Você está na página 1de 11
Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5.154/04 e Lei Federal nº 11.741/08)

PLANO DE CURSO

Área: Manutenção Mecânica

Qualificação: Lubrificador Industrial

SÃO PAULO

Formação Inicial e Continuada – Plano de Curso de Qualificação Profissional – Lubrificador Industrial

SENAI-SP, 2009

Diretoria Técnica

Coordenação

Gerência de Educação

Elaboração

Gerência de Educação

Escola SENAI “Frederico Jacob”

SUMÁRIO

I. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL – LUBRIFICADOR INDUSTRIAL

5

a) Objetivo

5

b) Requisitos de Acesso

5

c) Perfil da Qualificação Profissional – Lubrificador Industrial

5

II. ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

6

a) Quadro de Organização Curricular

6

b) Enfoque didático-pedagógico

6

c) Ementa de conteúdo formativo

7

d) Organização de turmas

9

III. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

9

IV. CRITÉRIOS DE APROVEITAMENTO DE CONHECIMENTOS E EXPERIÊNCIAS ANTERIORES

9

V. INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

10

VI. PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO

10

VII. CERTIFICADOS

10

I.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL – LUBRIFICADOR INDUSTRIAL 1

a) Objetivo

O Curso de Qualificação Profissional Lubrificador Industrial tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a lubrificação de máquinas e equipamentos industriais.

b) Requisitos de Acesso

Os candidatos ao curso devem:

ter concluído o Ensino Fundamental;

ter, no mínimo, 14 anos completos.

c) Perfil da Qualificação Profissional – Lubrificador Industrial

Executar lubrificação de máquinas e equipamentos, nas indústrias, planejando e selecionando ferramentas e materiais de acordo com procedimentos e normas técnicas, de qualidade, de preservação ambiental, de saúde e de segurança.

1 Esta Qualificação Profissional faz parte do Itinerário Formativo da Área Manutenção Mecânica, disponível na Intranet, área Ensino – Itinerários Formativos.

II.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

a) Quadro de Organização Curricular

   

CARGA

LEGISLAÇÃO

UNIDADES CURRICULARES

HORÁRIA

TOTAL

   

(HORAS)

 

Decreto Federal nº5154/04

Lei Federal nº11741/08

Fundamentos da Lubrificação

100

Lei Federal n o 9394/96

Lubrificação Industrial

60

 

Carga Horária Total

160

b) Enfoque didático-pedagógico

Os processos de ensino e de aprendizagem deverão ser desenvolvidos com a utilização de diferentes métodos, estratégias e técnicas, tendo em vista a aquisição de capacidades técnicas, sociais, organizativas e metodológicas e conhecimentoos definidos como conteúdo formativo e necessários para o desempenho profissional do Lubrificador Industrial.

Desse modo, o curso deverá ser desenvolvido a partir da proposição de situações contextualizadas e desafiadoras, tais como situações-problema que envolvam tarefas, operações ou ensaios.

Assim, toda e qualquer a ação docente, tendo em vista o desenvolvimento das aulas, deve ser planejada considerando as capacidades técnicas definidas na ementa de conteúdo formativo da unidade curricular, tendo em vista as competências explicitadas no perfil da qualificação profissional.

Ademais, o processo de avaliação deve estar centrado principalmente nos resultados demonstrados pelo aluno durante a realização das situações contextualizadas propostas.

c)

Ementa de conteúdo formativo

 

MÓDULO DE QUALIFICAÇÃO LUBRIFICADOR INDUSTRIAL

 

Unidade Curricular: Fundamentos da Lubrificação - 100 horas

 

CONTEÚDO FORMATIVO

Capacidades Técnicas

Conhecimentos

 

Ler e interpretar desenho técnico

1. Desenho técnico:

Interpreta desenho de Máquinas;

 

1.1. Conceitos;

Elaborar croquis

1.2. Perspectiva isométrica;

Aplicar normas técnicas

1.3. Projeção ortogonal;

Identificar elementos de máquinas;

 

1.4. Linha:

Diferenciar aplicações dos elementos

 

1.4.1. tipos,

 

de máquinas

1.4.2. aplicações.

Utilizar elementos de máquinas.

 

1.5. Vistas;

   

1.6. Cotagem;

1.7. Escalas;

Capacidades sociais, organizativas e metodológicas:

 

1.8. Corte:

 

1.8.1. total,

Trabalhar em equipe

1.8.2. parcial,

Ser observador

1.8.3. composto,

Ser organizado

1.8.4. meio( encurtamento; omissão; seção)

Ter responsabilidade

1.9. Projeção ortogonal

Ter concentração

 

1.10. Vistas:

Ter iniciativa

 

1.10.1. auxiliar;

1.10.2. indicação.

1.11.

Rotação de elementos oblíquos;

2. Acabamento superficial;

 

2.1.

Tolerância:

2.1.1. dimensional;

2.1.2. geométrica.

3. Elementos padronizados de máquinas

4. Desenhos:

 
 

4.1.1. conjuntos,

4.1.2. detalhes.

5. Croqui:

 
 

5.1.1. conjunto;

5.1.2. detalhes.

6. Elementos:

 
 

6.1.

de fixação;

6.2. de vedação;

6.3. Elementos de transmissão

7.

Mancais;

8.

Rolamentos.

MÓDULO DE QUALIFICAÇÃO LUBRIFICADOR INDUSTRIAL

Unidade Curricular: Lubrificação Industrial - 60 horas

CONTEÚDO FORMATIVO

Capacidades Técnicas

Conhecimentos

Aplicar normas técnicas, ambientais e de saúde e

1. Ordem de serviço;

segurança no trabalho; Sinalizar pontos de lubrificação; Selecionar material de limpeza; Selecionar ferramentas; Retirar excessos de lubrificantes; Liberar máquinas e equipamentos lubrificados; Preencher relatórios e registros de ocorrências;

2. Lubrificação:

 

2.1. Princípios;

2.2. Aplicação

3. Lubrificantes;

4. Aditivos;

5. Graxas;

6. Lubrificação de equipamentos;

Monitorar o desempenho de máquinas e

7. Planejamento da lubrificação;

equipamentos; Identificar anomalias; Verificar a ocorrência de impurezas em lubrificantes; Colaboram na elaboração de planos de lubrificação; Aplicar normas técnicas referentes à lubrificação;

Realizar inspeções preventivas; Interpretar ordem de serviço; Interpretar plano de lubrificação; Identificar ferramentas, acessórios e instrumentos específicos; Retirar amostras de lubrificantes para análise; Lubrificar máquinas e equipamentos; Preencher requisições;

8.

Normas:

8.1. Técnicas da qualidade;

8.2. Ambientais;

8.3. De saúde;

8.4. De segurança;

 

Capacidades sociais, organizativas e metodológicas:

Trabalhar em equipe Ser observador Ser organizado Ter responsabilidade Ter concentração Ter iniciativa

d)

Organização de turmas

As turmas devem ser organizadas com um número máximo de alunos em função da capacidade dos ambientes pedagógicos e com um número mínimo que garanta a auto-suficiência do curso, considerando, prioritariamente, a qualidade dos processos de ensino e de aprendizagem e o desenvolvimento das aulas dentro do enfoque didático-pedagógico proposto.

III. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Os critérios de avaliação, promoção, recuperação e retenção de alunos são os definidos pelo Regimento Comum das Unidades Escolares SENAI, aprovado pelo Parecer CEE nº 528/98, e complementados na Proposta Pedagógica da unidade escolar.

IV. CRITÉRIOS DE APROVEITAMENTO DE CONHECIMENTOS E EXPERIÊNCIAS ANTERIORES

Em conformidade com o artigo 11 da Resolução CNE/CEB nº 4/99, a Unidade Escolar:

“poderá aproveitar conhecimentos e experiências anteriores, desde que diretamente relacionados com

o perfil profissional de conclusão da respectiva qualificação ou habilitação profissional, adquiridos:

I - no ensino médio;

II - em qualificações profissionais e etapas ou módulos de nível técnico concluídos em outros cursos;

III- em cursos de educação profissional de nível básico, mediante avaliação do aluno;

IV - no trabalho ou por outros meios informais, mediante avaliação do aluno;

V - e reconhecidos em processos formais de certificação profissional”.

A avaliação será feita por especialistas da Unidade Escolar, especialmente designados pela direção,

atendidas as diretrizes e procedimentos constantes na proposta pedagógica.

V.

INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

Para o desenvolvimento das aulas devem ser utilizados os mesmos ambientes pedagógicos e equipamentos existentes para os cursos regulamentados da mesma área tecnológica, incluindo-se a Biblioteca que dispõe de acervo bibliográfico adequado para o desenvolvimento do curso e faz parte do sistema de informação do SENAI.

VI. PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO

O quadro de docentes para o curso de Qualificação Profissional Lubrificador Industrial deve ser composto, preferencialmente, por profissionais técnicos, com formação e experiência profissional condizentes com a qualificação.

VII. CERTIFICADOS

Para a qualificação profissional concluída será conferido o certificado de Lubrificador Industrial.

CONTROLE DE REVISÕES

REV. DATA NATUREZA DA ALTERAÇÃO 00 jun/ 2009 Elaboração do Plano 01 Nov/2009 Alteração do
REV.
DATA
NATUREZA DA ALTERAÇÃO
00
jun/ 2009
Elaboração do Plano
01
Nov/2009
Alteração do Requisito de acesso Idade