COORDENAÇÃO GERAL PROF.

Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial - Prof. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. Chrystian Picone - Texto Retirado do site www.supermandaoab.com.br -

COMO FAZER UMA PETIÇÃO INICIAL
Produzido pelo Prof. Pedro Barretto e adaptado pelo Prof. Chrystian Picone

Para se aprender a fazer uma petição inicial, o melhor caminho é o de se ENTENDER a lógica do instrumento, para que então se raciocine de modo inteligente e se compreenda o caminho com o qual se elabora e desenvolve sua estrutura! E, creiam, é fácil e simples aprender a fazer uma inicial quando se entende sua lógica! Vamos em frente... Há várias técnicas para se ensinar a fazer uma petição inicial. Costumo seguir uma que desenvolvi e que reputo didática, a qual tem ajudado meus alunos a aprenderem com maestria a peticionar em Juízo, bem como, aos amigos que estudam para o Exame de Ordem, tem se revelado técnica infalível... a galera aprende mesmo! Nesse linear, ensino que uma Petição Inicial tem três momentos, aquilo que me permitirei chamar de: • MOMENTO 1: Apresentação Formal • MOMENTO 2: Conteúdo • MOMENTO 3: Fechamento Aprendendo-se por esse caminho de ensino, o candidato tem que visualizar três etapas no diálogo que ele estabelecerá com o Estado Juiz, formalizado nesse primeiro contato, a petição inicial; deve perceber que a primeira coisa é cumprimentar o Juiz, indicar quem é ele, se apresentar, justificar qual fundamento legal permitiu vir até ele, informar qual é a ação apresentada e contra quem é; esse é o primeiro momento, o da apresentação formal. Em seguida, deve contar ao Juiz qual foi o fato que o trouxe a postular a tutela jurisdicional pretendida, fundamentar o pedido dessa tutela fim com base em argumentos jurídicos consistentes e, finalmente, pedir essa tutela e os demais postulados acessórios ligados a ela e ao processo; esse é o segundo momento, aonde realmente entra na petição inicial o conteúdo desse diálogo; por fim, após cumprir as formalidades, após informar todos os dados necessários, o peticionante deve se despedir e aguardar o desenrolar do processo; nesse desiderato, deve registrar qual valor que se atribui a causa, seguindo obrigatoriedade imposta pelo CPC e deve enfim registrar que aguarda o deferimento do que foi pedido, assinando e colocando a data e sua identificação pessoal, ou seja, o número de sua OAB; é o famoso jargão “nesses termos, pede deferimento; advogado ____, OAB nº ____/___, Local __________, Data ___/___/___”. Sempre lembrando que nas provas de concurso o candidato jamais assina em nome próprio, para não se identificar, e assim ser eliminado do concurso por estar se identificando para a Comissão Examinadora. Resumindo esses três momentos, os quais serão detalhada e
TV Exame de ordem |www.tvexamedeordem.com.br| Prof. Chrystian Picone Página 1

br - cuidadosamente explicados abaixo. em algumas peças podemos inserir alguns itens extras aqui dentro. Chrystian Picone . com qualificação completa. ou seja. fazendo alguns comentários importantes. podendo ser a peça incrementada de alguns itens especiais em destaque que melhor esclarecem informações importantes que o Juiz precisará ler. na Ação Anulatória e também no Mandado de Segurança.com. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . podemos afirmar que a visão organizada que o peticionante tem que ter sobre cada detalhe que ele deve fazer constar em sua petição é a seguinte: • 1º MOMENTO – Apresentação Formal a) Cumprimentar o Juiz e indicar a Vara. •2º MOMENTO . c) Narrar o fundamento do ajuizamento. a conclusão é a de que. fatos. b)pedido de deferimento. do direito.Texto Retirado do site www. Obs: em regra o conteúdo é edificado nesses três passos. é o famoso “DO DIREITO”. e) Informar quem é o Réu. c) assinatura. é assim. o clássico “DO PEDIDO”. b)Se apresentar.br| Prof.Prof. Chrystian Picone Página 2 . • 3º MOMENTO – DESPEDIDA a) atribuição do valor da causa. b)Fundamentar juridicamente o que será pedido. c) Pedir.supermandaoab. como o “da tempestividade”.tvexamedeordem. abrimos um link extra e falamos sobre o pedido da tutela de urgência. na peça de Embargos do Executado em que abrimos tópicos extras para esclarecer alguns dados importantes. esse é o mais importante campo da peça. na mesma linha. TV Exame de ordem |www. ou seja.com. os artigos legais que permitem ajuizar a ação em tela. Logo. em regra. do pedido). quando queremos pedir a tutela antecipada / liminar. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. assim como o “da garantia” e ainda o “do efeito suspensivo dos embargos”. fundamentos e pedido. por exemplo. o conteúdo da petição inicial tem os três passos padrões (dos fatos. entretanto.COORDENAÇÃO GERAL PROF. contra quem se pretende opor a tutela requerida.Conteúdo a) Narrar os FATOS. d)Indicar qual é a ação. local e data. como aprenderemos de peça em peça.

. reverenciandoo com o cumprimento que louva e dignifica a sua atuação judicante. e justificando porque você realmente acredita que pode pedir..br - Comecemos então a detalhar as explicações de cada um desses momentos.chame-o de doutor. é de bom grado.CONTRA QUEM. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial .. a primeira coisa a fazer no inaugural contato. ACIMA DE TUDO. registrando todas as observações importantes para que vocês possam conhecer o caminho para se elaborar uma petição inicial com sucesso! 1º MOMENTO – APRESENTAÇÃO FORMAL Como elencado acima..o que é uma petição inicial? É o documento com o qual você contará ao Juiz o motivo que lhe traz ao Judiciário.. pedir. chame-o de Excelência..COORDENAÇÃO GERAL PROF.com. O JUIZ PRECISA SABER QUEM VOCÊ É.. desde a narrativa dos fatos que lhe trouxeram a Juízo...logo. ainda que TV Exame de ordem |www. não custa....supermandaoab.. Você deve pensar o seguinte: esse papel que propiciará seu inicial contato com o Estado Judicante deverá conter a escrita de tudo que você quer que o Juiz saiba.com. seu pedido. aquele com quem você está procurando o diálogo. na petição inicial. é cumprimentar o Magistrado. com o Estado Juiz. o Juiz. você estará formalizando seu relato.. b)apresentação / qualificação. concorde comigo..MAS. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.Texto Retirado do site www.br| Prof.por via desse documento. Concorde que para que se instaure esse diálogo. d)identificação da ação ajuizada. 1. seu primeiro diálogo. a apresentação formal da sua petição inicial se edifica em cinco etapas.. Pense. com o Pode Judiciário. todas essas informações tem que ser esclarecidas... que você saiba cumprimentar com educação e com a formalidade que o Direito exige. informando o quê você pretende do Judiciário.. peticionar. qual a tutela jurisdicional pretendida.tvexamedeordem. que se é você quem está iniciando o diálogo. bem como aquilo que você pretende postular. Chrystian Picone Página 3 . referência ao advogado e seu endereço. Sigamos etapa por etapa esse caminho. e. frisando: a) cumprimento. a) CUMPRIMENTO A primeira coisa que vocês deve pensar é: o que é uma petição inicial? É o documento que formaliza o seu primeiro contato. c) fundamento do ajuizamento.QUAL AÇÃO VOCÊ ESTÁ AJUIZANDO.e. Chrystian Picone .Prof.. e) indicação do réu.

o que importa é que você demonstre à Comissão Examinadora que você sabe que a sua ação será distribuída e que “cairá” em alguma vara..com. falaremos em “___ Vara Federal”. concorda? Se alguém bate na sua casa e diz que veio pedir algo. não necessariamente você precisa informar se a vara é civil.. Perceba que se você está numa prova de concurso. de início.. comece sempre seu discurso se dirigindo a ele. qualificação..supermandaoab.. nesse ponto específico da sua inicial. a observação derradeira que deixo ao amigo leitor é a e de que se a ação for ajuizada em face da União. Dr.você cumprimentou respeitosamente o Juiz da Vara que receberá sua ação. se qualifique cumprindo. agora que você cumprimentou o Juiz que receberá sua petição.com.. pois existem muitos. prenome.. você deu o primeiro passo.logo. da Seção Judiciária ___”..... Por fim..br - ele não tenha um doutorado e que isso não seja uma obrigatoriedade. naquela comarca aonde você estará deflagrando seu intento de pleitear uma tutela jurisdicional. o qual informa que a Petição Inicial deve conter o nome. no mínimo.Por isso. estado civil.e o direito louva tal postura.. TV Exame de ordem |www.b)APRESENTAÇÃO /QUALIFICAÇÃO... Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.. Dr. II. Logo. comum ou especializada. exatamente o que determina o Código de Processo Civil no art. é razoável que você se apresente. ao invés de falarmos em “Juiz de Direito”. falaremos em “Juiz Federal”. nacionalidade. creia.por logo. especifique com qual Juiz você está falando. nos casos de serem ajuizadas em face dos Estados/DF/Municípios ou em face da União: • Exmº Sr. ao invés de escrevermos “. Fazendo isso. comum ou especializada... finalmente. da Comarca ____”. Dr. 1. Juiz Federal da _____ Vara Federal da Seção Judiciária ____ (matéria Federal) Caminhemos agora para o segundo passo no aprendizado da elaboração da nossa petição inicial.Faça isso.. são dados importantes a serem fornecidos... como ficariam os cabeçalhos das nossas petições iniciais.. Chrystian Picone . de fazenda. endereço.mas chame! É respeitoso.. estado civil.. num exemplo genérico.até porque dificilmente você conhecerá toda a organização judiciária brasileira. faremos uma sutil modificação no cabeçalho da nossa petição inicial.e é isso que você tem que fazer constar na sua inicial.br| Prof.. ao invés de falarmos em “___ Vara ___”.é natural. com algo do tipo Exmº Sr... pelo menos. Juiz de Direito...e aí será possível avançar nos próximos passos. reflita... Chrystian Picone Página 4 . observemos..você e ele se conhecerão. Juiz de Direito da ___ Vara ___ da Comarca _____...ele. e. CPF e identidade. REFERÊNCIA AO ADVOGADO E AO SEU ENDEREÇO Para o segundo passo. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . correto? O Juiz quererá saber quem você é. 282. você vai querer saber quem é essa pessoa. cumprimentando o Juiz da Vara que receberá sua petição. após o critério de distribuição aplicado seguindo as normas de organização judiciária.. escreveremos “. Dr.Prof..COORDENAÇÃO GERAL PROF. rediga o início de sua peça da maneira mais diligente. e assim redija o cabeçalho no tradicional jargão Exmº Sr. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ (matéria Estadual ou Municipal) • Exmº Sr..aí sim.Texto Retirado do site www. certamente estará atuando em certa Vara.. certo? Nome.tvexamedeordem.

Chrystian Picone .. sempre recebem pontuação especifica! Falo dos fundamentos do ajuizamento da ação. domicílio e residência do autor e do réu. é necessário lembrar que ela precisa de um advogado e que é por meio deste que se viabiliza a formalização do acesso ao Judiciário. na sua petição inicial. por exemplo. Dr. solteiro.c)FUNDAMENTO DO AJUIZAMENTO O terceiro e próximo passo é fundamentar jurídica e legalmente o ajuizamento da ação. ou.I do CPC. Além de fazer referência à procuração e ao advogado.com. juntos. Chrystian Picone Página 5 .com. após dados os dois primeiros passos (cumprimento + apresentação/qualificação e referência ao advogado ale de indicação do seu endereço): Exmº Sr. Logo.supermandaoab. CPF nº _______. TV Exame de ordem |www. instrumento que formaliza a transmissão dos poderes representativos. você deve iniciar sua escrita. em regra. o da apresentação formal. o postulante tem que ter um advogado (ainda que seja dativo!).Prof. brasileiro. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. brasileiro.br - profissão. creiam. faça a referência a esse documento. seguirá em anexo.COORDENAÇÃO GERAL PROF. nas provas da OAB. Nesse propósito. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . por meio de seu advogado (procuração em anexo).39. CPF nº _______. da seguinte maneira: “Caio Tício. e. procuração em anexo. que também é super importante. engenheiro. Portanto. basta que você escreva “. para que ele possa receber todas as intimações e comunicados necessários. o advogado sabe que deve fazer constar nos autos o substabelecimento. após o cabeçalho. numa linguagem mais comum. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ Caio Ticio. e.br| Prof.Texto Retirado do site www. meus amigos. a procuração mandatária que lhe autoriza representar a parte judicialmente. como reza o art. na segunda etapa. CASO A CASO. Identidade nº ___________. faça constar na petição o endereço do advogado. Identidade nº _________. engenheiro. faça constar na sua petição inicial esse esclarecimento. INDICAREMOS ESSE ROL ADEQUADO DE ARTIGOS. Ou seja. Logo. o qual tem endereço para receber intimações e demais comunicados na Rua ___________”. Passo então com vocês ao próximo passo. demonstrando que você sabe que existe autorização legal para ajuizar essa ação em casos como esse seu. domiciliado na cidade ____________ e com residência na ___________________”. Nesses termos. e. agora que a parte já está qualificada. E. observem a estrutura que a petição inicial já está ganhando nesse primeiro momento. E EM QUALQUER QUE SEJA A AÇÃO QUE ESTEJAMOS MANUSEANDO. tema a seguir abordado! 1. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. são eles que dão embasamento e permissão para tal ajuizamento. pare para pensar: agora.tvexamedeordem. vem.. solteiro. para cada ação existe um rol de artigos a serem citados. Portanto. Feito isso. por certo. o qual.vem por meio de seu advogado. é seu dever mostrar ao Juiz que existe um determinado (ou mais de um) artigo (s) de certa (s) lei (s) que autoriza que num caso como o seu possa ser manuseada a ação que você está utilizando. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.

7º.LXIX da CRFB/88.. observem como fica o fundamento do ajuizamento numa petição inicial em mandado de segurança individual: “. o qual.. fundamentaremos seu ajuizamento citando o art. o art. Ora. CPC.supermandaoab. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.Exª. sendo a ação uma Ação Anulatória com pedido de Depósito.. quais artigos utilizaremos para fundamentar nosso ajuizamento? Além do 282 do CPC.III.br - Vai uma importante dica: sempre citaremos o art.COORDENAÇÃO GERAL PROF. Logo. trocamos de inciso e passamos a citar o art.br| Prof. impetrar o presente. nos termos do art. faremos referência ao art. o qual combinaremos com o art.”. Identidade nº _________. engenheiro. visualizem a nossa petição inicial ganhando mais um passo estruturante: Exmº Sr.38) e. solteiro.016/09. perante V. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ TV Exame de ordem |www. 282.III é o que fundamenta o pedido da liminar.282 do CPC é o que se refere à Petição Inicial. meus amigos. com certeza. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial .. 282 do CPC e dos arts. No mesmo modo de pensar e aprender. se for um MS Individual. nos termos dos arts. vem.5º. citaremos os arts.6º e 7º. Chrystian Picone . por fim. Façamos referência a uma ação anulatória com pedido de depósito do montante integral. X do CTN. Dr.282 do CPC.6º é o artigo que cuida da peitção inicial em Mandado de Segurança e o art. Para essa ação. do art.. aonde resta autorizado o uso do mandamus. já que é nesse subseqüente inciso que aparece a referência permissiva de uso do mandado de segurança coletivo.5º. já que o art. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________.151. 6º e 7º.tvexamedeordem. faremos referência ao art. e.282. e. por meio de seu advogado (procuração em anexo).5ºLXIX. Se a peça a ser redigida por uma petição inicial em mandado de segurança. em especial.III da Lei 12. Logo. que faz expressa referência à ação anulatória no seu art.282 do CPC e aos demais que são especificamente focados nessa ação trabalhada no caso em tela.38 da Lei 6830/80 (lei de execução fiscal.II do CTN. Exemplifico. brasileiro. CPC e dos arts.5º da Constituição. III da Lei 12. respeitosamente.016/09. o art.016/09. para nos referirmos ao depósito do montante integral. CRFB/88.156. CPF nº _______.com.. que é a Lei 12. faremos expressa referência à Lei do Mandado de Segurança. citaremos o inciso LXIX. faremos no decorrer da peça.vem. Chrystian Picone Página 6 . citaremos o art. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ Caio Ticio.com. trabalhemos com outro exemplo. Dr. qualquer que seja a ação tributária que estejamos a nos valer. já se for o MS Coletivo. sendo assim.Prof. a nossa petição ganha esse corpo: Exmº Sr. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. Portanto. o qual cita a extinção do crédito pela decisão judicial transitada em julgado. 6º e 7º. Em ambos os casos.Texto Retirado do site www. e mais algum ou alguns outros. do art. serve como grande cláusula geral que ensina os requisitos mínimos obrigatórios de qualquer petição. LXX.

supermandaoab. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. perante V.II do CTN. o que prova à Banca Examinadora que o candidato acertou a peça. no seu lugar. Por fim.. X do CTN. vem. perante V.com. 151. nos termos dos arts. mas “cai bem” na petição! Logo. cito também nas minhas petições os artigos do CPC que reputo importantes para fazer referência a ela. repetitória) e ainda no TV Exame de ordem |www. relativos a cada uma das ações tributária. Chrystian Picone . Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . nos termos do art. respeitosamente.Texto Retirado do site www. brasileiro. Identidade nº _________.Prof. maceteado. DANDO “NOME” À PEÇA Esse quarto passo é curto.Exª. É IMPRESCINDÍVEL que se escreva tal nomenclatura. art. lá. CPF nº _______. respeitosamente. identificou a ação correta! Utilizaremos como linguagem padrão a expressão “AJUIZAR”. Se ao invés de se pretender realizar o depósito do montante integral. V. mas não mais citaremos o art. a nossa petição inicial ficaria da seguinte maneira: Exmº Sr. simples e objetivo! Aqui o que deve fazer o peticionante? Após fundamentar o ajuizamento da ação. e. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. 151. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ Caio Ticio.38 da Lei 6830/80 e dos arts.d)INDICAÇÃO DA AÇÃO. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. o qual faz referência ao depósito do montante integral. brasileiro. vem. e. nas provas da OAB.. deve agora o advogado dizer qual ação é essa que está sendo ajuizada! É de bom grado que se faça.. vocês vão encontrar um quadro resumo.Exª. Identidade nº _________. por meio de seu advogado (procuração em anexo). ajuizar a presente. sempre que estivermos no uso de uma das ações tributárias clássicas (anulatória.151. o qual está dentro do link “super segunda fase”. engenheiro. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. solteiro. deixo registrado que se vocês quiserem pegar um quadro resumo desses fundamentos de ajuizamento. mudamos alguns artigos! Continuaremos a falar do 282 do CPC e do art.38 da LEF.151 que encontramos a referência da antecipação de tutela suspendendo a exigibilidade do crédito tributário no curso da ação anulatória.. art.§1º do codex processual. citaremos o art. já que é no quinto inciso do art. engenheiro. sempre que peço tutela antecipada.br - Caio Ticio. Por fim. aonde aparecem todos os artigos a serem citados em cada ação ajuizável! 1. Chrystian Picone Página 7 . optando-se pelo pedido de tutela antecipada. quais sejam.tvexamedeordem.com. 282. os arts.38 da Lei 6830/80 e dos arts.V c/c 156. Dr. X do CTN. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. 273 e 585 §1º do CPC. por meio de seu advogado (procuração em anexo).151.br| Prof. ajuizar a presente. entrem no link “dicas”. Não que seja obrigatório.COORDENAÇÃO GERAL PROF. CPF nº _______. apenas mudando o inciso. declaratória. 273 e 585. 282 do CPC.II e 156. solteiro. consignatória.

qual seja. 151.COORDENAÇÃO GERAL PROF.V c/c 156. observem a nossa petição inicial ganhando mais um passo e caminhando para o fechamento do seu primeiro momento. a Repetitória e nos Embargos do Executado. nesses termos. Juiz de Direito da ____ Vara _____ da Comarca ______ Caio Ticio. solteiro. e. Logo. o desfeche final vem com a lembrança que é dever do peticionante informar ao Juiz qual é a fazenda ré.com. após todos os passos já aprendidos e à identificação da ação.Prof. X do CTN. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. o da apresentação formal.br - uso dos Embargos do Executado.Texto Retirado do site www. ainda. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . bem como nos casos de exceção de pré-executividade (quando utilizaremos a nomenclatura “ADUZIR” a presente EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE). ou seja. escreveremos após fundamentarmos o ajuizamento que a parte vem AJUIZAR a AÇÃO XXXX.supermandaoab. Identidade nº _________. Mudaremos sutilmente no incidente processual anômalo de defesa chamado Exceção de PréExecutividade. a Declaratória. engenheiro.tvexamedeordem. TV Exame de ordem |www.e)INDICAÇÃO DO RÉU Após todo esse caminho traçado. a narrativa da informação que revela contra quem se pretende opor a tutela jurisdicional requerida. façamos o comentário derradeiro. por meio de seu advogado (procuração em anexo). 282.com. CPF nº _______. ou seja. De acordo com o exposto.38 da Lei 6830/80 e dos arts. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. Essa é a regra e assim procederemos em todas as ações cognitivas. perante V. a Anulatória. ajuizar a presente AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA Por fim. Chrystian Picone Página 8 . basta que se escreva a tradicional frase “em face do Município (ou Estado ou União) ___________ / Fazenda Pública Municipal (ou Estadual ou Nacional)”. no exemplo tomado com uma ação anulatória com pedido de tutela antecipada: Exmº Sr. Observemos: 1. Substituiremos a palavra “ajuizar” no caso de Mandado de Segurança (quando falaremos em “IMPETRAR” o presente MANDADO DE SEGURANÇA). no Mandado de Segurança e nos Recursos. para que encerremos esse primeiro momento da nossa petição inicial. nos termos dos arts. a Consignatória. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. vem. contra que se pretende fazer valer o direito requerido. brasileiro. respeitosamente. 273 e 585 §1º do CPC. art.br| Prof.Exª. nos casos de RECURSOS (em que falaremos em “INTERPOR”o presente recurso de APELAÇÃO). Dr. referente ao quinto e último passo. Chrystian Picone . o da indicação do Réu.

38 da Lei 6830/80 e dos arts. engenheiro. Chrystian Picone . Juiz de Direito da ____ Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital / RJ (1) Caio Ticio. cumpridos os cinco passos elementares. perante V. X do CTN. vem. CPF nº _______. 151. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço__________________.II e 156. Juiz de Direito da ____ Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital / RJ Caio Ticio.38 da Lei 6830/80 e dos arts. aonde demonstraremos uma petição inicial numa ação anulatória com pedido de depósito em face de certo Município.Exª. Fazenda Pública Municipal . art. será o Município do Rio de Janeiro. art. que. Observemos: Exmº Sr. solteiro. vocês tem o primeiro momento da petição inicial concluso. vem. respeitosamente. AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL Em face do Município do Rio de Janeiro/RJ. solteiro. Fazenda Pública Municipal . capital fluminense. Bom.COORDENAÇÃO GERAL PROF.Exª. se vocês visualizarem acima.tvexamedeordem. respeitosamente.br| Prof. (5) 2º MOMENTO – CONTEÚDO TV Exame de ordem |www. Olhem o mesmo gráfico abaixo com o destaque de cada um dos cinco passos: Exmº Sr.II e 156. no exemplo. por meio de seu advogado (procuração em anexo). (2) nos termos do art.com.Prof. engenheiro. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. Dr. pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. brasileiro. 151. perante V. CPF nº _______. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. nos termos do art. Chrystian Picone Página 9 ..Texto Retirado do site www.br - Vejamos primeiro um exemplo dentro da regra. Identidade nº_________. 282 do CPC. Identidade nº _________. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . 282 do CPC. oqual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________.com. pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. ajuizar a presente (3) AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL (4) Em face do Município do Rio de Janeiro/RJ. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. ajuizar a presente.supermandaoab. Dr. brasileiro. por meio de seu advogado (procuração em anexo).. X do CTN.

Chrystian Picone Página 10 .supermandaoab. as tese. usar as próprias palavras para explicar de modo objetivo essa história. se TV Exame de ordem |www. pois é aqui que o advogado vai utilizar toda sua argumentação jurídica para mostrar que tem direito à tutela jurisdicional pretendida. Você lê as qualificações. bem como. como se costuma afirmar.b)DO DIREITO. Nesse ponto da peça entra o conhecimento que o candidato deve ter sobre o direito material e sobre as leis. ou.Prof.br| Prof. em seguida. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. bem como. Sempre que vocês estiverem utilizando o argumento jurídico que garanta o direito pretendido. III do CPC. contra quem é a ação. 2. 2. citem a fonte doutrinária. elucidando a situação que motivou o ajuizamento da ação.com. Na hora de descrever os fatos. podendo receber o acréscimo de alguns tópicos extras que são inseridos como plus nesse nosso segundo momento.COORDENAÇÃO GERAL PROF. é a de que sejam apenas leias ao que foi escrito no enunciado da questão. identifica de plano a ação ajuizada. Caminhemos e observemos essas pontuações. para que então possa o Magistrado.com. e. de acordo com a natureza da ação.a) DOS FATOS Imagine se vocês fosse o Juiz que está recebendo em seu gabinete aquela ação distribuída. do direito. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . A recomendação que sempre dou aos meus alunos. mediante uso de argumentos jurídicos. a qual legitima seus pedidos e demonstra ao Juiz que assiste o bom direito à parte autora.Texto Retirado do site www. sua atualização jurisprudencial. quando muito. convencido pelo fundamentos jurídicos do pedido. acolher o pedido principal deferindo a tutela almejada. basta citar história contada pelo examinador. E isso varia de petição para petição. quais foram os fatos que provocaram a contenda em evidência. Chrystian Picone . a questão de mérito! Algumas dicas objetivas para os alunos que farão a prova da OAB são importantes aqui. o segundo momento a ser visualizado na nossa petição inicial é o que chamamos de conteúdo e ele é composto por uma “espinha dorsal” de três passos (dos fatos. é nesse espaço da peça que o peticionante deve justificar. Logo. quando do ensino da elaboração de petições iniciais para as provas de segunda fase do Exame da Ordem.tvexamedeordem. Aqui estará a questão central. e. Ou seja.br - Como já exposto no início desse escrito. do pedido). mas sem jamais mudar o que foi apresentado pelo elaborador do quesito como situação fática ensejadora do problema. OS FUNDAMENTOS JURÍDICOS DO PEDIDO Esse é o passo mais determinante da petição inicial. Não inventem. é dever do peticionante informar ao magistrado. qual sua primeira curiosidade? Por certo você pensará “o que aconteceu? O que trouxe essa pessoa aqui para ajuizar essa ação? Quais foram os fatos que motivaram essa demanda?”. vê quem é a parte. E assim reza o art.282. não narrem episódios ou informações que não foram dadas pelo Examinador. caso vocês se lembrem de terem lido a matéria em algum manual. de modo sucinto e objetivo.

art. pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. nos termos do art. Visualizemos aonde já chegamos.Texto Retirado do site www. fica mais difícil.3 ficou vedado face o Provimento 136/09. o candIdato se familiariza com pelo menos um doutrinador. fazer a citação doutrinária. fazendo referência aos fatos e aos fundamentos jurídicos do pedido.2.Exª. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . que substituiu o antigo Provimento 109 de 2005. terá o candidato segurança para citar esse doutrinador.COORDENAÇÃO GERAL PROF.br - possível. e. • CITAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA Quanto à jurisprudência. Se o aluno estiver acompanhando e lendo. mas não fica impossível! A recomendação que tenho dado a meus alunos é que leiam pelo menos um bom manual. 151. solteiro.supermandaoab.tvexamedeordem. perante V. também façam citação de um ou dois julgados do STF/STJ sobre o tema. 282 do CPC. Nesse propósito.com. certamente pode ter abordado a questão que caiu como mérito na sua prova.II e 156. é claro. a nossa petição inicial já está ganhando substancial corpo.Prof. • CITAÇÃO DE DOUTRINA Até o Exame 2009. Identidade nº _________. e indico alguns. é importante está acompanhando os informativos do STF e do STJ. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. Nesse linear. pois. Façamos alguns comentários breves..br| Prof. é altamente factível que a questão explorada pelo Examinador tenha sido uma questão debatida nos Tribunais maiores em tempos recentes. Chrystian Picone . por meio de seu advogado (procuração em anexo). engenheiro. quiçá. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. ajuizar a presente. DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS DO PEDIDO. I – DOS FATOS II – DO DIREITO..com. Toemos como exemplo a ação anulatória com pedido de depósito: Caio Ticio. brasileiro. •Seguindo o nosso aprendizado. era permitida a consulta à doutrina. vem. caso a questão caia na prova ele ficará seguro e a vontade para sustentar sua tese dentro dos limites que a jurisprudência se edificou. se assim for. TV Exame de ordem |www. o qual. o que a partir do Exame 2009.38 da Lei 6830/80 e dos arts. X do CTN. AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL Em face do Município do Rio de Janeiro/RJ. Fazenda Pública Municipal . Chrystian Picone Página 11 . Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. respeitosamente. CPF nº _______. de véspera mesmo.

se a anulatória for acompanhada de pedido de antecipação de tutela ao invés de pedido de depósito. o item II será o “DA CONCESSÃO DA TUTELA ANTECIPADA” e não “do depósito”. c) do efeito suspensivo dos Embargos. no espaço entre a discrição dos fatos e a apresentação dos fundamentos jurídicos do pedido. na nossa petição inicial o DO DIREITO não será o item II. quando assim fizermos. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . é razoável inserirmos três referências especiais: a) à tempestividade dos Embargos. visualizemos o conteúdo da nossa inicial embargante: I – DOS FATOS II – DA TEMPESTIVIDADE DOS PRESENTES EMBARGOS III – DA GARANTIA OFERECIDA IV – DO EFEITO SUSPENSIVO TV Exame de ordem |www. as vezes podemos colocar ente o item I e o item II alguns sub-itens. e isso varia de peça a peça. Nesse desiderato. façamos alguns comentários esclarecedores. b) à garantia feita para dar admissibilidade aos Embargos. Chrystian Picone . Exemplifico com alguns modelos de petição inicial. DOS FUNDAMENTOS DO PEDIDO Na mesma propagação de raciocínio. em destaque. DOS FUNDAMENTOS DO PEDIDO Dou outro exemplo de especializações nos itens do conteúdo da petição inicial.br| Prof. destacando item específico para demonstrar que o depósito já foi feito e informar que o comprovante segue em anexo. Começo pela própria anulatória com pedido de depósito.Prof. Como já citado anteriormente.br - Antes de partirmos para o terceiro passo desse nosso segundo momento. Nesse propósito. recebendo uma numeração mais seqüenciada.com. Narro o exemplo dos Embargos do Executado. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. Nesses. simplesmente para formalizar o intento de proceder ao depósito para fins de suspender a exigibilidade do crédito. Chrystian Picone Página 12 .Texto Retirado do site www. ao depósito. ou.com. em que podemos fazer expressa referência.supermandaoab.tvexamedeordem. analisemos como ficaria a elaboração do conteúdo da nossa petição: I – DOS FATOS II – DO DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL III – DO DIREITO. Logo.COORDENAÇÃO GERAL PROF. Vejamos: I – DOS FATOS II – DA CONCESSÃO DA TUTELA ANTECIPADA III – DO DIREITO.

COORDENAÇÃO GERAL PROF. cito o MANDADO DE SEGURANÇA. formalizamos três pedidos ao Magistrado. como o requerimento de citação do réu.com. falamos dos pedidos que se fazem em diversas ações igualmente. Costumo ensinar a meus alunos uma regrinha para ajudar no raciocínio jurídico e facilita na visualização do pedido. apenas para ilustrar um último exemplo.c)DO PEDIDO Aqui formalizamos o nosso pleito. Façamos alguns comentários interessantes sobre os pedidos. Chrystian Picone Página 13 . Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.supermandaoab. nesse pedido genérico. nos quais vocês poderão encontrar os modelos de petições e alguns comentários super importantes! Avancemos pro próximo passo! 2. já por pedidos genéricos. Nesse. Existem pedidos que quase sempre fazemos. Visualizemos: I – DOS FATOS II – DO ATO COATOR. DOS FUNDAMENTOS DO PEDIDO Por fim.br - V – DO DIREITO. os Pedidos Genéricos. PEDIDOS GENÉRICOS: Começo comentando os pedidos genéricos. esclarecendo exatamente o que queremos do Judiciário como tutela jurisdicional pretendida. registramos que no link do nosso site “SUPER SEGUNDA FASE” temos o sub-link “MODELOS DE PETIÇÃO INICIAL”. independente de qual seja a ação manuseada no caso concreto. bem como a pessoa jurídica à qual ela é vinculada. abrimos um segundo tópico para falarmos da LIMINAR. em regra. e ainda o sub-link “DICAS”.Prof. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial .Texto Retirado do site www.com. Salvo algumas pequeninas exceções.tvexamedeordem. por exemplo. b)pedimos a permissão para a produção de todas as provas cabíveis. O primeiro ponto é perceber que existe o chamado Pedido Específico. TV Exame de ordem |www. Chrystian Picone . DOS FUNDAMENTOS DO PEDIDO Em linhas de conclusão. Em seguida. bem como.br| Prof. O que chamamos de pedido específico é aquilo que se revela como o principal fim almejado com a ação. que varia de ação para ação. na devida dosimetria. a saber: a) pedimos a citação do réu. DA AUTORIDADE COATORA E DA PESSOA JURÍDICA À QUAL É VINCULADA III – DA LIMINAR IV – DO DIREITO. é necessário abrir tópico de destaque para apontar o ato coator e autoridade coatora.

Texto Retirado do site www. como o STF entende que caso não seja intimado o MP o MS é nulo. e. plenamente viável pedi-las. a maioria dos advogados nem chega a pedir por expresso.25 da Lei 12. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. não se pode pedir condenação em honorários em sede de mandado de segurança. acolhendo tese prevalecente nos Tribunais de que em sede de mandado de segurança não há “parte vencida” e sim ato coator impugnado. CPC). nos termos do disposto no art. Esse é o modelo regra e assim agiremos em quase todas as nossas peças. Chrystian Picone . ou seja. pensem: é necessário requerer a citação do réu. como pelo fato de o art. importante pedir a condenação do réu. Também faremos nos embargos do executado. caso vencida.016/09.282. No uso desse remédio constitucional não se pede para produzir provas. face vedação prevista na parte final do art. enquanto nessas ações TV Exame de ordem |www.br| Prof. VII. Na prática. é da práxis advocatícia que na inicial já se formalize o requerimento de que seja intimado o MP. a repetitória e a consignatória. mesmo que não se formalize tal pedido. e ainda porque no art. não se faz o pedido genérico de produção de provas. logo.016/09. importante frisar que deve ser requerida a intimação do Ministério Público para se manifestar.supermandaoab.com.20 do CPC assegurar. se realmente for preciso e caso não se possa trazê-las de plano na própria petição. sob pena de não se convalidar o processo (art. é de bom grado pedir permissão para fazer todas as provas necessárias para demonstrar a verdade e a titularidade do direito alegado. a pagar todas as verbas devidas ao final do processo. Chrystian Picone Página 14 . sempre elaboraremos esses três pedidos na nossa petição. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . afinal. Ainda em sede de MS. Também no MS não se pode pedir a condenação da fazenda ré. pois as provas tem que ser feitas documentalmente e acostadas na própria petição inicial. nos termos do art. Nesse linear. a declaratória.25 da Lei do MS não vedar. no MS a prova é pré-constituída. relativas às despesas com custas no processo. mas.COORDENAÇÃO GERAL PROF.br - c) pedimos ainda a condenação do réu ao pagamento de verbas sucumbenciais e honorários advocatícios. nos termos do art. o direito é assegurado.20 do CPC. Quanto às demais verbas sucumbenciais.12 da Lei 12.282. tanto pelo fato de o art. ao pagamento de honorários advocatícios. reembolsando as despesas processuais e remunerando com honorários o advogado da parte vencedora. Logo. o pedido genérico não trará o pedido para produção de provas e nem de condenação em honorários advocatícios. ainda assim.tvexamedeordem. em sede de MS. Logo. como a anulatória. Ressalvados alguns casos especiais. nos termos do art. caso vencido. no pedido genérico em sede de Mandado de Segurança temos algumas diferenças da maneira como construímos esse pedido genérico nas ações ordinárias tributárias. VI do CPC. a seguir comentados. Sempre faremos esses pedidos nas ações típicas tributárias. Quanto a esse ponto.282 não se exige a formalização desse pedido. por fim.com. friso que requerer que seja ouvido o parquet não é um ônus do advogado e sim um dever do Juiz. Há entretanto algumas considerações especiais a serem comentadas sobre esses pedidos genéricos.Prof. O primeiro destaque que faço é quanto ao Mandado de Segurança.214.

o que. b)pedido de permissão para produção de provas.br| Prof. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof.br - pedimos a citação do réu.Texto Retirado do site www. correto? Portanto. um deles que chamaremos de PEDIDOESPECÍFICO SUBSTANCIAL ou PRINCIPAL e o (os) demais que chamaremos de PEDIDOS ESPECÍFICOS ACESSÓRIOS ou CONEXOS. varia de uma ação para outra. o PEDIDO ESPECÍFICO numa AÇÃO REPETITÓRIA é o de que seja julgada procedente a ação para fins de se condenar a ré a repetir o montante apontado. Chrystian Picone . após os dois primeiros passos (narrar os fatos e apresentar os fundamentos jurídicos do pedido).Prof. a permissão para produção de provas e a condenação do réu em verbas sucumbenciais e honorários advocatícios.supermandaoab. marchamos para o terceiro e derradeiro passo desse segundo momento. com os PEDIDOS GENÉRICOS.COORDENAÇÃO GERAL PROF. no fundo “não há réu”. que. o segundo momento dela é o do conteúdo.com. pedimos a notificação da autoridade coatora.com. pedindo-se ainda a intimação do MP. face a todos os fundamentos apresentados. na verdade pode ser composto por dois ou até mais pedidos. Por fim. cada ação tem o “seu”. tutela essa que. No “do pedido” trabalhamos com o PEDIDO ESPECÍFICO. bem como. quando então formalizamos o nosso pedido. mas sim. falemos a seguir dos PEDIDOS TV Exame de ordem |www.tvexamedeordem. c) condenação do réu ao pagamento de verbas sucumbenciais e honorários advocatícios. Chrystian Picone Página 15 . E é “específico” pois somente nessa ação. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . no MS não pedimos citação do réu. que são pedidos iguais que fazemos em quase todas as ações: a) citação do réu. Esses pedidos tem ligação direta e perfeita com o mérito de cada ação e co a indicação nuclear da tutela jurisdicional pretendida. o que a parte pretende em juízo? Só cabe uma resposta: a condenação da fazenda ré a restituir o montante pago indevidamente. Exemplifiquemos. PEDIDO GENÉRICO. Vistos os comentários sobre o ESPECÍFICOS! PEDIDOS ESPECÍFICOS: Em cada ação temos o chamado PEDIDO ESPECÍFICO. Numa Ação de Repetição de Indébito. rogo a atenção de vocês para se lembrarem que numa petição inicial. pois. e. bem como não pedimos permissão para produção de provas e nem a condenação em honorários advocatícios. somente na ação repetitória é que se formula pedido como esse. por lógico.

em nome e interesse da parte. a apresentação formal (em seus cinco passos) e o conteúdo (em seus três passos). observem que em cada ação. face aos fundamentos ante esposados. I – DOS FATOS TV Exame de ordem |www. quais sejam.supermandaoab. que SEMPRE faremos um PEDIDO ESPECÍFICO PRINCIPAL e EVENTUALMENTE elaboraremos em seguida um ou alguns PEDIDOS ESPECÍFICOS ACESSÓRIOS. Identidade nº _________. vem.Prof. o de que se conceda a tutela antecipada nos termos formulados e face aos fundamentos apresentados. 282 do CPC. pede a tutela primordial que está sendo buscada. brasileiro. Analisemos o modelo da nossa petição inicial formatada com base em todas as informações que já aprendemos. ajuizar a presente. o pedido específico só pode ser o de que seja julgada procedente a ação para fins de se anular o lançamento e declarar extinto o crédito tributário atacado. constatem.COORDENAÇÃO GERAL PROF. perante V. temos um PEDIDO ESPECÍFICO PRINCIPAL ou SUBSTANCIAL. é evidente que o PEDIDO ESPECÍFICO PRINCIPAL vem acompanhado de um PEDIDO ESPECÍFICO ACESSÓRIO ou CONEXO. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. No caso da Anulatória. Logo. por meio de seu advogado (procuração em anexo).br - Já se estivermos numa Ação Anulatória. meus amigos e amigas. o PEDIDO ESPECÍFICO PRINCIPAL é o de que seja julgada procedente a ação embargante para fins de declarar a inexistência da dívida executada. com o qual o advogado.II e 156. solteiro. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. Visualizem no exemplo de uma ação anulatória com pedido de depósito: Caio Ticio. art. engenheiro.. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . exaurindo o primeiro e o segundo momentos. AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL Em face do Município do Rio de Janeiro/RJ. Chrystian Picone Página 16 . domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________.br| Prof. 151. reconhecendo a nulidade da CDA e afirmando a extinção do crédito tributário exeqüendo. nos termos do art.. pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. Portanto.com.38 da Lei 6830/80 e dos arts. vem o PEDIDO ESPECÍFICO CONEXO. pedidos esses com os quais realmente formalizamos o nosso pleito externando aquilo que verdadeiramente buscamos ao final do processo. o de que seja autorizado o levantamento da garantia ao final do processo.tvexamedeordem.Texto Retirado do site www. Já se estivermos falando de uso de embargos do executado.com. Chrystian Picone . Fazenda Pública Municipal . face os fundamentos ante esposados (nos casos de anulatória com depósito do montante integral). respeitosamente. para fins de se suspender a exigibilidade do crédito tributário (nos casos de anulatória com pedido de antecipação de tutela) ou então que se autorize o depósito do montante integral em dinheiro para fins de suspender a exigibilidade do crédito tributário.Exª. Acompanhando esse pedido específico principal. X do CTN. CPF nº _______. qual seja. todos ligados ao mérito do que queremos. qual seja.

mas sim.COORDENAÇÃO GERAL PROF. de fato. E esse é o primeiro passo da DESPEDIDA da nossa petição inicial.br| Prof. São três passos extremamente objetivos a serem elencados. Apesar. 258 e 259 do CPC e que ele sabe que numa petição inicial se deve atribuir valor à causa. não se trata de uma petição inicial em ação judicial. toda ação deve ter um valor da causa.258 e 259 do CPC. pois é essa informação que a Banca Examinadora quer ver. a banca examidora. a Banca Examinadora atribui pontuação nesse momento. detectando que o candidato tem conhecimento das exigências dos citados arts. é fundamental que o candidato coloque na sua petição inicial o famoso jargão “dá-se a causa o valor R$________”.supermandaoab. IV – DO PEDIDO a)PEDIDOS ESPECÍFICOS b) PEDIDOS GENÉRICOS 3º MOMENTO – DESPEDIDA Esse é o mais simples e mais curto dos três momentos da nossa petição inicial.tvexamedeordem.com. conforma já citado anteriormente. distribuindo graus nos quesitos que apresentaremos a seguir. data e assinar a peça. e isso sim é fundamental. consignando o número de inscrição da OAB do advogado peticionante Ora. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. nos termos dos arts. A única peça em que não é necessário atribuir valor à causa é na Exceção de Pré-Executividade. no caso a FGV.com. Chrystian Picone . cito que é necessário abrir na peça o tópico que se refira ao valor da causa. é importante saber formular de maneira técnica e adequada esse fechamento da peça inaugural. nas provas do Exame da Ordem. DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS DO PEDIDO. o qual deve constar de modo expresso na petição inicial. em números. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . já que a EPE sequer tem natureza TV Exame de ordem |www. Costumo dizer a meus alunos que não chega a ser imprescindível que se especifique qual é esse valor. entretando no Exame 2010. atribui valoração maior ao DO DIREITO. para o que. c) firmar local. Chrystian Picone Página 17 .2. E. pois. face a todo o exposto.Prof. Nas provas do Exame de Ordem. Noventa e nove por cento da estrutura dela já foi conclusa.br - II – DO DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL EM DINHEIRO III – DO DIREITO.Texto Retirado do site www. nas segundas fases de direito tributário. relembramos: a) atribuição de valor à causa. b)pedido de deferimento.

d.com. se o Examinador der nome ao advogado e número a sua inscrição.tvexamedeordem.br - de ação. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. Após tudo isso. ou então. “N. qualquer que seja a ação em tela. O segundo e penúltimo passo desse terceiro momento. Chrystian Picone Página 18 .supermandaoab. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial .com. quanto a esse primeiro passo. Nessa. pede deferimento”. o que levantaria desconfortáveis argumentos quanto a idoneidade e imparcialidade da correção. bem como escrevermos “Advogado ________.T. Aqui. sendo apenas um incidente processual anômalo que se revela como importante via de defesa de um executado. §4º da LEF determina que na inicial executiva o valor da causa seja o mesmo da dívida exeqüenda constante da certidão de dívida ativa. p. por logo. Por fim. Portanto. peço a todos vocês M-Á-X-I-M-A A-T-E-N-Ç-Ã-O para o mais importante de todos os comentários feitos até aqui: é determinante que vocês. nesse quesito último. ao redigirem a peça. o art. reiterando o pedido de deferimento de tudo que foi pleiteado. É apenas uma maneira cordial de se encerrar o diálogo estabelecido desde o endereçamento da ação formalizado na elaboração do cabeçalho. quando a matéria autoriza seu uso.”.sempre oriento meus alunos a após atribuírem o valor da causa. basta que vocês façam referência ao tópico. Portanto. ou então. Devemos firmar a data e local. o derradeiro terceiro passo. face a todo o exposto até aqui. ou. visualizemos nossa petição inicial.COORDENAÇÃO GERAL PROF. formalizarem de modo solene o encerramento de sua “fala” (escrita!). o qual é determinado pelo valor do montante objeto do título executivo e da própria execução fiscal. é dispisciendo atribuir valor a causa. OAB nº _____”.Texto Retirado do site www. como simplesmente é colocado de modo abreviado.Prof.6º. Não que seja obrigatório. ou como cada um queria formalizar. com o qual se fecha o terceiro momento e a própria petição inicial. Chrystian Picone . ou. essencial. chamo a atenção que na inicial em embargos do executado. aguarda acolhida”. o qual. é o de se fazer constar na peça a tradicional expressão “nesses termos. enfim conclusa. pois nenhum candidato pode se identificar para a Banca. não pode ser diferente o da ação embargante. pede deferimento”. após toda a exposição feita. o de atribuir o valor a causa. Por isso o famoso “nesses termos. com certeza. „J-A-M-A-I-S A-S-S-I-N-E-M COM O NOME DE VOCÊS! Se vocês fizerem isso vocês serão eliminados sumariamente do concurso. jamais. seria o arbitrado pela fazenda exeqüente na petição inicial da ação executiva objeto do ataque excipiente. “face o exposto.. deixando o espaço em branco aonde se escreveria o nome do advogado e se colocaria o número da inscrição. e. Sendo assim. o valor da causa será o mesmo atribuído pela petição inicial exeqüente. vocês utilizam o que foi fornecido pelo Examinador na elaboração da questão. qualquer que seja ela. no cumprimento. com o já habitual exemplo da ação anulatória com pedido de depósito do montante integral em dinheiro: TV Exame de ordem |www.br| Prof. como chamamos. com o que demonstramos que existe um advogado assinando a peça e identificando-o pelo número de inscrição perante a Seccional da OAB em que é inscrito.

por meio de seu advogado (procuração em anexo). 282 do CPC. bem como modelos preparados de petições iniciais em cada uma das ações e ainda dados e dicas elementares para que vocês possam obter o maior êxito possível no aprendizado e na prática da elaboração das petiços iniciais em matéria tributária! TV Exame de ordem |www.com.com. IV – DO PEDIDO c) PEDIDOS ESPECÍFICOS d) PEDIDOS GENÉRICOS Dá-se a causa o valor R$ ________________________ Nesses Termos. Chrystian Picone Página 19 . reitero o registro a vocês da informação de que no próprio site www. domiciliado na cidade __________ e com residência no endereço __________________. OAB nº __________ Por fim.br vocês vão achar informações super úteis e importantes quanto as peças a serem elaboradas. perante V.suprmandaoab.br - Caio Ticio. Local ______________. pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. vem. Chrystian Picone . os termos do art. Pede deferimento. 151. meus amigos. solteiro. Pedro Barrêtto Coordenação do material: Prof. o qual tem endereço para receber todas e quaisquer intimações e demais comunicados no logradouro _______________. DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS DO PEDIDO. Disciplina: Direito Civil Assunto: Como Fazer uma Petição Inicial . engenheiro. Fazenda Pública Municipal . X do CTN. CPF nº _______.II e 156. AÇÃO ANULATÓRIA COM PEDIDO DE DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL Em face do Município do Rio de Janeiro/RJ. Identidade nº _________. brasileiro.br| Prof.Prof. ajuizar a presente. Data ___ / ___ / ______ Advogado _______________________ ..38 da Lei 6830/80 e dos arts.COORDENAÇÃO GERAL PROF. respeitosamente.Exª. art.com.supermandaoab.Texto Retirado do site www. I – DOS FATOS II – DO DEPÓSITO DO MONTANTE INTEGRAL EM DINHEIRO III – DO DIREITO..tvexamedeordem.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful