Você está na página 1de 20
ARTE RENASCENTISTA • CLASSICISMO • NATURALISMO • INDIVIDUALISMO • REALISMO • HUMANISMO • RACIONALISMO

ARTE RENASCENTISTA

• CLASSICISMO • NATURALISMO
CLASSICISMO
NATURALISMO
• INDIVIDUALISMO
• INDIVIDUALISMO
• REALISMO
REALISMO
• HUMANISMO
HUMANISMO
• RACIONALISMO
RACIONALISMO
• NATURALISMO • INDIVIDUALISMO • REALISMO • HUMANISMO • RACIONALISMO ITÁLIA - BERÇO DO RENASCIMENTO
ITÁLIA - BERÇO DO RENASCIMENTO
ITÁLIA - BERÇO DO RENASCIMENTO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO):
• HARMONIA
• EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
ARQUITECTURA RENASCENTISTA HERANÇA DA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (CLASSICISMO): • HARMONIA • EQUILÍBRIO
A ARQUITECTURA RENASCENTISTA
A ARQUITECTURA RENASCENTISTA
QUATTROCEN TO – SÉCULO XV - FLORENÇA
QUATTROCEN TO – SÉCULO XV - FLORENÇA
RENASCENTISTA QUATTROCEN TO – SÉCULO XV - FLORENÇA Cidade das Artes - Graças à acção dos
Cidade das Artes - Graças à acção dos Médicis (mecenas) Afluíram arquitectos, escultores e pintores
Cidade das Artes - Graças à acção dos Médicis (mecenas)
Afluíram arquitectos, escultores e pintores ilustres vindos de toda a Itália
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
CINQUECENTO – SÉCULO XVI - ROMA
CINQUECENTO – SÉCULO XVI - ROMA
• Superou Florença em grandiosidade artística • Mecenato exercido pelos papas Júlio II e Leão
• Superou Florença em
grandiosidade artística
• Mecenato exercido pelos papas
Júlio II e Leão X
ARQUITECTURA RELIGIOSA
ARQUITECTURA RELIGIOSA
FILLIPPO BRUNELLESCHI
FILLIPPO BRUNELLESCHI
• Iniciou o regresso à estética greco-romana (Classicismo)
• Iniciou o regresso à estética greco-romana (Classicismo)
Iniciou o regresso à estética greco-romana (Classicismo) Capela dos Pazzi (1421) •Monumentalidade dos edifícios
Capela dos Pazzi (1421)
Capela dos Pazzi (1421)
•Monumentalidade dos edifícios • arco redondo ou de volta perfeita • cúpula • Cobertura: abóbada
•Monumentalidade dos edifícios
• arco redondo ou de volta perfeita
• cúpula
• Cobertura: abóbada de berço
• Colunas com capitéis clássicos
• Frontões triangulares nas fachadas
• cornijas e balaústres a coroar os
terraços
• horizontalidade nas construções
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
ARQUITECTURA RENASCENTISTA
ARQUITECTURA RENASCENTISTA Igreja do Redentor – Andrea Palladio Cúpula da Catedral Gótica de Sta Maria das
Igreja do Redentor – Andrea Palladio
Igreja do Redentor – Andrea Palladio
ARQUITECTURA RENASCENTISTA Igreja do Redentor – Andrea Palladio Cúpula da Catedral Gótica de Sta Maria das
Cúpula da Catedral Gótica de Sta Maria das Flores
Cúpula da Catedral Gótica de Sta
Maria das Flores
MIGUEL ÂNGELO BUONNAROTI
MIGUEL ÂNGELO BUONNAROTI
Deu continuidade à obra de Donato Bramante (projecto da cúpula)
Deu continuidade à obra de Donato
Bramante (projecto da cúpula)
Desenhou a cúpula
Desenhou a cúpula
Aplicou a ordem colossal da fachada
Aplicou a ordem colossal da fachada
(projecto da cúpula) Desenhou a cúpula Aplicou a ordem colossal da fachada Cúpula da Basílica de
Cúpula da Basílica de S. Pedro, Roma
Cúpula da Basílica de S. Pedro, Roma
(projecto da cúpula) Desenhou a cúpula Aplicou a ordem colossal da fachada Cúpula da Basílica de
(projecto da cúpula) Desenhou a cúpula Aplicou a ordem colossal da fachada Cúpula da Basílica de
ESCULTURA RENASCENTISTA
ESCULTURA RENASCENTISTA
ESCULTURA RENASCENTISTA David – Miguel Ângelo CARACTERÍSTICAS • Classicismo: representação do nu com rigor
David – Miguel Ângelo
David – Miguel Ângelo
CARACTERÍSTICAS
CARACTERÍSTICAS
• Classicismo: representação do nu com rigor anatómico • Naturalismo e realismo: as figuras são
• Classicismo: representação do
nu com rigor anatómico
• Naturalismo e realismo: as
figuras são representadas o mais
semelhante possível à realidade
• Racionalismo: esquemas
compositivos baseados na
geometria as figuras inserem-se
em formas geométricas
realidade • Racionalismo: esquemas compositivos baseados na geometria as figuras inserem-se em formas geométricas
ESCULTURA RENASCENTISTA
ESCULTURA RENASCENTISTA
ESCULTURA RENASCENTISTA • Composição em triângulo • Naturalismo e realismo Pietá – Miguel Ângelo
• Composição em triângulo • Naturalismo e realismo
• Composição em triângulo
• Naturalismo e realismo
Pietá – Miguel Ângelo
Pietá – Miguel Ângelo
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA • RACIONALISMO – equilíbrio da composição (em pirâmide) • NATURALISMO –
• RACIONALISMO – equilíbrio da composição (em pirâmide) • NATURALISMO – Representação da
• RACIONALISMO – equilíbrio da
composição (em pirâmide)
• NATURALISMO – Representação
da Natureza(arvores, flores, rios,
montanhas, figuras humanas)
• REALISMO
Botticelli – O nascimento de Vénus
Botticelli – O nascimento de Vénus
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA

´TEMÁTICAS

Cenas da mitologia clássica Temas religiosas Retratos

da mitologia clássica • Temas religiosas • Retratos Jan Van Eyck - O matrimónio de Arnolfini
da mitologia clássica • Temas religiosas • Retratos Jan Van Eyck - O matrimónio de Arnolfini
Jan Van Eyck - O matrimónio de Arnolfini
Jan Van Eyck - O matrimónio de Arnolfini
Rafael – Madona
Rafael – Madona

Rafael - O casamento da Virgem

PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA A virgem com o menino e Santa Ana – Leonardo da Vinci APLICAÇÃO DE

A virgem com o menino e Santa Ana Leonardo da Vinci

APLICAÇÃO DE NOVAS TÉCNICAS

Pintura a óleo

Perspectiva (

representação da 3ª dimensão profundidade)

Aplicação do

sfumato” – através

da gradação das cores e dos efeitos de luz sombra,

permite representar

com maior rigor o que estava mais próximo, envolvendo numa espécie de névoa as

figuras mais

afastadas

o que estava mais próximo, envolvendo numa espécie de névoa as figuras mais afastadas Mona Lisa
Mona Lisa – Leonardo Da Vinci
Mona Lisa – Leonardo Da Vinci
ARTÍSTAS RENASCENTISTAS (PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS
ARTÍSTAS RENASCENTISTAS (PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS
ARTÍSTAS RENASCENTISTAS (PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea
Rafael
Rafael
RENASCENTISTAS (PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea
Miguel Angelo
Miguel Angelo
(PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea Paladio Leonardo da
Botticelli
Botticelli
(PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea Paladio Leonardo da Vinci
Danatello
Danatello
(PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea Paladio Leonardo da Vinci
Brunelleschi
Brunelleschi
(PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea Paladio Leonardo da Vinci
Andrea Paladio
Andrea Paladio
(PINTORES, ESCULTORES ARQUITECTOS Rafael Miguel Angelo Botticelli Danatello Brunelleschi Andrea Paladio Leonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
Leonardo da Vinci
A ARTE EM PORTUGAL NO SÉC.XV E XVI
A ARTE EM PORTUGAL NO SÉC.XV E XVI
A PERSISTÊNCIA DO GÓTICO: A ARTE MANUELINA
A PERSISTÊNCIA DO GÓTICO: A ARTE MANUELINA
SÉC.XV E XVI A PERSISTÊNCIA DO GÓTICO: A ARTE MANUELINA No reinado de D. Manuel I
SÉC.XV E XVI A PERSISTÊNCIA DO GÓTICO: A ARTE MANUELINA No reinado de D. Manuel I
SÉC.XV E XVI A PERSISTÊNCIA DO GÓTICO: A ARTE MANUELINA No reinado de D. Manuel I
No reinado de D. Manuel I desenvolveu-se em Portugal um tipo de decoração arquitectónica que
No reinado de D. Manuel I desenvolveu-se em Portugal um tipo de decoração
arquitectónica que ficou conhecido por arte manuelina. Trata-se de um estilo
decorativo aplicado a edifícios de estrutura gótica
O ESTILO MANUELINO
O ESTILO MANUELINO
O ESTILO MANUELINO Torre de Belém CARACTERÍSTICAS ELEMENTOS DECORATIVOS: •NATURALISTAS – raízes , troncos,
Torre de Belém
Torre de Belém
CARACTERÍSTICAS
CARACTERÍSTICAS
ELEMENTOS DECORATIVOS: •NATURALISTAS – raízes , troncos, folhagens, algas; •MARÍTIMOS – bóias, redes,
ELEMENTOS DECORATIVOS:
•NATURALISTAS – raízes , troncos,
folhagens, algas;
•MARÍTIMOS – bóias, redes,
conchas, barcos, cordas;
•SIMBOLOS NACIONAIS: a esfera
armilar, a cruz de Cristo e o
escudo real
ESTILO MANUELINO
ESTILO MANUELINO

Cruz de Cristo

ESTILO MANUELINO Cruz de Cristo Esfera armilar Escudo (armas de D. Manuel) Cabos (cordame) Fragmentos de

Esfera armilar Escudo (armas de D. Manuel)

Cabos (cordame)

Fragmentos de algas

Incrustações de coral

Correntes de âncoras

Cordas retorcidas

Busto (provavelmemte de Diogo Arruda, autor da janela)

A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL
A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL
A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL Mosteiro dos Jerónimos Foi durante o reinado de D. João III,
Mosteiro dos Jerónimos
Mosteiro dos Jerónimos
Foi durante o reinado de D. João III, no séc. XVI, que a arte renascentista
Foi durante o reinado de D. João III, no séc. XVI, que a arte renascentista entrou
definitivamente em Portugal. Contudo nunca atingiu no nosso país dimensão
equivalente à do resto da Europa
A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL
A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL
O claustro do Convento de Cristo, em Tomar
O claustro do Convento de
Cristo, em Tomar
A ARTE RENASCENTISTA EM PORTUGAL O claustro do Convento de Cristo, em Tomar Igreja da Graça,
Igreja da Graça, em Évora
Igreja da Graça, em Évora
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA Painéis de São Vicente de Fora – Nuno Gonçalves São retratados os diferentes grupos
Painéis de São Vicente de Fora – Nuno Gonçalves
Painéis de São Vicente de Fora – Nuno Gonçalves
São retratados os diferentes grupos sociais da sociedade portuguesa de meados do século XV
São retratados os diferentes grupos sociais da sociedade
portuguesa de meados do século XV
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA
PINTURA RENASCENTISTA Grão - Vasco
PINTURA RENASCENTISTA Grão - Vasco
Grão - Vasco
Grão - Vasco