Resenha – O Corpo Fala

Este livro é um verdadeiro fenômeno de divulgação, pois desde o seu lançamento até hoje é um Best-seller. Jô Soares, impressionado, fez duas entrevistas com Pierre Weil, no SBT e na TV Globo.O livro é recomendado nas escolas de Administração, de Comunicação, de Teatro, de Jornalismo, de Medicina e de Serviço Social. O público é fascinado pelo livro, porque ele ensina de maneira simples, prática e divertida a ler a linguagem inconsciente não só do nosso corpo, mas também a dos outros. Trata-se de uma verdadeira alfabetização, uma indicação à linguagem do corpo. O seu sucesso constante se deve também ao fato de proporcionar ao leitor uma razão de viver, pois mostra que no nosso próprio corpo estão escritas as diferentes fases da evolução humana. É pois um convite para a elevação espiritual. Esta descrição simples e vivida é inspirada na tese de doutoramento apresentada na Universidade de Paris pelo autor, mostrando que a esfinge é um modelo do ser humano. O livro é também um mensageiro de paz, o que é compreensível, pois Pierre Weil fundou, organizou e lidera ainda hoje a Unipaz, Universidade consagrada à paz, com campi localizados no Brasil, na Europa e na América Latina. Trezentas e cinqüenta ilustrações de Roland Tompakow, conhecido caricaturista e ex-professor de Comunicação na Escola de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas, reforçam ainda mais o valor didático da obra. Este livro interessa a todos os seres humanos, pois todos encontram dentro deles mesmos o desafio de se conhecerem melhor, de compreenderem melhor os outros, de se relacionarem melhor, de serem mais felizes e terem paz. Pierre Weil, doutor em Psicologia pela Universidade de Paris, Professor na Universidade de Minas Gerais, Diretor do Centro de Psicologia Aplicada – RJ, Especialista em Psicoterapia de Grupo e Psicodrama e autor de vários livros editados em diversos países, incluindo o conhecido Best-seller “Relações Humanas na Família e no Trabalho. Roland Tompakow, professor de Comunicações dos Cursos de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas – RJ, artista gráfico, técnico em Informática Visual, jornalista, assessor de Informática em marketing de várias Empresas e coordenador dos

. demonstrando assim o seu real interesse na continuidade da nossa comunicação ou não. com ilustrações de Roland Tompakow mostra como a linguagem é manifestada pelo corpo nos diversos tipos de relacionamentos humanos. Ele mostra através de gestos inconscientes algo que estamos sentindo ou que estamos tentando disfarçar e não queremos falar. ou seja.aos sentimentos e a águia aos pensamentos ou consciência. O autor apresenta diferentes situações em que as mensagens nãoverbais enviadas pelo corpo contradizem com o que é dito em palavras. uma postura. este poderá ser incompleto. Trata-se porém de um processo quase sempre inconsciente. seja através de um sorriso.registros de Cinésia do grupo de Pesquisas chefiado pelo professor Pierre Weil. Nesta obra. ou seja. enfatizando que o homem somente conseguirá o equilíbrio quando dominar os “três animais” dentro de si e que nada acontece na vida sem que este equilíbrio se estabeleça. se não existir uma atração de relacionamento entre si. como se colocam em nossa direção ou em direção oposta. os autores usam a esfinge como referência para “traduzir” a linguagem corporal e então colocam as três partes dessa esfinge para mostrar como é dividido o homem: o boi – como referência para os instintos ou desejos. Para o autor. Pierre Weil e Roland Tompakow descrevem que o corpo é um espelho revelador do seu inconsciente. gestos com as mãos ou até um simples olhar. o homem alcança a harmonia e a comunicação quando mantém um equilíbrio e domina sua vida e seus relacionamentos. profissional e social. é a projeção da sua mente. a forma como as pessoas se comportam. A mesma coisa acontece com os relacionamentos interpessoais. Em outras palavras. a reciprocidade na forma de como estamos tentando nos comunicar. o corpo diz em uma linguagem não-verbal se está havendo o feedback. mas bastante freqüente e natural. Neste livro “O corpo fala” de Pierre Weil. o leão. A linguagem corporal quando bem interpretada ajuda-nos a entender melhor o nosso semelhante e nos permite agir de forma mais inteligente para um melhor relacionamento familiar.

Editora Vozes. esta obra com toda certeza deverá ser recomendado aos profissionais da área de Pedagogia. profissionais da área em Serviço Social. esta obra nos leva a reflexão de nossas atitudes através de nossos gestos e embora tendo um conteúdo interessante possui uma linguagem repetitiva tornando a leitura cansativa.64ª Ed. O Corpo Fala – a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal faz com que aprendemos a decifrar esses “códigos” do corpo. Pierre. . Também preocupa. que não mente. é uma linguagem que não há disfarces. da TV. através da linguagem do corpo. pois o nosso dia-a-dia nos ensina a observar quando estamos sendo rejeitados ou bem aceitos diante de uma pessoa. professores de Educação Física. Roland. deixando o leitor muitas vezes menos observador naquilo que realmente precisaria ser. Na nossa opinião. Referências Bibliográficas: Weil.Para que possamos entender melhor os significados dos gestos ou da linguagem não-verbal.O Corpo Fala – a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal. podemos transmitir muitas coisas aos outros. Concluindo. Tompakow. que somente terá sentido quando os gestos apontarem uma harmonia na comunicação corporal. pois todo ser humano aprende de forma natural a lidar consigo mesmo e com os outros. ou seja. é necessário que façamos uma leitura corporal analisando o contexto da situação. porém. mesmo que inconsciente. Jornalismo entre outros. antes de tudo temos que ter a consciência de que nosso corpo é um centro de informações para nós mesmos.se em enfatizar a importância da comunicação não-verbal entre os indivíduos e a sociedade. O autor busca como foco principal fazer com que o eleitor busque dentro de si um entendimento no relacionamento no que se refere à observação com o próximo. profissionais do Teatro. Por fim.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful