. captando com isso as energias do Criador. por sua vez. Nãosão assim os buracos-negros?Capítulo 6A Estrela Kolob e o Universo HolográficoDesde 1891 até 1953.Joseph Seiss. sejam elesanimados ou inanimados. Considerando quepraticamente cada poro do seu corpo é um chakra. a mesma energiaque cura é a que pode destruir). Isso acontece emescala microscópica.Charles Russell obteve estas ideias de um pastor luterano. através da INTENÇÃO. que é essa energia circundante e quecompartilhamos com todos os outros seres que. vemos acorrelação da milenar sabedoria hindu com a moderna físicaquântica. podemos perceber os chakrascomo os míni-buracosnegros/brancos. que são muito usado por terem uma grande vazão deenergia. e maiores. como aatração e repulsão dos campos magnéticos sutis das pessoas(e daí temos as afinidades e desavenças instantâneas) enuma escala ainda maior temos a interação dos planetas quese atraem e repelem-se. com o chakra da cabeça (que é o maisapto a receber esse padrão de energia) que são entãotransformadas (algo como converter de 220v pra 110v) emisturadas ao fluido denso da nossa matéria. são VIVOS. se somos feitos de míni-buracos-negros. ou seja.Entrada e saída de energias através de cones queformam vórtices que sugam a energia e a transformam. as publicações da SociedadeTorre de Vigia de Bíblias e Tratados (dos EUA) ensinaram queJeová Deus residia numa estrela da constelação de Touro.dependendo apenas da rotação do vórtice.aEstrela Kolob. o quenos impede de murcharmos.Num nível mais sutil.Ao sintonizarmos com Deus.Mas. como um saco plástico cujo ar éretirado? A energia de atração/repulsão dos míniburacosnegros e brancos disputando na espuma quântica que formatoda a matéria. e que passam então pelosnadis ou meridianos (caminhos energéticos utilizados naacupuntura) dos braços para os chakras das palmas dasmãos. o qual. e assim cria-se o equilíbrio.potencializadas no chakra cardíaco (aplica-se o comando paraa energia.

185)Uns 9 anos depois uma outra revista que também atéhoje é companheira da A Sentinela na difusão das "verdades"do Corpo Governante emitia uma opinião semelhante..umastrónomo e piramidologo." (A Idade de Ourode 10/9/1924." (A Torre de Vigiade Sião de 15/6/1915.. 793-4)Segundo as Testemunhas de Jeová.dentro de Plêiades.Veja abaixo as declarações da revista A Sentinela queainda hoje é o canal principal de difusão do Corpo Governantedas Testemunhas de Jeová:". Estegrande Centro parece estar associado com as Plêiades. pág.é uma proeminente característica desta construção no centroda terra do Egito. Piazzi Smyth.3-9)Já os Adventistas do Sétimo dia por sua vez..Na verdade a estrela Kolob era vista pelos egípcios como o Olho de Hórus ou o Olho de Rá. a 'Testemunha de Pedra de Deus'. então esse grupo émerecedor de nosso mais reverente estudo. Por essa razão. p. o lugar deonde Ele governa o Universo.particularmente com Alcyone.. tem se sugerido quePlêiades pode representar a residência de Jeová. o Norte parece associado bemde perto ao governo de Jeová sobre a terra. é o trono de Deus. e pelos maçons comoo . a Ciência declara que há um Centro muito maispoderoso. 14)Os mórmons dizem que ele habita numa estrelachamada Kolob. 41. ou soltas os laçosde Órion? Podes fazer sair as constelações do zodíaco emsuas estações?' (Jó 38:31.32) Parece haver menos estrelasno Norte do que em qualquer outra parte dos céus. (Fonte: Abraão 3. Se algum lugar no espaço. Veja o que dizia a atualDesperta!:. 3ª edição.. os Estudantes daBíblia têm boa razão para crer que na região de Plêiades estálocalizado o trono de Jeová Deus. pág. Este pensamento dá nova forçaà pergunta que o Todo-poderoso fez ao patriarca Jó: 'És tuque atas as doces influências de Plêiades. a estrela central desse renomado grupo. aindaque Russel já estivesse falecido. 1988).. Por essa e outras razões.Mas agora vou me aprofundar na estrela Kolob e suasevidências. crêem queo lugar para habitação de Deus está na Constelação de Órion(Fonte: Primeiros Escritos. acompanhados por seus planetas e satélites. p..a posição de Plêiades ao tempo da conclusão daGrande Pirâmide do Egito. De modoque o Norte parece ter recebido uma posição muitoproeminente. ao redor do qual estes incontáveis milhões de sóisgiram. Nas Escrituras.. Deus habita naConstelação das Plêiades (Fonte: Reconciliação.

o não estruturado ou a mônada quântica que imerge noeu quântico. a física quântica pode propor aidéia de uma consciência universal. espaço e matéria. é a base de todos osseres. Tunelamento. A física quântica pode constituir uma ponte entre aciência e o mundo espiritual. EPR.Amit Goswami disse: “A física quântica é uma .enganação. Existe a Mente Universal quetem todas as possibilidades do Universo. cada partícula temum mapa do universo inteiro.O ideal é pensar em termos de campo ou cordas e nãocom a ontologia das partículas. A consciência é a luz que dá vida a matéria oupreenchimento. ilusão.então antes de fazer ou pensar em maldade. ovital. o que nos faz pensar que o universo seja um hologramacomo é dito na teoria do universo holográfico. Salto Quântico. transformando as possibilidadesquânticas em fatos reais. ou usar o modelo holográficode Maldacena e Bohm. de forma subjetiva e no domínio doabstrato. Simboliza Deus em seu trono. falsidade. Amigo deWigner.Efeito Zeno e Efeito Frolich comprovam Campo UniversalInteligente. até à consciência – causa da “intelectualidade” damatéria. no Modelo Holográfico. pois. As consciências individuais encontram-se unidasna Consciência Universal ou Campo Universal Inteligente”. lembre-se que Deus sabe de tudo. Não éalgo somente material. Essa consciência deve apresentar uma unidade e transcender o tempo. pode-secompreender que a matéria pode se comportar como onda epartícula ao mesmo tempo. o tempo e o espaço não sãocritérios derradeiros (como propõe a Relatividade Geral) e a ontologia da partícula é apenas uma aparência. nosso universoé uma projeção de uma ordem profunda.Ao ler o livro. podese“reduzir” a matéria.Ao vermos o universo como um holograma. Interrompe-se o processo de colapso de funçõesde onda. comomuitos físicos tem estudado. o que existe éum todo indiviso em movimento. assimcomo as três luzes em forma de triangulo. a chamada dualidade da partícula-onda. na realidade. A consciência transforma as possibilidades damatéria em realidade. Simboliza que nãohá nada que façamos ou que pensamos que Deus não saiba. “Uma Breve História do Tempo”.A física moderna nos leva ao encontro do espírito e deDeus. segundo ela. Escolha de Wheeler.Olho Que Tudo Vê.“A consciência estruturada se desfaz sobrevive o sutil.

acredita-se que se aplique àmatéria como um todo”.3 E o Senhor disse-me: Estas são as que regem. da lua e das estrelas. assim.5 E o Senhor disseme: O planeta que é a luz menor.pois eu sou o Senhor teu Deus. por parte de Deus. somos todos um:estamos na consciência-Deus. e havia muitasgrandes que estavam perto dele. que o Senhor meu Deus me dera em Ur dos caldeus. é o exercício. que o leitor entendesse o que é a estrela Kolob. em suas revoluções.Antes de prosseguir com mais informações sobre ouniverso holográfico e sua ligação com a estrela Kolobgostaria.2 E vi as estrelas e elas eram muito grandes.Estrela esta que já causou muita polêmica entre os ufólogosdo mundo todo. o padrão do Senhor quanto asuas épocas e estações. que uma revolução era um dia parao Senhor.do poder de causação descendente.”Causação descendente e consciência quântica.ciênciafísica descoberta para explicar a natureza e o comportamentoda matéria e da energia na escala de átomos e de partículassubatômicas. Abraão. da escolha de umRedentor. Nosso exercício de escolha. e onome da grande é Kolob.por meio do Urim e Tumim—O Senhor revela-lhe a natureza eterna dos espíritos—Abraão aprende a respeito da vida prémortal. Hipocéfalo conhecido como o Olho de Rá ou o Olho de HórusAbraão aprende acerca do sol.um evento que os físicos quânticos chamam colapso da ondade probabilidades quânticas. tinha o Urim e Tumim . da Criação. eis os pontos cruciais que merecem ser repetidos: apenas experimentamos um objeto quânticoquando optamos por uma faceta específica de sua onda depossibilidades (vemos apenas o que está na nossadimenção). mas.“Agora. e vi queuma delas estava mais perto do trono de Deus. as possibilidades quânticas deum objeto se transformam em um evento real de nossaexperiência. Esse éo cálculo do tempo do Senhor. de acordo com o cálculo deKolob. que Kolobseguia. da preordenação.4 E o Senhor disse-me. segundo sua maneira de calcular. agora. Aqui está uma escritura mórmon que fala sobreessa estrela:1 E EU. somente. coloquei esta para reger todasas que pertencem à mesma ordem daquela onde teencontras.menor que aquele que é para . porque ela está próxima de mim. pelo Urim e Tumim. e no estado que escolhemos . sendo mil anosconforme o tempo designado para onde te encontras.

15 E o Senhor disse-me: Abraão.13 E ele disse-me: Este é Sineá. em questão de cálculo. porque se move numa ordemmais vagarosa. haverá .16 Se existirem duas coisas e houver uma acima daoutra. o tempoestabelecido da Terra na qual te encontras.todas as grandes luzes que estavam no firmamento do céu. 7 Ora.E ele disseme: Cocaubeam.10 E a ti é dado saber o tempo estabelecido de todasas estrelas que foram postas para dar luz. para que declares todasestas palavras. falei com o Senhor face a face.14 E era noite quando o Senhor me disse estaspalavras: Multiplicarei a ti e a tua semente depois de ti. e o tempoestabelecido da luz maior. porque ele fica acima daTerra na qual te encontras.como um homem fala com outro. que foi posta para governar o dia. E disse-me: Olea. e eram muitas. e Kolob segueo cálculo do tempo do Senhor e Kolob está perto do trono deDeus a fim de governar todos os planetas pertencentes àmesma ordem daquele em que te encontras. eo tempo estabelecido da luz menor. que significa estrelas. haverá outro planeta cujo cálculo detempo será ainda mais longo. Abraão. até que teaproximes do trono de Deus.9 E assim haverá o cálculo do tempo de um planetaacima de outro. E elas multiplicaram-se antemeus olhos e não consegui ver seu fim.6 E o Senhor disseme: Ora. que foi posta paragovernar a noite. mostro-te estascoisas antes de ires para o Egito. que é a lua. do que o cálculo do tempoda Terra na qual te encontras. está acima ou é maior. assim será onúmero de tuas sementes. isto segue a ordem.governar o dia e que governa anoite. E eledisse-me: Kolob. que é o sol. e ele faloume das obras quesuas mãos haviam feito. comoestas: e se puderes contar o número das areias. meu filho (e sua mãoestava estendida). E ele pôs amão sobre meus olhos e eu vi aquelas coisas que suas mãoshaviam feito. portanto o cálculo de seu temponão é tão grande no que se refere ao número de seus dias ede meses e de anos. Abraão. eis que teus olhos vêem.8 E onde esses dois fatos existirem haverá um outrofato acima deles. eis que te mostrarei todas elas. do queaquele no qual te encontras.11 Assim eu. quanto ao seu cálculo. até que te aproximes de Kolob. o tempo estabelecido da luz menor é um tempomais longo. ou seja. estes dois fatosexistem. sim.12 E ele disse-me: Meu filho. isto é. a ti é dado conhecer ocálculo dos tempos e o tempo estabelecido. que é estrela.

em Kolob. a última pertencente ao cálculo de tempo. e estão . a mais próximado Celeste. e que "rege todas as estrelas que pertencem àmesma ordem que a base nos quais tu (Abraão) te encontras(terra)". ou seja. deacordo com o cálculo desta Terra. O livro “OTeorema de Kolob” propõe que a grande estrela esteja nocentro da Via Láctea. uma acima da outra. e das escrituras sabemos queno lugar onde Deus habita o tempo para: “Mas habitam napresença de Deus. Aoadentrarmos um buraco branco o tempo começa a ir maisdevagar até parar por completo. da morada de Deus. A primeira emgoverno. então poderá haver um planeta ouuma estrela acima dela.O período de rotação de um buraco branco é de cercade mil anos. presentes efuturas manifestam-se para sua glória. que é chamada pelosegípcios Ja-o-e. se houver duas coisas. que significa a primeira criação. estão no centro da ViaLáctea. portanto Kolob é amaior de todas as Cocaubeam que viste. porque é a que está mais próxima de mim.Fica perto de Kolob.17 Ora. Kolob que é a primeira de todasas criações de Deus e é a maior (maior em massa) de todasas estrelas. e nada há que o Senhor teu Deus seproponha a fazer que não faça.”Kolob.Ao analisarmos a idéia de que Kolob fica no centro daVia Láctea percebemos que todas as estrelas que estão nosbraços da espiral da Via Láctea giram em torno deste buracobranco. e alua estiver acima da Terra. tempo celestial esse que significaum dia por côvado. Um dia em Kolob é igual a mil anos. O cálculosegundo o tempo celestial. Aliás somente buracos brancos e negros possuem períodos de rotação assim tão elevados.coisas maiores acima delas.que é a seguinte grande criação governante próxima doceleste. chamada pelos egípcios Oliblis.”A seguir um resumo do livro: Teorema de Kolob.Deus e seu trono. como já foi dito antes. onde todas as coisas passadas. tornando o Centro da Galáxia em volta do buraconegro um lugar de grande concentração de Luz. Há uma concentração maior de estrelas no centro daVia Láctea. As escrituras também estabelecem que o trono deDeus esteja no "meio [centro] de todas as coisas". também possui achave do poder em relação a outros planetas. em um globo semelhante a um mar devidro e fogo. como reveladopor Deus a Abraão quando oferecia sacrifício sobre um altar que ele construíra ao Senhor. que é o lugar onde Deus reside.

em uma dimensão quedesconhecemos. Dealguma forma uma partícula sempre sabe o que a outra estáfazendo.de acordo com o cálculo desta Terra. Paraentender porque Bohm faz esta afirmativa surpreendente. por exemplo. que a despeito daaparente solidez o universo está no coração de um hologramafantástico. “Como se pode ver: “O período de rotação do buracobranco da Via Láctea é de cerca de mil anos.” E no trecho doLivro de Abraão disse: “Um dia em Kolob é igual a mil anos. onde Deus habita. vouexplicar o Universo Holográfico e a idéia de que Kolob seja afonte de luz do holograma:O cientista Aspect e sua equipe descobriram que sobcertas circunstâncias partículas subatômicas como os elétronssão capazes de instantaneamente se comunicar umas com asoutras a despeito da distância que as separe. O problema com esta descoberta é que isto viola apor muito tempo sustentada afirmação de Einstein quenenhuma comunicação pode viajar mais rápido do que avelocidade da luz. logohá a possibilidade de seres exaltados viverem nessa esfera eoutros viverem na lua.continuamentediante do Senhor.que é a primeira criação e esta recebe a luz do ReinoCelestial.”O sol é um mundo celestial.este fato estonteante tem feito com que muitos físicos tentemvir com maneiras elaboradas para descartar os achados deAspect. David Bohm. O físico da Universidade de Londres.Atrás se coloca uma chapa. E como viajar mais rápido que a velocidadeda luz é o objetivo máximo para quebrar a barreira do tempo. coloca-se um objeto àfrente incide-se sobre o objeto um dos raios em interferênciacom o outro. gigantesco e extremamente detalhado. conhecida como chapaholográfica onde irá gravar a imagem que é o padrão deinterferência a saber: os dois raios com a . ao plano que esse padrão de interferência pegao objeto inteiro.Agora que já foi explicado o que é a estrela Kolob.Capítulo 7Mas como funciona um holograma? Ainda está emdúvida?A partir de um raio de luz coerente (laser) incide sobreum espelho que separa o raio em dois. acredita que as descobertas de Aspect implicam emque a realidade objetiva não existe. Não importa seesta distância é de 10 pés ou de 10 bilhões de milhas.temos primeiro que saber um pouco sobre hologramas. Nós recebemos a luz do Sol. pois recebe a luz de Kolob. que é chamada pelosegípcios Ja-o-e.

o Pai Celestialcompreende e anda na luz. O Fluxo das Inteligências:Nosso universo é formado por corpos que emitem luz. O tempo.todo o espaço e todo o tempo estariam presentes! Essaevidência demonstra que Deus entende o tempo do modo quecompreendemos o espaço. se o universo éholográfico. vamos além disso. mas quando novamente incide-se o laser sobre achapa holográfica tem-se o objeto cheio. e através dela recebe poder sobreo tempo e sobre os elementos. e o tempo passaria tão lentamente quequalquer ponto no espaço seria "aqui" e o tempo se tornaria o"agora" para ele. se fosse possível mover-se mais depressa que a luz. que é a primeira criação e esta recebe a luz doReino Celestial.está continuamente diante do Senhor como a escritura aseguir esclarece: "Todas as coisas estão diante Dele. Nolivro Espaço Tempo e Além. e todasas coisas estão em Seu derredor.” Ou seja a fonte de luz doholograma é o astro Kolob!Capítulo 8Segundo o livro. assim como o espaço.A teoria da relatividade sugere que para um ser de luz. pois recebe a luzde Kolob. incide-se o raio sobre ela tem-se o objeto inteiromas perde-se algumas peculiaridades mas o objeto apareceinteiro. podemos ter todo o universo. Ele está acima de todas . para um astronauta quepudesse se deslocar a essa velocidade. inteiro no ar.entraríamos no buraco-negro e seríamos instantaneamentecatapultados pra fora do buraco-branco. Deus. segundo ateoria.Este é o principio holográfico. o espaço se contrairiaou encolheria.Um probleminha para os cientistas: se isso tudo é realmente real (e parece que é mesmo) quem esta atrás dafonte de luz? Quem é a luz que cria a realidade conhecida?“O nosso sol é um Mundo Celestial. num grão de areia podemos ter a essência detodo o universo.corpos que refletem a luz e corpos que absorvem a luz (trevasexteriores -o espaço escuro).O mais interessante é que quando se quebra uma parteda chapa. em outras palavras ele envelheceria maisdevagar que qualquer pessoa que permanecesse na terra. ou seja. a parte contem o todo. grande físico no começo deste séculocitou sua teoria sobre a relatividade na qual definiu avelocidade da luz (300.Albert Einstein.tridimensionalmente.Olhando-se para a chapa vê-se um monte de linhasaleatórias. é só saber olhar a chapa. onde Deus habita.interferênciabanhado do objeto.000 km/s).

provavelmente perto das estrelaschamadas de Plêiades (Job.as coisas. 38:31)“A constelação de sete estrelas que formam asPlêiades.contornos e ritmo. em suas "obras de Joseph sobre aspirâmides” por exemplo. parece ser "o trono da meia-noite".Especificamente. escolhas ecomportamento). ao passo que um cegoexplora o mesmo objeto com os dedos. na medida em que a ciência tem sidocapaz de perceber. 14.Nós identificamos imediatamente um objeto e o espaçoque ele ocupa assim olhamos para ele.)Senhor de PlêiadesRutherford. parecem ser o centro da coroa do qual os sistemasconhecidos do universo e planetas giram em torno. Miracle in Stone” ou . como as citações acima demonstram. alegou que Deus habita. Em 15 de agosto de 1925. Enquanto examinamos nossa vida passar emseqüências (dia após dia) o Senhor já conhece a totalidade denossa vida (mente. Tem sidosugerido que uma dessas estrelas. é amorada do Senhor. no qualtodo o sistema de gravitação tem sua sede central. acrescentando uma informação atrás daoutra até sintetizar a forma que o objeto tem.sobre ou próximo ao maior ou mais brilhante das estrelasdeste grupo. Para nós édifícil entender o tempo. através de todas as coisas". Por falta de maior conhecimentosomos cegos em relação ao tempo como um cego o é emrelação ao espaço.Essa citação veio do livro “Seiss. Russell Thy Kingdom Come Seisscita o seguinte:A estrela Alcyone.Eles provavelmente tiveram essa crença influenciadospor Piazzi Smyth e Seiss. Este local foi identificado como sendoo aglomerado de estrelas Plêiades. provavelmente.Reconciliação. sentindo sua textura.”Capítulo 9A Teoria de PlêiadesA Bíblia parece mostrar que o trono de Deus no céu. corpo. personalidade. 1928. onde oTodo-Poderoso governa o universo. p. e em todas as coisas.De um modo análogo Deus compreende o tempo tãoinstantaneamente quanto entendemos o espaço.O Senhor sabe como somos e não como estamos nostornando.Golden Age afirmou que a Cidade de Sião no céu estáassociada com a estrela Alcione no grupo das estrelas dePlêiades. acreditava que Deus estava confinado a um lugar oulocalização no espaço. chamada Alcione.” (JF Rutherford. que formam Plêiades.está no que chamamos de Norte (assim como as tribosperdidas de Israel). o mais alto dos céus.

todo esse exército do céu.A posição das Plêiades.quando a pirâmide foi construída.Em Deuteronômio 04:19 está escrito:“E para que não suceda que. Eles também afirmaram que Deus eo céu são invisíveis. publicado em 1877 (também umafonte para a piramidologia Russell). o centro do grupo.”A declaração de 1953.portanto. dessa forma.sejais levados a vos inclinardes perante eles.No entanto. o Grande Arquiteto do Universo. Além disso. emseguida. foi por que essareverência poderia levar a adoração dessas estrelas. levantando os olhos para o céu.terminaram com a sua crença de que Deus existe no universo. ao mesmo tempo em queas Plêiades.estavam no mesmo meridiano superior. E.e vendo o sol. na sua culminação inferior. no momento da conclusão daGrande Pirâmide do Egito. Outrasdeclarações da Sociedade de Escritores parecem implicar queos anjos existem e que Deus é invisível no espaço e no tempodeste universo. os estudantes da Bíblia têm bonsmotivos para acreditar que em Plêiades está localizado otrono de Jeová. Isso significa que elesainda acreditam que ele existe em algum tipo de espaço etempo. Não faz sentido. o qual Ele não criou. eles não abordaram os problemasfilosóficos do Senhor existir em um tempo e espaço . é uma característica muito evidentepara a construção da pirâmide no centro da terra do Egito. em 1953. Por essas e outras razões. a Estrela Polar. A razão para a sociedade ter acabado com a crença deque Deus habita nas Plêiades. e não podem ser vistos através deinstrumentos científicos como telescópios. A pirâmide foi vista como"A Pedra de Deus Witness" que apontava para as Plêiadescomo o lugar onde Deus habita. o qual tem umdesenho da pirâmide e sete estrelas (as Plêiades). eles afirmam ainda enfaticamente que elesacreditam que Deus existe em um ser espiritual "corpo" e. particularmente Alcyone. prestando cultoa essas coisas que o Senhor vosso Deus repartiu a todos ospovos debaixo de todo o céu. confinado a um determinado local e não pode estar em mais de um "lugar" de uma vez. Esse livroaponta (com base em trabalhos anteriores de Smyth) que.AGrande Pirâmide do Egito. A conexão entre a pirâmide eas Plêiades começa com a capa do livro. também afirma que Deus não podeestar contido no universo. a lua e as estrelas. a passagem de entrada dapirâmide apontava para Alpha Draconis.

Houvesuposições de que ele teria sido assassinado. o qual estaria contido emoutro ainda mais refinado e mais veloz . autor dolivro. O cano dedescarga do seu automóvel estava entubado para dentro docompartimento de passageiros.poderíamos concluir que os buracos do nosso E-T possamvariar em posição e extensão. cuja "glória"demonstrada seria proporcional ao .O poder que geraria esses buracos.ele morreu ou foi morto. variam ciclicamente por efeito de causas maiores. onde todas as suas criações giram ao seuredor. como também devido à experiênciasecreta realizada pela marinha dos EUA com um destroyer naFiladélfia. Deus habita em um determinadolugar do universo. O Triângulo das Bermudas.103/104 e 120). como que"buracos que nos ponham em contato com o E-T adjacente.A terra é envolvida por um poderoso campo eletro-magnético-gravitacional.até chegar ao E-Tonde Deus está .que elenão criou. esse campo ou E-T. foi encontrado ainda com vidadentro do carro. suicidouse após período de forte depressão. Esse teria sido o caso daexperiência ultra secreta com o destroyer da Filadélfia.M.Assim como as anomalias magnéticas e as da suaparentela. estacionado no Parque Dade Country. dentro dos espaços maiscomuns de suas ocorrências.como as manchas solares nos seus ciclos próprios. magnéticos e gravitacionais. Em conseqüência. Esse campo unificado é responsávelpor nosso "aprisionamento" no espaçotempo do nossopresente estado de vida.De acordo com alguns mais íntimos que o conheceram.(Algumas referências foram tiradas do livro de CharlesBerlitz. astrônomo descobridor de estrelasduplas. p.marítimas. devido às suas teorias sobre osÓVNI’s e as técnicas que eles empregam para entrar e sair doespaço-tempo da terra. Capítulo 10Os Óvnis e o Espaço Tempo da Terra Este texto que vocês lerão agora é um texto tirado dosLivros de Amoramon. K.Em outras palavras.O E-T do astro Kolob. O Caso dos OVNI’s.Sabemos haver anomalias nas correntes atmosféricas. que dá uma visão realista de comoviajar entre os mundos.Seria justo admitir haver anomalias no nosso E-T. nos campos elétricos. Jessup. teria como efeitouma espécie de cúpula luminosa localizada. edele a outros acima. estaria contidoem outro E-T mais refinado e veloz. famoso cientista americano. o homem poderia criar buracosartificiais em locais determinados.

Foi verdadeiramente assustador eincrível a descrição dos fenômenos que teriam sidoobservados pelos que participaram da experiência. que prenuncia o buraco no E-T daterra. antes da fundação do mundo em que vivemos. onde está o mundo celestial em queDeus o Pai habita. consta que o destroyer esua tripulação foram envolvidos e dominados por um altíssimocampo eletromagnético propositalmente aplicado. Odestroyer e todos os seus ocupantes teriam desaparecido donosso E-T e depois voltado. Ela não teria caído simplesmente noconceito do nosso entendimento newtoniano. que quando ocorre do buraco ser apenastangenciado. Cessada a aplicação da força.Da mesma forma Cristo teria subido em seu corpo deressurreição.Se é verdade que já podemos provocar buracos emlugares determinados do nosso E-T.O livro de Berlitz.As visões de Deus por todos os profetas que já tiveramna Terra.De forma semelhante é que a terra teria caído de suaposição perto de Kolob. o objeto voltaria à suaprópria dimensão ou E-T.Na experiência de Filadélfia. diz que os desaparecimentos noTriângulo das Bermudas. Assim também toda a cidade de Sião nos diasde Enoque. Osprofetas se dizem envoltos na glória (vivificados no espíritopor essa luz).Fomos retirados do E-T onde Deus e nós estávamosno princípio. que não chegou a ser sugado pelo buraco mas sofreu algumas rebarbas.e que transportaria os objetos envolvidos e interpenetradospor seu campo de força.poder da fonte causadora. ao E-T que corresponderia a essaforça. pode acontecer o fenômeno experimentado peloBoeing 727 da National Airlines. Diz mais. e sim noentendimento einsteniano. o que os conduz ao E-T onde está Deus e acontemplar a Sua glória. com corpo etudo. Elias teria sidoarrebatado num turbilhão de luz para outro E-T.Assim descerá Cristo com todas as suas hostes . são precedidos pela manifestaçãoluminosa característica. são sempre precedidas de intensa manifestação deluz ou glória. muito mais brilhante que a luz do nosso sol. o que não podem fazer nesse sentido os povos alienígenas que nos visitam nos seusOVNI’s desde os seus E-T?Quantos ET’s os OVNI’s da presença de Deus têm queatravessar para chegar a nós? Quantos E-T’s atravessam osque vêm de regiões inferiores às celestiais?Manipulando o nosso E-T foi que Deus teria feito asombra recuar no relógio solar do rei Acaz.

E vi os seres viventes.Capítulo 11Hermetismo e Maçonariade Luis Genaro*por Irm:.16.20. e as quatro tinham uma mesma semelhança.17. e a obra delas. foofighters.16. que sãonarrados no Livro de Enoque. ásemelhança de um clarão de relâmpago.E os seres viventes corriam. balões mete-reológicos. como os anjos de Deus que serebelaram e apaixonados pelas mulheres da Terrareproduziram-se com elas.No entanto.18.E. que faziam medo. satélite artificiais.111.noMonte das Oliveiras.Há quem diga que tenham origem nos nefilins. e. indo eles andando e falando. e Elias subiu ao céu num redemoinho. nem todos os óvnis são bem intencionados.O aspecto das rodas. e oseu aspecto.Ezequiel 1:14. eisque um carro de fogo. Luis Genaro Ladereche Fígoli (Moshe) Origem Hermetismo é o estudo e prática da filosofia oculta e damagia associados a escritos atribuídos a Hermes Trismegisto .18.19.15.Sucedeu que. era como acor de berilo. era como se estivera uma roda nomeio de outra roda. e a sua obra.11. o que Deus tem de sobra. Estas crenças tiveram influência na sabedoria ocultaeuropéia. os separou um dooutro.Mas existe a possiblidade de 10% dos avistamento são.E os seus aros eram tão altos. ao qual fazem isto até hoje.Primeiramente deve-se saber que 90% dos avistamentos deóvnis são ilusões de óptica.Óvnis na BíbliaAlguns relatos de avistamento de óvnis na Bíblia:II Reis 2: 1. e as rodas se elevavam defronte deles. para onde oespírito tinha de ir. andando os seres viventes. aviões e fraudes. Elias partiu de Gigal comEliseu. desde a Renascença. quando foram . com cavalos de fogo.2014.Tudo isso será uma "simples" questão de poder e"know how". eles iam. e eis que havia uma rodasobre a terra junto aos seres viventes. elevando-se os seres viventes da terra.porque o espírito do ser vivente estava nas rodas."Hermes Três-Vezes-Grande". andavam pelos seus quatro lados. eestas quatro tinham as suas cambotas cheias de olhos aoredor. quando o senhor estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu.Para onde o espírito queria ir.15. uma deidade sincrética quecombina aspectos do deus grego Hermes e do deus egípcioThoth . e voltavam. uma para cada um dosquatro rostos. andavam as rodasao lado deles.E sucedeu que.elevam-se também as rodas.17Andando elas.não se viravam quando andavam.19.

reavivadas por figuras como Giordano Bruno e Marsilio Ficino. no estudoe prática da evolução e expansão da consciência humana atéà Consciência divina. e as principais são o Corpus Hermeticum e a Tábuade Esmeralda .A prática da magia entretanto não está distante daspraticas realizadas no antigo Egito.Não é um livro oriundo da era pré-cristã como se supõe. quetambém são relacionadas ao Hermes Trismegisto. A magiahermética passou por um renascimento no século XIX naEuropa Ocidental. penetrando assim nos mais profundosmistérios da Criação. a qual em uma últimaanálise é a fonte de todos os diálogos herméticos. pois ohermetismo lá floresceu. Disto resultou um grande númeroorganizações no passado assim como no presente intituladasde "Ordem Hermética". de forma sincrética. Estesescritos contêm os aspectos teórico e filosófico doHermetismo em seu aspecto teosófico. e portanto estabelece uma conexãoentre as duas tradiçõesHermeticas: filosófica e magia. onde foi praticada por nomes como osenvolvidos na Ordem Hermética do Amanhecer Dourado eEliphas Levi. e contêmuma tradição hermética popular a qual é compostaessencialmente por escritos relacionados a astrologia. é natural que durante tão longotempo hajam ocorrido grandes transformações. O livro Caibalion foi escrito no final do século XIX por três iniciados que registraram as Sete Leis do Hermetismo. Os conhecimentos e a estruturação dealgumas são oriundas das Escolas de Mistérios do AntigoEgito. Esta versão popular encontra sustentação ou basenos diálogos Hermeticos. o que ficou conhecido como iniciação ouiluminação no Oriente. apesar dele se distanciar da magia. as quais são tradicionalmente atribuídas aHermes Trismegisto ("Hermes três vezes grande"). O hermetismo consiste. Evolução do hermetismo durante os anos Como a origem dos conhecimentos herméticos datamde alguns milhares de anos. Os escritos herméticos Os escritos herméticos são uma coleção de 18 obrasGregas. magiae Alquimia. Naturalmente o termo .Cada um dos sete princípios herméticos encontraressonância no simbolismo maçônico e esse paralelodescortina vasto campo de reflexões metafísicas. No século XX foi estudada por Franz Bardon. O período bizantino émarcado por uma outra coleção de obras herméticas. tanto no quediz respeito aspectos organizacionais quando no contexto dospróprio ensinos.

Muitas trazem ensinamentosautênticos. que emhebraico. Nada está emrepouso. É a mente de um Ser Superior que 'pensa' e assim étudo que existe. um universo consciente e que 'pensa'.A matéria são como os neurônios de uma grandemente. A nossa atenção estátão concentrada no microcosmo que não nos percebemos oimenso macrocosmo à nossa volta." O universo funciona como um grande pensamentodivino. tudo se move. O todo semanifesta por esse princípio. Estapalavra tem a mesma raiz da palavra Kabbalah. a mover-se e ater seu ser na divina consciência. na língua hebraica significatradição ou preceito manifestado por um ente de cima. Todo oconhecimento flui e reflui de nossa mente. ou de Ordem Hermética. Toda a criação principiou como umaideia da mente divina que continuaria a viver. tudo vibra" No universo todo movimento é vibratório. já que estamosligados a uma mente divina que contém todo o conhecimento. quando grupos de estudiosos deramnomes às organizações que transmitiam o conhecimentodeixados por Thoth. embora algumas atribuam o nome "hermética" aconceitos de grupos ou meras fantasias. As sete leis herméticas As sete principais leis herméticas se baseiam nosprincípios incluídos no livro Caibalion que reúne osensinamentos básicos da Lei que rege todas as coisasmanifestadas. aMaçonaria e a Ordem Rosacruz. etambém na atualidade. E oque está embaixo é como o que está em cima"A perspectiva muda de acordo com o referencial. Portanto podemos aprender asgrandes verdades do cosmo observando como elas semanifestam em nossas próprias vidas. Lei da Correspondência "O que está em cima é como o que está embaixo. significa recepção. Todas as coisas se movimentame vibram com seu próprio regime de vibração.O principio de correspondência diz-nos que o que éverdadeiro no macrocosmo é também verdadeiro nomicrocosmo e vice-versa. Lei da Vibração "Nada está parado. A palavra Caibalion. Lei do Mentalismo "O Todo é Mente. Ordens herméticas que ficaram consagradas ao longodos séculos foram a Ordem dos Cavaleiros Templários. o Universo é mental. Aperspectiva da Terra normalmente nos impede de enxergar outros domínios acima e abaixo de nós."Ordem" só apareceu depois dadecadência do Egito. Sempre existiram muitas organizaçõesque se intitularam de Sociedade. Das . É o todo.

Aescala musical do som. Todos osparadoxos podem ser reconciliados " A polaridade revela a dualidade. existem muitos planos de causalidade mas nenhumescapa à Lei" Nada acontece por acaso. Éa manifestação do desejo materno com o desejo paterno.Existe uma energia receptiva feminina e uma energiaprojetiva masculina. O igual e o desigual são a mesma coisa. tudo tem o seuoposto. Tudo se torna idêntico em natureza. como nos podeparecer a nível material. tudo tem dois pólos. a que os chineses chamavam de yinyang. Lei do Gênero "O Gênero está em tudo: tudo tem seus princípiosMasculino e Feminino. A leido ritmo assegura que cada ciclo busque suacomplementação. Lei da Polaridade "Tudo é duplo.É a expansão até chegar o ponto máximo. Todas as verdades são meias-verdades. Os opostos se movem em círculos. mas simum balanceamento desses gêneros. Tudo tem um componente masculino e um feminino independente dogênero físico. todo o efeito tem suacausa. mas oscila de acordo com as temperaturas e comharmonia. Amor e o ódio são simplesmente manifestações deuma mesma coisa. diferentes graus de um sentimento.da corrente elétrica são uma mera convenção. mas cheia de movimento. Lei do Ritmo "Tudo tem fluxo e refluxo. Nenhum dos dois pólos é capaz de criar sem o outro. dessa vez no sentido inverso. É o ritmo da ascensão e da queda. tudo tem suas marés. O pólo positivo + eo negativo . mas somente um dependendo do outro.da conversão energia cinética para potencial e da potencialpara cinética.galáxias às partículas sub-atômicas. os opostosrepresentando a chave de poder no sistema hermético. tudo émovimento. os opostos são apenas extremos da mesmacoisa.Todos os objetos materiais são feitos de átomos e aenorme variedade de estruturas moleculares não é rígida ouimóvel. Lei da Causa e Efeito "Toda causa tem seu efeito. e depois queatingir sua maior força. o duro versus o flexível. A matéria não é passiva ou inerte. pois não . recomeçandonovamente um novo ciclo. o doce versuso salgado.O claro e o escuro também são manifestações da luz. o ritmo é a compensação" Pode se dizer que o princípio é manifestado pelacriação e pela destruição. tudosobe e desce. o gênero se manifesta em todos osplanos da criação"Os princípios de atração e repulsão não existem por sisó. se torna massa inerte. Maisdo que isso. Nada é 100% masculino ou feminino. Os extremosse tocam.

No entanto. solidário. parcela de liderança no edifício socialem que vive. provoca a paz entre os homens. ético. rasa. corruptor. em fase terminal. nãoreconhecemos nele a Lei à qual se aplica. por força e desua condição singular. Um Ser que faz o mal. deve ser regido fundamentalmente por princípiose valores. ajuda aopróximo. ou seja. participa para omal. é um Ser deintensidade de Energia igual a zero. segundo . que pratica boas ações. éaltruísta. Um Ser inativo. jáque acaso é simplesmente um termo dado a um fenômenoexistente e do qual não conhecemos e a origem. desde a antiguidade. pois tambémimplica no fato de sermos responsáveis por todos os nossosatos. esse princípio é aceito por todas as filosofiasde pensamento. Da Energia Latente no Ser Humano Ser Humano (Ser) é Energia. O Ser ativo. faz o bem sem olhar a quem. sentimentos e emoçõespara enfrentar os óbvices da vida material.Nas pessoas comuns. a curiosidade é movida por uminteresse especial. o iniciado de boa têmperasaberá conjugar princípios. No místico moderno a curiosidade deve ser originada do puro intelecto. vive para o mal. inoptativo eindeciso é um Ser de Energia de intensidade baixa.existe o acaso. tem uma Energia deintensidade maior. optativoe decisivo é um Ser de Energia de intensidade alta.que venera o bem. Essa Energia é força demaior intensidade. Também é conhecidocomo karma. aquele que exerece e exercerá sempre. grande. pratica o mal.sofrível.Um esquema para melhor entender esse homem deEnergia sofrível: A Elipse é aberta em ordenadas e abscissasnegativas. tem o pensamento voltado para a prática do bem.maior. mas o maçomsagaz. dado que o maçom deve estar sempre expandindo as fronteiras de sua própria mente.Esse princípio é um dos mais polêmicos.A Ordem Maçônica. Um Ser que é benevolente. valores. venera o mal. participativo. de menor intensidade e de zerointensidade. passivo. egoísta. Todos os humanossão atingidos por sentimentos e emoções .Um esquema para melhor entender esse homem deEnergia zero: A Elipse tem abscissas e ordenadas iguais. Um esquema para melhor entender esse homem deEnergia maior: A Elipse é fechada em ordenadas e abscissaspositivas. tem o pensamento voltado para o mal. ludibria a vontadealheia em proveito próprio. tem uma Energia de intensidadesofrível. Um Ser doente. O HERMETISMO APLICADO AO MAÇOM Dotado de visão aguçada.

o maçom reúne as condiçõespara ser o arquiteto de seu próprio destino.Ao vislumbrar o caminho. adiante do tempo atual.afirma João FranciscoGuimarães. é um mundo de escolhidos.descortinadores da realidade futura. . o que requer suprema energia e grande vigilância de sí próprio. sempre animados por sublime esperança e congregados pelo sentimento deamor fraterno. homens que marchamrumo ao progresso.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful