Você está na página 1de 367
MARÇO 2012 Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO RELATÓRIO DE DESEMPENHO Página
MARÇO 2012 Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO RELATÓRIO DE DESEMPENHO Página

MARÇO

2012

MARÇO 2012 Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO RELATÓRIO DE DESEMPENHO Página |

Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO

MARÇO 2012 Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO RELATÓRIO DE DESEMPENHO Página |

RELATÓRIO DE DESEMPENHO

CONTRATANTE: SECRETARIA DE SAUDE DO ESTADO DO TOCANTINS CONTRATADA: PRÓ SAUDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA
CONTRATANTE: SECRETARIA DE SAUDE DO ESTADO DO TOCANTINS CONTRATADA: PRÓ SAUDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA

CONTRATANTE: SECRETARIA DE SAUDE DO ESTADO DO TOCANTINS CONTRATADA: PRÓ SAUDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITA- LAR DIRETORES OPERACIONAIS PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: MARCUS HENRIQUE WÄCHTER E ROGÉRIO VANDERLEI KUNTZ COORDENADORES OPERACIONAIS PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: ALLAN JACQUESON LO- BO, EDEMIR BELTRAME, JEFERSON MACHADO PEREIRA, MARCELO PADOIN CANAZARO.

ENTIDADES GERENCIADAS

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL GERAL PÚBLICO DE PALMAS DR. FRANCISCO AYRES CNPJ: 24.232.886/0115-25 ENDEREÇO: AV NS 01 S/N CONJ 02 LOTE 01 201 SUL - PALMAS/TO RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: RONALDO FOLONI

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÍNA CNPJ: 24.232.886/0100-49 ENDEREÇO: R 13 DE MAIO, 1336 - CENTRO - ARAGUAINA/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: EDSON GONÇALVES PRIMO

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GURUPI CNPJ: 24.232.886/0103-91 ENDEREÇO: AV JUSCELINO KUBITSCHEK, 1641- CENTRO - GURUPI/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: VALDEMIR FERNILLE GIRATO

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL E MATERNIDADE PÚBLICA DONA REGINA CAMPOS CNPJ: 24.232.886/0106-34 ENDEREÇO: R NE cinco S/N QUADRA104 NORTE LOTE 31 A 41 – PALMAS/TO RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: ALBA LÚCIA DE MENEZES SÁ MUNIZ

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PARAÍSO DR. ALFREDO O. BARROS CNPJ: 24.232.886/0109-87 ENDEREÇO:
ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PARAÍSO DR. ALFREDO O. BARROS CNPJ: 24.232.886/0109-87 ENDEREÇO:

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PARAÍSO DR. ALFREDO O. BARROS CNPJ: 24.232.886/0109-87 ENDEREÇO: R 03, S/N QUADRA02 LOTE 01 AOS 19 - SETOR AEROPORTO - PARAISO DO TO- CANTINS/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: MARCEL AUGUSTO DE OLIVEIRA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE MIRACEMA CNPJ: 24.232.886/0112-82 ENDEREÇO: AV IRMA EMMA RUDOLFH NAVARRO, S/N -SETOR UNIVERSITARIO- MIRACEMA DO TOCANTINS/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: FLÁVIO MARCONSINI DE SOUZA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PORTO NACIONAL CNPJ: 24.232.886/0110-10 ENDEREÇO: AV MURILO BRAGA, 1592 – CENTRO - PORTO NACIONAL/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: OMAR DIETRICH JUNIOR

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GUARAÍ CNPJ: 24.232.886/0114-44 ENDEREÇO: R 03, 1516 – CENTRO – GUARAI/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: LÚCIA HELENA CAMPO DALL´ORTO

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARRAIAS CNPJ: 24.232.886/0117-97 ENDEREÇO: AVENIDA PARANÃ S/N – BURITIZINHO – ARRAIAS/TO RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: RODRIGO FRANCO

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL PÚBLICO DE DOENÇAS TROPICAIS CNPJ: 24.232.886/0102-00 ENDEREÇO: AV JOSE BRITO SOARES, 1015 – ANHANGUERA – ARAGUAINA/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: BRUNO FERREIRA REZENDE

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL MATERNO INFANTIL PÚBLICO TIA DEDE

CNPJ: 24.232.886/0105-53 ENDEREÇO: R RAQUEL DE CARVALHO, 420 – CENTRO - PORTO NACIONAL/TO. RESPONSÁVEL (IS)
CNPJ: 24.232.886/0105-53 ENDEREÇO: R RAQUEL DE CARVALHO, 420 – CENTRO - PORTO NACIONAL/TO. RESPONSÁVEL (IS)

CNPJ: 24.232.886/0105-53 ENDEREÇO: R RAQUEL DE CARVALHO, 420 – CENTRO - PORTO NACIONAL/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: REMÍDIO VIZZOTTO JÚNIOR

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE DIANÓPOLIS CNPJ: 24.232.886/0118-78 ENDEREÇO: R 10, S/N QUADRA34 LOTE um - NOVA CIDADE – DIANOPOLIS/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: CARLOS BARBOZA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PEDRO AFONSO CNPJ: 24.232.886/0113-63 ENDEREÇO: R NUMERIANO BEZERRA DE CASTRO, S/N QUADRA5 LOTE 5 - PEDRO AFONSO/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: RICARDO BARBOSA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL INFANTIL PÚBLICO DE PALMAS CNPJ: 24.232.886/0116-06 ENDEREÇO: R NS B, S/N LOTE 09 202 SUL – PALMAS/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: GIOVANI LUÍS PADRÃO MERENDA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÇU CNPJ: 24.232.886/0104-72 ENDEREÇO: AV NOVA MATINHA, S/N QUADRA13 LOTE A1/12 – ARAGUAÇU/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: ANTÔNIO MARCOS CARNEIRO PEREIRA

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAPOEMA CNPJ: 24.232.886/0099-70 ENDEREÇO: R FRANCISCO FURTUOSO DE AGUIAR, 411 – CENTRO – ARAPOEMA/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: REJANE XAVIER SOARES

ENTIDADE GERENCIADA: HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ALVORADA CNPJ: 24.232.886/0108-04 ENDEREÇO: AV JK, 715 CENTRO – ALVORADA/TO. RESPONSÁVEL (IS) PELA ORGANIZAÇÃO SOCIAL: FULVIO EDIVOR BASSOLI

Sumário 1. ANÁLISE GLOBAL DOS HOSPITAIS 7 1.1 METAS CONTRATUAIS 7 1.1.1METAS QUANTITATIVAS 7

Sumário

Sumário 1. ANÁLISE GLOBAL DOS HOSPITAIS 7 1.1 METAS CONTRATUAIS 7 1.1.1METAS QUANTITATIVAS 7

1.

ANÁLISE GLOBAL DOS HOSPITAIS

7

1.1

METAS CONTRATUAIS

7

1.1.1METAS QUANTITATIVAS

7

1.1.2

METAS QUALITATIVAS

17

2.

ANÁLISE INDIVIDUAL DOS HOSPITAIS

27

2.1

HOSPITAL GERAL PÚBLICO DE PALMAS

27

2.1.1

METAS CONTRATUAIS

27

2.2

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÍNA

44

2.2.1

METAS CONTRATUAIS

44

2.3

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GURUPI

68

2.3.1

METAS CONTRATUAIS

68

2.4

HOSPITAL E MATERNIDADE PÚBLICA DONA REGINA

110

2.4.1

METAS

CONTRATUAIS

110

2.5

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PARAÍSO

134

2.5.1

METAS

CONTRATUAIS

134

2.6

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE MIRACEMA

148

2.6.1

METAS

CONTRATUAIS

148

2.7

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PORTO NACIONAL

169

2.7.1

METAS

CONTRATUAIS

169

2.8

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GUARAÍ

197

2.7.1

METAS

CONTRATUAIS

197

2.9

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARRAIAS

212

2.9.1

METAS

CONTRATUAIS

212

2.10

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE DOENÇAS TROPICAIS

228

2.10.1

METAS CONTRATUAIS

228

2.11

HOSPITAL TIA DEDÉ

248

2.11.1

METAS CONTRATUAIS

248

2.12

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE DIANÓPOLIS

273

2.12.1

METAS CONTRATUAIS

273

2.13

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PEDRO AFONSO

300

2.13.1

METAS CONTRATUAIS

300

2.14

HOSPITAL INFANTIL PÚBLICO DE PALMAS

310

2.14.1

METAS CONTRATUAIS

310

2.15

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÇU

327

2.15.1

METAS CONTRATUAIS

327

2.16

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAPOEMA

339

2.16.1

METAS CONTRATUAIS

339

2.17

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ALVORADA

357

2.17.1

METAS CONTRATUAIS

357

ANEXO I – RELATÓRIO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 367 ANEXO II – ATAS DE REUNIÃO
ANEXO I – RELATÓRIO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 367 ANEXO II – ATAS DE REUNIÃO

ANEXO I – RELATÓRIO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

367

ANEXO II – ATAS DE REUNIÃO DAS COMISSÕES

367

1. ANÁLISE GLOBAL DOS HOSPITAIS 1.1 METAS CONTRATUAIS 1.1.1METAS QUANTITATIVAS Abaixo apresentamos os números de

1. ANÁLISE GLOBAL DOS HOSPITAIS

1.1 METAS CONTRATUAIS

1.1.1METAS QUANTITATIVAS

DOS HOSPITAIS 1.1 METAS CONTRATUAIS 1.1.1METAS QUANTITATIVAS Abaixo apresentamos os números de saídos de cada hospital

Abaixo apresentamos os números de saídos de cada hospital gerenciado e o posicionamento nas metas do 2º quadrimestre, tendo como base o plano estatístico mensal.

Hospital Geral Público de Palmas Saídos X Metas 1600 1398 1400 1261 1.277 1173 1200
Hospital Geral Público de Palmas
Saídos X Metas
1600
1398
1400
1261
1.277
1173
1200
1097
1097
1097
1097
1.097
1000
800
600
400
200
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Araguaína Saídos X Metas 1200 998 1000 896 865 865 876
Hospital Regional Público de Araguaína Saídos X Metas 1200 998 1000 896 865 865 876
Hospital Regional Público de Araguaína Saídos X Metas 1200 998 1000 896 865 865 876
Hospital Regional Público de Araguaína
Saídos X Metas
1200
998
1000
896
865
865
876
865
865
865
815
800
600
400
200
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público Gurupi Saídos X Metas 900 831 800 740 740 740 740 740
Hospital Regional Público Gurupi
Saídos X Metas
900
831
800
740
740
740
740
740
717
704
700
617
600
500
400
300
200
100
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital e Maternidade Pública Dona Regina Saídos X Metas 1000 925 900 853 804 830
Hospital e Maternidade Pública Dona Regina Saídos X Metas 1000 925 900 853 804 830
Hospital e Maternidade Pública Dona Regina Saídos X Metas 1000 925 900 853 804 830
Hospital e Maternidade Pública Dona Regina
Saídos X Metas
1000
925
900
853
804 830
800
699
699
699
699
699
700
600
500
400
300
200
100
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público Paraíso Dr. Alfredo O. Barros Saídos X Metas 600,0 519,5 519,5 519,5
Hospital Regional Público Paraíso Dr. Alfredo
O. Barros
Saídos X Metas
600,0
519,5
519,5
519,5
519,5
519,5
507
500,0
455
430
428
400,0
300,0
200,0
100,0
0,0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público Miracema Saídos X Metas 400 400 400 400 400 400 350 288
Hospital Regional Público Miracema Saídos X Metas 400 400 400 400 400 400 350 288
Hospital Regional Público Miracema Saídos X Metas 400 400 400 400 400 400 350 288
Hospital Regional Público Miracema
Saídos X Metas
400 400
400
400
400
400
350
288
283
300
265
250
223
200
150
100
50
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Porto Nacional Saídos X Metas 700 606 600 494 472 500
Hospital Regional Público de Porto Nacional
Saídos X Metas
700
606
600
494
472
500
404
400
300
220
220
220
220
220
200
100
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público Guaraí Saídos X Metas 350,0 299 292,5 292,5 292,5 292,5 292,5 300,0
Hospital Regional Público Guaraí Saídos X Metas 350,0 299 292,5 292,5 292,5 292,5 292,5 300,0
Hospital Regional Público Guaraí Saídos X Metas 350,0 299 292,5 292,5 292,5 292,5 292,5 300,0
Hospital Regional Público Guaraí
Saídos X Metas
350,0
299
292,5
292,5
292,5
292,5
292,5
300,0
256
254
250,0
208
200,0
150,0
100,0
50,0
0,0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Arraias Saídos X Metas 250 200 200 200 202 200 200
Hospital Regional Público de Arraias
Saídos X Metas
250
200
200
200
202
200
200
200
179
169
165
150
100
50
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Público de Doenças Tropicais de Araguaína Saídos X Metas 160 147 145 145 143
Hospital Público de Doenças Tropicais de Araguaína Saídos X Metas 160 147 145 145 143
Hospital Público de Doenças Tropicais de Araguaína Saídos X Metas 160 147 145 145 143
Hospital Público de Doenças Tropicais de
Araguaína
Saídos X Metas
160
147
145
145
143
145
144
145
145
145
140
120
100
80
60
40
20
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Materno Infantil Público Tia Dedé Saídos X Metas 400 354 350 308 295 295
Hospital Materno Infantil Público Tia Dedé
Saídos X Metas
400
354
350
308
295
295
295
295
289 295
282
300
250
200
150
100
50
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Dianópolis Saídos X Metas 350,0 293,5 293,5 293,5 293,5 293,5 300,0
Hospital Regional Público de Dianópolis Saídos X Metas 350,0 293,5 293,5 293,5 293,5 293,5 300,0
Hospital Regional Público de Dianópolis Saídos X Metas 350,0 293,5 293,5 293,5 293,5 293,5 300,0
Hospital Regional Público de Dianópolis
Saídos X Metas
350,0
293,5
293,5
293,5
293,5
293,5
300,0
262
245
247
250,0
234
200,0
150,0
100,0
50,0
0,0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Pedro Afonso - Leôncio de Sousa Miranda Saídos X Metas 300
Hospital Regional Público de Pedro Afonso -
Leôncio de Sousa Miranda
Saídos X Metas
300
283
284
253
250
217
217
217
217
217
192
200
150
100
50
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Infantil Público de Palmas Saídos X Metas 350 312 300 277 251 238 238
Hospital Infantil Público de Palmas Saídos X Metas 350 312 300 277 251 238 238
Hospital Infantil Público de Palmas Saídos X Metas 350 312 300 277 251 238 238
Hospital Infantil Público de Palmas
Saídos X Metas
350
312
300
277
251
238 238
238
238
238
250
200
163
150
100
50
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Araguaçu Saídos X Metas 200 172 180 160 150 148 150
Hospital Regional Público de Araguaçu
Saídos X Metas
200
172
180
160
150
148 150
150
150
150
148
140
124
120
100
80
60
40
20
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público Arapoema Saídos X Metas 180,0 155 157 160,0 151 141 140,0 116,5
Hospital Regional Público Arapoema Saídos X Metas 180,0 155 157 160,0 151 141 140,0 116,5
Hospital Regional Público Arapoema Saídos X Metas 180,0 155 157 160,0 151 141 140,0 116,5
Hospital Regional Público Arapoema
Saídos X Metas
180,0
155
157
160,0
151
141
140,0
116,5
116,5
116,5
116,5
116,5
120,0
100,0
80,0
60,0
40,0
20,0
0,0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Hospital Regional Público de Alvorada Saídos X Metas 90 82 80 77 80 70 70
Hospital Regional Público de Alvorada
Saídos X Metas
90
82
80
77
80
70
70
60
60
60
60
60
60
50
40
30
20
10
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos
Total Geral Hospitais do Tocantins - Pró-Saúde Saídos X Metas 9.000 7.819 8.000 6.971 7.000
Total Geral Hospitais do Tocantins - Pró-Saúde Saídos X Metas 9.000 7.819 8.000 6.971 7.000
Total Geral Hospitais do Tocantins - Pró-Saúde Saídos X Metas 9.000 7.819 8.000 6.971 7.000
Total Geral Hospitais do Tocantins - Pró-Saúde
Saídos X Metas
9.000
7.819
8.000
6.971
7.000
6.548
6.485 6.548
6.608 6.548
6.548
6.000
5.000
4.000
3.000
2.000
1.000
0
jan/12
fev/12
mar/12
abr/12
QUADRI 1
Meta
Saídos

O terceiro mês de produção deste quadrimestre, com os valores de produção estabelecidos em contrato, apresenta uma variação importante e bem positiva. No consolidado geral a produção total do grupo de hospitais esteve em 119% com variação de 72% (Miracema) a 275% (Regional de Porto Nacional) sendo que HGPP, Dna Regina, Infantil de Palmas, Tia Dedé, Regional de Araguaina, Guaraí, Arapoema, Pedro Afonso, Gurupi, Arraias, Araguaçú, Alvorada e Regional de Porto, apresentaram produção superior a 100%. Dianópolis, Paraíso e HPDT posicionaram-se dentro do limite contratual. Apenas Miracema ainda está necessitando inserção adequada nas metas de produção.

1.1.2 METAS QUALITATIVAS O contrato de gerenciamento das unidades hospitalares prevê metas qualitativas de desempenho,

1.1.2 METAS QUALITATIVAS

1.1.2 METAS QUALITATIVAS O contrato de gerenciamento das unidades hospitalares prevê metas qualitativas de desempenho,

O contrato de gerenciamento das unidades hospitalares prevê metas qualitativas de desempenho,

divididas por quadrimestre.

O quadro 01 abaixo exposto representa o cronograma proposto para implantação dos itens que

compõem os indicadores qualitativos conforme contrato de gerenciamento firmado entre Estado do Tocantins – Secretaria de Estado da Saúde e Pro-Saúde - ABASH.

O quadro 2 expõe, conforme determina o quadro1, a relação de membros constituintes de cada

comissão e do Serviço de Atenção ao Usuário.

Legenda para quadro 2:

C: comissão constituída.

I: item em fase de implantação

Quadro 1 INDICADORES QUALITATIVOS DE ACOMPANHAMENTO HOSPITAL AR         Peso Percentual Foco

Quadro 1

Quadro 1 INDICADORES QUALITATIVOS DE ACOMPANHAMENTO HOSPITAL AR         Peso Percentual Foco

INDICADORES QUALITATIVOS DE ACOMPANHAMENTO HOSPITAL AR

 
     

Peso Percentual

Foco do Indicador

 

Dados Exigidos

1º Quadrim.

2º. Quadrim.

3º. Quadrim.

Comissão de Ética

Constituição da Comissão de Ética: Documento com nome e função dos componentes da Comissão de Ética

15

   

Funcionamento Regular da Comissão de Ética: Relatório mensal de reuniões realizadas pela Comissão de Ética

 

10

10

 

Constituição da Comissão de Farmácia e Terapêutica: Documento com nome e função dos componentes da Comissão de Fa rmácia e

20

   

Terapêutica

Comissão de Farmácia e Terapêutica

Funcionamento Regular da Comissão de Farmácia e Terapêutica:

     

Relatório mensal de reuniões realizadas pela Comissão de Farmácia

10

10

e

Terapêutica

Comissão de Óbitos

Constituição da Comissão de Óbitos: Documento com nome e função dos componentes da Comissão de Óbitos

15

   

Funcionamento Regular da Comissão de Óbitos: Inform ação mensal do nº de óbitos institucionais analisados e nº de óbitos maternos.

 

10

10

Comissão de Prontuários

Constituição da Comissão de Prontuários: Documento com nome e função dos componentes da Comissão de Prontuários

15

   

Revisão mensal de pelo menos 10% dos prontuários pela Comissão. 90% dessa amostra devem conter cópia, assinada pelo usuário, do Relatório de Alta ou Informe de Atendimento completo

 

10

10

 

Constituição da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar:

     

Documento com o nome e função dos componentes da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar

20

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar

Relatório mensal de análise dos indicadores (Densid ade de Infecção Hospitalar em UTI PEDIÁTRICA, Densidade de Infecção Hospitalar em corrente sanguínea associada a cateter venoso central em UTI PEDIÁTRICA e Densidade de Infecção Hospitalar em corrente sanguínea associada a cateter venoso central ou cateter umbilical na UTI PEDIÁTRICA) e medidas tomadas pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar quando necessário.

 

20

20

 

Apresentação de documento contendo o nome e função dos componentes, estruturas e rotinas do S.A.U

15

   

Serviço de Atendimento ao Usuário

Resolução de 80% das queixas apresentadas ao Serviço de Atendimento ao Usuário

 

10

10

 

Apresentação das Autorizações de Internação Hospita lar (AIH): a porcentagem de AIH apresentadas deve corresponder a 100% ou mais em relação ao nº de saídas hospitalares do mês.

 

10

10

Pontualidade no preenchimento dos dados de atividad e e financeiros:

     

o

envio dos dados de atividade assistencial e financeira pela

Qualidade da informação

SESAU/TO deverá obedecer, rigorosamente, aos prazos definidos em contrato.

10

10

Código de residência dos pacientes corretos: deverão ser informados no sistema AIH de forma correta e de acordo com o C ódigo de Endereçamento Postal (CEP) e compatível com o código IBGE do município.

 

10

10

TOTAL

 

100

100

100

Quadro 2   Comissões   SAU Qualidade da Informação   Ética C.F.T. Óbitos Prontuá-

Quadro 2

Quadro 2   Comissões   SAU Qualidade da Informação   Ética C.F.T. Óbitos Prontuá-
 

Comissões

 

SAU

Qualidade da Informação

 

Ética

C.F.T.

Óbitos

Prontuá-

CCIH

SAU

AIHs

Envio de

dados

CEP resi-

dência

HGP de Palmas

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Araguaína

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Gurupi

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HM Pública Dona Regina

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Paraíso

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Miracema

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Porto Nacional

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Guaraí

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Arraias

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HPDT Araguaína

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HMP Tia Dede

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Dianópolis

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HRP de Pedro Afonso

C

C

C

C

C

C

I

I I

 

HIP de Palmas

C

C

C

C

C

C

I

I I

 
HRP de Araguaçu C C C C C C I I I HRP de Arapoema
HRP de Araguaçu C C C C C C I I I HRP de Arapoema

HRP de Araguaçu

C

C

C

C

C

C

I

I I

HRP de Arapoema

C

C

C

C

C

C

I

I I

HRP de Alvorada

C

C

C

C

C

C

I

I I

SAU

Serviço de Atendimento ao Usuário

Buscando atender a Meta Contratual pactuada entre a Pró-Saúde e o Estado, implantamos o “Registro de Opini- ão”, onde o usuário poderá manifesta-se através do preenchimento do formulário, descrevendo suas sugestões, reclamações e elogios. Através deste Registro podemos avaliar a Satisfação do usuário e tomar as providencias necessárias para maximi- zar a qualidade no atendimento dos usuários que procuram os nossos serviços. Podemos observar no descritivo de cada Hospital a quantidade de ocorrências registradas, elogios, sugestões e a porcentagem de tratativas resolvidas em relação às reclamações. No decorrer do mês de Fevereiro, como resulta- do de intensas ações de melhoria continua aos serviços prestados nos hospitais atingimos um percentual de 92,51% de queixas resolvidas em todo o Estado. Além de alcançarmos um considerável marco de 33,23% dos Registros realizados pelos usuários foram elogios às equipes. Esse indicador é muito mais do que um “alcançar de metas”, representa para nós a confirmação do trabalho sério e consciente, de buscar conhecer a opinião do usuário para melhor servi-lo e poder alcançar a qualidade dos servi- ços, o reconhecimento dos profissionais e satisfação do usuário.

MAPA DE REGISTROS DE OPINIÃO

 

HOSPITAL

 

QUEIXAS

SUGESTOES

ELOGIOS

QUEIXAS RESOLVI- DAS

Hospital

Geral

Publico

de

         

Palmas

46

8

8

39

84,78%

Hospital Infantil Público de           Palmas - - 1 - -
Hospital Infantil Público de           Palmas - - 1 - -

Hospital

Infantil

Público

de

         

Palmas

-

-

1

-

-

Hospital e Maternidade Dona Regina

8

1

1

8

100,00%

Hospita

Materno-Infantil

Tia

         

Dedé

35

1

30

31

88,57%

Hospital Regional Público de Miracema

7

3

8

7

100,00%

Hospital Regional Público de Araguaína

29

1

3

28

96,55%

Hospital de Doenças Tropicais – Araguaina

2

-

-

2

100,00%

Hospital Regional Público de Guaraí

28

5

5

28

100,00%

Hospital Regional Público de Pedro Afonso

1

-

8

1

100,00%

Hospital Regional Público de Arapoema

2

0

-

2

100,00%

Hospital Regional Público de Paraíso

7

-

-

7

100,00%

Hospital Regional Público de Gurupi

5

4

19

4

80,00%

Hospital Regional Público de Porto Nacional

13

2

22

12

92,31%

Hospital Regional Público de Dianópolis

2

0

- 2

 

100,00%

Hospital Regional Público de Arraias

-

-

- -

 

-

Hospital Regional Público de Alvorada

2

1

1 2

 

100,00%

Hospital Regional Público de Araguaçu - - - - - SOMATORIA GERAL 187 26 106
Hospital Regional Público de Araguaçu - - - - - SOMATORIA GERAL 187 26 106

Hospital Regional Público de Araguaçu

-

-

-

-

-

SOMATORIA GERAL

187

26

106

173

92,51%

TOTAL DE REGISTROS

 

319

 

PERCENTUAL

58,62%

8,15%

33,23%

Segue abaixo análise comparativa da Satisfação por Hospital, onde podemos observar a evolução de Janeiro a Março/2012, nos setores (Ambulatório, Internação, Pronto Socorro e SADT). Percebe-se que no decorrer do período, como resultado dos alinhamentos realizados e acompanhamento dos indi- cadores, os Hospitais alcançaram uma média de satisfação de 81,89%. Analisando-os em grupo percebe-se que o empenho das equipes com o trabalho realizado, assim como na busca da qualidade dos serviços foi acolhida e percebida pelo usuários nos Hospitais.

SATISFAÇÃO - SISTEMA ELETRÔNICO " PESQUISA RÁPIDA" = MÉDIA GERAL
SATISFAÇÃO - SISTEMA ELETRÔNICO " PESQUISA RÁPIDA"
= MÉDIA GERAL
 

AMBULATORIO

INTERNAÇÃO

PRONTO SOCORRO

 

SADT

HOSPITAL

JAN

FEV

JAN

FEV

JAN

FEV

MAR

JAN

FEV

MAR

 

MAR

 

MAR

2012

2012

2012

2012

2012

2012

2012

2012

2012

2012

 

2012

 

2012

Hospital e Materni- dade Publica Dona Regina Siqueira Campos

92,9

86,5

78,1

83,7

80,8

67,6

79,64

76,78

77,78

84,92

73,41

78,50

4%

5%

4%

0%

2%

9%

%

%

%

%

%

%

Hospital Geral Pu- blico de Palmas Dr. Francisco Ayres

67,6

61,1

61,6

86,3

93,4

81,4

71,11

65,59

75,12

91,05

86,95

81,20

7%

1%

8%

0%

6%

9%

%

%

%

%

%

%

Hospital Publico   Infantil de Palmas 89,0 86,9 81,3 83,2 85,3 83,8 83,85 82,79
Hospital Publico   Infantil de Palmas 89,0 86,9 81,3 83,2 85,3 83,8 83,85 82,79

Hospital

Publico

 

Infantil de Palmas

89,0

86,9

81,3

83,2

85,3

83,8

83,85

82,79

74,39

90,26

88,70

84,87

Dr. Hugo da Rocha Silva

7%

6%

3%

2%

2%

1%

%

%

%

%

%

%

Hospital

Materno

87,2

82,3

78,6

81,9

77,8

77,71

79,56

75,08

58,33

79,70

83,03

Publico

Infantil

Tia

 

-

     
 

2%

1%

8%

3%

9%

%

%

%

%

%

%

Dede

       

Hospital Regional Público de Mirace- ma

91,5

93,0

81,2

92,4

92,5

89,2

87,09

87,27

80,64

86,47

88,79

79,63

9%

6%

3%

9%

5%

2%

%

%

%

%

%

%

Hospital Regional Publico de Araguai- na

79,6

85,4

81,3

73,4

62,7

76,0

65,06

58,10

55,62

76,34

78,65

71,82

1%

3%

8%

7%

5%

1%

%

%

%

%

%

%

HPDT Hospital Pu- blico de Doenças Tropicais

86,6

83,0

62,4

91,4

93,1

87,04

85,42

76,62

94,06

93,41

40,00

 

-

1%

1%

5%

2%

8%

%

%

%

%

%

%

Hospital Regional Publico de Arapoe- ma

0,00

0,00

98,5

95,9

96,2

98,1

94,77

97,28

97,93

94,64

96,43

99,66

%

%

0%

4%

0%

5%

%

%

%

%

%

%

Hospital Regional Público de Guarai

88,9

81,0

90,0

92,0

91,9

91,2

85,91

84,32

79,61

 

-

-

-

4%

6%

5%

5%

2%

0%

%

%

%

Hospital Regional Público de Paraíso Dr. Alfredo O. Bar- ros

73,7

87,7

81,8

83,1

79,0

81,1

68,25

70,14

74,72

68,36

83,93

84,34

7%

0%

5%

7%

5%

1%

%

%

%

%

%

%

Hospital Regional

94,0

93,8

96,9

89,8

93,8

89,7

87,87

89,88

96,07

90,75

95,04

96,83

Público

de

Pedro

 
 

5%

0%

7%

7%

9%

9%

%

%

%

%

%

%

Afonso

Hospital Regional Público de Alvorada

 

94,7

98,3

94,7

96,03

96,58

96,29

 

- -

-

   

-

-

-

 

4%

8%

9%

%

%

%

 

Hospital Regional Publico de Aragua-

 

92,1

90,4

90,9

90,06

88,60

92,52

87,92

87,86

91,37

- -

-

 

6%

8%

0%

%

%

%

%

%

%

çu Hospital Regional Publico de Arraias 96,4 79,1 83,7 92,1 90,7 88,2 86,36 89,37 78,99

çu

çu Hospital Regional Publico de Arraias 96,4 79,1 83,7 92,1 90,7 88,2 86,36 89,37 78,99

Hospital Regional Publico de Arraias

96,4

79,1

83,7

92,1

90,7

88,2

86,36

89,37

78,99

90,82

83,19

3%

2%

4%

9%

1%

6%

%

%

%

%

-

%

Hospital Regional Público de Dianópo- lis

87,3

87,3

74,0

85,3

84,5

78,0

74,89

89,28

78,93

0%

0%

3%

8%

3%

0%

%

%

%

-

-

-

Hospital Regional Público de Gurupi

 

81,9

80,7

78,7

73,78

68,84

75,63

76,23

68,68

67,56

-

-

-

0%

2%

4%

%

%

%

%

%

%

Hospital

Regional

70,7

63,9

67,1

88,1

86,2

82,2

79,58

88,84

97,18

90,84

97,89

98,37

Público

de

Porto

 
 

2%

1%

5%

7%

8%

2%

%

%

%

%

%

%

Nacional

MEDIA

POR

PERI-

78,9

76,5

79,8

87,3

86,8

84,8

81,71

82,27

81,36

84,36

86,11

81,46

ODOS

9%

2%

8%

4%

1%

5%

%

%

%

%

%

%

MEDIA

SETOR

-

       

TRIMESTRE

 

78,47%

 

86,34%

 

81,78%

 

83,97%

MEDIA

GERAL

 

TRIMESTRES

 

82,64%

 

MEDIA

GERAL

 

MARÇO/2012

 

81,89%

 

PERIODO

ANTERI-

 

OR

 

AMBULATÓRIO

INTERNAÇÃO

PRONTO SOCORRO

 

SADT

HOSPITAL

 

DEZ

JAN

FEV

DEZ

JAN

FEV

DEZ

JAN

FEV

DEZ

JAN

FEV

 

2011

2012

2012

2011

2012

2012

2011

2012

2012

2011

2012

2012

MEDIA POR PERIO- DOS

77,8

78,9

76,5

84,9

87,3

86,8

78,58

81,71

82,27

77,98

84,36

86,11

6%

9%

2%

6%

4%

1%

%

%

%

%

%

%

MEDIA

SETOR

-

       

TRIMESTRE

 

77,79%

 

86,37%

 

80,85%

 

82,82%

MEDIA GERAL TRI-   MESTRES 81,96% MEDIA GERAL FE-   VEREIRO/2012 82,93% NEP -
MEDIA GERAL TRI-   MESTRES 81,96% MEDIA GERAL FE-   VEREIRO/2012 82,93% NEP -

MEDIA

GERAL

TRI-

 

MESTRES

81,96%

MEDIA

GERAL

FE-

 

VEREIRO/2012

82,93%

NEP - NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PERMANENTE 6.1 CAPACITAÇÕES DADOS QUANTITATIVOS

HOSPITAL

NÚMERO DE

TOTAL DE

HORAS

HORAS/HOMEM

PARTICIPANTES

POR HOSPITAL

OFERECIDAS

HOSPITAL GERAL PÚBLICO DE PALMAS " Dr. FRANCIS- CO AYRES"

873

53:45:00

5:20:32

HOSPITAL E MATERNIDADE PUBLICA DONA REGINA SIQUEIRA CAMPOS

581

103:00:00

9:37:33

HOSPITAL INFANTIL PÚBLICO DE PALMAS – DR HUGO DE ROCHA SILVA

406

171:00:00

8:16:45

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PORTO NACIONAL

718

62:30:00

5:16:05

HOSPITAL MATERNO PÚBLICO INFANTIL TIA DEDE – PORTO NACIONAL

38

36:00:00

0:23:24

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PARAISO

540

66:00:00

3:13:06

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE PEDRO AFONSO

63

58:00:00

1:37:25

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAINA

643

98:20:00

1:17:07

HOSPITAL PÚBLICO DE DOENÇAS TROPICAIS

325

120:00:00

3:03:46

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAPOEMA

152

52:30:00

2:10:09

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GUARAI

115

47:00:00

1:45:18

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE GURUPI

63

38:00:00

0:42:37

HOSPITAL PÚBLICO DE PEQUENO PORTE DE ALVORA- DA

75

65:00:00

3:02:18

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARRAIAS

42

63:00:00

1:16:41

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÇU 17 28:00:00 0:33:23 HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE MIRACEMA 31
HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÇU 17 28:00:00 0:33:23 HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE MIRACEMA 31

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE ARAGUAÇU

17

28:00:00

0:33:23

HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DE MIRACEMA

31

38:00:00

0:40:56

HOSPITAL PÚBLICO REGIONAL DE DIANÓPOLIS

0

0:00:00

0:00:00

TOTAL

4682

1100:05:00

3:44:09

HORAS DE TREINAMENTO

1600 1400 1200 1000 HORAS 800 600 400 200 0 JANEIRO FEVEREIRO MARÇO DADOS QUALITATIVOS
1600
1400
1200
1000
HORAS
800
600
400
200
0
JANEIRO
FEVEREIRO
MARÇO
DADOS QUALITATIVOS

Conforme demonstrado nos dados quantitativos, houve aumento significativo nas horas oferecidas de treinamento em relação ao mês de Fevereiro, todas as unidades apresentaram au- mento no número de horas, exceto o Hospital Regional Público de Dianópolis, que ainda não cons- tituiu um Núcleo de Educação Permanente. Foram realizados 206 eventos de capacitação, sendo que maioria dos treinamentos ofere- cidos neste mês teve como público alvo e temas voltados para a área de enfermagem e sistema de gestão da qualidade. Destaca-se neste mês de Março três ações importantes que teve abrangência para as 17 unidades: o curso online, oferecido pela Instituto Fiocruz, o Seminário de Feridas: "Prevenção: Uma Medida de Enfermagem", organizado pelo Hospital Público Geral de Palmas, que totalizou 24 horas e contamos com a participação de 350 profissionais de enfermagem e o Workshop: A Complexidade de um Processo Chamado Terapia Intravenosa. Neste mês iniciamos o monitoramento de horas de capacitação por colaborador/servidor, no qual obtivemos a média de 3h 45 min. por colaborador/servidor.

2. ANÁLISE INDIVIDUAL DOS HOSPITAIS 2.1 HOSPITAL GERAL PÚBLICO DE PALMAS 2.1.1 METAS CONTRATUAIS Comissões

2. ANÁLISE INDIVIDUAL DOS HOSPITAIS

2.1 HOSPITAL GERAL PÚBLICO DE PALMAS

2.1.1 METAS CONTRATUAIS

Comissões

GERAL PÚBLICO DE PALMAS 2.1.1 METAS CONTRATUAIS Comissões 05-12-19-26/03/12 Reuniões do Comitê de Revisão de

05-12-19-26/03/12 Reuniões do Comitê de Revisão de Prontuários;

07-28/03/12 Reunião do Comitê de Farmácia Terapêutica;

08/03/12 Reunião do Comitê de Revisão de Óbitos;

26/03/12 Reunião do Comitê de Ética Médica.

SAU - Serviço de Atendimento ao Usuário

1. Registros de Opinião:

Ocorrências

Março 2012

Reclamações

46

Sugestões

08

Elogios

08

Total de Questionários

62

Queixas resolvidas

39

Meta Contratual

80%

Meta Realizada

84,78%

A planilha acima demonstra que a meta contratual foi atingida inclusive foi superada,

contudo é importante ressaltar que as tratativas tiveram mudanças em seus teores deixando assim

a maioria dos nossos usuários insatisfeitos com nosso retorno. Assimilamos este fato a diretores e

coordenadores de alguns setores da unidade que demonstraram no decorrer deste mês não aten-

der a política do trabalho do SAU. Ressaltamos ainda que, a Direção Geral do HGPP ao ser in-

formado deste ocorrido tomou providencia no sentido de re-orientar os responsáveis por estes Página | 27

setores para que os nossos serviços continuem satisfazendo os nossos usuários nos mês abril, assim
setores para que os nossos serviços continuem satisfazendo os nossos usuários nos mês abril, assim

setores para que os nossos serviços continuem satisfazendo os nossos usuários nos mês abril, assim como foi nos meses anteriores ao mês de março.

2. Índices de Satisfação:

Hospital Geral Público de Palmas 100 81,49 81,20 75,12 80 61,68 60 40 20 0
Hospital Geral Público de Palmas
100
81,49
81,20
75,12
80
61,68
60
40
20
0
-20
AMBULATORI
INTERNAÇÃO
PRONTO
SADT (%)
O (%)
(%)
SOCORRO (%)
Janeiro/2012
67,67
86,30
71,11
91,05
Fevereiro/2012
61,11
93,46
65,59
86,95
Março/2012
61,68
81,49
75,12
81,20
Evolução do Período
-8,85%
-5,57%
5,64%
-10,82%

Analisando o resultado das pesquisas no gráfico acima, podemos ver a evolução do ambulatório na satisfação referente ao mês de março, comparado com o mês de feve- reiro que os pontos percentuais eram de 14,75%, podemos relacionar esta evolução à no- va rotina no setor, com o atendimento através de senhas, controlando assim o fluxo de pa- cientes e a aquisição de cadeiras longarinas para melhor acomodações dos usuários pois observamos também que o que fez com que o índice de satisfação melhorasse foram os resultados das pesquisas nas perguntas referente ao atendimento e ao espaço físico deste setor.

Com relação à internação, consideração que o setor sempre apresentou um índice crescente de pontos percentuais de satisfação comparando aos meses anteriores, relacio- nou a queda do índice de satisfação devido aos comentários com relação à bactéria en- contrada na UTI da unidade com isso os pacientes mal informados sobre o assunto fizeram refletir nas pesquisas as suas insatisfações, lembrando que a situação foi logo contornada e esperamos no próximo mês apresentar um índice mais satisfatório. O pronto socorro voltou a ter um índice crescente em pontos percentuais levando em consideração que no mês de fevereiro apresentou queda comparada ao mês de janei- ro, relacionamos este resultado positivo aos resultados das perguntas com relação a lim-

peza e ao tempo de espera de atendimento pois, no mês de fevereiro nossos usuários
peza e ao tempo de espera de atendimento pois, no mês de fevereiro nossos usuários

peza e ao tempo de espera de atendimento pois, no mês de fevereiro nossos usuários de- monstraram um índice baixo de satisfação ao contrario deste mês de março.

O SADT/EXAMES continua com seus pontos percentuais em queda desde o inicio deste trimestre, observamos que as respostas dos nossos usuários estão cada dia menos satisfatória com relação a este setor até a presente data não conseguimos identificar com segurança a maior insatisfação levando em consideração que esta queda está distribuída de forma quase unanime em todas as perguntas relacionadas ao setor.

PID

Treinamento: Cuidando do Cuidador “Impacto da Doença nas Relações Familiares”:

Cuidador “Impacto da Doença nas Relações Familiares”: O cuidador é atendido em seu espaço (micro território)
Cuidador “Impacto da Doença nas Relações Familiares”: O cuidador é atendido em seu espaço (micro território)

O cuidador é atendido em seu espaço (micro território) que ele conhece, que domina e onde decide quem entra ou sai. Isto se difere de quando o cuidador está no ambiente hospitalar ou na unidade de saúde, num espaço que não é de seu domínio pessoal, no qual é ela que tem que obedecer às normas.

Realização de terapia em grupo pela equipe multidisciplinar; Admissões 05; Altas 10. Atendimento de
Realização de terapia em grupo pela equipe multidisciplinar; Admissões 05; Altas 10. Atendimento de

Realização de terapia em grupo pela equipe multidisciplinar;

Admissões 05;

Altas 10.

equipe multidisciplinar; Admissões 05; Altas 10. Atendimento de profissionais do PID 2.1.2 COMPRA DE

Atendimento de profissionais do PID

2.1.2 COMPRA DE EQUIPAMENTOS

01 – Foco Cirúrgico Pedestal F-500;

06 - Carro maca hospitalar em aço carbono esmaltado c/ frios;

03 – Foco Cirúrgico;

01 – Microcomputador;

01 – Monitor de vídeo;

02 – Cadeira Giratória;

01 – Mesa em Melamínio;

01 – Impressora a Laser.

2.1.3 RECURSOS HUMANOS

1. Quantitativo de funcionários ativos por função:

FUNÇÕES

N. FUNCIONÁRIOS ATIVOS MARÇO

ADM. ASSISTENTE 1 AGENTE DE PORTARIA 39 ASSESS.COMUNICACAO 1 ASSESSOR HOSPITALAR 1 ASSIST.
ADM. ASSISTENTE 1 AGENTE DE PORTARIA 39 ASSESS.COMUNICACAO 1 ASSESSOR HOSPITALAR 1 ASSIST.

ADM. ASSISTENTE

1

AGENTE DE PORTARIA

39

ASSESS.COMUNICACAO

1

ASSESSOR HOSPITALAR

1

ASSIST. ADMINISTR.

117

ASSIST. DE DIRETORIA

1

ASSIST. FINANCEIRO

2

ASSIST. SOCIAL

11

AUX. ADMINIST.

4

AUX. ALMOXARIFADO

1

AUX. DEP.PESSOAL II

1

AUX. DEP.PESSOAL III

2

AUX. HIG. LIMPEZA

145

AUX. LAVANDERIA

7

AUX. MANUTENCAO

2

BIOLOGO (A)

1

CONSULTOR LOGISTICA

1

COORD. DE T. I.

1

COORD. ENFERMAGEM

5

COORD. FARMACIA

1

COORD. FINANCEIRO

1

COORD. N EDUC.PERMAN

1

COORD. OP. LOGISTICA

1

COORD. OPERACIONAL

1

COORD. QUALIDADE

1

COPEIRO (A)

56

COSTUREIRA

5

COZINHEIRO (A)

17

DIR. ADMINISTRATIVO

1

DIR. DE APOIO

1

DIR. DE ENFERMAGEM

1

DIR. GERAL 1 ELETRICISTA 4 ENC. MANUTENCAO 1 ENC. SESMT 1 ENCANADOR 4 ENFERMEIRO (A)
DIR. GERAL 1 ELETRICISTA 4 ENC. MANUTENCAO 1 ENC. SESMT 1 ENCANADOR 4 ENFERMEIRO (A)

DIR. GERAL

1

ELETRICISTA

4

ENC. MANUTENCAO

1

ENC. SESMT

1

ENCANADOR

4

ENFERMEIRO (A)

55

FARMACEUTICO (A)

6

FISIOTERAPEUTA

10

FONOAUDIOLOGO (A)

4

GER. DE LOGISTICA

1

LIDER ADMINISTRATIVO

1

LIDER DE S.H.L.

6

LIDER DE S.N.D.

4

MAQUEIRO

1

MEDICO (A)

7

MEDICO PLANTONISTA

4

MOTORISTA

3

NUTRICIONISTA

3

OPER. LOGISTICA

2

OPERADOR DE CALDEIRA

4

PINTOR

1

PSICOLOGO(A)

6

RECEP. POSSO AJUDAR

8

SUPERV. ADM

2

SUPERV. ADM. PESSOAL

2

SUPERV. ENFERMAGEM

8

SUPERV. FINANCEIRO

1

SUPERV. S.A.D.T.

1

SUPERV. SAU

1

SUPERV. SPP

1

TEC. DE LABORATORIO

2

    TEC. DE GESSO 4   TEC. ENFERMAGEM 105   TEC. SEG. TRABALHO 2
    TEC. DE GESSO 4   TEC. ENFERMAGEM 105   TEC. SEG. TRABALHO 2
   

TEC. DE GESSO

4

 

TEC. ENFERMAGEM

105

 

TEC. SEG. TRABALHO

2

 

TERAPEUTA OCUPACIONA

1

Total Geral

697

2. Quantitativo de funcionários ativos por setor:

 
   

N. FUNCIONÁ-

 

SETORES

RIOS ATIVOS

MARÇO

ADM. ECTO

8

ADMINISTRACAO

136

DIRETORIA