Você está na página 1de 56
Que negócio posso começar?
Que negócio posso começar?

Que

negócio

posso

começar?

PLANO DE NEGÓCIO Prof. Eduardo Guimarães prof.eduardobarreto@gmail.com
PLANO DE NEGÓCIO
PLANO DE NEGÓCIO

Prof. Eduardo Guimarães

prof.eduardobarreto@gmail.com

O plano de negócio é o instrumento ideal para traçar um retrato fiel do mercado,

O plano de negócio é o instrumento

ideal para traçar um retrato fiel do

mercado, do produto e das atitudes do

empreendedor, o que propicia

segurança para quem quer iniciar uma empresa com maiores condições de

êxito ou mesmo ampliar ou promover

inovações em seu negócio.

O QUE É?
O QUE É?

é um documento que

descreve os objetivos de

um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, ao invés de cometê-los no mercado.

 É a ferramenta utilizada por empreendedores, empresários, investidores, bancas avaliadoras, parceiros e possíveis

É a ferramenta utilizada por empreendedores, empresários, investidores, bancas avaliadoras,

parceiros e possíveis fornecedores

para prever o investimento inicial e

retorno esperado para um negócio

em fase embrionária.

10 RAZÕES PARA FAZER UM PN 1. Conseguir investidores. 2. Conhecer os recursos financeiros necessários

10 RAZÕES PARA FAZER UM PN

1. Conseguir investidores.

2. Conhecer os recursos financeiros necessários para abrir o negócio.

3. Definir cada área da empresa.

4. Conhecer o mercado.

5. Estabelecer metas e objetivos.

6. Saber se o negócio vai funcionar.

7. Conseguir financiamento extra.

8. Para crescer a empresa.

9. Facilidade para implantar um plano de Contingência.

10. Para controlar seu negócio.

Nesta viagem ao mundo dos empreendedores , o plano de negócio será o seu mapa

Nesta viagem ao

mundo dos empreendedores,

o plano de negócio será o seu mapa de percurso.

O plano irá orientá-lo na busca de informações detalhadas sobre o seu ramo, os produtos e serviços que irá oferecer, seus clientes,

concorrentes, fornecedores e, principalmente,

sobre os pontos fortes e fracos do seu negócio, contribuindo para a identificação da viabilidade

de sua ideia e na gestão da empresa.

PLANO DE NEGÓCIO
PLANO DE NEGÓCIO

Ao final, seu plano irá ajudá-lo a responder a seguinte pergunta:

“Vale a pena abrir, manter ou

ampliar o meu negócio?”.

Elaborando pessoalmente o seu plano de negócio, você tem a oportunidade de preparar um plano

Elaborando pessoalmente o seu plano de negócio, você tem a oportunidade de preparar um plano sob medida, baseado em informações que você mesmo levantou e nas quais pode depositar mais confiança.

mesmo levantou e nas quais pode depositar mais confiança. Quanto mais você conhecer sobre o mercado

Quanto mais você conhecer sobre o mercado e sobre o ramo que pretende atuar, mais bem-feito será seu plano.

OS TIPOS DE PLANO DE NEGÓCIO O tipo de projeto do ponto de vista microeconômico
OS TIPOS DE PLANO DE NEGÓCIO
OS TIPOS DE PLANO DE NEGÓCIO

O tipo de projeto do ponto de vista microeconômico destina-se para:

projeto do ponto de vista microeconômico destina-se para: o Implantação o Expansão ou Ampliação o

o Implantação o Expansão ou Ampliação

o

Modernização

o

Relocalização

o

Revitalização

1. 2.
1.
2.
Estrutura do plano de negócio
Estrutura do plano de negócio

CAPA

SUMÁRIO EXECUTIVO

1. 2. Estrutura do plano de negócio CAPA SUMÁRIO EXECUTIVO 3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO 4. PLANEJAMENTO

3.

DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO

4.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

5.

PRODUTOS E SERVIÇOS

6.

ANÁLISE DE MERCADO

7.

PLANO DE MARKETING

8.

PLANO OPERACIONAL

9.

PLANO FINANCEIRO

2. SUMÁRIO EXECUTIVO É considerado como uma das principais etapas do PN por conter uma

2. SUMÁRIO EXECUTIVO

É considerado como uma das principais etapas do PN por conter

uma síntese das seções que compõem o mesmo. Seu objetivo é

fornecer aos interessados uma visão geral e preliminar da natureza do negócio, sem maior detalhamento.

Um Sumário Executivo pode ser bem elaborado em forma de

Um Sumário Executivo pode ser bem elaborado em forma de texto respondendo as seguintes questões: O

texto respondendo as seguintes questões:

O que o plano pretende? Qual o público alvo? Qual o produto/serviço da empresa?

Por que a empresa optou pela elaboração do PN?

Qual a fonte de recursos e onde será empregado? Que tipo de empreendimento será realizado?

Existem empresas concorrentes?

Qual a perspectiva de investimento e faturamento?

Qual a lucratividade e rentabilidade do negócio?

Obs: O Sumário executivo é uma etapa do projeto que pode ser concluída após a elaboração das demais etapas

do projeto.

3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO Estrutura legal: o Forma jurídica do empreendimento (S/A, Ltda., individuais); o
3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO
3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO

Estrutura legal:

3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO Estrutura legal: o Forma jurídica do empreendimento (S/A, Ltda., individuais); o

o

Forma jurídica do empreendimento (S/A, Ltda., individuais);

o

Registros formais nos órgãos públicos fiscalizadores;

o

Ramo de atividade para enquadrar a empresa;

o

Registro de marcas e patentes se for caso.

Equipe dirigente:

o

Descrever a capacidade e habilidades dos gerentes;

o

Mostrar a relação hierárquica da empresa, descrevendo as atribuições técnicas e gerencial dos líderes;

o
o
3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO
3. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO

Localização da empresa:

Descrever as razões pelas quais a empresa optou

por local específico;

o

Quais os fatores locacionais que mais contribuíram com o ramo de atividade;

o

Quais as vantagens comparativas de escolha do

o Quais as vantagens comparativas de escolha do local frente ao fluxo de comercialização. Definição do

local frente ao fluxo de comercialização.

Definição do negócio:

o Defina o objetivo social da empresa, ou seja, o que você precisa empreender;

o

Quais as perspectivas do negócio ao longo do tempo;

o

Qual o nicho de mercado a ser atendido;

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO É o posicionamento da empresa diante do mercado, a qual utiliza estratégias
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

É o posicionamento da empresa diante do mercado, a qual utiliza estratégias composta de técnicas que ajudam a interpretar a realidade da empresa.

técnicas que ajudam a interpretar a realidade da empresa. o Objetivo de longo prazo: Visão :

o

Objetivo de longo prazo: Visão: é uma perspectiva de futuro apontando caminhos para a empresa

atingir seus objetivos;

o

Razão de ser de uma empresa: Missão: consiste

no relacionamento da empresa com seus clientes,

fornecedores e colaboradores.

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Análise ambiental : interação entre os diversos níveis de relacionamento da empresa.

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Análise ambiental: interação entre os diversos níveis de relacionamento da empresa.

entre os diversos níveis de relacionamento da empresa. o Ambiente geral : é formado por componentes

o

Ambiente geral: é formado por componentes que não estão sob o controle da organização, mas que não pode ser ignorado;

o

Ambiente operacional: é a parte do ambiente externo que relaciona diretamente com a administração da organização, ou seja, as ações sofrem efeitos imediatos;

o

Ambiente intelectual: é formado pelo capital intelectual considerado um bem intangível, ou seja, não se pode medir o capital humano utilizando regras contábeis.

o

Ambiente interno: são os aspectos administrativos financeiros operacionais que estão sob controle da empresa.

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT Variáveis do Macroambiente Econômicas Ecológicas Demográficas Legais Macro
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
Variáveis do Macroambiente
Econômicas
Ecológicas
Demográficas
Legais
Macro
Sociais
Ambiente
Tecnológicas
Políticas
Culturais
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT A Análise SWOT é utilizada para fazer estudo de cenário.
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT A Análise SWOT é utilizada para fazer estudo de cenário.

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT

A Análise SWOT é utilizada para fazer estudo de cenário.

A Análise SWOT é utilizada para fazer estudo de cenário. Esta análise de cenário se divide
A Análise SWOT é utilizada para fazer estudo de cenário. Esta análise de cenário se divide

Esta análise de cenário se divide em ambiente interno (Forças

e Fraquezas) e ambiente externo (Oportunidades e Ameaças).

As forças e fraquezas são determinadas pela posição atual da empresa e se relacionam, quase sempre, a fatores internos. Já as

oportunidades e ameaças são antecipações do futuro e estão

relacionadas a fatores externos.

O ambiente interno pode ser controlado pelos dirigentes da

empresa, uma vez que ele é resultado das estratégias de atuação

definidas pelos próprios membros da organização.

da

organização. Mas, apesar de não poder controlá-lo, a empresa deve conhecê-lo e monitorá-lo com freqüência, de forma a aproveitar as oportunidades e evitar as ameaças.

O

ambiente

externo

está

totalmente

fora

do

controle

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT ANÁLISE INTERNA PONTOS FORTES PONTOS FRACOS ANÁLISE EXTERNA OPORTUNIDADES
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT

ANÁLISE INTERNA

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT ANÁLISE INTERNA PONTOS FORTES PONTOS FRACOS ANÁLISE EXTERNA OPORTUNIDADES
PONTOS FORTES
PONTOS FORTES

PONTOS FRACOS

ANÁLISE EXTERNA

OPORTUNIDADES

AMEAÇAS

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT Microambiente (Forças e Fraquezas) FORÇAS (STRENGTHS) São variáveis internas
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
Microambiente (Forças e Fraquezas)
Microambiente (Forças e Fraquezas)

FORÇAS

(STRENGTHS)

FORÇAS (STRENGTHS)

São variáveis internas controláveis pela Empresa que podem ajudar seu desempenho

ANÁLISE INTERNA
ANÁLISE INTERNA

FRAQUEZAS

(WEAKNESSES)

São variáveis internas controláveis pela Empresa que podem comprometer seu desempenho

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT Macroambiente (Ameaças e Oportunidades) OPORTUNIDADES (Opportunities) São
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
Macroambiente (Ameaças e Oportunidades)
Macroambiente (Ameaças e Oportunidades)

OPORTUNIDADES

(Opportunities)

São variáveis externas e não controláveis pela Empresa que podem criar condições favoráveis para a empresa.

ANÁLISE EXTERNA
ANÁLISE EXTERNA

AMEAÇAS

(Threats)

São variáveis externas e não controláveis pela Empresa que podem criar condições desfavoráveis para a empresa.

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT ANÁLISE INTERNA PONTOS FORTES PONTOS FRACOS ANÁLISE EXTERNA OPORTUNIDADES
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT

ANÁLISE INTERNA

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT ANÁLISE INTERNA PONTOS FORTES PONTOS FRACOS ANÁLISE EXTERNA OPORTUNIDADES
PONTOS FORTES
PONTOS FORTES

PONTOS FRACOS

ANÁLISE EXTERNA

OPORTUNIDADES

AMEAÇAS

4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT F ATORES CRÍTICOS DE SUCESSO – M ATRIZ SWOT Permite
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT
4. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - SWOT

FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO MATRIZ SWOT

Permite identificar as principais orientações estratégicas da empresa,

as principais orientações estratégicas da empresa, procurando eliminar os pontos fracos em áreas onde
as principais orientações estratégicas da empresa, procurando eliminar os pontos fracos em áreas onde

procurando eliminar os pontos fracos em áreas onde existem riscos e fortalecer os pontos fortes em áreas onde se identificam as oportunidades. Recomenda-se maximizar a matriz obedecendo os seguintes critérios:

1. Eliminar os itens classificados como pontos fracos onde a empresa enfrenta ameaças graves no mercado.

2. Capitalizar as oportunidades identificadas com os princípios

norteadores onde a empresa apresenta pontos forte no mercado;

3. Corrigir os itens classificados como pontos fracos onde a empresa identificou oportunidades potenciais de negócios;

5. PRODUTOS E SERVIÇOS  Após o processo de elaboração do produto e serviços é

5. PRODUTOS E SERVIÇOS

Após o processo de elaboração do produto e serviços é muito importante que a empresa venda a sua ideia para o

é muito importante que a empresa venda a sua ideia para o mercado. Pois é preciso

mercado. Pois é preciso enumerar as

vantagens e desvantagens do produto ou serviço para que possa se posicionar diante dos concorrentes.

Antes mesmo de chegar ao mercado o produto passa por diversas fases, nas

quais o produto ou serviço vai agregando valor.

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO : DIVIDE - SE EM QUATRO
5. PRODUTOS E SERVIÇOS
5. PRODUTOS E SERVIÇOS

CICLO DE VIDA DO PRODUTO: DIVIDE-SE EM QUATRO ETAPAS:

Etapas:

5.1. Nascimento

Embora exista a oportunidade do negócio, o produto ou serviço ainda é desconhecido do cliente.

Características:

- Elevadas despesas para

divulgação da marca;

- Preços mais altos em função da baixa oferta;

- Custos fixos elevados em função da baixa produção;

- Fluxo de caixa negativo,

em função da baixa produção; - Fluxo de caixa negativo, pois os investimentos são elevados e

pois os investimentos são elevados e as vendas

baixas;

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO : DIVIDE - SE EM QUATRO

5. PRODUTOS E SERVIÇOS

CICLO DE VIDA DO PRODUTO: DIVIDE-SE EM QUATRO ETAPAS:

Etapas:

5.2 Crescimento É a fase em que os clientes já

aceitam o produto/ serviço e a

demanda se expande.

Características:

- Aumento da receita em

função do aumento nas vendas;

- Aumento da receita em função do aumento nas vendas; - Custos fixos diminuem em função

- Custos fixos diminuem em função do aumento de produção;

- Fluxo de caixa ainda

tende a ser negativo pois

a demanda ainda supera os lucros.

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO : DIVIDE - SE EM QUATRO
5. PRODUTOS E SERVIÇOS
5. PRODUTOS E SERVIÇOS

CICLO DE VIDA DO PRODUTO: DIVIDE-SE EM QUATRO ETAPAS:

Características

- A taxa de crescimento

Etapas:

5.3 Maturação

das vendas diminui e tende a estabilizar-se;

5.3 Maturação das vendas diminui e tende a estabilizar-se; A taxa de crescimento tende a estabilizar

A taxa de crescimento tende a

estabilizar e tornar-se mas baixa no nível do mercado

- O consumidor acostuma-

se ao produto e barganha

preços menores;

- As vendas se mantêm no nível de crescimento do

mercado;

- Os custos fixos se estabilizam em função da estabilidade dos lotes;

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO : DIVIDE - SE EM QUATRO

5. PRODUTOS E SERVIÇOS

CICLO DE VIDA DO PRODUTO: DIVIDE-SE EM QUATRO ETAPAS:

Etapas:

5.4 Declínio

Neste ponto ocorre uma diminuição no mercado.

Características

- Há intenso corte de

preços e muitos mais produtos são retirados do mercado.

de preços e muitos mais produtos são retirados do mercado. - O lucro pode ser aumentado

- O lucro pode ser

aumentado através de redução do dinheiro gasto com marketing e

corte de custos.

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO Vendas ($) M a t u
5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO Vendas ($) M a t u

5. PRODUTOS E SERVIÇOS

CICLO DE VIDA DO PRODUTO

5. PRODUTOS E SERVIÇOS CICLO DE VIDA DO PRODUTO Vendas ($) M a t u r

Vendas ($)

Maturação

Nascimento

Crescimento

Declínio

Tempo

Desenvolvimento

5. PRODUTOS E SERVIÇOS É interessante mostrar nesta seção um protótipo ou fotografia, no caso

5. PRODUTOS E SERVIÇOS

É interessante mostrar nesta seção um protótipo ou fotografia, no caso de comércio ou indústria, do produto a ser vendido ou produzido. Também devem ser apresentados resultados de

testes que tenham sido realizados para demonstrar a

funcionalidade do produto ou serviço.

para demonstrar a funcionalidade do produto ou serviço. Destacar: • o produto ou serviço que está

Destacar:

• o produto ou serviço que está sendo oferecido;

• qual é a aparência do produto;

• qual é o estágio de desenvolvimento do produto;

• quais as características únicas dos produtos ou serviços;

• quais são suas vantagens distintivas;

• quais são os produtos ou serviços adicionais previstos;

• que tipo de proteção legal se aplica (patentes, copyrights ou marcas registradas);

• que aprovação regulamentar governamental é necessária?

• quais os riscos de obsolescência dos produtos;

• quais os possíveis impactos ambientais e comunitários o

produto ou serviço pode apresentar;

• como o produto pode ser testado, avaliado e certificado.

6.ANÁLISE DE MERCADO • Uma das etapas mais importante do PN é o estudo de
6.ANÁLISE DE MERCADO
6.ANÁLISE DE MERCADO

Uma das etapas mais importante do PN é o estudo de mercado. Pois é preciso conhecer através de

pesquisa o ambiente em que a empresa está

inserida, além de fornecer subsídios para o

plano de marketing.

além de fornecer subsídios para o plano de marketing. • O mercado composto por consumidores, fornecedores

O mercado composto por consumidores, fornecedores e concorrentes, está em constante mudança, necessitando de um acompanhamento

sistemático das tendências do ambiente

macroeconômico. Tais tendências indicam novas oportunidades para estudos de viabilidade econômica do plano de negócios.

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.1 Descrição do segmento de mercado O segmento de mercado deve ser

6.ANÁLISE DE MERCADO

6.1 Descrição do segmento de mercado

O segmento de mercado deve ser definido a

de mercado O segmento de mercado deve ser definido a partir das características do produto, o

partir das características do produto, o papel do consumidor e dos fatores determinantes

do consumo.

A segmentação do mercado pode

apresentar 4 níveis distintos:

6.ANÁLISE DE MERCADO Níveis de segmentação do mercado: a) Segmentos  Características - As necessidades

6.ANÁLISE DE MERCADO

Níveis de segmentação do mercado:

a) Segmentos

Características

- As necessidades e os desejos dos

consumidores são semelhantes;

necessidades e os desejos dos consumidores são semelhantes; - A empresa pode criar uma oferta de

- A empresa pode criar uma oferta de produtos/ serviços com preços condizentes com o público-alvo;

- Facilidade na escolha dos canais de distribuição e comunicação;

- A empresa enfrentará menor número de concorrentes.

b) Nichos
b) Nichos

6.ANÁLISE DE MERCADO

Características

- Os consumidores possuem demanda insatisfeita distinta;

- Os consumidores estão dispostos a pagar um

preço maior pelo produto;

estão dispostos a pagar um preço maior pelo produto; - A empresa deve estar preparada para

- A empresa deve estar preparada para atender seus consumidores;

- A empresa obtém economia de escala por

ações especializadas;

- É possível que o nicho não atraia outros concorrentes;

- O nicho de ter potencial de tamanho, lucro e

crescimento suficiente.

6.ANÁLISE DE MERCADO c)Áreas locais  Características: - Programa preparado para atender necessidades de

6.ANÁLISE DE MERCADO

c)Áreas locais

Características:

- Programa preparado para atender

necessidades de consumidores locais;

- Programa preparado para atender necessidades de consumidores locais; - Demanda pouco investimento em propaganda.

- Demanda pouco investimento em

propaganda.

6.ANÁLISE DE MERCADO  Características - Uso intensivo de modernas d ) I n d

6.ANÁLISE DE MERCADO

Características

- Uso intensivo de modernas

d) Indivíduos

tecnologias da informação para

atendimento individualizado;

da informação para atendimento individualizado; - Customização de massa, ou seja, preparação de uma

- Customização de massa, ou seja, preparação de uma base consistente de produtos e comunicações para atender as exigências dos consumidores.

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.2 Estágio no ciclo de vida no consumo das famílias • Consiste

6.ANÁLISE DE MERCADO

6.2 Estágio no ciclo de vida no consumo das famílias

Consiste no comportamento do consumidor relativo ao seu

estilo de vida e sua influência na decisão de compra.

seu estilo de vida e sua influência na decisão de compra. • Tal comportamento é definido

Tal comportamento é definido pelos perfis nos seguintes

estágios de vida:

Solteiro jovem que não vive com a família; Recém casados jovens s/filhos; Casais com filhos c/ menos de 6 anos;

Casais com filhos de 6 anos ou mais;

Casais maduros com filhos ainda dependente; Casais maduros c/ filhos fora de casa e chefe de família aposentado.

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.3 Análise da concorrência A concorrência pode ser identificada quando ocorre diretamente,
6.ANÁLISE DE MERCADO
6.ANÁLISE DE MERCADO

6.3 Análise da concorrência

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.3 Análise da concorrência A concorrência pode ser identificada quando ocorre diretamente, mas

A concorrência pode ser identificada quando ocorre diretamente, mas existem os concorrentes potenciais e reais oriundos de mercados emergentes, detentores de novas tecnologias que atacam os seus opositores direta e indiretamente.

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.3.1 N ÍVEIS DE C ONCORRÊNCIA Características A) Concorrência de marca -

6.ANÁLISE DE MERCADO

6.3.1 NÍVEIS DE CONCORRÊNCIA

Características

A) Concorrência de marca

C ONCORRÊNCIA Características A) Concorrência de marca - Empresas que oferecem produtos e serviços similares pela

- Empresas que oferecem produtos e serviços similares pela mesma faixa de preço;

b) Concorrência industrial

- Empresas que fabricam o mesmo produto ou a mesma classe de produtos;

6.ANÁLISE DE MERCADO Características - Empresas que fabricam produtos diferentes, mas com a mesma finalidade;
6.ANÁLISE DE MERCADO
6.ANÁLISE DE MERCADO

Características

- Empresas que fabricam produtos diferentes, mas com a mesma finalidade;

c) Concorrência de Forma

mas com a mesma finalidade; c) Concorrência de Forma d) Concorrência Genérica - Concorrência entre empresas

d) Concorrência Genérica

- Concorrência entre empresas que buscam os mesmos

recursos do consumidor.

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.4 S AZONALIDADE  A definição do produto/serviço a ser produzido é
6.ANÁLISE DE MERCADO
6.ANÁLISE DE MERCADO

6.4 SAZONALIDADE

6.ANÁLISE DE MERCADO 6.4 S AZONALIDADE  A definição do produto/serviço a ser produzido é muito

A definição do produto/serviço a ser produzido é muito importante para a empresa, sobretudo se for um

produto sazonal. Pois a sazonalidade tanto pode ser no

mercado fornecedor quanto no mercado consumidor.

Para tanto é preciso observar o período da Estação do ano, bem como as datas comemorativas durante o ano.

7. PLANO DE MARKETING Define a forma como a empresa levará seus produtos ao consumidor.

7. PLANO DE MARKETING

Define a forma como a empresa levará seus produtos ao consumidor. No plano de marketing a empresa deve

demonstrar sua capacidade em tornar o produto e

serviço conhecidos pelos seus clientes. Assim o plano de marketing deve conter:

pelos seus clientes. Assim o plano de marketing deve conter: a) A forma que a empresa

a)

A forma que a empresa utilizará para tornar os seus

produtos/serviços conhecidos;

 

b)

A forma deve convencer os clientes para adquirir os seus produtos;

c)

A forma como a empresa lembrará a sua marca aos

consumidores no ato da compra;

d)

Quais

os

canais

de

comunicação com seu

consumidores;

 

e)

Definição da estrutura de vendas e distribuição dos produtos.produtos.

. O
. O
7. PLANO DE MARKETING
7. PLANO DE MARKETING

MIX

DE

MARKETING/

MARKETING

COMPOSTO DE MARKETING

MIX/

MIX DE MARKETING/ MARKETING COMPOSTO DE MARKETING MIX/ O composto mercadoló g ico foi formulado primeiramente

O composto mercadológico foi formulado primeiramente por Jerome McCarthy em seu

livro Basic Marketing (1960) e trata do conjunto

de pontos de interesse para os quais as organizações devem estar atentas se desejam

marketing. O

perseguir seus

composto é dividido em 4 seções

frequentemente chamadas dos "quatro pês.

objetivos

de

PRODUTO Variedade Qualidade Design Características Marca Embalagem Tamanho Serviços Garantias
PRODUTO
Variedade
Qualidade
Design
Características
Marca
Embalagem
Tamanho
Serviços
Garantias

7. PLANO DE MARKETING

Os 4 P´s do mix de marketing

PREÇO Lista de preços Descontos Consumidores Subsídios Período para Pagamento Condições de crédito Alvo
PREÇO
Lista de preços
Descontos
Consumidores
Subsídios
Período para
Pagamento
Condições de crédito
Alvo
Posicionamento
pretendido
PRAÇA
PROMOÇÃO
Canais
Cobertura
Propaganda
Venda Pessoal
Localização
Estoque
Promoção de vendas
Transporte
Relações Públicas
Logística
8. PLANO OPERACIONAL  É a seção do plano de negócio relacionada à da empresa
8. PLANO OPERACIONAL
8. PLANO OPERACIONAL

É a seção do plano de negócio relacionada à

da

empresa

operar,

a

execução,

incluindo

o

distribuição

e

forma

gerenciamento,

controle dos produtos/serviços.

e forma gerenciamento, controle dos produtos/serviços. 8.1- Estrutura funcional Corresponde a alocação das

8.1- Estrutura funcional

Corresponde a alocação das pessoas nas

atividades da empresa, responsabilizando-as no

cargo e definindo as relações hierárquicas da

empresa. Assim o organograma é uma das formas usuais de demonstrar a cadeia de comando da organização.

8. PLANO OPERACIONAL 8.2 – Descrição da unidade física A empresa deverá incluir no plano
8. PLANO OPERACIONAL
8. PLANO OPERACIONAL

8.2 Descrição da unidade física

8. PLANO OPERACIONAL 8.2 – Descrição da unidade física A empresa deverá incluir no plano de

A empresa deverá incluir no plano de negócio os aspectos físicos e de infra-estrutura. Para tanto o projeto de engenharia definirá as plantas da construção civil,

condições e áreas de instalações, disponibilidade de

água, energia elétrica, telefonia e condições sanitárias.

8.3
8.3

8. PLANO OPERACIONAL

Processo

produtivo

capacidade

e

instalada

OPERACIONAL Processo produtivo capacidade – e instalada A produção de bens e serviços ocorre através da

A produção de bens e serviços ocorre através da utilização

dos fatores produtivos, especificando a utilização das

máquinas e equipamentos, laboratórios, preços e controle de qualidade.

A explicação do processo produtivo começa com a determinação da capacidade instalada de produção e os procedimentos das etapas produtivas. Para gerenciar a produção deve-se atender a toda cadeia cliente/fornecedor ao longo do processo

8. PLANO OPERACIONAL 8.3 – Processo produtivo e capacidade instalada Qual será a capacidade máxima
8. PLANO OPERACIONAL
8. PLANO OPERACIONAL

8.3 Processo produtivo e capacidade instalada

Qual será a capacidade máxima de produção (ou serviços) e comercialização?

máxima de produção (ou serviços) e comercialização? Qual será o volume de produção (ou serviços) e

Qual será o volume de produção (ou serviços) e comercialização iniciais?

9. PLANO FINANCEIRO É a projeção de ações e procedimentos administrativos, envolvendo o planejamento, análise
9. PLANO FINANCEIRO
É
a
projeção
de
ações e procedimentos
administrativos, envolvendo o planejamento,
análise e controle das atividades financeiras da
empresa, visando o desempenho futuro
decorrente de suas atividades operacionais.

No plano de negócios, a elaboração de um plano financeiro deve compreender: o balanço

patrimonial, demonstração de resultados, plano de

investimentos, fluxo de caixa, planilha de custos e planos de vendas.

9. PLANO FINANCEIRO Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a
9. PLANO FINANCEIRO
9. PLANO FINANCEIRO

Investimento total

Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar.

a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos:

O investimento total é formado pelos:

Investimentos fixos.

Capital de Giro.

Investimentos pré-operacionais.

9. PLANO FINANCEIRO 9.1. Estimativa dos investimentos fixos O investimento fixo corresponde a todos os

9. PLANO FINANCEIRO

9.1. Estimativa dos investimentos fixos

O investimento fixo corresponde a todos

os bens que você deve comprar para que seu negócio possa funcionar de maneira apropriada.

para que seu negócio possa funcionar de maneira apropriada. No quadro seguir, relacione os equipamentos, máquinas,

No

quadro

seguir,

relacione

os

equipamentos, máquinas, móveis, utensílios, ferramentas e veículos a serem adquiridos, a quantidade necessária, o

valor

desembolsado.

a

de

cada

total

um

e

o

a

ser

9. PLANO FINANCEIRO Exemplo: QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO TOTAL DESCRIÇÃO Lavadora Tanquinho Ferro a vapor Ferro

9. PLANO FINANCEIRO

Exemplo:

QUANTIDADE

VALOR

UNITÁRIO

TOTAL

DESCRIÇÃO

Lavadora

Tanquinho

Ferro a vapor

Ferro Industrial

Seladora

Lavadora Tanquinho Ferro a vapor Ferro Industrial Seladora Mesa de passar Saco de lavagem Cesto para

Mesa de passar

Saco de lavagem

Cesto para roupa

Arara para roupa

Computador

Impressora c/fax

SUB-TOTAL(A)

9. PLANO FINANCEIRO 9.2. Capital de giro O capital de giro é o montante de
9. PLANO FINANCEIRO
9. PLANO FINANCEIRO

9.2. Capital de giro

O capital de giro é o montante de recursos

necessário para o funcionamento normal da

empresa, compreendendo a compra de matérias-primas ou mercadorias,

financiamento das vendas

e o pagamento das despesas. Ao estimar o capital de giro para o começo das atividades

da empresa, você deverá apurar o estoque

inicial e o caixa mínimo necessário.

de giro para o começo das atividades da empresa, você deverá apurar o estoque inicial e
9. PLANO FINANCEIRO 9.2. Capital de giro A – Estimativa de estoque inicial Descrição Qtde.

9. PLANO FINANCEIRO

9.2. Capital de giro

A Estimativa de estoque inicial

9.2. Capital de giro A – Estimativa de estoque inicial Descrição Qtde. Medida Vl. Unitário Total

Descrição

Qtde.

Medida

Vl. Unitário

Total

Sabão em pó

Amaciante

Alvejante

Saco plástico

Cabide

TOTAL

9. PLANO FINANCEIRO 9.3. Estimativa dos Investimentos Pré-Operacionais Investimentos Pré-Operacionais R$ Despesas

9. PLANO FINANCEIRO

9.3. Estimativa dos Investimentos Pré-Operacionais

9.3. Estimativa dos Investimentos Pré-Operacionais Investimentos Pré-Operacionais R$ Despesas de

Investimentos Pré-Operacionais

R$

Despesas de legalização

 

Reformas/Construção

 

Divulgação inicial

 

Cursos e treinamentos

 

TOTAL

 
9. PLANO FINANCEIRO 9.4. Resumo Investimento Total Descrição dos investimentos Valor (R$) Investimentos Fixos -
9. PLANO FINANCEIRO
9. PLANO FINANCEIRO

9.4. Resumo Investimento Total

Descrição dos investimentos

Valor (R$)

Investimentos Fixos - Quadro 9.1.

investimentos Valor (R$) Investimentos Fixos - Quadro 9.1. Capital de Giro - Estoque Inicial – Quadro

Capital de Giro - Estoque Inicial Quadro 9.2

Investimentos Pré-Operacionais - Quadro 9.3

TOTAL (1 + 2 + 3)