Você está na página 1de 117
#10 - MAGAZINE

#10 - MAGAZINE

2

WOOF!MAGAZINE

Próximo tema/Next issue:

SOLIDÃO

ALONE

Deadline: 20/09/09

WOOF!MAGAZINE

3

fOTO: EDuARDO buRGER / MODELO: JuLIus cALIGOLA

EDITORIAL EDITORIAL EDITOR-chEfE/PubLI LIsh EDITOR -ch E f E/Pub shER ER Eduardo burger - e.burger@gmail.com
EDITORIAL
EDITORIAL
EDITOR-chEfE/PubLI LIsh
EDITOR
-ch
E
f
E/Pub
shER
ER
Eduardo burger - e.burger@gmail.com
Eduardo burger
- e.burger@gmail.com
cO-EDITOR/PubLI LIsh
cO
-
EDITOR/Pub
shER
ER
sandro bueno - spbueno@gmail.com
sandro bueno
- spbueno@gmail.com
REvI
REvIsOR/REvIsOR
sOR/REvI
sOR
Geraldo Escudero - gmescudero@gmail.com
Geraldo Escudero
- gmescudero@gmail.com
cOLAbORAÇÃO/cOLAbORATION
cOLAbORAÇÃO/cOLAbORATION
Adam Ramirez, beto Riginik, brothers On Disco, Adam Ramirez, beto Riginik, brothers On Disco, camila
Adam Ramirez, beto Riginik, brothers On Disco,
Adam Ramirez, beto Riginik, brothers On Disco,
camila Torrano, Dácio Pinheiro, Duda Itajahy,
camila Torrano, Dácio Pinheiro, Duda
Itajahy,
Eduardo vásquez Acosta, felipe Richter,
Eduardo vásquez Acosta, felipe Richter,
Gabriel Manussakis, Isaías Mattos, Ivan & Gabo,
Gabriel Manussakis,
Isaías Mattos,
Ivan & Gabo,
Laura Guarie, Laura Koan, Luna, Marta ceniceros,
Laura Guarie,
Laura Koan,
Luna, Marta ceniceros,
Mau Russo, Nadya sheremet, Neroni Prandi,
Mau Russo, Nadya sheremet, Neroni Prandi,
No Klass Design, Officio Design, Paulo Oliveira
No Klass Design, Officio Design, Paulo Oliveira
Nishihara, Phablo Gouvêa, Rafael Amambahy,
Nishihara, Phablo Gouvêa, Rafael Amambahy,
Teatro Negro, Thiago fernandes,
Teatro Negro, Thiago fernandes,
Torin caledfwlch e Wagner Pina
Torin caledfwlch e Wagner Pina
AGRADEcIMENTOs/ThANKs
AGRADEc
IMENTOs/ThANKs
bETO RIGINIK
bETO RIGINIK
IvAN & GAbO
IvAN & GAbO
DácIO PINhEIRO
DácIO PINhEIRO
cONTATO/cONTAcT cONTATO/cONTAcT contact@woofmagazine.net contact@woofmagazine.net cOLAbORE/subMIT cOLAbORE/subMIT
cONTATO/cONTAcT
cONTATO/cONTAcT
contact@woofmagazine.net
contact@woofmagazine.net
cOLAbORE/subMIT
cOLAbORE/subMIT
Para colaborar envie e-mail para:
Para colaborar envie e-mail para:
submit@woofmagazine.net
submit@woofmagazine.net
A A WOOf!MAGAZINE é uma publicação WOOf!MAGAZINE é uma publicação bimestral do WOOf!sTuDIO bimestral do
A A
WOOf!MAGAZINE é uma publicação
WOOf!MAGAZINE é uma publicação
bimestral do WOOf!sTuDIO
bimestral do WOOf!sTuDIO
são Paulo - sP - brasil
são Paulo - sP - brasil
www.woofmagazine.net
www.woofmagazine.net
www.woofstudio.com.br
www.woofstudio.com.br
Todos os artigos publicados na
Todos os artigos publicados na
revista são de responsabilidade
revista são de responsabilidade
de seus autores. Não refletem
de seus autores. Não refletem
necessariamente a opinião dos
necessariamente a opinião dos
editores. editores.
É É
expressamente proibida a
expressamente proibida a
reprodução parcial ou total
reprodução parcial ou total
dos textos e das imagens por
dos textos e das imagens por
qualquer meio, sem a nossa prévia
qualquer meio, sem a nossa prévia
autorização. autorização.
WOOf!MAGAZINE® é marca registrada.
WOOf!MAGAZINE® é marca registrada.

4

4

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

5 5

RetRo glam in modeRn design
RetRo glam in modeRn design

6

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

7

8

8

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

in spring 2009 the founder of the French Ventury group emmanuel touraine presents the early launched label maison Ventury paris with the debut collection entitled ‘divine’ created by designer Vincent Cadena.

at the same time, the two fashion and lifestyle addicted had the idea to motivate their clients to become a designer of luxurious pieces: they started the ‘Bespoke/Ventury service’ and invite clients to play with forms, colors

the luxurious furniture collection is inspired by French elegant lifestyle. the lounge chair expresses modern retro glam chic of the parisian 80ies. “Reflecting French’s standards of style and elegance, our designs take

MAISON VENTURY PARIS spRing/summeR 2009

inspiration from the poise and glamour of parisian chic. the philosophy is simple: design should pay homage to the past, while embracing the future. it should take on a new sensibility, a bold approach.” says the founder of the Ventury group (since 1994) and former elite model agency’s partner emmanuel touraine (40).

in 2009 emmanuel touraine founded the label ‘maison Ventury paris’. He describes it as the ‘Couture line of Furniture’. the interior collection ‘divine’ is created by designer Vincent Cadena (29). the pieces come in a limited edition and, similar to art pieces, created in very low numbers in progression. it is planned that the items will be produced only once.

WOOF!MAGAZINE

9

1010

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

1111

12 12 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE they are fully made by hand in accordance with

12

12

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

they are fully made by hand in accordance with Ventury’s devotion to the tradition of French craftmanship.

“a couture furniture, on average, comprises 60 different sections of materials and metal that require 12 separate production stages. every procedure is invariably carried out by hand during a production process that demands approximately 19 hours of work for each single furniture and the involvement of at least 5 specialist craftsmen.”

invitation to become designer on occasion of the launch of the new label maison Ventury paris, emmanuel touraine and Vincent Cadena had the idea to start a new service where the customer can become the designer:

Ventury/Bespoke allows clients to create and personalize a piece of design by playing with modern shapes, numerous colors and materials. only the manufacturing is furthermore in the hands of the French specialists.

“Because each customer is unique, each piece of design must also be unique. if one of the pieces in our collection attracts our customers’ eyes, they can have it customized following their inspiration. they can choose from a variety of precious materials or colored parts.”

AbOUT LA MAISON VENTURY PARIS

maison Ventury paris is a division of the Ventury group. it was founded in

WOOF!MAGAZINE

13

14 14

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

2009 as a platform for lifestyle design products from furniture to fabrics, lighting to accessories, contributed by designers, stylists, architects who present their ideal for living or working, their dream of the perfect interiors

AbOUT ThE VENTURY GROUP

the Ventury group, created in 1994, is recognized and renowned private investment group surrounded by deep familial values. Ventury was at the begining primarily involved with state- licensed gaming services worldwide. since its creation, the group have been driven by an strong development strategy, with a healthy balance of investment risks and reward. Ventury became a powerful familial group with

an international dimension strongly involved through joint ventures, in Real estate, gaming, Fashion and design. thanks to its development strategy, and its international expansion, Ventury has had a strong growth dynamic since its creation and now possesses a unique portfolio of innovative companies and creative brands. Ventury’s management team have proven successes as builder of business assets and companies in both the corporate and entrepreneurial worlds.

VISIT:

www.venturystudio.com

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

15 15

COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17
COMING SOON WOOF! MAGAZINE 17

COMING SOON

18

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

19

20

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

21

22

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

23

24

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

25

26

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

27

2828

28

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

LETÍ CIA

poR Paulo oliveira Nishihara Fotos eDuarDo BurGer

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

29

29

em todas aquelas noites em que eu acordava pelo menos quatro vezes como se emergisse das profundezas com a escuridão ainda agarrada aos meus braços e seu gosto na boca, me via abrindo a porta em seguida e dando de cara com letícia antes que eu pisasse no corredor.

posso dizer que apenas sonhei com isso e dessa forma afastar a crescente suspeita do mundo de que

eu fiquei maluco, embora tão jovem

e bonito. as férias são essa época

muito especial e sobretudo propícia

a que a gente descubra que ali onde

sempre olhávamos sem fazer muito caso morava na verdade a princesa encantada ansiosa por deixar de ser cogumelo e voltar a ser uma moça muito fitness e charmosinha. inclusive, vencida a fumaceira que o estouro da varinha de condão faz de quando do desencantamento, a gente vê que a princesa veio com uma pintinha perto da boca bem-feita. e

3030

30

WOOF!MAGAZINE WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

olha que isso não é nada mais que um brinde usual.

Às vezes eu acho que letícia é apenas a foto de uma atriz irlandesa que eu vi um dia na página aberta de uma revista jogada no sofá de casa. ou então um vulto no canto do meu olho que no passado me fez correr (ignorante) atrás do próprio rabo só pra tirar uma casquinha, como dizem. mas é um grande e inútil esforço esse de explicar como as pessoas um dia se veem envolvidas com uma estranha sem nem sair do conforto de seus apartamentos de 50 metros quadrados.

mas tudo começou quando resolvi seguir os sentidos com que nascemos para o amor e assim olhar pela janela quando chamavam o meu nome com uma voz melodiosa de quem lê textos shakesperianos com dicção transparente. o mal de se morar no terceiro andar de um

condomínio que deixa todo o mundo entrar é que a qualquer momento da vida da gente uma mocinha que por acaso é atriz pode vir e chamar seu nome sem que você possa resistir, só pra depois se descobrir que, se ela não era o próprio satanás no deserto, não ficava longe. E eu olhei e vi letícia olhando pra cima com as mãos na cintura numa pose que achei muito clichê para uma atriz, que, como tal, honra as transgressões e transcendências, em especial as cênicas. outro grande mal que eu também gostaria de mencionar é o da vítima sempre conhecer o assassino por achar este muito bonito e estranhamente interessante. tanto que nas vezes em que letícia me falava das dificuldades de sua carreira e de se descobrir por inteira para assim realmente cumprir seu papel junto ao teatro, eu já devia ter estabelecido as estreitas relações existentes entre assassinos e atrizes,

principalmente as aspirantes. Que letícia quisesse encenar tchékhov e Brecht tudo junto e ainda por cima falar de boca cheia não me importava, contanto que eu ficasse longe da escuridão dos palcos onde você é forçado a ver estranhos se comportando de maneira muito esquisita. mas o pior mesmo é que um dia ela chegasse aqui ofegante e exatamente por isso muito mais desejável que de costume me puxando pelo braço e exigindo que eu a acompanhasse a um ensaio. era uma tarde de sábado quase ensolarada para a qual eu havia reservado um passeio muito político de bicicleta e depois uma contestatória pizza com os amigos. até aí éramos letícia e eu só amigos que se beijam, se é que me faço entender. desse dia eu tenho uma imagem que é lúdica demais para ser verdadeira, mais ou menos o seguinte: ela à minha frente segurando meu braço

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

31 31

como se fosse um guidão que ela manejava à vontade e que me levaria sem qualquer esforço da minha parte ao local onde, depois de um clarão, eu me veria sendo ensaiado em aventuras pequeno-burguesas em três atos.

a mania dos artistas de achar que

existe algo como a pureza prostituída das ruas, que o popular é da ordem do circense e principalmente que

o circense é uma espécie de mise-

en-scène universalmente válida. daí que fizessem da minha existência água com acúçar mais um momento visceral do encontro da consciência alienada com os rituais libertários

do circo. nem reparavam diretor

e elenco que exatamente nesse

ponto eu estava lamentavelmente me liquefazendo bem na terceira fileira do teatro alugado por três semanas pela Cia. de teatro metamorfoses, emporcalhando a tapeçaria arrebentada de pelo menos um assento mofado. É um papelão pelo qual até hoje (sem má-fé) não sei se devo responsabilizar a mim mesmo ou à terrível letícia tão cheirosa e envolvida na cena em que cortavam repetidas vezes minha cabeça e outra magicamente brotava num artifício cênico tão realista que chegava a levantar suspeitas de que fosse realmente a minha cabeça. Foi então que percebi que

32 32

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

este era apenas mais um equívoco bastante comum devido ao pernicioso ilusionismo dramático do qual o santo Brecht já quisera nos livrar naquela época moleca em que as pessoas se acreditavam agentes da história, e me interrompam se eu estiver soando muito político.

mas quando os amigos vieram me ver depois da Confusão do apartamento 32, que é como ficou conhecida a ocasião mágica em que o reino da fantasia se revelou apenas uma

extensão carnavalesca do surrado primeiro amor da juventude (no meu caso, terceiro, porque sempre fui vocacionado ao amor), eu comecei

a gargalhar – como é que se diz?

– estrepitosamente sem saber muito bem como dizer o que havia realmente acontecido. e depois que

me acalmei e enxuguei as lágrimas do riso com as costas da mão de modo que num só movimento voltei

a enxergar com clareza, vi o bonito

braço da Carlinha (um dos quatro amigos que haviam resolvido vir me visitar em atenciosa caravana) pendendo preguiçoso rente à sua silhueta de menina, me fazendo lembrar dos braços daquela moça sonhadora que apenas por uma fingida amargura eu poderia culpar pelas atuais ameaças de internação a mim dirigidas com olhares silenciosos pelos parentes.

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

33 33

3434

34

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

FETICHE

poR BeTo riGiNiK

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

35

35

363636

WWWOOOOOOFFF!!!MAGAZINEMAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

3737

383838

WWWOOOOOOFFF!!!MAGAZINEMAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

3939

404040

WWWOOOOOOFFF!!!MAGAZINEMAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

4141

424242

WWWOOOOOOFFF!!!MAGAZINEMAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

4343

44 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 45

44

WOOF!MAGAZINE

44 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 45

WOOF!MAGAZINE

45

464646

WWWOOOOOOFFF!!!MAGAZINEMAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

4747

48

poR PhaBlo Gouvêa ilustRação eDuarDo BurGer
poR PhaBlo Gouvêa
ilustRação eDuarDo BurGer

O FETICHE DA

poR PhaBlo Gouvêa ilustRação eDuarDo BurGer O FETICHE DA MERCADORIA ainda no sÉCulo XiX, o FilósoFo

MERCADORIA

ainda no sÉCulo XiX, o FilósoFo e eConomista alemão KaRl maRX Causou alVoRoço na soCiedade da ÉpoCa Com seu liVRo Capital, o Capital. maRX ganHou Fama e toRnou-se ao lado de outRos gRandes pensadoRes, inspiRação paRa outRos gRandes nomes do Comunismo do sÉCulo XX Como CHe gueVaRa e Fidel CastRo.

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

49

os ideais socialistas que inspiraram

caldo engrossava e mais mercadorias

ali, algo diferente aqui e como tudo

o

fetiche da mercadoria. segundo

a luta do proletariado contra

chegavam para abastecer essa nova

marx, se formos atualizar todo esse

a burguesia e seu crescimento

no século XiX, alimentados pela Revolução Francesa e a primeira Revolução industrial, traz um

processo. as pessoas na rua se forem

sociedade que emergia: a sociedade consumista. a Revolução industrial trouxe facilidades que o feudalismo antes desconhecia. mais pessoas

processo e resumi-lo, a t-shirt de 127 reais até chegar ao guarda- roupa de quem a adquire passou por “alguns” processos. domingo

argumento interessante que o

consumindo era sinônimo de mais

à

tarde, shopping lotado e uma

próprio Marx o define como Fetiche. Quem conhece a palavra sabe que ela é uma extensão do substantivo “feitiçaria”. até aí tudo bem, mas vamos entender melhor todo esse

abordadas, certamente dariam

trabalho e mais trabalho resultaria em mais mercadorias e dinheiro no bolso do empregador. Feito algo

que é novidade e bacana vende, deu certo. logo, marx concluiu que algo estranho estava acontecendo.

camiseta de 127 reais, linda de morrer, na promoção, teve mais trabalho humano em cima, do que normalmente costumamos imaginar ou enxergar nela. o tecido foi curtido, lavado, cortado, pintado, costurado, pintado ou pintado à mão.

a

palavra fetiche uma conotação

o

capitalismo, para ele, alimentava

muito esforço humano foi despendido

pura e exclusivamente sexual. mas

o

desejo de compra das pessoas

em cima de uma única peça. É ai que

fetiche tem mais desdobramentos do que sugere o senso comum. por exemplo, o fetiche a que marx se

referia há quase 180 anos tinha em mente a abstração do trabalho.

com as excentricidades que eram produzidas nos galpões das fábricas.

de um lado o capital ganhava fôlego, do outro a sociedade do século XiX disparava a crescer. um alimentando

entra o fetiche. a mercadoria pra ser consumida precisa de mercado, logo, de quem a compre. mas a camiseta é só um exemplo banal, um objeto cheio de feitiço para sugar

os ideais socialistas estavam

o

desejo do outro. mais riqueza

o

consumidor pode ser qualquer

explodindo e a burguesia tinha acabado de fazer uma revolução

estava sendo produzida, logo, mais mercado conquistado.

coisa. um notebook levíssimo. uma iguaria fina da Tânia Bulhões. Ou

estrondosa, enquanto o povo ou

um par de óculos Channel. tudo isso

mesmo o proletariado amargava

nesse contexto sobre o fetiche da

está ligado a espartilho e chicotinho.

é

consumido, ou seja, comprado

o

regime capitalista selvagem da

mercadoria não tem ninguém que

por conta do fetiche que essas

época. marx, então, concluiu que enquanto o povão adoecia nas fábricas por trabalharem horas e

chupa dedão do pé de ninguém e nem cheira sovaco e muito menos

peças inspiram e funcionam como espécie de passaporte de aceitação tribal. Repare. “ah que lindoooo!”;

horas alimentando o novo regime, o

o

fetiche que estamos falando é

“ownnn, ‘tô’ apaixonada!”; “nossa

50

WOOF!MAGAZINE

preciso de um desse!” ou “ele ‘tá’ olhando pra mim!”. É comum ouvir isso. para marx, ainda no século XiX, o proletário foi esquecido no desenrolar de todo processo. as pessoas tornaram-se “coisas” e as “coisas” tornaram-se pessoas. o fetiche aparentemente com aquela conotação sexual veste agora uma roupagem mais socioeconômica no pensamento marxista. Vai além do desejo da carne e dos sentidos, revela um aspecto diferente, presente no nosso dia a dia em que damos conta dessas e de outras formas de fetiche consciente ou inconscientemente. e isso é pano pra manga e que temos muito que pensar sobre o assunto, além de outras banalidades

e isso é pano pra manga e que temos muito que pensar sobre o assunto, além

WOOF!MAGAZINE

51

52

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

53

5454

54

FUR FOR

ADONIS

Dácio Pinheiro, filmmaker and video maker. Has worked as a programmer at the HBo-Brasil channel (1996-2000). as director, screenwriter and editor has produced

short films and videos such as ‘Kicking Ass With My Ellus Shoes’ (01), ‘Fake Vuitton’ (02), ‘Kidnnap’ (04), “deneli” (05), ‘sun, sea and soccer’ (05) ‘mavamba’ (06),

‘dead memory’ (06), ‘sophia’ (07), ‘se pá

at festivals such as: “outFest 2002 l.a gay & lesbian Film Festival”, “urban Fest 2002 -- Cidade do méxico”, “12. melbourne Queer Film Festival”, “16th and 21th london lesbian & gay Film Festival”, “Brazilian Film Festival of miami 2002”, “Festival latino americano de new York - CinelaFe”, “16. mix new York lesbian & gay experimental Festival (anthology)”, “out takes 2003 - new Zeland”, “inside out toronto lesbian and gay Film and Video Festival 2006”, “são paulo international short Film Festival”, “Bars Vii - Buenos aires Rojo sangre 2007, “la silver lake Film Festival”, “Resfest Brazil”, among others.

’,

among others. Had his work screened

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

55

55

SPACE//

ESPAÇO//

5656

56

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE WOOF!MAGAZINE

PRÓXIMO TEMA - solidão DATA DE ENTREGA - 20/09/2009

ENVIE SEUS TRAbALhOS PARA:

SuBMiT@WOOFMAgAzinE.nET

FORMATOS:

17CmX24Cm - 150 dpi - pÁgina simples 34CmX24Cm - 150dpi - pÁgina dupla

NEXT ISSUE - alone DEADLINE - 09/20/2009

SEND YOUR WORK AT:

SuBMiT@WOOFMAgAzinE.nET

FORMAT:

17CmX24Cm - 150 dpi - single page 34CmX24Cm - 150dpi - douBle page

WOOF!MAGAZINE WOOF!MAGAZINE

57 57

58

WOOF!MAGAZINE

CAMILA TORRANO

são paulo, Brasil - camilatorrano.carbonmade.com

WOOF!MAGAZINE

59

6060

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

6161

62

WOOF!MAGAZINE

TORIN CALEDFWLCh

midgard, Brasil

WOOF!MAGAZINE

63

6464

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

6565

66

WOOF!MAGAZINE

EDUARDO VáSqUEz ACOSTA

Bogotá, Colombia - flickr.com/photos/vazac

WOOF!MAGAZINE

67

6868

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

6969

7070

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

7171

72

WOOF!MAGAZINE

LAURA KOAN

Milão, itália - flickr.com/photos/ko_an/

WOOF!MAGAZINE

73

74 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 75

74

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

75

76 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 77

76

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

77

78 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 79

78

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

79

80 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 81

80

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

81

8282

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

8383

8484

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

8585

86

WOOF!MAGAZINE

MAU RUSSO

livorno, itália - maurusso.com

WOOF!MAGAZINE

87

88

WOOF!MAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

8989

90

WOOF!MAGAZINE

RAFAEL AMAMbAhY

São Paulo, Brasil - flickr.com/amambahy

WOOF!MAGAZINE

91

9292

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

9393

9494

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

9595

9696

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

9797

9898

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

9999

100100

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

101101

102

WOOF!MAGAZINE

NADYA ShEREMET

Ternopil, ucrania - flickr.com/she_plus_leo

WOOF!MAGAZINE

103

104104

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

105105

106106

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

107107

108108

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

109109

110 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 111

110

WOOF!MAGAZINE

110 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 111

WOOF!MAGAZINE

111

112112

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

113113

114

WOOF!MAGAZINE

MARTA CENICEROS

flickr.com/la_peich

WOOF!MAGAZINE

115

116116

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

117117

118118

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

119119

120

WOOF!MAGAZINE

NO KLASS DESIGN

toulouse, France - noklassdesign.fr

WOOF!MAGAZINE

121

122122

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

123123

124

WOOF!MAGAZINE

OFFICIO DESIGN

São Paulo, Brasil - oficiodesign.com/

WOOF!MAGAZINE

125

126126

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

127127

128128

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

129129

130130

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

131131

132132

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

133133

134134

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

135135

136136

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

137137

138138

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

139139

140140

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

141141

142142

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

143143

144

WOOF!MAGAZINE

NERONI PRANDI

são paulo, Brasil - neroneilust.blogspot.com

WOOF!MAGAZINE

145

146

WOOF!MAGAZINE

146 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 147

WOOF!MAGAZINE

147

148148

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

149149

150

WOOF!MAGAZINE

bROThERS ON DISCO

Belo Horizonte, Brasil - flickr.com/brothersondisco

WOOF!MAGAZINE

151

152152

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

153153

154154

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

155155

156156

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

157157

158158

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

159159

160160

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

161161

162

WOOF!MAGAZINE

FELIPE RIChTER

Campo Bom, Brasil - flickr.com/fuzzy-2k

WOOF!MAGAZINE

163

164164

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

165165

166

WOOF!MAGAZINE

TEATRO NEGRO

Fran Bedia, Spain - flickr.com/teatronegro

WOOF!MAGAZINE

167

168168

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

169169

170170

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

171171

172172

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

173173

174174

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

175175

176176

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

177177

178178

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

179

180

WOOF!MAGAZINE

DUDA ITAJAhY

Rio de Janeiro, Brasil - flickr.com/dudaitajahy

WOOF!MAGAZINE

181

182182

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

183183

184

WOOF!MAGAZINE

ADAM RAMIREz

new Jersey, usa - optphoto.com

WOOF!MAGAZINE

185

186186

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

187187

188188

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

189189

190190

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

191191

192

WOOF!MAGAZINE

LUNA

flickr.com/photos/lunaportnoi

WOOF!MAGAZINE

193

194194

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

195195

196

WOOF!MAGAZINE

ISAíAS MATTOS

porto alegre, Brasil - isaiasmattos.com/

WOOF!MAGAZINE

197

198198

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

199199

200200

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

201201

202

WOOF!MAGAZINE

GAbRIEL MANUSSAKIS

são paulo, Brasil - manussakis.blogspot.com/

WOOF!MAGAZINE

203

204 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 205

204

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

205

206

WOOF!MAGAZINE

WAGNER PINA

Campina grande, Brasil - flickr.com/wagnerpina

WOOF!MAGAZINE

207

208

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

209

210

WOOF!MAGAZINE

LAURA GUARIE

Buenos Aires, Argentina - flickr.com/lau_g89

WOOF!MAGAZINE

211

212 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 213

212

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

213

214 WOOF! MAGAZINE WOOF! MAGAZINE 215

214

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

215

216216

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

WWOOOOFF!!MAGAZINEMAGAZINE

217217

218

WOOF!MAGAZINE

ThIAGO FERNANDES

porto alegre, Brasil - carvalho-fernandes.com

WOOF!MAGAZINE

219

220

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

221

222

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

223

224

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

225

226

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

227

228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229

228

228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229

WOOF!MAGAZINE

228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229
228 WOOF! MAGAZINE COMING SOON WOOF! MAGAZINE 229

COMING SOON

WOOF!MAGAZINE

229

230

WOOF!MAGAZINE

WOOF!MAGAZINE

231

www.woofmagazine.net | contact@woofmagazine.net

www.woofmagazine.net | contact@woofmagazine.net