Você está na página 1de 4

SOLUÇÕES QUÍMICAS

SOLUÇÕES QUÍMICAS Solução é toda mistura homogênea de duas ou mais substâncias. As partículas dispersas: 

Solução é toda mistura homogênea de duas ou mais substâncias.

As partículas dispersas:

São moléculas ou íons comuns têm diâmetro menor que 1 nm (10dispersão coloidal ):

:

o

As partículas dispersas têm diâmetro entre 1 e 100 nm

o

São agregados de moléculas ou de íons comuns, ou macromoléculas, ou macro íons isolados

o

Não se sedimentam sob a ação da gravidade, nem sob a ação dos centrifugadores comuns, mas sim sob a ação de ultracentrifugadores

o

Não são retidas por filtros comuns, mas o são por ultrafiltros

o

Não são detectadas ao microscópio comum, mas o são com o auxílio do microscópio eletrônico e do ultramicroscópio.

Na suspensão:

o

As partículas dispersas têm diâmetro maior que 100 nm

o

São agregados de moléculas ou de íons

o

Sedimentam-se pela ação da gravidade ou dos centrifugadores comuns

o

São retidas pelo filtro comum e são detectadas a olho nu ou com o auxílio de microscópios comuns.

CLASSIFICAÇÃO DAS SOLUÇÕES

Quanto ao estado físico:

o

Sólidas

o

Líquidas

o

Gasosas

Quanto à condutividade elétrica:

o

Eletrolíticas ou iônicas

o

Não-eletrolíticas ou moleculares

Quanto à proporção soluto/solvente:

o

Diluída

o

Concentrada

o

Não-saturada

o

Saturada

o

Supersaturada

Em Química, solução é o nome dado a dispersões cujo tamanho das moléculas dispersas é menor que 1 nanômetro (10 Angstrons). A solução ainda pode ser caracterizada por formar um sistema homogêneo (a olho nu e ao microscópio), por ser impossível separar o disperso do dispersante por processos físicos.

As soluções compostas por moléculas ou íons comuns. Podem envolver sólidos, líquidos ou gases como dispersantes (chamados de solventes existentes em maior quantidade na solução) e como dispersos (solutos). A solução também pode apresentar-se nesses três estados da matéria.

É importante destacar que soluções gasosas são formadas apenas por solvente e soluto gasosos.

Classificações

As soluções podem ser classificadas de diversas maneiras:

De acordo com o estado da matéria, conforme visto anteriormente;

De acordo com a condução de corrente elétrica: soluções eletrolíticas (compostas por íons) e soluções não-eletrolíticas (compostas apenas por moléculas);

De acordo com as quantidades proporcionais de soluto e solvente: solução concentrada e solução diluída;

Soluções saturadas, insaturas e supersaturadas

Para entendermos esses conceitos, primeiramente precisamos saber o que é Coeficiente Solubilidade. Ele é definido como a máxima quantidade de soluto que é possível dissolver de uma quantidade fixa de solvente, a uma determinada temperatura.

A saturação é uma propriedade das soluções que indica a capacidade das mesmas em suportar

quantidades crescentes de solutos, mantendo-se homogêneas. Uma solução é dita insatura se ainda tem capacidade de diluir soluto, sem precipitar excessos. A solução saturada é aquela em que o soluto chegou

à quantidade máxima: qualquer adição de soluto vai ser precipitada, não-dissolvida.

Porém, em alguns casos especiais é possível manter uma solução com quantidade de soluto acima daquela que pode ser dissolvida em condições normais. Nesse caso fala-se em solução supersaturada, que é instável: com alterações físicas mínimas a quantidade extra de soluto pode ser precipitada.

Solução Insaturada (ou não saturada)

É quando a quantidade de soluto usado se dissolve totalmente, ou seja, a quantidade adicionada é inferior

ao coeficiente de solubilidade.

Solução Saturada

É quando o solvente (ou dispersante) já dissolveu toda a quantidade possível de soluto (ou disperso), e

toda a quantidade agora adicionada não será dissolvida e ficará no fundo do recipiente.

Solução Sobressaturada (ou superssaturada)

Isto só acontece quando o solvente e soluto estão em uma temperatura em que seu coeficiente de solubilidade (solvente) é maior, e depois a solução é resfriada ou aquecida, de modo a reduzir o coeficiente de solubilidade. Quando isso é feito de modo cuidadoso, o soluto permanece dissolvido, mas a solução se torna extremamente instável. Qualquer vibração faz precipitar a quantidade de soluto em excesso dissolvida.

OBSERVAÇÃO

Denomina-se dissolução endotérmica aquela em que quanto maior a temperatura, maior o coeficiente de

solubilidade do solvente (temperatura e solubilidade são diretamente proporcionais). Também há a dissolução exotérmica, que é o inverso da endotérmica, quanto menor a temperatura, maior o coeficiente

de solubilidade do solvente (temperatura e solubilidade são inversamente proporcionais).

Solubilidade nos gases

Os gases apresentam propriedades particulares para a solubilidade. Quando se aumenta a pressão, a solubilidade aumenta (Lei de Henry). O mesmo não acontece quanto à temperatura. Quando se aumenta a temperatura, diminui a solubilidade. Assim, a solubilidade é diretamente proporcional à pressão e

inversamente proporcional à temperatura. Vale lembrar que essas leis são válidas para qualquer gás, mas não para substâncias em outros estados físicos, como foi mostrado acima.

Exercícios:

Soluções

1. O brometo de potássio apresenta a seguinte tabela de solubilidade:

Temperatura C

30

50

70

G

de KBr/100 g de água

70

80

90

Considere essas informações e responda àsquestões 1 e 2:

.

1. Qual a massa de brometo de potássio necessária para saturar:

a) 100 g de água a 50 ºC;

b) 200 g de água a 70 ºC.

2. Uma solução foi preparada, a 30 ºC, dissolvendo-se 40 g de brometo de potássio em 100 g de água. Essa

solução é saturada? Analise o preparo de três soluções de brometo de potássio, a 50 ºC:

de três soluções de brometo de potássio, a 50 ºC: Agora, responda às questões 3 a

Agora, responda às questões 3 a 5.

3. Classifique em saturada ou não-saturada cada solução analisada (A, B e C).

4. Apenas uma das soluções está saturada e apresenta corpo de fundo. Identifique-a e calcule a massa desse corpo de fundo.

5. Qual das três soluções encontra-se mais diluída (menos concentrada)?

6. O coeficiente de solubilidade de um sal é de 60 g por 100 g de água a 80 ºC. Determine a massa em gramas desse sal, nessa temperatura, necessária para saturar 80 g de H2O.

Concentração das Soluções Concentração Comum (C)

Expressões de concentração

A quantidade de soluto dissolvida em uma quantidade de solvente nos dá um valor que chamamos de

concentração da solução. A concentração de uma solução é tanto maior quanto mais soluto estiver

dissolvido em uma mesma quantidade de solvente.

A concentração das soluções pode ser expressa de diversas formas. O que se entende simplesmente por

concentração é a quantidade de soluto existente em relação ao volume da solução. Matematicamente,

C = massa do soluto Volume da solução

= C = g/L; g/mL; …

A unidade usual para concentração é gramas por litro (g/L).

Quando duas soluções têm a mesma concentração, elas são chamadas isotônicas ou isosmóticas (iso= igual).

Quando a concentração é diferente, a mais concentrada é chamada hipertônica ou hiperosmótica (hiper=superior) e a menos concentrada é chamada hipotônica ou hiposmótica (hipo=inferior).

é chamada hipotônica ou hiposmótica (hipo=inferior). Exercícios: • Concentração comum 1. Uma solução foi
é chamada hipotônica ou hiposmótica (hipo=inferior). Exercícios: • Concentração comum 1. Uma solução foi

Exercícios:

Concentração comum

1. Uma solução foi preparada adicionando-se 40 g de NaOH em água suficiente para produzir 400 mL de solução. Calcule a concentração da solução em g/mL e g/L.

2. Considere o texto:

“Uma solução que apresenta concentração 60 g/L apresenta

litro de solução. Portanto, em 10 litros dessa solução devem existir

gramas de soluto, por

gramas de soluto.”

Identifique as palavras que preenchem as lacunas corretamente.

3. Ao chorar convulsivamente, uma pessoa eliminou 5 mL de lágrima. Considerando que essa solução apresenta concentração de sais igual a 6 g/L, determine a massa de sais eliminados na crise de choro.

4. Considere o esquema a seguir, do qual foram retiradas três alíquotas A,B,C, a partir de uma mesma solução aquosa.

alíquotas A,B,C, a partir de uma mesma solução aquosa. Responda às seguintes questões: a) Qual a

Responda às seguintes questões:

a) Qual a massa de soluto existente no recipiente A?

b) Calcule a concentração em g/mL da solução contida no recipiente B.

c) Forneça a concentração em mg/cm3 da solução contida no recipiente C.

d) Se toda a água presente na solução original, após a retirada das três amostras, fosse evaporada, qual seria a massa de soluto obtida?