Você está na página 1de 1

Visão histórica da teoria de sistemas e sua influencia na

administração de empresas. Dois conceitos empresariais de sistemas:


O moderno enfoque dos sistemas procura desenvolver: • Equifinalidade: Conceito onde um mesmo estado final pode
• Um técnica para lidar com a grande empresa moderna; ser atingido pelo sistema, através de mais de uma forma.
• Um enfoque sintético do todo, (analisado somente o todo • Entropia (geralmente em sistemas abertos) negativa: que
e não as partes separadas devido as complexas inter- mostra o empenho dos sistemas em se organizarem para a
relações que elas estabelecem entre si) sobrevivência, por meio de maior ordenação(contrario da
• Estudo da relação entre os elementos que compõem, entropia comum).
destacando-se os processos e as probabilidades de
transição, especificados em função de seus arranjos Planejamento organizacional: Visa antecipar-se das alterações
estruturais e de sua dinâmica. da realidade, por intermédio do planejamento da
mudança(evolução dos sistemas).
Dados: eventos ocorridos na empresa ou circunstancias físicas,
sem nenhuma utilidade.
Informação: Dado configurado de forma adequada ao
entendimento. 1. Sistema
2. Manutenção / alteração / Atualização
Teoria de Sistemas 3. Novo Sistema
Sistema: é um conjunto de partes independentes que interagem
entre si, formando apenas um todo, e que efetuam determinada Concepção
função.

Componentes de um sistema:

Objetivo é a finalidade para que o sistema foi criado. (obj. Necessidade


Usuário, Obj. Sistema)
Entradas: alimentação ao sistema, ou seja, a informação e a
energia para a exercer suas atividades.
Transformação: o ato de trabalhar do sistema, “processar” as
entradas em um resultado.
Saídas: Resultados dos processos de transformação Implantação
Controles: Verificam sem as saídas fornecem resultados de
acordo com os objetivos do sistema (medida de desempenho:
padrão).
Realimentação / FeedBack: Uma espécie de controle, utilizado
para diminuir as discrepâncias, fazendo com que o sistema se
Maturidade
auto-corrija. (todo e qualquer mecanismo que busque
conferir/calibrar/colocar o padrão a situação do sistema).

Ambiente: Onde o sistema esta contido, pode se tratar da


empresa ou de um procedimento, é dele que o sistema recebe
suas entradas e devolve suas saídas; Vida Útil
“O ambiente de um sistema é o conjunto de fatores dentro de um
limite que tem influencia na operação de sistema” qualquer
alteração no sistema pode alterar os fatores externos e vice-
versa.
Interno – Sistema
Externo – Ambiente. Obsolência
Níveis de um sistema
• Sistema: é o que se esta estudando, ou considerando.
• Subsistema: sistemas menores que estão contidos e
formam o sistema maior;
a. Principais: Técnico de Produção, Manutenção / alteração / Atualização
Mercadológico.
b. Contábil, Financeiro, Recursos Humanos.
c. Informática, Organização e Métodos, Jurídico.
• Supersistema ou ecossistema: é o todo, e o sistema é um
subsistema dele. Novo Sistema
• Entropia: Tendência natural ao desgastes das partes do
sistema função da perda de energia durante o
processamento;
• Homeostase: Estado de equilíbrio entre a entropia e as
ações que buscam a recomposição do sistema.
• Sistema aberto: é a característica do sistema em se
relacionar com o ambiente. (Em tese todos os sistemas são
abertos).
• Sistema fechado: Sistema com baixa ou não significativo
interação com o ambiente (de fato não existem sistemas
fechados)