Você está na página 1de 2

ELEMENTOS BÁSICOS DE COMPOSIÇÃO (TEXTO

LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO)

Prof: LÍGIA Frente: 01 Aula: 02


AL230107

• Poesia épica ou epopéia - conta a história dos heróis e


NOÇÕES PRELIMINARES – TEXTO LITERÁRIO E NÃO- suas façanhas;
LITERÁRIO • Poesia lírica - possuí origem nos antigos hinos, que
Antes de se iniciar qualquer trabalho sobre eram dedicados aos deuses;
Literatura deve-se ter resposta para a seguinte pergunta: • Teatro - tem o objetivo de emocionar o público, fazendo-
O que é Literatura? o acreditar de que tudo o que acontece durante a peça
Literatura, em um sentido estrito, é toda forma de também pode acontecer na vida real.
expressão, escrita ou oral, baseada na realidade e que
se dá por meio da Imaginação.
Esse conceito pode ser usado como uma espécie de filtro
para distinguir uma obra literária de uma outra não
literária.

Exemplo 1
"O investigador da polícia civil Vagner Ferreira de
Souza, de 34 anos, reagiu a um assalto na noite de ontem
e matou um dos bandidos. Ele trafegava pela Avenida
Almirante Delamara, zona sul, por volta das 21h30,
quando foi abordado por dois homens num semáforo.
Vagner reagiu e baleou Virgílio Adriano Sobrero, de 19
anos, que foi socorrido no hospital Heliópolis mas não
resistiu aos ferimentos. O outro assaltante fugiu"
Esse texto é uma forma de expressão(escrita ou oral)?
É baseado na realidade?
Se dá por meio da imaginação?
Então é obra literária? Além dessas três divisões temos ainda:
Exemplo 2
• a didática (cujo maior representante foi Esopo,
"No meio do caminho tinha uma pedra que escreveu cerca de 400 fábulas, nas quais
tinha uma pedra no meio do caminho ensinava sobre os valores negativos e positivos e
tinha uma pedra sobre o bem e o mal. A obra de Esopo, que muitas
no meio do caminho tinha uma pedra vezes era ilustrada com animais, que tinham as
Nunca me esquecerei desse acontecimento virtudes e os defeitos do homem, influenciou as
Na vida de minhas retinas tão fatigadas. fábulas romanas e as de La Fontaine),
Nunca me esquecerei que no meio do caminho • a filosofia (sendo as figuras de Platão e
Tinha uma pedra Aristóteles os maiores destaques)
Tinha uma pedra no meio do caminho • a história (que tinha o objetivo de salvar do
No meio do caminho tinha uma pedra". esquecimento os motivos das guerras e os feitos
(Carlos Drummond de Andrade) heróicos dos gregos. Os autores que mais se
destacaram foram Heródoto, Tucídides e
Esse texto é uma forma de expressão(escrita ou oral)? Xenofonte);
É baseado na realidade? • e a eloqüência (tendo em Demóstenes o seu
Se dá por meio da imaginação? maior representante).
Então, é obra literária?
A civilização Grega deve aos povos indio- Gêneros literários
europeus, helenos, aqueus, dórios entre outros, os
aspectos mais originais de sua literatura. Foram deles a
Muitas teorias e discussões há em torno dos
primeira criação poética, a criação dos deuses e de suas
gêneros literários. Os especialistas em teoria literária
lendas, conhecidas até hoje. Como exemplo pode-se citar
estão sempre à procura de soluções gerais, nem sempre
os poemas homéricos, que fazem referência ao povo
possíveis ou aceitáveis nos casos particulares.
aqueu.
Ao longo de sua história, a literatura grega teve várias
fases e gêneros e, por isso, geralmente é, dividida em três A palavra gênero, etimologicamente, significa
grandes gêneros: família, raça ou conjunto de seres dotados de
características comuns.
Portanto, que viria a ser gênero literário? De
maneira muito simplificada, diríamos que gênero literário é
um conjunto de obras dotadas de características comuns.
Fale conosco www.portalimpacto.com.br
generalizada forma de expressão no verso, com seu ritmo
Desde Platão, os três gêneros fundamentais e rima próprios.
estabelecidos são: o lírico, o dramático e o narrativo. Se a prosa rejeita a rima, o verso a busca, exatamente
Essa tripartição, com todos os matizes de que pode como instrumento de expressão das emoções, as quais se
revestir-se, está psicologicamente fundamentada nas três afirmam mais pela repetição e pela simbologia do que pela
faculdades essenciais da alma humana, fontes de toda descrição ou pelo recurso à caracterização ambiental.
mensagem verbal: a sensibilidade, a vontade e a Conseqüentemente, no poema lírico, não há
inteligência. Como decorrência surgem, respectivamente, protagonistas, como na literatura de ficção. Não há
as três funções da linguagem, manifestadas em qualquer ambiente físico caracterizado, nem episódio, nem enredo,
obra literária: a expressão ou função expressiva (pela nem temporalidade definida. As emoções profundas do
sensibilidade), o apelo ou função apelativa (pela vontade) poeta, seu “eu", sua visão do mundo (e não o mundo)
e a representação ou função informativa (pela são o que vale. A linguagem poética é, assim, muito
inteligência). particular. Se quisermos entendê-la, é preciso que nos
Entretanto, essa tripartição, perfeita e lógica na familiarizemos com ela e isso só será possível mediante
sua essência, pode tornar-se discutível e até errônea na uma leitura cuidadosa e freqüente de poemas.
prática, quando aplicada rigidamente a determinadas (in Estudo Dirigido de Português, vol. 1, J. Milton
obras. É que na criação artística confluem as águas Benemann e Luís Agostinho Cadore, 1984, Editora Ática)
dessas três fontes, interpenetrando-se as funções da Atualmente, esse gênero está muito presente nas
linguagem. E em certas obras predominará um gênero letras de músicas, que são poemas cantados, voltando às
sobre o outro, mas nunca haverá a expressão pura de um origens, como os exemplos abaixo.
só gênero. Inverno – Adriana Calcanhoto
Os modernos críticos, notadamente Todorov, No dia em que fui mais feliz
ensinam que os gêneros literários devem ser estudados Eu vi um avião
indutivamente, a partir das características da obra e não a Se espelhar no seu olhar até sumir
partir de nomes classificatórios. De lá pra cá não sei
Assim, fundindo a tripartição tradicional (lírico, Caminho ao longo do canal
épico e dramático), com as diferenciações apontadas Faço longas cartas pra ninguém
pelas modernas teorias literárias, temos quatro gêneros E o inverno no Leblon e quase glacial
básicos e suas respectivas formas: Há algo que jamais se esclareceu
•Gênero lírico Onde foi exatamente que larguei
Poemas de forma fixa: soneto, por exemplo. Naquele dia mesmo
•Gênero narrativo O leão que sempre cavalguei?
Épico (epopéia) Lá mesmo esqueci que o destino
Ficção: romance, novela, conto, crônica. Sempre me quis só
No deserto sem saudade sem remorso só
•Gênero Dramático: tragédia, comédia, Sem amarras barco embriagado ao mar
tragicomédia, drama, auto. Não sei o que em mim
•Gênero ensaístico: ensaio, artigo, análise de Só quer me lembrar
texto, oratória, carta. Que um dia o céu
Reuniu-se à terra um instante por nós dois
Gênero lírico Pouco antes do ocidente se assombrar
O adjetivo lírico
deriva de lira, instrumento Nua – Ana Carolina
de força expressiva já Olho a cidade ao redor
empregado pelos gregos. E nada me interessa
Essa associação entre Eu finjo ter calma
música e lirismo é feita A solidão me apressa
desde as primeiras Tantos caminhos sem fim
épocas da cultura De onde você não vem
artística ocidental, Meu coração na curva
chegando até nossos Batendo a mais de cem
dias. Eu vou sair nessas horas de confusão
A subjetividade lírica é gritando o seu nome
estruturada com idéias, entre os carros que vem e vão
sentimentos, emoções, Quem sabe, então, assim você repare em mim.
recordações, desejos,
profundos estados de espírito
que, em muitos casos, roçam o
indefinível, o inefável e que só
podem ser expressos pela
musicalidade, pela metáfora e
pela poesia. Por essa razão é
que o lirismo encontrou,
durante a evolução histórica, a
sua mais perfeita e

Fale conosco www.portalimpacto.com.br