Você está na página 1de 9

APLICAÇÃO DO MATERIAL CONCRETO NO ENSINO DE PRODUTOS NOTÁVEIS

Lidiane Macena Marques Aluna Pesquisadora do Curso de Matemática da UEMS. Lourdes Lago Stefanelo Professora Pesquisadora da UEMS.

RESUMO

O presente estudo mostra como o material concreto pode facilitar a aprendizagem de alunos de

ensino fundamental em sala de aula. Trataremos de conteúdos estudados no 8º ano do ensino fundamental que será lembrado ao longo das outras séries e de suma importância para o aprendizado de Produtos Notáveis. Usaremos o método de abordagem dedutivo de observação direta aplicado a uma atividade para que seja analisada a diferença entre o ensino com o método tradicional (com apenas quadro e giz) e o ensino com o material concreto, Algeplan. Os alunos atualmente sentem necessidade de novidades porque vivem num mundo em constante criação de coisas novas, tecnologias avançadas, videogames, entre outros. Como o professor convive com eles diariamente é de responsabilidade dele trazer metodologias diferentes, para tornar as aulas mais agradáveis e proveitosas, até porque as salas de aula são heterogêneas e o professor não consegue atingir a todos da mesma maneira uma vez que os alunos sentem dificuldade na compreensão dos conteúdos, é importante que eles tenham maior visibilidade do assunto e é isso que este estudo vem trazer com relação aos Produtos Notáveis, fazendo com que vejam a Matemática de uma forma diferente, ao estudá-la apaguem a idéia de que esta disciplina só existe para reprovar aluno e que a vejam como algo importante para suas vidas. Palavras- chave: Produto Notável. Algeplan. Ensino-aprendizagem.

ABSTRACT This is study shows how the concrete material can ease the learning of elementary school students in the classroom. It approaches the contents studied at the 8th grade of elementary school, which will be retrieved along the next levels, and therefore are strongly important to their apprenticeship of the Polynomial Equations. The method of deductive approach of direct observation has been used, applied to an activity, so that it was possible to appraise the difference between the traditional supported-teaching (simply with chalkboard) and the teaching supported by the concrete material Algeplan. Nowadays, students feel the need for novelties, since they live in a world of constant creation of new things, rounded by advanced technologies, video games, and so on. As the teacher stays with them every day, she/he is responsible to use different methodologies, in order to make the lessons more enjoyable and profitable, inasmuch as the classes are heterogeneous and the teacher

cannot touch everybody in the same manner, because the students find it difficult to understand the contents, and it is important they visualize better the subject. That is what this study brings in relation

to Polynomial Equations, expecting they see mathematics differently, and at studying it they abandon

the idea that this discipline exists only to withhold the student, seeing math as something important to their lives.

Keywords: Outstanding Product. Algeplan. Teaching and learning.

INTRODUÇÃO

Aplicação do Material Concreto no Ensino de Produtos Notáveis- a distributiva como principal método seria o suficiente para que os alunos compreendessem e aprendessem Produtos Notáveis?

Este estudo tem como objetivo principal esclarecer o uso e aplicação de material concreto no ensino de produtos notáveis no ensino para que se tenha um melhor resultado na sua aplicação, pois os alunos estão acostumados a decorar e não sabem ao certo o que estão aprendendo, portanto devem saber o porquê de determinada conta, saber identificar quando ela surge e verificar como pode ser aplicada no seu dia a dia. O material a ser utilizado para auxiliar na fixação do ensino de Produtos Notáveis é o Algeplan, ele é formado por 40 peças/figuras geométricas dos seguintes tipos:

Quadrados: Quatro quadrados grandes de lados x, x > 0 (onde um valor para x é fixado, a priori), de área x2, representando cada um deles o elemento/expressão do tipo x2), quatro quadrados médios de lados y (com y < x), representando cada um deles um elemento/expressão do tipo y2, e doze pequenos de lados 1, a unidade (representando o elemento/ expressão do tipo 1= ). Total de quadrados: 20. Retângulos: Quatro retângulos de lados x e y (representando cada um o elemento/ expressão do tipo xy), oito retângulos de lados x e 1 (representando cada um elemento /expressão do tipo x = x.1) e oito de lados y e 1 (representando cada o elemento y = y.1). Total de retângulos: 20. Se o aluno não entender a origem do Produto Notável seu aprendizado não terá eficácia; se de fato aprendeu então ainda que já termine tal conteúdo ele se lembrará de como fazer; se não conseguir identificar o surgimento de um determinado Produto Notável então terá dificuldades para resolver o problema; se o aluno conseguir trabalhar com um material concreto então sua aprendizagem serái realizada com sucesso. Partindo do princípio de que os alunos sentem muita dificuldade em compreender os conteúdos é importante que eles tenham maior visibilidade do assunto e é justamente esta contribuição que este estudo vem trazer com relação aos Produtos Notáveis, fazendo com que estes vejam a Matemática de uma forma diferenciadas e tenham prazer em estudá-la, pois, temos possibilidades de desenvolver um projeto que traga conhecimentos a serem fixados no aprendizado utilizando materiais concretos para facilitar o ensino e a compreensão, pelo fato de termos bibliotecas disponível para revisão de Literatura, laboratórios de informática e um corpo docente estruturado.

termos bibliotecas disponível para revisão de Literatura, laboratórios de informática e um corpo docente estruturado.

REVISÃO DE LITERATURA

Dentro da Álgebra existem algumas multiplicações especiais, como é o caso dos Produtos Notáveis. Eles são ensinados nas séries iniciais, mais precisamente no 8º ano de ensino fundamental tem grande importância para o desenvolvimento dos alunos ao longo de sua formação, pois é utilizado na maioria das resoluções de exercícios e exigirá muita atenção do aluno. Como o próprio nome diz, Produto vem da multiplicação. Quanto à palavra notável, ela quer dizer digno de nota, importante

e que se destaca em muitos cálculos algébricos. O mais interessante é que você não

precisa fazer todos os cálculos, é só observar o padrão que se repete e então já se

sabe qual é o produto. (CENTURIÓN. JAKUBO. LELLIS. 2001). O ensino da matemática apresenta muitas regras e fórmulas, e muitas vezes

o professor consciente ou inconscientemente defende essa ideia. Esta afirmação faz

com que o aluno se distancie cada vez mais da matemática, isso porque as fórmulas que surgem no decorrer do ensino devem ser apenas uma consequência natural, ou seja, ela é apenas a síntese de uma ideia. Com a chegada das letras na matemática, usadas para representar ideias e quantidades, causou grande revolução na história das exatas, pois solucionou problemas até então não solucionados. (VITTI, 1999). Podemos analisar que os jogos matemáticos representam mudança de postura do professor, de comunicador para observador, mediador e incentivador da aprendizagem levantando questionamentos e só interferindo quando realmente for necessário. É importante que cada jogada seja registrada, tanto as eficientes quanto as frustradas, de forma a auxiliar numa próxima jogada. (KODAMA; SILVA, 2004). Segundo Diniz (2010), ao aluno, de acordo com essa visão, caberá o papel daquele que busca e constrói o seu saber através da análise das situações que se apresentam no decorrer do processo. O estudo da propriedade distributiva vai ao encontro de possibilidades que busca compreender melhor os processos cognitivos do educando no contexto da aprendizagem de conteúdos escolares, como é o caso da propriedade distributiva da multiplicação. O uso adequado da distributiva é uma excelente ferramenta para o cálculo mental, mas é preciso haver organização de pensamento representativo por meio da

escrita já que nem sempre usará somente a matemática oral. (DIAS, JOSETE LEAL,

2004).

METODOLOGIA

Como instrumento de pesquisa foi usado o método de abordagem dedutivo de observação direta intensiva com alunos da rede pública de uma escola estadual da cidade de Dourados, de ambos os gêneros do 8º ano do ensino fundamental, analisados a partir do uso do Algeplan para melhor compreender Produtos Notáveis. Esta análise foi registrada através de uma ficha de observação estruturada na revisão de literatura.

ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

A aplicação do instrumento de pesquisa foi realizada em duas salas pelo fato de haver um número pequeno de alunos, tivemos o auxílio da professora de Matemática. Quando o Algeplan foi apresentado aos alunos observamos que demonstraram grande interesse pelo assunto ser algo diferente do que estavam acostumados a trabalhar diariamente. De início foram distribuídos peças do material para cada grupo para que com elas tentassem fazer um quadrado, utilizando mais de duas peças, todos tiveram dificuldades, pois estavam apenas com as peças e não podiam usar régua para medir os lados e comprovar se estavam iguais, teriam que usar a lógica, um verdadeiro exercício de raciocínio lógico. A seguir relatamos os passos das atividades aplicadas aos alunos que consistem na distribuição das peças do Algeplan aos grupos e execução das atividades propostas.

Foto 1. Peças do Algeplan sendo distribuídas para os grupos. Na análise da primeira sala

Foto 1. Peças do Algeplan sendo distribuídas para os grupos.

Na análise da primeira sala em que foi aplicada a atividade os alunos não tinham noção de como conseguiriam as atividades propostas, tentaram durante algum tempo e com muita dificuldade um grupo entendeu o raciocínio já os demais só conseguiram após algumas instruções dadas pela equipe de aplicação do material concreto.

dadas pela equipe de aplicação do material concreto. Foto 2. Momento em que estavam desenhando a

Foto 2. Momento em que estavam desenhando a figura no papel.

Na segunda sala não foi muito diferente, houve dificuldades, mas depois de certo tempo os grupos formaram a figura, a diferença foi que um grupo mesmo com as instruções e explicações não conseguiu executar a atividade proposta.

Foto 3. Os grupos desenvolvendo as atividades propostas. Foi possível observar que os alunos não

Foto 3. Os grupos desenvolvendo as atividades propostas.

Foi possível observar que os alunos não tinham contato com essa forma de ensino e por isso tiveram algumas dificuldades na execução das atividades. Como foi dito anteriormente os alunos atualmente, estão acostumados com fórmulas e regras, enquanto que estas só poderiam ser utilizadas no momento em que realmente o aprendizado do conteúdo tivesse acontecido. (VITTI, 1999). Quanto aos professores, aqueles que ainda não trabalham com material concreto deveriam aplicá-lo com esta forma de ensino, pois quadro e giz torna-se muito monótono no decorrer do tempo, vemos que há um alto índice de reprovações em matemática, não por ser uma disciplina difícil, mas por ser mal ensinada, há professores que não se preocupam em criar uma metodologia diferenciada de ensino para que haja um maior interesse por parte dos alunos e consequentemente uma maior aprendizagem dos conteúdos de matemática, muitas vezes vista pelos alunos como disciplina de difícil compreensão. Após a formação do quadrado foi dada uma folha quadriculada para cada grupo para que desenhassem a figura por eles formada, de um lado teriam que desenhar o quadrado inteiro com suas repartições e do outro as peças do quadrado separadas, em seguida tinham que contar quantas unidades tinham do lado e dentro de cada uma delas.

Foto 4. Professora Luciana auxiliando, no desenvolvimento da atividade. Depois de todos esses passos caminhamos

Foto 4. Professora Luciana auxiliando, no desenvolvimento da atividade.

Depois de todos esses passos caminhamos para o fechamento da atividade,

foi pego uma figura de um grupo para ser citado como exemplo e concluímos que:

12

7 12
7
12

7

A3

A2

A2

A1

12 u.m

7 u.m

que: 12 7 12 7 A3 A2 A2 A1 12 u.m 7 u.m A1=144 u.a A2=

A1=144 u.a

A2=

84

u.a

7 u.m A3=49 u.a
7 u.m
A3=49
u.a

A área total=A1+2*A2+A3, ou seja, que aquela fórmula que eles veem já

pronta nos livros surge de um quadrado formado por peças de diferentes tamanhos

e que se somarmos a área de cada figura separada será a mesma coisa que aplicar

direto na fórmula e que no final ele obterá o mesmo resultado.

Depois de ter feito essa conclusão observamos que os alunos começaram a

lembrar de como tinham aprendido antes e que agora tudo estava bem mais claro.

Como vimos no início da pesquisa a prática os exercícios chega um momento

que ele nem precisa mais fazer todo o processo que antes fazia, mas

automaticamente chegam aos resultados desejados. (CENTURIÓN; JAKUBO;

LELLIS, 2004). Portanto, o uso de métodos diferentes faz com que os alunos se

sintam mais atraídos para o aprendizado tornando a aula mais prazerosa, o uso do

material concreto fez com que enxergassem a origem do Produto Notável e com

certeza isso facilitará o ensino aprendizagem dos conteudos de matemática levando

o aluno resolver problemas que antes pareciam complexos, mas que na verdade era

preciso um pouco mais de interpretação.

Além disso, o material concreto fornece ao aluno uma oportunidade para

testar seu raciocínio lógico com relação a seus erros e que é importante que cada

tentativa seja registrada para que no final ele mesmo analise e perceba no que errou

para que numa outra situação parecida não cometa mais os mesmos erros.

(KODAMA; SILVA, 2004).

Novamente precisamos enfatizar que os professores devem sim buscar novos

recursos, devem ser pesquisadores em sua área, pois no mundo de hoje não há

mais como continuar na mesmice, cada dia há uma coisa nova para atrair a atenção

das crianças, novos computadores, videogames, celulares, então o ensino deve

crescer na mesma proporção para que não deixe de existir na vida dessas crianças.

CONCLUSÃO

Esta pesquisa mostrou que de fato o material concreto auxilia no ensino-

aprendizagem, proporcionando maior visibilidade dos conteúdos que estão sendo

aplicados dentro da sala de aula no sentido de despertar maior interesse por parte

dos alunos. Sendo assim, a utilização do Algeplan no ensino de Produtos Notáveis

trouxe resultados satisfatórios, pois os dados da ficha de observação nos mostram

que apenas a distributiva, ou seja, o método tradicional não traz clareza do conteúdo

que por sua vez, não são compreendidos completamente pelos aprendizes.

É notório que esse método não alcança a todos, mas há a possibilidade de se

pesquisar outros que contribuam para a formação do cidadão e, com certeza o

professor inovador atingirá metas que antes não eram atingidas.

ao aluno, de acordo com

essa visão, caberá o papel daquele que busca e constrói o seu saber através da

análise das situações que se apresentam no decorrer do processo.( DINIZ, 2010).

Finalizamos esta pesquisa com a seguinte frase:

REFERÊNCIAS

CENTURIÓN; JAKUBO; LELLIS. Matemática na medida certa, 7° série, 2001.

DIAS, Josete Leal. A propriedade distributiva da multiplicação: uma visão diagnóstica do processo. Dissertação. 2004.

DINIZ. Metodologia do Ensino da Matemática no Nível Fundamental: Uso de Jogos e materiais concretos para alunos 7° ano. 2010.

KODAMA, Helia Matiko Yano . SILVA, Aparecida Francisco da. Jogos no ensino da Matemática.II Bienal da Sociedade Brasileira de Matemática, UFBa, 25 a 29 de outubro de 2004. VITTI, Catarina Maria. Matemática com prazer. Editora UNIMEP, 1999.