Você está na página 1de 15
DIRETORIA REGIONAL DO CEARÁ EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010-GEREC/DR/CE A EMPRESA

DIRETORIA REGIONAL DO CEARÁ EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010-GEREC/DR/CE

A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - ECT, como Assistência Médica e Odontológica identificada por CorreiosSaúde, registro na ANS nº 35.376-1, por meio de sua Diretoria Regional do Ceará, CNPJ/MF 34.028.316/0010-02, na forma da Lei nº 8.666/93, e demais normas complementares aplicáveis, torna público que estará credenciando pessoas jurídicas para a prestação de serviços de assistência à saúde discriminados no objeto do presente Edital, observadas as condições constantes dos itens seguintes:

1 – RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS

1.1. Período: De 18/10/2010

1.2. Dia: de Segunda a Quarta

1.3. Horário: 08:00 ás 12:00

1.4. Local: Rua Senador Alencar Nº 38, 1º Andar Sala 118 Centro

a 18/02/2011

CEP 60030-050 Fortaleza/Ceará

2 – OBJETO

2.1. Credenciamento de profissionais equiparados à pessoa jurídica e pessoas jurídicas para a prestação de

serviços de Assistência e Atendimento Médico-Hospitalar e Ambulatorial (hospitalar, ambulatorial, médico- hospitalar e urgência 24 horas), Atendimento Médico e Ambulatórial - Consultório (ambulatorial, médico- hospitalar), Atendimento Médico-Ambulatórial - Clínicas, Atendimento Médico e Ambulatórial - Radiologia e/ou

Laboratório(Radiologia e diagnóstico por imagem), Prestação de Serviços Hemoterápicos - Banco de Sangue, Assistência e Atendimento de Saúde - Remoção, Assistência e Atendimento Domiciliar - Home Care, Assistência e Atendimento Odontológicos - Clinícas(nas especialidades de buco maxilo, endodontia, odonto pediatria, Odonto/Clínica Geral, Pronto Socorro Dentário, Periodontia, Prótese, Radiologia Odontológica e Radiografia Panorâmica), aos empregados ativos e inativos e seus dependentes, beneficiários do CorreiosSaúde, nos município(s)/localidade (s) pertencentes à jurisdição da Diretoria Regional do Ceará Capital e Interior.

3 – CONDIÇÕES GERAIS

3.1. Prazo de validade da carta-proposta: 90 (noventa) dias corridos, a contar da data da entrega da mesma.

3.2. Prazo de validade do credenciamento: 12 (doze)

meses, a contar da assinatura do Termo de

Credenciamento, prorrogáveis por iguais e sucessivos períodos até o total de 60 (sessenta) meses.

3.3. Assinatura do Termo de Credenciamento: o Termo de Credenciamento será assinado pelo representante

legalmente habilitado pela empresa que tenha tido sua proposta aprovada por atender todos os requisitos do Edital.

3.3.1. Em caso de procuração, a mesma deverá ser passada em cartório e conter autorização específica para tanto.

3.4. A participação neste Chamamento Público para Credenciamento implica a aceitação plena e irrevogável das normas constantes do presente Edital.

4 – PARTICIPANTES

4.1. Somente poderá participar deste credenciamento empresa especializada no ramo do objeto, devendo apresentar os documentos de acordo com o exigido no item 6 - DA HABILITAÇÃO.

4.2. Não poderão participar deste credenciamento:

4.2.1. Empresas que, por qualquer motivo, estejam decla radas inidôneas para contratar com a Administração

4.2.1. Empresas que, por qualquer motivo, estejam declaradas inidôneas para contratar com a Administração

Pública direta ou indireta Federal, Estadual, Municipal ou do Distrito Federal, ou punidas com a suspensão

temporária para contratar com a ECT.

4.2.2. Empresas inadimplentes com obrigações assumidas com a ECT.

4.2.3. Empresas que tenham como sócio gerente ou acionista majoritário, ou ainda, como titular de empresa

individual empregado ou dirigente da ECT.

5 – PROCESSAMENTO

5.1. Para habilitar-se ao credenciamento, o interessado deverá requerê-lo, enquanto ficar aberto o processo de Credenciamento, mediante a apresentação de proposta (Anexo II), endereçada ao Serviço de Assistência Médico-Hospitalar e Odontológico - CorreiosSaúde, cujo endereço consta do Item 1 – DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS.

5.2. A Proposta deverá atender às seguintes exigências:

5.2.1. Ser digitada em papel timbrado da empresa, ou que a identifique, sem emendas, rasuras ou entrelinhas,

datada e assinada pelo representante legal da empresa.

5.2.2. Declarar total concordância com as condições estabelecidas no presente Chamamento Público para

Credenciamento e no Termo de Credenciamento.

5.2.3. Constar dias e horários de atendimento da empresa.

5.2.4. Especificar a equipe técnica, relação do corpo clínico, constando CPF, especialidades e o número e

registro do profissional no Conselho de Classe Regional respectivo.

5.2.4.1. O responsável técnico deverá apresentar diploma de graduação, “curriculum vitae” e, para os profissionais que possuem o título de especialista devidamente reconhecido, registro nas entidades de fiscalização do exercício profissional.

5.2.5. Conter relação de equipamentos com os quais prestará os serviços.

5.2.6. Indicar o nome do Banco, número da Agência e Conta-Corrente onde deverão ser creditados os pagamentos.

5.2.7. Estar acompanhada do Formulário contendo todos os serviços, especialidades e procedimentos médicos

oferecidos (Anexo I).

6 – HABILITAÇÃO

6.1. Deverão ser juntados, ainda, à Proposta os seguintes documentos para fins de habilitação:

6.1.1. Registro comercial, no caso de empresa individual.

6.1.2. Ato constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor, devidamente registrado, em se tratando de

sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por ações, acompanhado de documentos de eleição de seus administradores e procurações que substabeleçam poderes a terceiros.

6.1.3. Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova da diretoria em

exercício.

6.1.4. Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no

País, e ato de registro ou autorização para funcionamento pelo Órgão competente, quando a atividade assim o exigir.

6.1.5. Registro ou inscrição na entidade profissional competente (Conselho de Classe).

6.1.6. Termo de Responsabilidade Técnica expe dido pela entidade profissional competente. 6.1.7. Comprovação de Alvará

6.1.6. Termo de Responsabilidade Técnica expedido pela entidade profissional competente.

6.1.7. Comprovação de Alvará de Funcionamento (expedido pela Prefeitura ou Administração).

6.1.8. Licença de Funcionamento, expedido pela Vigilância Sanitária (estabelecimento e equipamentos).

6.1.9. Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

6.1.10. Prova de inscrição no Cadastro de Contribuintes Estadual, do Distrito Federal ou Municipal, se houver,

relativo ao domicílio ou sede da entidade e pertinente ao ramo e atividade compatíveis com o objeto

contratual.

6.1.11. Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (Certidão Negativa de Débitos ou certidão positiva

com efeito de negativa – CND - expedida pela Previdência Social).

6.1.12. Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – (CRF), demonstrando

situação regular no cumprimento dos encargos sociais instituídos por lei, expedida pela Caixa Econômica

Federal.

6.1.13. Certidão Conjunta Negativa de Débitos relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União.

6.1.14. Registro ou inscrição no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES).

6.1.15. Diplomas e Títulos de Especialização.

6.1.15.1. Comprovação de experiência de, no mínimo, 02 (dois) anos de efetivo exercício profissional na especialidade.

6.1.16. Laudo de Proteção Radiológica ou equivalente, conforme Resolução NN -3.01 do Conselho Nacional de

Energia Nuclear – CNEN, emitido por órgão de fiscalização sanitária, (apenas para entidades que utilizam

equipamentos de raio x ou material radiativo).

6.1.17. Registro/Certificado/Laudo de equipamentos e materiais radioativas, emitidos pelo órgão de fiscalização

de saúde da localidade, conforme Resolução CNEN.

6.2. Os documentos exigidos para fins de habilitação deverão ser apresentados em cópias autenticadas por Tabelião de Notas ou original e cópia para certificação.

7 – ANÁLISE DA PROPOSTA DE CREDENCIAMENTO

7.1. As Propostas, acompanhadas dos documentos exigidos no item acima, serão objeto de análise pela ECT.

7.2. A ECT, além de receber, examinar e julgar a documentação com obediência aos critérios aqui estabelecidos, poderá dirimir, com base na legislação vigente, quaisquer dúvidas ou omissões porventura existentes, ou adotar as medidas legais ou administrativas que se fizerem necessárias ao esclarecimento ou instrução do processo.

7.3. As Certidões deverão ser apresentadas dentro do prazo de validade e, quando não mencionado, as mesmas serão consideradas válidas por até 06 (seis) meses contados da data de sua emissão.

7.4. Além da análise da documentação, a ECT realizará vistoria prévia na entidade, com vistas à emissão de

parecer técnico quanto aos aspectos relativos às condições das instalações e de atendimento, higiene, segurança, aparelhamento, corpo clínico e técnico.

7.5. Analisada a conformidade dos documentos com o estabelecido neste instrumento, bem como o resultado da vistoria prévia, e estando a empresa conforme, ela será considerada habilitada.

8 – ASSINATURA DO TERMO DE CREDENCIAMENTO 8.1. A aceitação das condições constantes deste inst

8 – ASSINATURA DO TERMO DE CREDENCIAMENTO

8.1. A aceitação das condições constantes deste instrumento será formalizada pela assinatura do Termo de Credenciamento, cuja minuta constitui o anexo IV deste instrumento.

8.2. O habilitado será convocado, por carta, para assinatura do instrumento de credenciamento, devendo

comparecer no prazo máximo de 15 (quinze) dias úteis, sob pena de decair do direito de credenciamento.

8.3. As empresas não habilitadas serão informadas das razões e receberão os documentos entregues para o processo de habilitação.

8.3.1.Fica garantido o direito de interposição de recurso, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da data de recebimento da Carta de Recusa, assegurando-se ampla defesa e o direito ao contraditório.

9 – DO DESCREDENCIAMENTO

9.1. O processo e os motivos de descredenciamento seguem o estabelecido no Termo de Credenciamento,

anexo ao presente Edital.

10 – DISPOSIÇÕES FINAIS

10.1. As condições de execução dos serviços, dos preços e demais obrigações constam da minuta do Termo

de Credenciamento e respectivos anexos.

10.2. A formalização do Termo de Credenciamento dar-se-á com fulcro no “caput” do Art. 25 da Lei 8.666/93.

10.3. Eventuais dúvidas quanto às disposições deste instrumento, poderão ser dirimidas por expediente formal

endereçado à ECT - Diretoria Regional do Ceará, localizada á Rua Senador Alencar Nº 30 1º andar Sala 118; Centro 60030-050 Fortaleza/Ceará ou por meio do fax nº (85) 32557247.

11 – FORO

11.1 Fica eleito o Foro da Justiça Federal, Seção Judiciária do Ceará, da Cidade de Fortaleza, para dirimir qualquer dúvida oriunda da execução deste instrumento, com renúncia expressa de qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

Fortaleza/CE, de de 2010.

DIRETOR REGIONAL ECT/DR/CE

ANEXO I EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010 LISTA DOS SERVIÇOS, ESPECIALIDADES, LOCALIDADE

ANEXO I EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010

LISTA DOS SERVIÇOS, ESPECIALIDADES, LOCALIDADE DE

 

CONSULTAS / AVALIAÇÕES

 

EXAMES / SERVIÇOS / TRATAMENTOS

(

)- Alergologista

()

-

Alergologia

(

)- Anestesiologista

()

-

Anatomia Patológica e Citopatologia

(

)-

Angiologista Cirurgião Vascular

()

-

Anestesiologia

(

)- Cardiologista

()

-

Angiologia Cirurgia Vascular e Linfática

(

)-

Cirurgião Cardíaco Hemodinamicista

()

-

Cardiologia

(

)-

Cirurgião da Mão

()

-

Cirurgia Cardíaca Hemodinâmica

(

)-

Cirurgião de Cabeça e Pescoço

()

-

Cirurgia da Mão

(

)-

Cirurgião do Aparelho Digestivo

()

-

Cirurgia de Cabeça e Pescoço

(

)-

Cirurgião Endocrinológico

()

-

Cirurgia de Mama

(

)-

Cirurgião Pediátrico

()

-

Cirurgia do Aparelho Digestivo, Anexos e Parede Abdominal

(

)-

Cirurgião Plástico

 

(

)-

Cirurgião Torácico

()

-

Cirurgia Endocrinológica

(

)-

Clínico Geral

()

-

Cirurgia Pediátrica

(

)- Dermatologista

()

-

Cirurgia Plástica

(

)- Endocrinologista

()

-

Cirurgia Torácica

(

)-

Especialista em Microcirurgia

()

-

Dermatologia Clínicocirúrgica

(

)- Fisiatra

()

-

Eletroencefalografia e Neurofisiologia Clínica

(

)-

Gastroenterologista Clínico

()

-

Endoscopia Digestiva

(

)- Geriatra

()

-

Endoscopia Peroral

(

)-

Ginecologista e Obstetra

()

-

Fonoaudiologia

(

)- Hematologista

()

-

Genética

(

)- Hepatologista

()

-

Ginecologia e Obstetrícia

(

)- Homeopata

()

-

Hemoterapia

(

)- Infectologista

()

-

Home Care

(

)- Mastologista

()

-

Medicina Física e Reabilitação - (Fisioterapia)

(

)- Nefrologista

()

-

Medicina Nuclear

(

)- Neurocirurgião

()

-

Microcirurgia Reconstrutiva

(

)- Neurologista

()

-

Nefrologia

(

)- Nutricionista

()

-

Neurocirurgia

(

)- Oftalmologista

()

-

Nutrição Parenteral e Enteral

(

)- Oncologista

()

-

Oftalmologia

(

)- Ortopedista

()

-

Ortopedia e Traumatologia

(

)- Otorrinolaringologista

()

-

Otorrinolaringologia

(

)- Pediatra

()

-

Patologia Clínica

(

)- Pneumologista

()

-

Quimioterapia do Câncer

(

)- Proctologista

()

-

Radiodiagnóstico

(

)-

Pronto Socorro

()

-

Radioterapia

(

)- Psicologia

()

-

Remoção em Ambulância

(

)- Psiquiatra

()

-

Ressonância Magnética

(

)- Reumatologista

()

-

Reumatologia

(

)- Urologista

()

-

Tisiopneumologia

(

)-

Medicina do Trabalho

()

-

Tomografia Computadorizada

(

)-

(

)

-

Ultrasonografia

(

)-

 

(

)

-

Urologia

(

)-

   

ODONTOLÓGICOS

(

)-

 

(

)

-

Buco Maxilo

(

)-

 

(

)

- Endodontia

(

)-

 

(

)

-

Odonto Pediátria

(

)-

 

(

)

-

Odonto/Clínica Geral

(

)-

 

(

)

-

Pronto Socorro Dentário

(

)-

 

(

)

- Periodontia

(

)-

 

(

)

- Prótese

(

)

-

(

)

-

Radiologia Odontológica e Radiografia Panorâmica

(

)-

 

(

)

-

(

)-

 

(

)

-

(

)-

 

(

)

-

(

)-

 

(

)

-

(

)-

 

(

)

-

(

)-

   

Página 1 - ANEXO I - Edital Chamamento Publico 001 2010

Área de abrangência por Município:

Data:

/

/

OBSERVAÇÕES:

Assinatura proponente

1. As localidades devem estar definidas, preferencialmente, por Municípios. 2. Na contratação de clínicas ambulatoriais, serviços de diagnóstico e terapias, deverão ser indicadas

todas as especialidades desejadas, procedimentos realizados e regime de atendimento. 3.A Diretoria Regional poderá realizar as adaptações necessárias às suas características, desde que não

modifiquem a essência e o padrão da presente lista.

Página 2 - ANEXO I - Edital Chamamento Publico 001 2010

ANEXO II EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO PROPOSTA DE SERVIÇOS Nº 001/2010 À EMPRESA

ANEXO II

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO

PROPOSTA DE SERVIÇOS

Nº 001/2010

À

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - ECT

Diretoria Regional de

Pela presente Proposta de Serviços, vimos oferecer aos empregados da EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS – ECT, bem como a seus dependentes, os nossos serviços profissionais, comprometendo-nos a receber, em nossas instalações, por intermédio de nosso corpo de profissionais, os beneficiários do CorreiosSaúde da ECT, para prestar os serviços relacionados no formulário Anexo I.

Identificação do Credenciado

Nome (Razão Social):

Código CNES:

E-mail:

Nome Fantasia:

Endereço:

CEP:

Bairro:

Cidade:

UF:

CNPJ:

Inscrição Estadual:

 

Telefone: (

)

Fax: (

)

E-mail:

Site:

Conselho de Classe:

Número de Registro:

Banco Nº e Nome: (

)

Agência Nº e Nome: (

)

Conta Corrente:

Dados do Representante Legal

 

Nome:

Naturalidade:

Estado Civil:

Profissão:

Conselho

de Classe:

CPF: RG: E-mail: Endereço: Nº CEP: Bairro: Cidade: UF: Telefone: ( ) Fax: ( )

CPF:

RG:

E-mail:

Endereço:

CEP:

Bairro:

Cidade:

UF:

Telefone: (

)

Fax: (

)

Para todos os fins de direito, declaramos que:

1. Estamos cientes e concordamos com as condições estabelecidas no Edital de Chamamento Público para

Credenciamento nº de preços.

e no Termo de Credenciamento, inclusive quanto à forma de atendimento e tabela

/

,

2. Comprometemo-nos fornecer à ECT quaisquer informações ou documentos solicitados referentes aos serviços

prestados aos beneficiários do CorreiosSaúde.

3. Temos o conhecimento de que nos é vedado cobrar honorários, a qualquer título, direta ou indiretamente dos

beneficiários, pelos serviços prestados, exceto aquelas decorrentes da internação em quarto individual ou apartamento, por opção do empregado, quando não autorizado pela ECT.

4. Informaremos, de imediato, toda e qualquer alteração que venha a ocorrer em nossos dados cadastrais.

5. A prestação dos serviços a que nos propomos não implicará em qualquer vinculação empregatícia com a ECT,

não podendo, portanto, pretender ou exigir vantagens daí decorrentes.

Para a análise e decisão sobre o referido credenciamento, anexamos cópia da documentação exigida no Edital acima citado.

,

de

de 200

Representante da Proponente

ANEXO III EDITAL PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010 LISTA DOS PROCEDIMENTOS NÃO COBERTOS A - NA

ANEXO III

EDITAL PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2010

LISTA DOS PROCEDIMENTOS NÃO COBERTOS

A - NA ASSISTÊNCIA MÉDICA

São excluídos da cobertura da assistência médico-hospitalar:

1) procedimentos clínicos ou cirúrgicos para fins estéticos, bem como órteses e próteses para o mesmo fim, ou seja, todo aquele que não visa restaurar função parcial ou total de órgão ou parte do corpo humano lesionada seja por enfermidade, traumatismo ou anomalia congênita;

2) exames e tratamentos relativos à medicina ortomolecular;

3) mamoplastia redutora estética;

4) cirurgia e tratamentos específicos para mudança de sexo;

5) procedimentos destinados à inseminação artificial ou fertilização “in vitro”, e/ou reprodução assistida que inclui a manipulação de oócitos e esperma para alcançar a fertilização, por meio de injeções de esperma intracitoplasmáticas, transferência intrafalopiana de gameta, doação de oócitos, indução da ovulação, concepção póstuma, recuperação espermática ou transferência intratubária do zigoto, entre outras técnicas, bem como as despesas diretamente relacionadas e suas intercorrências;

6) recanalização tubária e tratamento para infertilidade/esterilidade;

7) exame de paternidade;

8) controle de natalidade contrário à ética médica;

9) consulta ou atendimento domiciliar, exceto no caso de Internação Domiciliar autorizado pelo médico da ECT e fisioterapia domiciliar;

10) aparelhos ortopédicos e órteses em geral (ex.: aparelho para surdez, CPAP, óculos, lentes de contato e outros), salvo situações constantes no Acordo Coletivo de Trabalho vigente;

11) fornecimento de próteses, órteses e seus acessórios não ligados ao ato cirúrgico: prótese como qualquer dispositivo permanente ou transitório que substitua total ou parcialmente um membro, órgão ou tecido, e órtese, qualquer dispositivo permanente ou transitório, incluindo materiais de osteossíntese, que auxilie as funções de um membro, órgão ou tecido, não ligados ao ato cirúrgico e aqueles dispositivos cuja colocação ou remoção não requeiram a realização de ato cirúrgico;

12) fornecimento de materiais e medicamentos (importados ou não) prescritos para tratamento domiciliar, exceto aqueles utilizados nos hospitais/clínicas credenciados durante atendimentos de pronto-socorro, internações, Internação Domiciliar e aqueles constantes de Programa implementado

pela ECT. Medicamentos para tratamento domiciliar são aqueles que não requerem administração assistida, ou seja,

pela ECT. Medicamentos para tratamento domiciliar são aqueles que não requerem administração assistida, ou seja, não necessitam de intervenção ou supervisão direta de profissional de saúde habilitado ou cujo uso não é exclusivamente hospitalar, podendo ser adquiridos por pessoas físicas em farmácias de acesso ao público e administrados em ambiente externo ao de unidade de saúde (hospitais, clínicas, ambulatórios e urgência e emergência);

13) fornecimento de vacinas de qualquer natureza, exceto nas campanhas desenvolvidas pela ECT;

14) tratamentos em estâncias hidrominerais, spa, tratamento para redução de peso em clínicas de emagrecimento, clínicas de repouso, hospital de retaguarda ou de apoio, casas de convivência/terapêutica;

15) internação hospitalar para tratamento clínico ou cirúrgico experimental, não reconhecido na prática médica;

16) tratamentos clínicos ou cirúrgicos ilícitos ou antiéticos, assim definidos sob o aspecto médico, ou não reconhecidos pelas autoridades competentes, ou ainda cirurgias não previstas no Código Brasileiro de Ética Médica, segundo o Conselho Federal de Medicina - CFM;

17) quaisquer exames ou tratamentos sem prévia indicação médica;

18) tratamentos clínicos e cirúrgicos para rejuvenescimento e/ou prevenção de envelhecimento ou de emagrecimento com finalidade estética; e ainda qualquer outra cirurgia para tratamento estético;

19)

CREDENCIANTE;

diárias

hospitalares

e

despesas

com

acompanhante,

exceto

os

casos

autorizados

pela

20) exames e procedimentos não previstos nas tabelas utilizadas pela ECT, exceto os casos excepcionais previamente analisados e autorizados pela CREDENCIANTE;

20) exames, tratamentos e procedimentos cirúrgicos não reconhecidos pelo Conselho Federal de Medicina - CFM;

21) dermolipectomia, exceto nos casos de abdômen em avental decorrente de grande perda ponderal em consequência de tratamento para obesidade mórbida ou após cirurgia de redução de estômago, configurando-se uma seqüela do processo de redução de peso;

22) cirurgias reparadoras conseqüentes do uso de antiretrovirais;

23) enfermagem em caráter particular, em residência ou não, até nos casos que exijam cuidados especiais, inclusive emergência e/ou urgência;

24) internação hospitalar para fins de repouso, de reabilitação em geral ou de assistência em caráter social (asilo, internato e outros), e estada em estâncias hidrominerais e climáticas, mesmo por indicação médica e clínicas para acolhimento de idosos e internações que não necessitem de cuidados médicos em ambiente hospitalar;

25) exames, consultas e tratamentos com vistas à realização de periódicos/mudança de função ou cargo/demissional relativos às necessidades de outras empresas, salvo para titulares da ECT cedidos e que o custo de sua realização possa ser repassado ao cessionário;

26) exames médicos admissionais (laboratoriais, radiológicos e outros), de empregados da ECT ou de seus

26) exames médicos admissionais (laboratoriais, radiológicos e outros), de empregados da ECT ou de seus dependentes, que foram aprovados em Concurso Público de outras empresas ou órgãos públicos;

27) despesas consideradas extraordinárias na internação, tais como: aluguel de TV, ligações telefônicas urbanas e interurbanas de fixo ou celular, internet, canais fechados de TV, lavagem de roupa, refeições extras e outras;

28) tratamentos de varizes superficiais com injeções esclerosantes (escleroterapia) e/ou aplicação a laser;

29) confecção, compra, conserto, ajuste, aluguel de aparelhos destinados à complementação de funções, tais como: colchões, cadeiras e outros para utilização domiciliar, exceto nos tratamentos de Internação Domiciliar;

30) remoção domicílio-hospital e vice-versa;

31) todas as despesas decorrentes de doação de órgão para paciente que não seja beneficiário do CorreiosSaúde;

32) tratamento clínico ou cirúrgico experimental: é aquele que emprega fármacos, vacinas, testes diagnósticos, aparelhos ou técnicas cuja segurança, eficácia e esquema de utilização ainda sejam objeto de pesquisas em fase I, II ou III, ou que utilizem medicamentos ou produtos para a saúde não registrados no país, bem como aqueles considerados experimentais pelo Conselho Federal de Medicina – CFM, ou o tratamento a base de medicamentos com indicações que não constem da bula registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA (uso off-label);

33) fornecimento de medicamentos e produtos para a saúde, importados não nacionalizados: são aqueles produzidos fora do território nacional e sem registro vigente na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA);

34)

competente;

casos

de

cataclismos,

guerras

e

comoções

internas,

quando declarados

pela

autoridade

35) fornecimento de medicação de manutenção aos pacientes submetidos a transplantes;

36) drenagem linfática, exceto nos casos de pós-mastectomia, ocasião que serão cobertas sessões solicitadas pelo médico assistente que deverão ser previamente avaliadas e autorizadas pelo médico do ambulatório.

B - NA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA

São excluídos da cobertura da Assistência Odontológica:

1) tratamento e cirurgia estética de qualquer natureza, bem como tratamentos ortodônticos e implantes osteointegrados;

2) tratamento odontológico que não esteja mencionado no Referencial de Preços e Procedimentos Odontológicos da ECT e/ou tabela da entidade representativa que congregue os Planos de Saúde em Autogestão;

3) consulta ou atendimento odontológico domiciliar; 4) fornecimento de materiais e medicamentos (importados ou não),

3) consulta ou atendimento odontológico domiciliar;

4) fornecimento de materiais e medicamentos (importados ou não), exceto aqueles utilizados nos hospitais/clínicas credenciados durante atendimentos de pronto-socorro e internações;

5) fornecimento de vacinas de qualquer natureza;

6) tratamentos e cirurgias odontológicas experimentais;

7) tratamentos clínicos ou cirúrgicos odontológicos não éticos;

8) quaisquer exames ou tratamentos sem prévia indicação odontológica.

ANEXO V – EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº001/2010 TERMO DE COMPROMISSO (ATENDIMENTO DE

ANEXO V – EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Nº001/2010

TERMO DE COMPROMISSO

(ATENDIMENTO DE URGÊNCIA/EMERGÊNCIA)

 

(ESTE DOCUMENTO DISPENSA A APRESENTAÇÃO DE CHEQUE CAUÇÃO)

Nome do Credenciado/Carimbo

 

CNPJ

 

Nome do Empregado

 

Nº Matrícula

 

Nome do Paciente

 

Data e Horário de Atendimento

 
 

/

/

ás

horas

Modalidade de Atendimento

 

(

) Internação

(

) Consulta – especialidade:

 

(

) Exames realizados no atendimento urgência/emergência

 

DIAGNÓSTICO/MEDICAMENTO(S)

 

Carimbo / Assinatura do Médico (OBRIGATÓRIO)

1.

Declaro conhecer a Assistência Médica e Odontológica da ECT ( CorreiosSaúde ) e estou ciente que:

- Acomodação Coletiva (enfermaria com dois ou mais leitos) é o padrão de acomodação adotado pela ECT.

- Com exceção dos empregados afastados por invalidez, afastado por auxílio doença ou por acidente de trabalho, o beneficiário titular poderá optar por Apartamento Simples (Acomodação Individual) apenas nas internações clínicas (não cirúrgicas), mediante assinatura de Termo de Opção.

- Caso o beneficiário titular opte por acomodação diferente daquela oferecida pela ECT, deverá negociar e pagar diretamente ao credenciado, a diferença entre o valor do credenciamento e o valor cobrado pelo credenciado.

2.

Comprometo-me a apresentar a(s) guia(s) relativas ao atendimento acima, no prazo de 02 (dois) dias

úteis, quando o atendimento se der na Capital e Região Metropolitana, ou em até e 05(cinco) dias úteis, quando o atendimento ocorrer em cidade do interior do Estado, a contar da data do atendimento, conforme solicitação do credenciado. Caso não seja cumprido este prazo, autorizo o credenciado a apresentar o respectivo documento de cobrança à ECT, responsabilizando-me, inclusive, pelo

pagamento do valor integral do atendimento e dos procedimentos realizados.

 
 

/

/

 

Assinatura do empregado/paciente

 

Observação:

 

Com este Termo/Formulário, o empregado deverá comparecer ao local de emissão de guia, para adquirir as guias correspondentes ao atendimento acima e entregar ao credenciado no prazo estabelecido.

1ª Via original: Hospital 2ª Via cópia: Empregado

ANEXO VI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO Da Tabela : TABELA Nº 001/2010 Será

ANEXO VI

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CREDENCIAMENTO

Da Tabela:

TABELA

Nº 001/2010

Será adotada a Tabela CBHPM – Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, 3ª edição Plena para os Portes dos Procedimentos Médicos e redutor de 28,48% para a UCO(Unidade de Custo Operacional), respeitando as suas peculiaridades, os limites de cobertura assistencial e com base no Rol da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, a partir de 1º julho de 2010 a 31 de dezembro de 2011. Valor do Filme: R$ 21,70. Valor da UCO(Unidade de Custo Operacional): R$ 11,50. Os serviços de imagem (Radiologia, Ultrassonografia, Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada) deverão ser remunerados pelos redutores de 20% para os Portes dos Procedimentos Médicos, 30% para UCO e o filme pelo valor de R$ 21,70, tendo como base o Termo Referencial firmado com a Sociedade Cearense de Radiologia, em 1º/out/09. Os exames Laboratoriais deverão ser remunerados pelos redutores de 20% tanto para os portes de Procedimentos Médicos quanto para a UCO - Unidade de Custo Operacional. Nos procedimentos realizados por vídeo, o adicional será de 15% (quinze por cento). Quando da adoção da TUSS – Terminologia Unificada em Saúde Suplementar, conforme previsto na Instrução Normativa nº 34 de 13 de fevereiro de 2009 da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, os procedimentos serão remunerados, na nova tabela, conforme os valores da tabela vigente (CBHPM-3ª edição) e o adicional de vídeo somente será remunerado para os procedimentos que em sua descrição prevê a técnica do vídeo.

Das Consultas:

As consultas médicas (eletivas) realizadas em consultório serão remuneradas no valor de R$ 50,00 (cinqüenta reais), com prazo de retorno em até 30 (trinta) dias. As consultas hospitalares (emergência e urgência) serão pagas pelo valor de R$ 50,00 (cinqüenta reais), independente do horário de atendimento. As consultas de urgência e emergência somente serão caracterizadas como “retorno” até dois dias corridos, caso o CID principal da consulta subseqüente seja idêntico ao da consulta de referência.

Vigência: 1º outubro de 2010 a 31 de dezembro de 2011.

ANEXO VII TABELA ODONTOLOGICA - VIGENCIA: 01/06/2010 até 31/12/2011 9572XX1 Retratamento endodôntico de
ANEXO VII TABELA ODONTOLOGICA - VIGENCIA: 01/06/2010 até 31/12/2011 9572XX1 Retratamento endodôntico de

ANEXO VII

TABELA ODONTOLOGICA - VIGENCIA: 01/06/2010 até 31/12/2011

9572XX1

Retratamento endodôntico de inciso/canino(RX incluso)

112,00

9572XX1

Retratamento endodôntico de pre-molar (RX incluso)

143,00

9572XX1

Retratamento endodôntico de molar (RX incluso)

203,00

9573XX1

Tratamento endodôntico em dentes deciduos(RX incluso)

50,00

8574XX1

Remoção de núcleo intrarradicular

33,00

9574XX2

Preparo para núcleo intrarradicular

30,00

9575XX1

Tratamento de Perfuração

66,00

9559XX3

Restauração provisória (curativo com hidroxido de calcio, max 3 ss)

15,00

EM TODOS OS DENTES AS RADIOGRAFIAS ESTÃO INCLUIDAS - INCIDENCIA ÚNICA

PRÓTESE

95800000

Consulta Protese

18,00

95800018

Prótese total superior (c/ou sem palato incolor)

335,00

95800026

Prótese total superior (palato incolor)

335,00

95800034

PPR superior (armação e acrilização)

365,00

95800042

PPR inferior (armação e acrilização)

365,00

95800050

PPR Sup (acrílico c/ou sem grampo)/Prótese Total imediata

135,00

95800069

PPR Inf (acrílico c/ou sem grampo) /Prótese Total imediata

135,00

95800077

Reembasamento de Prótese Total superior

75,00

95800085

Reembasamento de Prótese Total inferior

75,00

95800093

Reembasamento de PPR superior

75,00

95800107

Reembasamento de PPR inferior

75,00

9581XX1

PRÓTESE (Coroa Veneer - metaloplástica)

230,00

9582XX1

PRÓTESE (Pôntico por elemento metalocerâmico)

330,00

9582XX2

PRÓTESE (Pôntico por elemento metaloplástico)

230,00

95830014

Placa de mordida miorrelaxante

140,00

9584XX1

Restauração metálica fundida

125,00

9584XX2

Aleta metálica para Prótese adesiva

110,00

9585XX1

Núcleo metálico fundido

80,00

9585XX2

Núcleo em fibra vidro/cerâmico

80,00

9586XX1

Coroa provisória acrílica

40,00

9587XX1

Coroa total metálica

140,00

9588XX1

Restauração Inlay/Onlay em Artglass/Solidex

230,00

9588XX2

Coroa de jaqueta Acrílica

180,00

9589XX1

Coroa metalocerâmica

350,00

9589XX2

Coroa Metalocerâmica para Prótese sobre Implante

450,00

9589XX3

Coroa de jaqueta em cerâmica pura

330,00

9589XX5

Restauração Inlay/Onlay em porcelana

330,00

9589XX4

Faceta laminada em porcelana

230,00

95900012

Remoção/Recimentação de peça protética

20,00

95900020

Ponto de solda

25,00

95900039

Planejamento em Prótese (mod.estudo/par/articulador semi-ajustável)

18,00

95900047

Ajuste oclusal - máx. 3 sessões

15,00