Você está na página 1de 16
Campus Piracicaba Características Geométricas de Engrenagens Engrenagens Cilíndricas de Dentes Retos; Engrenagens

Campus Piracicaba

Características Geométricas de Engrenagens

Engrenagens Cilíndricas de Dentes Retos; Engrenagens Cilíndricas de Dentes Helicoidais; Engrenagens Cônicas com Dentes Retos

Elementos de Maquinas (ELMA3)

Professor Hilton

Attilio S Andrade 114408-1

Bruno Fernando Giovanetti - 114417-1

Piracicaba 2012

Elementos básicos das engrenagens

Elementos básicos das engrenagens  ( De ) Diâmetro externo É o diâmetro máximo da engrenagem

(De) Diâmetro externo

É o diâmetro máximo da engrenagem De = m (z + 2 h).

(Di) Diâmetro interno ou do pé do dente

É o diâmetro menor da engrenagem.

(Dp) Diâmetro primitivo

É o diâmetro intermediário entre De e Di. Seu cálculo exato é Dp =

(C) Cabeça do dente

.

É a parte do dente que fica entre Dp e De.

(f) Pé do dente.

É a parte do dente que fica entre Dp e Di.

(h) Altura do dente. É a altura total do dente -

(e) Espessura de dente.

.

É a distância entre os dois pontos extremos de um dente, medida à altura do Dp.

(V) Vão do dente

É o espaço entre dois dentes consecutivos. Não é a mesma medida de e.

(P) Passo

Medida que corresponde a distância entre dois dentes consecutivos, medida à altura do Dp.

medida de e .  (P ) Passo Medida que corresponde a distância entre dois dentes
( M ) Módulo Dividindo-se o Dp pelo número de dentes (z), ou o passo
( M ) Módulo Dividindo-se o Dp pelo número de dentes (z), ou o passo

(M) Módulo Dividindo-se o Dp pelo número de dentes (z), ou o passo (P) por p, teremos um número que se chama módulo (M). Esse número é que caracteriza a engrenagem e se constitui em sua unidade de medida. O módulo é o número que serve de base para calcular a dimensão dos dentes.

() = Ângulo de pressão Os pontos de contato entre os dentes da engrenagem motora e movida estão ao longo do

flanco do dente e, com o movimento das engrenagens, deslocam-se em uma linha reta, a qual forma, com a tangente comum às duas engrenagens, um ângulo. Esse ângulo é chamado

ângulo de pressão (

um ângulo. Esse ângulo é chamado ângulo de pressão ( ), e no sistema modular é

), e no sistema modular é utilizado normalmente com 20 ou 15º.

Engrenagens cilíndricas de dentes retos – “ECDR”.

Os dentes são dispostos paralelamente entre si e em relação ao eixo. É o tipo mais comum de engrenagem e o de mais baixo custo. É usada em transmissão que requer mudança de posição das engrenagens em serviço, pois é fácil de engatar. É mais empregada na transmissão de baixa rotação do que na de alta rotação, por causa do ruído que produz.

do que na de alta rotação, por causa do ruído que produz. Representação da engrenagem: As

Representação da engrenagem:

causa do ruído que produz. Representação da engrenagem: As características da engrenagem cilíndrica com dentes
causa do ruído que produz. Representação da engrenagem: As características da engrenagem cilíndrica com dentes
causa do ruído que produz. Representação da engrenagem: As características da engrenagem cilíndrica com dentes

As características da engrenagem cilíndrica com dentes retos são:

De: diâmetro externo Dp: diâmetro primitivo Di: diâmetro interno M: módulo Z: número de dentes L: largura da engrenagem

Engrenagens Cilíndricas de Dentes Retos (formulário do livro)

Numero de dentes:

Onde: do diâmetro primitivo da engrenagem

m módulo

Diâmetro primitivo:

É o ponto exato de tracionamento dos dentes de duas engrenagens que se tocam para se movimentarem.

Módulo da engrenagem:

É a relação entre o diâmetro primitivo e o numero de dentes de uma engrenagem. O módulo é a base de

dimensionamento de engrenagens no sistema internacional. Duas engrenagens acopladas terão o

mesmo módulo. Será expresso em milímetros.

Onde: to passo

Passo:

Passo é o numero de dentes por polegada.

Espessura do dente no primitivo:

É a espessura do dente medida ao longo do círculo primitivo.

Altura comum do dente:

(

Altura da cabeça do dente:

)

É a distancia radial entre a circunferência primitiva e a circunferência da cabeça.

Altura total do dente:

A soma da altura do pé com a altura da cabeça, sendo 2,2 vezes o módulo da engrenagem.

Altura do pé do dente:

(

)

(

)

É a distancia radial entre a circunferência primitiva e a circunferência do pé.

Vão entre os dentes no primitivo:

(

)

Sendo assim, igual à espessura do dente no primitivo (So = ℓo)

Ângulo de pressão:

É o ângulo que define a direção da força que a engrenagem motora exerce sobre a engrenagem movida.

Folga da cabeça:

Relação de transmissão:

É a relação entre numero de dentes, diâmetros primitivos e rotações.

Distancia entre centros:

É a distancia entre o centro da engrenagem motora e o centro da engrenagem movida, sendo a soma do

raio 1 com o raio 2.

Diâmetro da base:

É o diâmetro medido de base a base da engrenagem.

Diâmetro interno ou diâmetro do pé do dente:

É o diâmetro medido do pé do dente ao pé de outro dente.

Diâmetro externo ou diâmetro de cabeça do dente:

É o diâmetro medido da cabeça do dente à cabeça de outro dente.

Largura do dente:

(

)

Engrenagens cilíndricas de dentes helicoidais – “ECDH”.

Os dentes são dispostos transversalmente em forma de hélice em relação ao eixo. É usada em transmissão fixa de rotações elevadas por ser silencioso devido a seus dentes estarem em componente axial de força que deve ser compensada pelo mancal ou rolamento. Serve para transmissão de eixos paralelos entre si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).

si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).

Representação da engrenagem:

si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).
si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).
si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).
si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si (normalmente 60 ou 90º).

Elementos e desenho.

 Elementos e desenho. Elementos fundamentais   Elementos complementares M - módulo (milímetro) d p

Elementos fundamentais

 

Elementos complementares

M - módulo (milímetro)

d p - diâmetro primitivo = MZ/cos

d e - diâmetro externo = dp+2a

- ângulo de pressão

d i - diâmetro interno = dp-2b

Z - número de dentes

d b - diâmetro de base = dpcos

a

- cabeça do dente = M

- ângulo de hélice

b

- pé do dente = 1,25M

Sentido da hélice

h

- altura do dente

= a+b

Di

diâmetro primitivo ideal = dp/cos 2 

 

Zi

número de dentes ideais Z/cos 3 

P c - passo circular = M/cos P n - passo normal = M P a - passo axial = M/sem()

Ph

- passo da hélice = MZ/sen

e n - espessura normal = P n /2

e c - espessura circular = P c /2 r raio do pé = M/4 L - largura do dente = k.M (7k 12)

A determinação do módulo de engrenagens cilíndricas de dentes helicoidais – “ECDH”,engrenagem se faz segundo a equação:

Engrenagens Cilíndricas de Dentes Helicoidais (formulário do livro)

Módulo Normal (normalizado):

O módulo é a base de dimensionamento de engrenagens no sistema internacional. Normalizado por tabela. Duas engrenagens acopladas terão o mesmo módulo. Será expresso em milímetros.

Módulo Frontal:

É a razão entre o módulo normal e o coseno do ângulo do dente (βo).

Passo Frontal:

É a distancia frontal entre o centro de dois dentes.

Passo Normal:

É a distancia normal entre o centro de dois dentes.

Espessura do Dente Frontal:

Vão entre Dentes no Frontal:

Espessura do dente normal:

Vão entre dentes normais:

É o vão existente entre cada dente da engrenagem.

Altura da cabeça do dente:

É a distância radial entre a circunferência primitiva e a circunferência da cabeça.

Altura do pé do dente:

É a distância radial entre a circunferência primitiva e a circunferência do pé.

Altura total do dente:

É a soma da altura do pé com a altura da cabeça.

Folga da cabeça:

Ângulo de Hélice βo:

A inclinação da hélice (β) é ângulo entre uma tangente à superfície da hélice e uma geratriz do cilindro primitivo.

Ângulo de pressão normal α no :

(

)

É o ângulo que define a direção da força que a engrenagem motora exerce sobre a engrenagem movida.

Ângulo de pressão frontal α so :

Distancia centro a centro:

É a distancia entre o centro da engrenagem motora e o centro da engrenagem movida, sendo a soma do raio 1 com o raio 2.

Raio imaginário medido no plano normal:

Numero imaginário de dentes:

Avanço de dente:

Diâmetro primitivo:

Diâmetro externo:

Diâmetro do pé do dente:

Diâmetro de base:

(

)

(

)

Engrenagens cônicas de dentes retos – “ECODR”.

As “ECODR” possuem as seguintes características:

1. São utilizadas em eixos reversos.

2. A relação de transmissão máxima que deve ser utilizada é 1:6.

3. Para relações de transmissão acima de 1:1,2 são mais caras que as engrenagens cilíndricas.

de 1:1,2 são mais caras que as engrenagens cilíndricas. Representação da engrenagem: As características da
de 1:1,2 são mais caras que as engrenagens cilíndricas. Representação da engrenagem: As características da

Representação da engrenagem:

as engrenagens cilíndricas. Representação da engrenagem: As características da engrenagem cilíndrica com dentes
as engrenagens cilíndricas. Representação da engrenagem: As características da engrenagem cilíndrica com dentes

As características da engrenagem cilíndrica com dentes retos são:

De: diâmetro externo Dp: diâmetro primitivo Di: diâmetro interno M: módulo Z: número de dentes L: largura da engrenagem

Elementos e desenho.

 Elementos e desenho. A determinação do módulo de engrenagem cônica se faz segundo a equação:
 Elementos e desenho. A determinação do módulo de engrenagem cônica se faz segundo a equação:

A determinação do módulo de engrenagem cônica se faz segundo a equação:

.

Engrenagens Cônicas com Dentes Retos (formulário do livro)

Numero de dentes (Z1):

Módulo (m):

É a relação entre o diâmetro primitivo e o número de dentes de uma engrenagem. O módulo é a base do

dimensionamento de engrenagens no sistema internacional. O módulo deve ser expresso em milímetros.

Duas engrenagens acopladas possuem o mesmo módulo.

Módulo médio (m m ):

Passo (t o ):

Espessura no primitivo (So):

(m m ): Passo (t o ): Espessura no primitivo (So): Vão entre os dentes no

Vão entre os dentes no primitivo (ℓo):

Diâmetro primitivo (d o1 ):

Diâmetro primitivo médio (d m1 ):

Altura comum do dente (h):

Altura da cabeça do dente (h k ):

É a distância radial entre a circunferência primitiva e a circunferência da cabeça.

Altura do pé do dente (h f ):

É a distância radial entre a circunferência primitiva e a circunferência do pé.

Altura total do dente (h z ):

É a soma da altura do pé com a altura da cabeça.

Folga na cabeça (S k ):

Diâmetro externo ou de cabeça (d k i(2) ):

Ângulo de pressão (α o ):

(

)

(

)

É o ângulo que define a direção da força que a engrenagem motora exerce sobre a engrenagem movida.

Abertura angular entre eixos (δ):

Conicidade de engrenagem relativa no primitivo (δ 1(2) ):

Conicidade de engrenagem relativa no diâmetro externo (δK 1(2) ):

Geratriz relativa no diâmetro primitivo (R a ):

Geratriz relativa no diâmetro primitivo médio (R m ):

Largura do dente (b):

Numero de dentes equivalentes (Z e 1(2) ):

Raio primitivo da engrenagem equivalente (r e 1(2) ):

Relação de multiplicação (ι):

Observação: Foram retirados formulários do livro usado em sala de aula pelo professor.

Bibliografia

Elementos de Maquinas / Sarkis Melconian. 9ª edição revisada São Paulo: Érica, 2008.

www.fem.unicamp.br

www.globalst.com.br

www.demec.ufmg.br

www.madeira.ufpr.br