Você está na página 1de 5

Centro de Atendimento—Uma Realidade

A violência no seio da família é um problema que marca todas as sociedades e culturas


do mundo, é global, é à escala mundial. E parece não ter solução fácil à vista.
Edição 2 Organizações internacionais como as Nações Unidas têm vindo a dedicar-lhe uma aten-
ção especial e têm realizado um esforço no sentido de criar e propor mecanismos legais
Agosto, 2007 que protejam mais eficazmente as principais vítimas deste fenómeno, as mulheres e as
crianças.
Nesta edição: No plano interno, este é também um tema que merece uma preocupação crescente, pois
que não podemos ignorar que em Portugal, morrem anualmente, em média, cerca de
meia centena de mulheres, vítimas de violência doméstica e número totalmente desco-
2
José Cid—Pela Recomeçar nhecido de crianças, essas, as maiores vítimas. A problemática passou recentemente
para a agenda política nacional e é neste momento uma questão de cidadania.
Voluntários na 1.ª Pessoa 2 É tempo de a Cruz Vermelha Portuguesa se organizar por forma a dedicar ao fenómeno
a importância que ele merece e exige, até porque as consequências da violência no seio
O Psicólogo na 3 da família são, imediatamente a rotura da célula fundamental da nossa sociedade, da
“Recomeçar” família, e com ela a necessidade de resposta urgente e eficaz aos sofrimentos, carências
e necessidades dos elementos afectados.
A Primeira Valência 3 É preciso sensibilizar a sociedade, é preciso ensinar as crianças, é preciso alertar as
mães, é preciso ajudar as mulheres….
Por tudo isto a CVP de Matosinhos está a pouco tempo de tornar real um Centro de
Seja Sócio e Ganhe Vanta- 4
gens Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica, uma resposta para o concelho de
Matosinhos.
Breves 5 Dra. Joana Salinas
(Presidente da CVP de Matosinhos)

1. º Ano em Balanço
A violência doméstica é uma problemática que há já bastante que conseguimos, dentro das nossas limitações e possibilidades,
tempo foi definida pela CVP de Matosinhos como uma prio- desenvolver actividades, definir projectos locais e abraçar pro-
ridade na sua linha de acção. É neste sentido que a instituição
jectos nacionais conseguindo marcar presença e dar a conhecer a
se prepara para mais um passo na sua luta contra este mal da nossa existência. Aqui ficam as minhas palavras de apreço para
sociedade. com aqueles que tornaram isto possível, o meu muito obrigada a
esta fantástica equipa de voluntários que se disponibilizaram a
Tendo a sua origem no projecto "Recomeçar", a JCV de
abraçar estes projectos com vontade e dedicação tornando-os
Matosinhos assume a responsabilidade de acompanhar e par-
possíveis. Até breve.
ticipar no desenvolvimento de acções e actividades no âmbito
da igualdade de Géneros e na luta e prevenção contra a vio- Dra. Patrícia Ribeiro
lência doméstica. Numa altura em que comemorámos o nosso (Coordenadora da JCV de Matosinhos)
primeiro aniversário é com muito orgulho que verificamos
O Farol J |CVP Matosinhos — 1
José Cid—Pela Recomeçar
No dia 21 de Julho realizou-se no
Pavilhão Multiusos de Matosinhos um
concerto para angariação de fundos
para as vítimas de Violência Domésti-
ca acolhidas na Recomeçar.

Contamos com a colaboração da sem-


pre generosa Câmara Municipal de
Matosinhos que nos prestou apoio
técnico essencial, e com a presença
sempre empolgante e de grande quali-
dade de quem deu a voz por esta causa
–José Cid.

Foi um concerto muito emotivo e ani-


mado em que nos sentimos unidos e
despertos para a música e para a pro-
blemática da Violência Doméstica.
Dra. Joana Salinas
(Presidente da CVP de Matosinhos)

Voluntários na 1.ª Pessoa


No passado dia 26 de Abril foi a primei- Por isso recomendo vivamente a todos
ra vez que dei sangue através de uma os jovens que sejam dadores, porque
actividade da JCV de Matosinhos. eu neste momento posso ter o privilé-
gio de ser dador e amanhã não sei…
Como voluntário da Juventude não só
participei na sensibilização da realiza- Se dar Sangue é dar Vida…..então
ção da actividade mas também achei Abraça a Vida.
que era momento ideal para doar san-
Dá Sangue….
gue.

Devo dizer que não custou nada que


José Ribeiro
muitas dúvidas que tinha foram dissipa-
(Voluntário da JCV de Matosinhos)
das e sem dúvida que me tornei dador
frequente.

A sensação que o meu sangue poderá


neste momento estar a ser utilizado para
salvar uma vida supera qualquer tipo de
medo ou incómodo que uma dádiva
poderá implicar.

HUMANIDADE: O nosso movimento, nascido do desejo de garantir a


assistência sem discriminação aos feridos no campo de batalha, esforça-se no
Os Princípios
sentido de prevenir e aliviar o sofrimento humano onde quer que ele se verifi-
da Cruz
Vermelha que. O nosso propósito é proteger a vida e a saúde e garantir o respeito pelo
ser humano. Promovemos o entendimento mútuo, a amizade, a cooperação e a
paz durável para todos.
(Texto retirado do site da CVP)

O Farol J |CVP Matosinhos — 2


O Psicológo na Recomeçar
A Casa de Abrigo tem como principal pessoais. ra, para que o alcance da felicidade
objectivo dar acolhimento temporário a Sendo assim, o psicólogo deve apoiar a seja possível.
mulheres vítimas de violência domésti- construção de forma progressiva e gra- Por vezes esse alcance depende de
ca, acompanhadas ou não de filhos dual do novo relacionamento familiar de todos nós!
menores. Considerando que a maior modo a evitar novas rupturas e violên-
parte das mulheres foram obrigados a cias. Deve igualmente proporcionar os
abandonar, muitas vezes em situações meios que contribuam para a valorização
Dr. José Pinto
de emergência, a sua habitação e meio pessoal, social e profissional das mulhe- (Psicólogo da Recomeçar)
social de origem, por estar em causa a res e crianças, colaborando na constru-
sua integridade física, não se fazem ção de cada projecto de vida.
acompanhar de quaisquer bens pes- Não obstante da participação do psicólo-
soais, até mesmo os mais elementares, go na aquisição de competências pes-
encontrando-se invariavelmente em soais e na construção do projecto de
situações de precariedade económica. vida, é de salientar a participação directa
Para além desta ausência de bens mate- na reconstrução da nova identidade, com
riais verifica-se uma ausência do bem- confiança, segurança, auto estima e auto
estar psicológico geral, tendo por base conceito.
a tristeza, baixa auto estima, baixo auto Acima de tudo é importante trabalhar, de
conceito, insegurança bem com a modo a que estas mulheres e crianças
ausência de algumas competências adquiram uma postura confiante e segu-

Visita o blog, para mais


notícias e fotos.

A Juventude está na Net visita-nos:


jcvmatosinhos.blogspot.com

A Primeira Valência
Tendo-se verificado a necessidade de adequado, com entrevista, observação e com o fim de ali serem armazenadas rou-
uma instituição vocacionada para a estudo das famílias que procuram o pas, géneros alimentares e outros utensí-
emergência social, não obstante o nosso auxílio, sendo posteriormente lios.
desenvolvimento económico e incre- efectuado o correcto encaminhamento Por solicitação da Administração da CGD,
mento populacional gerados pela cida- para a entidade a quem competir a defi- a CVP de Matosinhos foi confrontada
de, nomeadamente nos últimos 25 anos, nição e estruturação de um projecto de com a necessidade de desocupar tais insta-
a CVP de Matosinhos começou por vida. lações, situação que ocorreu em Novem-
direccionar a sua acção para o apoio a Este apoio tem sempre na génese da sua bro de 2003, tendo transitado para a Rua
famílias que se encontram em situação intervenção a solicitação de outra insti- Brito e Cunha, 332 na freguesia e Conce-
de carência extrema, implementando tuição – embora haja já muitos utentes lho de Matosinhos, local onde está igual-
desta forma, o Serviço de Apoio a que o procuram directamente na CVP mente situada a Unidade de Socorro.
Famílias Carenciadas. de Matosinhos. Presentemente são acompanhadas cerca
Este serviço prestado pela CVP é pon- Em Janeiro de 2000 através de acordo de 100 famílias.
tual, temporário, consistindo na atribui- estabelecido com a Caixa Geral de Dra. Mónica Henriques
ção de apoios em espécie, como roupas, Depósitos, foi-nos cedido um espaço, (Directora de Serviços da CVP de Matosinhos)
alimentação entre outros. Dispomos, sito na Rua França Júnior, nº 210, em
igualmente, de atendimento técnico Matosinhos, ocupado temporariamente
O Farol J |CVP Matosinhos — 3
Seja Sócio e Ganhe Vantagens
• No serviço de Apoio Domiciliário • Isenção de inscrição e desconto telefone: 226164664, sobre o preço de
o Sócio tem prioridade quando em de 20% nas mensalidades em tabela em vigor (cônjuge e filhos menores
lista de espera; vigor nos espaços SHAPE incluídos);
• Desconto de 10% em qualquer FITNESS CLUB e SHAPE II
curso no YOUR EXIT/ IPFEL, HEALTH CLUB, sitos na
E a maior vantagem de todas é saber que
sito na Rua França Júnior , 86 em Rua D. João I, 316 e Rua Brito
está a ajudar a CVP de Matosinhos a
Matosinhos; e Cunha, 549, respectivamente,
apoiar cada vez mais pessoas.
em Matosinhos. Condições
• Desconto de 5% no Centro Médi-
especiais para Sócios Empre-
co & Dentário de Agudela, - Rua
sas;
da Agudela 313, Lavra, sobre o
preço de tabela em vigor (cônjuge • NÚCLEOCAR - Manutenção
e filhos menores incluídos); e Reparação de Veículos Então de que está a espera…..
Automóveis, Lda., na Rua Dr.
• Desconto de 10% no MAIADON-
Afonso Cordeiro, n.º731, em
TO – Clínica Médico Dentário,
Matosinhos, telefone:
Lda, Av.ª D. Manuel II—2041,
229384223; desconto de 10%
3º—sala 1, Maia, sobre o preço de
em peças e de 15% em mão de
tabela em vigor (cônjuge e filhos
obra em todos os serviços e
menores incluídos);
materiais sobre o preço de
• Redução de 50% nos preços dos tabela em vigor;
serviços prestados pela Unidade Seja Sócio
• Desconto de 15% no MEDI-
de Socorro—Ambulância de
CAL ART CENTER—
Socorro e Ambulância de Trans-
Clínica Médica Dentário,
porte de Doentes;
Lda., Rua Dr. Jacinto Nunes,
n.º 34—r/c, no Porto,

Recomeça...
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

Miguel Torga
(excerto do poema “Sísifo”)

O Farol J |CVP Matosinhos — 4


Breves
A Juventude esteve a dar apoio à 3º Meia Maratona Interna- Nos dias 4 a 12 de Agosto realizou-se a III Escola de Verão
cional de Matosinhos, que se realizou no dia 3 de Junho em da Juventude da Cruz Vermelha—Voz 2007.
que parte dos lucros reverteram a favor da CVP de Matosi- Este ano foi Sabrosa o local escolhido para a sua realização,
nhos. esta Escola tem como principal objectivo dotar e reforçar os
conhecimentos dos voluntários nas áreas de intervenção e
trabalho da Juventude: Educação e Promoção pela Saúde,
Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, Edu-
cação para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional,
Intervenção e Inclusão Social e Gestão de Voluntários.

Durante os meses de Junho, Julho e Agosto a Juventude está No próximo dia 15 de Setembro vai realizar-se um grande
a animar a “Recomeçar” com actividades dirigidas aos mais encontro entre todos os voluntários da JCV de Matosinhos,
novos. com o intuito de celebrar o 1º Ano da Juventude…..Caros
Voluntários não faltem…..

Cruz Vermelha Portuguesa—Matosinhos

Sede
Rua Conde Alto Mearim, 223
4450-032 Matosinhos
Tel: 229350137
Correio electrónico: cvpmatosinhos@mail.telepac.pt
Ficha Técnica

Unidade de Socorro Propriedade


Rua de Brito e Cunha, 332 CVP—Matosinhos
4450-083 Matosinhos
Tel: 229351515 Coordenação
Patrícia Ribeiro, Coordenadora da JCVP de
Matosinhos
Juventude
Correio electrónico: jcv.matosinhos@gmail.com Colaboração
Blog: http://jcvmatosinhos.blogspot.com Voluntários e Funcionários da CVP- Núcleo
de Matosinhos, Juventude da CVP

O Farol J |CVP Matosinhos — 5