Você está na página 1de 4

LEIA COM ATENÇÃO!

COLESTEROL
Não existe substância nutricional tão controversa quanto o
colesterol. Ele tem duas funções em relação à nossa saúde: uma
vital e outra lesiva.
O colesterol é essencial para nossa saúde, mas não precisamos
recebê-lo na dieta. Nosso organismo pode produzi-lo do
metabolismo de açúcares, gorduras e proteínas.
Quanto mais calorias se consome, mais estímulo há no nosso
organismo para produzir colesterol. A vida não é possível sem o
colesterol. O colesterol LDL (low density lipoprotein) é rotulado
como “mau” por levar os lipídios para as paredes arteriais. O
colesterol HDL (high density lipoproteín) é chamado de “bom” por
transportar o colesterol para ser depositado no fígado. Quanto mais
estresse se vivencia, mais colesterol nosso corpo produz, porque o
colesterol é um precursor dos hormônios do estresse.
A função do colesterol é manter fluidez das membranas celulares,
produzir os hormônios esteróides (estrógeno, testosterona e
progesterona); produzir hormônios corticoadrenais (aldosterona e
cortisona); produzir vitamina D e sais biliares. O colesterol também
é secretado na nossa pele, mantendo-a protegida contra
desidratação, rachaduras, agressão do sol, vento e água e também
contra infecções por organismos estranhos.
As drogas que promovem a diminuição do colesterol colocam no
nosso sistema de desintoxicação uma quantidade extra de
xenobióticos (produtos químicos), ligando-se a importantes
nutrientes, não sendo então absorvidos no intestino. Também
sobrecarregam o fígado, que ainda tem que sintetizar o colesterol
para o funcionamento hormono-sexual e hormono-adrenal e manter
a integridade das artérias (impedem seu colabamento). Essas
drogas para abaixar o colesterol interferem no sistema de
desintoxicação do trato gastrintestinal assim como na ação das
enzimas que agem na parede gastrintestinal (mono-oxigênio).
Infelizmente, quando essas drogas são usadas, raramente é
aconselhada a eliminação de açúcar, que é conhecido como
“promotor” da arteriosclerose. Não se dosam magnésio, vitamina
B6, ácidos graxos essenciais, cromo, zinco e outros nutrientes
necessários para um adequado metabolismo do colesterol.
Sem esses nutrientes, parte do colesterol acaba aderindo às
paredes arteriais.
O que aconselho é antes de usar drogas químicas sintéticas
procurar, por vias bioquímicas, bloquear as alterações, propiciando
o metabolismo adequado para o seu colesterol, associando aos
hábitos nutricionais adequados, exercícios, eliminação do açúcar e
alimentos processados, carne vermelha, derivados do leite,
enfatizando grãos integrais e vegetais frescos.
Todas as drogas químicas usadas para diminuir a síntese
hepática do colesterol agem por inibição da atividade da enzima 3-
hidroxi-3-metilglutaril-coenzima A (HMG-coA) ácido mexalônico.
Biossíntese, tanto de colesterol quanto de coenzima Q10, requer
ácido mexalônico.
Essas drogas diminuem a biossíntese da coenzima Q10
(essencial para a sobrevivência e saúde). Está envolvida em
múltiplas ações orgânicas e intimamente envolvida na síntese do
trifosfato de adenosina (ATP), a molécula energética básica de cada
célula. A coenzima Q10 é importante para a musculatura cardíaca,
protege nosso organismo contra patologia de gengivas, câncer e
alergias, melhora a habilidade intelectual.
Por que a natureza teria criado o LDL se ele nos mata?
O LDL tem sua função: transporta betacaroteno e CoQ10. Muito
pouco LDL talvez não carregue a qualidade suficiente desses
antioxidantes para inibir o crescimento de células tumorais,
ajudando aqui a explicar por que a diminuição artificial do nível de
colesterol aumenta o risco de câncer. É a função do LDL, como
formador de hormônios esteróides e do precursor do DHEA, todos
necessários para uma boa saúde. além disso, o colesterol age
como um antioxidante para ajudar o organismo no combate às
toxinas da dieta e do ambiente. Isso ajuda a explicar por que o
corpo produz mais colesterol depois de lesão arterial, quando as
placas são revestidas e por que a excessiva diminuição do
colesterol provoca câncer e colabamento das artérias.
Todo colesterol é benigno, até que seja oxidado. O colesterol se
torna um problema quando não se têm micronutrientes, vitaminas e
minerais necessários para metabolizá-los no nosso corpo. As
pesquisas mostram que os indivíduos com quantidade suficiente de
todas as vitaminas e minerais mantêm níveis normais de colesterol,
protegendo-se contra arteriosclerose.
A diminuição natural do colesterol com suplementos nutricionais,
dieta e exercícios melhora o humor; mas a redução excessiva
através de drogas químicas, diminui a serotonina (neurotransmissor
central), aumentando a hostilidade e a agitação mental. É
importante entender que o colesterol não participa da lesão arterial
inicial, podendo não se acumular nas paredes arteriais por meses
após a injúria arterial.
O aumento do colesterol, ácido úrico e outros é simplesmente o
mecanismo de defesa da agressão oxidativa, assim como a febre
não é uma doença, mas sim um sinal dela.
Artificialmente diminuímos o colesterol, como usamos aspirina
para reduzir a febre, quando na realidade colesterol e temperatura
se elevam para defender o próprio corpo.
Precisamos tratar as doenças de base!

Fonte:
Livro “Prevenção: A Medicina do Século XXI”, A Guerra ao
Envelhecimento e ás Doenças, Dr. Wilson Rondó Junior, São Paulo,
Gaia Editora, 2000. (páginas 79 a 81).

------------------------------------

Visite o site “W. Rondó medical center”

Fonte: http://www.drrondo.com/index.htm
Artigos – Jornal da Saúde – eLetter – Guia de suplementos –
Doenças de A a Z – Problemas Vasculares

Livros recomendados:- wrj

“Fazendo as Pazes com Seu Peso”, Obesidade e


Emagrecimento: entendendo um dos grandes problemas deste
século, Dr. Wilson Rondó Jr., Editora Gaia, São Paulo, 3ª Edição,
2003.

“Prevenção: A Medicina do Século XXI”, A Guerra ao


Envelhecimento e às Doenças, A terapia molecular irá diminuir a
incidência de câncer, doenças cardiovasculares, envelhecimento e
muito mais; Dr. Wilson Rondó Junior, 240 páginas, Editora Gaia,
São Paulo, 2000.

“O Atleta no Século XXI”, Dr Wilson Rondó Junior – O leitor


conhecerá a importância da atividade esportiva na vida de qualquer
ser humano do ponto de vista médico. Editora Gaia, São Paulo,
2000.

“Emagreça & Apareça!”, Descubra seu Tipo Metabólico. Vila


melhor e com mais saúde! Dr Wilson Rondó Juni8or, Editora Gaia,
São Paulo, 2007.

-------------------