Você está na página 1de 5

Mensagens de Natal

Outro Natal...Outro Ano


Nova ocasião para repensar o nosso
Em nome de todos que trabalham na
mundo, para refazermos os nossos projec-
CVP de Matosinhos um Feliz Natal e um
Edição 4, ESPECIAL NATAL tos, tentar não ficar apenas pelas intenções.
2008 repleto de concretizações.
Na CVP de Matosinhos acreditamos que
Dezembro, 2007 E que o espírito do Natal se prolon-
não nos temos reduzido às intenções e que
gue por todos os dias do ano.
temos vindo a implementar serviços de
apoio à comunidade que já são de grande Dra. Mónica Henriques
Nesta edição:
relevo e até mesmo imprescindíveis. Mas (Directora de Serviços da CVP de Matosinhos)

Sopa Solidária 2 temos agora como objectivo permanente e


primordial a luta pelo acesso ao conheci-
mento a luta contra a ignorância a luta pela
Banco Alimentar 2
cultura.
O desenvolvimento a estabilidade e a
Juventude na Recomeçar 3 segurança dos familiares não acontece sem
a promoção do conhecimento e a cultura. Ser socorrista voluntário é ter fé e
Bastidores da Festa 3 Esta tarefa não se concretiza sem a gene- acreditar em Jesus. É a sua luz que nos
rosidade e a dádiva dos jovens da Cruz ilumina e nos leva a fazer a diferença,
Festa de Natal 4 Vermelha CONTAMOS COM ELES para auxiliar o próximo.
cumprir esta missão. Um bem haja a todos e um Santo
Natal.
Mensagem de Natal Espe- 4 Votos de Um Natal Solidário.
cial

Dra. Joana Salinas Ângela Cabral


Breves 5
(Presidente da CVP de Matosinhos) (Comandante da Unidade de Socorro de Matosi-
nhos)

A Direcção da CVP de Matosinhos deseja a todos os seus funcionários, sócios e voluntários


um Feliz Natal e um 2008 cheio de realizações e claro trabalho que na CVP de Matosinhos é
sinónimo de solidariedade, ajuda ao próximo.

E são estes os nossos votos para 2008 conseguirmos estar mais perto de quem realmen-
te precisa.

A Direcção

O Farol J |CVP Matosinhos — 1


Sopa Solidária
A Sopa Solidária consiste na dis- uma boa refeição quente, agasalhos e de
tribuição de sopa por quem mais preci- companhia.
sa. Foi uma iniciativa que teve inicio o
Em nome de todos os beneficiários o
ano passado pela mão de Liliana Soa-
nosso muito obrigado a todos que contri-
res, cozinheira da CVP de Matosinhos,
buíram,
iniciativa esta que devido à sua rele-
vância logo foi abraçada pela direcção Escola EB 2,3 de Leça da Palmeira
que reuniu todos os esforços necessá- Externato S. João Bosco
rios para a concretizar. Foram distri-
Confeitaria “Doce Bela”
buídas cerca de 266 sopas durante 15 Ambiente da Sopa Solidária
dias mais vários agasalhos, este ano Restaurante “O Rochedo”
voltamos a realizar a iniciativa com as
Cidadãos de Matosinhos
doações de vários estabelecimentos e
particulares. Todos os voluntários envolvidos

Assim do dia 17 ao dia 31 de


Dezembro, ceia de Natal incluída, das
19 às 21 horas estamos de portas aber-
Ângela Pereira
tas para receber quem necessitar de (Educadora Social da CVP de Matosinhos)
Agasalhos para distribuir

Banco Alimentar
Nos dias 1 e 2 de Dezembro reali- ções de Solidariedade Social vão
zou-se o Banco Alimentar Contra a beneficiar deste apoio.
Fome, todas as instituições que benefi-
ciam de alimentos ao longo do ano atra- Dra. Patrícia Ribeiro
(Coordenadora da JCV de Matosinhos)
vés deste Banco contribuíram com
voluntários para estarem em diversas
superfícies comerciais a recolher os
alimentos doados.
Este ano, mais uma vez, a CVP de
Matosinhos teve vários voluntários
envolvidos sendo a maior parte deles da
Juventude, o que muito nos orgulha,
jovens mas conscientes da realidade que
os rodeiam, parabéns pelo bom traba-
lho.
Neste fim-de-semana foram recolhi- Recolha de Alimentos, Pingo Doce Matosinhos
Tiago em acção
dos cerca de 366 toneladas de produtos
na zona do grande Porto, 310 institui-

Neutralidade: No sentido de continuar a beneficiar da confiança de todos, o


nosso Movimento não toma partido por nenhuma das partes envolvidas nas hostilida-
Os Princípios des nem se envolve em controvérsias de natureza
da Cruz política, racial, religiosa ou ideológica. Por isso, não
Vermelha
entramos em debates, críticas ou manifestações
públicas.
(Texto retirado do site da CVP)

O Farol J |CVP Matosinhos — 2


Juventude na Recomeçar
A Juventude da Cruz Vermelha presentes, que por sua vez já estão a
(JCV) de Matosinhos organizou activi- aguardar o momento certo para a sua Seja Sócio
dades lúdico-pedagógicas dirigidas aos entrada. Ajude a Dele-
residentes mais novos da
gação de
Os técnicos já estão a preparar cui-
Matosinhos a
“Recomeçar”, com o grupo de voluntá- dadosamente a ceia de Natal, desde a ajudar.
rias seleccionadas para o efeito a sua decoração à ceia propriamente dita,
decorrer nas férias de Natal . tudo está a ser garantido para que não
Mas como a época é especial vão falte nada nesta época tão especial.
existir actividades dirigidas para o Pois, para além destas crianças se
Natal, as crianças vão fazer enfeites encontrarem numa situação diferente,
para colocar na árvore de Natal, a tra- não deixam de ser crianças e de quere-
dicional carta ao Pai Natal e presentes rem viver está época com a magia que
para oferecerem às suas mães. Mas em lhe é habitual e a CV de Matosinhos
toda a Casa já se está a viver o espírito está a fazer todos os esforços para que
natalício e já reina a ansiedade, entre assim seja.
os mais novos, com o aproximar da Dra. Patrícia Ribeiro
(Coordenadora da JCV de Matosinhos)
noite de Natal. A decoração já está
realizada a árvore de Natal já está no
sítio à espera de ser envolvida pelos

FELIZ NATAL BOM ANO


NOVO
Os Bastidores da Festa
Para que a festa de Natal se realize é denou todo o trabalho organizativo que
necessário um grande trabalho de pre- levou à sua realização.
paração, embrulhar presentes, realizar Para o ano há mais...
cabazes a decoração do auditório, tudo
ao pormenor para ser um sucesso.
Vários voluntários estiveram envol-
vidos nestas tarefas, embrulhar mais de
70 presentes não é uma tarefa fácil,
colocar vários alimentos num cabaz
também, logo podemos dizer que sem
dúvida que foi uma mais-valia a ajuda José Ribeiro
(Voluntário da JCV de Matosinhos)
de todos, no entanto penso que todos os
envolvidos embora cansados se diverti-
ram imenso no seu trabalho. Diana e Sara a embrulhar brinquedos

A organização da festa esteve a car-


go da técnica Ângela Pereira que coor-

O Farol J |CVP Matosinhos — 3


A Festa de Natal
A festa de Natal da Cruz Vermelha de No entanto, como já foi referido
Matosinhos junta direcção, técnicos, fun- para que neste dia todo estivesse à
cionários e famílias apoiadas pela delega- altura dos principais protagonistas,
ção, todos com um só objectivo, manter várias voluntárias estiveram a embru-
vivo o espírito de Natal, para que senti- lhar os presentes, a ajudar na realiza-
mentos como solidariedade e a partilha ção dos cabazes e no próprio dia da
sejam expressados e sobretudo vividos, festa ajudaram na sua realização.
porque de facto assim é que se vive o ver- Pode-se assim dizer que esta gran-
dadeiro Natal. de festa reflecte um grande esforço de
Embora durante todo o ano estas famí- quem organiza de modo a que o espí- As voluntárias que deram brilho à festa
lias sejam apoiadas com géneros alimenta- rito natalício reine neste dia, pois para
res nesta época não podíamos deixar de muitos provavelmente esta será a
fazer algo especial, principalmente para os única oportunidade de viver o Natal.
mais pequenos, assim foram oferecidos Por isso mesmo é que esperamos
cerca de 75 brinquedos e distribuídos 43 que no próximo ano seja possível
cabazes. algo semelhante e mesmo com todo o
A festa realizou-se no Auditório Auro- esforço que envolve esta festividade
ra da Liberdade e contou com a participa- não desistimos de ver a alegria no
ção de um grupo de palhaços que animou rosto de quem ajudamos. Os presentes
a festa, mas o momento alto foi sem dúvi- O nosso obrigada a todos os inter-
da quando as crianças receberam os seus venientes da festa….
presentes, foi indescritível, são estes
momentos que nos fazem acreditar no
nosso trabalho. Dra. Mónica Henriques
(Directora de Serviços da CVP de Mato-
sinhos)

Os cabazes recheados

Mensagem de Natal Especial


Numa altura do ano em que a palavra “solidariedade” não pára de surgir por todo o lado, não consigo deixar de pensar
em todos os voluntários que participaram nas diversas actividades em que a Juventude da Cruz Vermelha de Matosinhos
participou. A JCVM esteve sempre presente, sempre com um sorriso, sempre voluntariosa e pronta a ajudar, e estes
jovens que disponibilizaram todo o seu tempo e o seu esforço deram uma lição de solidariedade e altruísmo que muitos de
nós devíamos seguir um pouco. É com muito orgulho que estou hoje a fazer um balanço das actividades da JCVM durante
este ano que termina e verifico que, de facto, estivemos por todo o lado, marcamos presença, mostramos vontade e empe-
nho, conseguimos chegar às pessoas e conquistar a sua atenção, mostramos que existimos e que continuaremos a existir e
a trabalhar. Vocês, jovens voluntários, mostraram durante todo o ano o que significa ser “solidário”, e devem sentir-se
orgulhosos por isso, conto com todos vocês para que o próximo ano seja ainda melhor e para que possamos continuar a
trabalhar e a fazer a JCVM crescer e a dar bons exemplos de dedicação e solidariedade a uma sociedade que se mostra
cada vez mais despreocupada com as necessidades sociais das pessoas.
Muito Boas Festas para todos, em especial para os voluntários da Juventude da Cruz Vermelha de Matosinhos.

Dra. Patrícia Ribeiro


(Coordenadora da JCV de Matosinhos)

O Farol J |CVP Matosinhos — 4


Breves
Realizou-se nos dias 7, 8 e 9 de Dezembro, o encontro Nos dias 22 e 23 de Dezembro marcamos presença no
Nacional da Juventude da Cruz Vermelha, durante este Toys “R” Us do Norteshopping a embrulhar presentes em
encontro as Delegações presentes apresentaram os projectos troca de uma pequena contribuição, o dinheiro obtido será
que desenvolveram durante o ano, tanto nacionais como para a Cruz Vermelha de Matosinhos.
locais. Nesta actividade contamos com a preciosa ajuda de
Esta foi uma reunião com muito simbolismo para a Coor- meninas pertencentes ao Interact do Rotary Club da Maia,
denação de Matosinhos já que fez precisamente um ano em obrigada meninas.
que participamos pela primeira vez numa reunião nacional.

No próximo ano a Delegação de Matosinhos


vai completar 10 anos de existência a desenvolver projectos
para a comunidade.
Esperamos que o próximo ano traga muitos presentes à
Delegação, porque quanto mais recebermos mais vamos
poder dar.
Várias iniciativas se esperam no âmbito das comemora-
ções.

Cruz Vermelha Portuguesa—Matosinhos Ficha Técnica

Propriedade
Sede
CVP—Matosinhos
Rua Conde Alto Mearim, 223
4450-032 Matosinhos
Coordenação
Tel: 229350137
Patrícia Ribeiro, Coordenadora da JCVP de
Correio electrónico: cvpmatosinhos@mail.telepac.pt
Matosinhos

Unidade de Socorro Colaboração


Rua de Brito e Cunha, 332 Voluntários e Funcionários da CVP– Delegação
4450-083 Matosinhos de Matosinhos, Juventude da CVP
Tel: 229351515

Juventude
Correio electrónico: jcv.matosinhos@gmail.com
Blog: http://jcvmatosinhos.blogspot.com

O Farol J |CVP Matosinhos — 5