A TRADUÇÃO DE NOMES PRÓPRIOS NOS CLÁSSICOS DISNEY Elis de Almeida Cardoso

*
Resumo: Este trabalho pretende mostrar de que maneira são feitas as traduções dos nomes próprios nos clássicos Disney. A análise busca uma categorização do processo tradutório, levando-se em consideração adaptações semânticas, morfossintáticas e fonético-fonológicas. Para a categorização pretendida no trabalho, analisamos, em apenas algumas histórias, os nomes das principais personagens em inglês - língua de partida dos clássicos Disney - e sua tradução em português - língua de chegada. Palavras-chave: Disney; nomes próprios; personagem

Abstract: This paper is intended to show how proper names of the Disney classics are translated. The analysis aims at a categorization of the translation procedures, considering semantic, morphologic-syntactic and phonetic-phonologic adaptations. In order to reach such classification and by using just a few stories, we have analyzed the names of the chief characters belonging to the Disney classics, in English - source language - and their translation into Portuguese - target language. Key-words: Disney, proper names, character

As personagens das histórias infantis acompanham a infância e até mesmo o início da adolescência de grande parte das pessoas. Cinderela, Branca de Neve, a Bela Adormecida, Mary Poppins, Dumbo, Bambi, etc. são personagens que fazem parte do imaginário infantojuvenil. Provenientes de fontes diversas - fábulas, contos, lendas; recolhidas pelos irmãos Grimm, por Perrault, criadas por Andersen, ou por Carroll -, muitas histórias ganharam mais vida com as animações produzidas pelos estúdios Disney desde a década de 30 até nossos dias. Em 1937, Branca de Neve deixava as páginas dos livros e chegava às telas dos cinemas. Em 1940, foi a vez de Pinóquio, em 1941, de Dumbo e em 1942, de Bambi. Ano a ano novas histórias eram contadas na telona: Cinderela (1950), Alice no país das maravilhas (1951), Peter Pan (1953), A dama e o vagabundo (1955), A Bela Adormecida (1959), 101 Dálmatas (1961), Mary Poppins (1964), dentre outros. Depois da morte de Walt Disney, em 1966, os estúdios continuaram produzindo e, dentre suas criações mais atuais, citam-se: A Bela e a Fera (1991), O Rei Leão (1994) e Pocahontas (1995).
*

Doutora em Letras pela USP e Professora de Língua Portuguesa (USP e UNIBERO).

ganham um. Pinóquio tem cabelos pretos. Peter Pan é um menino de cabelos castanho-aloirados. os desenhos Disney também são responsáveis pela cristalização de seus nomes. não tinham nem nomes e nem características próprias: eram apenas os sete anões. Da mesma forma que consagram as características físicas e psicológicas das personagens. além de uma enorme gravata borboleta. Mary Poppins. é ele que dá o título à história. Vide as irmãs da Cinderela e a bruxa que envenena Branca de Neve. É o caso de Ariel. que Walt Disney foi extremamente responsável por fixar a imagem de todas essas personagens principalmente por meio de seus desenhos. Percebe-se que. Algumas vezes. As mocinhas são sempre bonitas e delicadas. o nome da personagem pode estar . vivem em contato com outras personagens. tem cabelos pretos e curtos. O nome da personagem é algo extremamente importante. muitas vezes. nome inventado para a Pequena Sereia que. Branca de Neve. é tratada apenas por a Sereiazinha. o caso dos anões de Branca de Neve que. já as vilãs lembram verdadeiras caricaturas: são narigudas. no texto de Andersen. em um determinado tempo – por mais impreciso que ele seja – e em um determinado lugar. Além de dar título à história. também. na história original. usa sempre uma roupa verde e um chapéu com uma peninha vermelha. é linda. também usa um chapéu com peninha.Pode-se dizer. com queixo proeminente e muito feias. dessa forma. não possuíam nomes. cuja saia é amarela. no texto original de Grimm. e. usa uma fita vermelha com um lacinho e um vestido com mangas bufantes. Peter Pan. personagens que. praticam ações.inclusive as que não são humanas -. Dumbo. por sua vez. Além das características físicas e também psicológicas. Cinderela e Aurora (a Bela Adormecida) são loiras e têm cabelos compridos. É o que acontece com Branca de Neve. Cinderela. as personagens têm nomes próprios .

outros são. levando-se em consideração adaptações semânticas. analisamos. Atchim. o distanciamento é total. surge uma questão a ser discutida. Cinderela. Para a categorização pretendida no trabalho. Barrica .e sua tradução em português . Pinóquio. há perdas? Em relação aos nomes traduzidos.língua de chegada1. Como em inglês a ordem adjetivosubstantivo é rígida. Snow White. Deve-se ou não traduzir o nome próprio de uma personagem? Alguns nomes não são traduzidos.língua de partida dos clássicos Disney . e Mary Poppins. em apenas algumas histórias. 1 . BRANCA DE NEVE Branca de Neve é. há uma aproximação entre a forma original e a traduzida. se Foram analisados os seguintes clássicos Disney: Branca de Neve. Se o nome da personagem tem.ou às suas características psicológicas .Happy/Feliz .em VHS. mas. Smee/Barrica? Pensando nessas questões. na versão Disney. em DVD. Percebe-se que. como isso é feito? O que se leva em consideração? Há apenas uma tradução literal .ou uma recriação .Mr. Mogli. em alguns casos. os nomes das principais personagens em inglês . Nossa análise busca uma categorização do processo tradutório. white é o substantivo. Em português.diretamente relacionado às suas características físicas . este trabalho pretende mostrar de que maneira são feitas as traduções dos nomes próprios nos clássicos Disney.Zangado. o menino lobo.Branca de Neve. O Rei Leão. Feliz. em outras. Em relação aos nomes não traduzidos. Peter Pan e A Bela Adormecida. determinado pelo adjetivo snow. morfossintáticas e fonético-fonológicas. É também interessante notar que versões diferentes de alguns clássicos (livro/disquinho/VHS/DVD) podem apresentar diferentes resultados no que diz respeito à tradução de nomes próprios. então. um papel tão importante para sua caracterização e para o enredo.

queixoso. que estão ligados a suas características físicas ou psicológicas. a personagem passaria a idéia de um homem culto e sábio. mas há uma mudança de classe gramatical. preposicionar o termo neve para que. ensina. Na verdade o anão de longos cílios é tímido e envergonhado e não propriamente cheio de dengos. é necessário. o primeiro da fila. em português. o comandante. é traduzido por Zangado. de . O anãozinho Dunga. branca é o adjetivo e neve o substantivo. Para se obter o mesmo efeito. assim. o anão Feliz. em inglês uma abreviação de doctor (doutor) é. em inglês) transforma-se. A idéia daquele que está dopado desaparece completamente. rabugento. O adjetivo em inglês é substituído por um substantivo em português.a tradução fosse Branca Neve ou Neve Branca. a tradução é literal. tem-se uma aproximação do sentido. Bashful (acanhado. entretanto. objeto símbolo. em português. Trata-se do anão mais velho. da sabedoria. Nesse caso. ou ainda de médico. entretanto. no anão Soneca. é Dopey. Surge. em inglês. Matém-se. Mestre. Tanto em português quanto em inglês o adjetivo é utilizado como substantivo próprio. A forma traduzida não caracteriza tão bem a personagem quanto a forma original. a classe gramatical de origem. em português. algumas vezes. Grumpy. na versão em português. Os nomes dos sete anões. O anão Sleepy (sonolento. Dunga. A onomatopéia traduz bem o sentido existente no nome original. É o único anão que usa óculos. seja possível perceber nitidamente sua subordinação em relação ao substantivo branca. o que dá as ordens. Doc. Branca de Neve. em inglês. tímido. Já Sneezy (aquele que espirra) transforma-se em Atchim. em português. Happy é. Perde-se um pouco do sentido original. são todos traduzidos. assim. Se fosse simplesmente chamado de Doutor. um adjetivo que se aplica a velhos. seria mais evidente entender que. em qualquer dos casos. em português. já que zangado é bravo. característica que. envergonhado) é traduzido por Dengoso. o anão passa a idéia daquele que além de conhecer. significa homem corajoso. Nesse caso. ao ser chamado de Mestre.

Já no texto original. O Grilo Falante é. Trata-se de Prince. na versão em inglês. No texto em inglês. J. escrita pelo italiano Carlo Collodi. Em português. é atrapalhado. ambos os nomes são grafados de acordo com a ortografia portuguesa vigente: Pinóquio e Gepeto. são mantidos os nomes das personagens principais. em inglês. no baralho. A outra conotação para a palavra é a de curinga. Jiminy Cricket. Em relação aos nomes das personagens. é um menino que faz maldades. Em português. Worthington Fowlfellow é o nome da esperta raposa que engana Pinóquio. em Disney é apenas um menino ingênuo que se deixa influenciar por más companhias. há algumas personagens que não apresentam propriamente nomes. essas personagens também não apresentam nomes. por sua vez. tem orelhas enormes. The Evil Queen/Witch e Huntsman. O Grilo Falante (grillo parlante) não é a consciência de Pinóquio.forma alguma. simplesmente. e dos dois animais de estimação de Gepeto: o gato Fígaro (Figaro) e o peixinho Cleo. uma carta diferencial. apresenta uma série de diferenças do clássico Disney. muitas vezes representado como um bobo da corte. São. O boneco. bem como sua forma gráfica: Pinocchio e Geppetto. No clássico Disney. nome que valoriza uma das atividades principais da raposa: . percebe-se que não são traduzidos os nomes do dono do circo. A referência a elas é feita por sua profissão. Stromboli. Dunga diferencia-se dos demais anões. aplica-se ao mais novo dos anões. a rainha má que se transforma em bruxa e o caçador. O curinga é. aplicação melhor à personagem. ou simplesmente pela posição que ocupam. meio abobado. É o único que tem olhos azuis e não tem barba. Seria o bom companheiro das galinhas. Pode-se dizer que a versão em português mantém o nome italiano da personagem que. o príncipe. PINÓQUIO A história original de Pinóquio. ganha um nome (Jiminy) acrescentado à palavra Cricket (grilo).

Timóteo. Há apenas uma adaptação fonética do nome. passa a ser. simplesmente. Jumbo (Sra.. em francês). Entretanto. Em português a desonesta raposa recebe o nome de João Honesto. tolo. que tenta induzir Pinóquio ao vício do fumo. A bela Cinderela é órfã e criada pela madrastra que a maltrata. mas altera-se a forma. Preserva-se o efeito de sentido. Acentuase. diz o texto em livro (1976:125). Seu nome não é traduzido. Lampwick. o menino é chamado de Zé Lamparina. mesmo contra a vontade da mãe. A gata borralheira. um velho elefante fez com que os outros caíssem na risada.A gata borralheira. dessa vez. Na versão Disney em livro. o desenho se chamava A gata borralheira. a característica da personagem. o nome Dumbo se espalhou e permaneceu. o pavio do lampião. uma tradução literal. filho de Mrs. A Fada Azul. em português.”. Houve. o ratinho amigo de Dumbo. tornou-se apenas Cinderela (Cinderella). mudou para Cinderela . em inglês the Blue Fairy. que a palavra dumb tem em inglês. Mouse. Em 1999. O pior garoto levado à Ilha dos Prazeres. CINDERELA Quando foi lançado nos cinemas brasileiros. é Cinderela. “Os outros elefantes sabiam que Dumbo queria dizer boboca. aquela que vive no borralho. assim como suas . Seu amigo é o gato malandro Gideon Gedeão. quando em vídeo. cujo nome vem da palavra cinza (Cendrion. Em 1992. em português. Jumbo). da bebida e do jogo é. DUMBO Dumbo é o nome dado ao elefante de enormes orelhas. em inglês.comer galinhas. Timothy Q.. já na versão do cinema/VHS é Espoleta. nas cinzas da lareira. perde-se. Ao sugerir o nome Dumbo para o elefantinho. de forma irônica. ou apenas Fada é. porém. o significado de calado e estúpido.

Trata-se. dama e vagabundo. o gato. são substantivos comuns. Smee. e suas vítimas. chamada de Tililim ou Tilim na versão atual. de um nome bastante apropriado a um gato mau. o famoso menino que não cresce. um vira-lata. Hook passa a Capitão Gancho. Smee. não ganha tradução. amigo das irmãs más. o desenho da Disney valoriza também os personagens não humanos. aquele que carrega a luz. Lúcifer. é chamado de Sr. amigos de Cinderela. Drizzella). Tinker Bell é a fada Sininho. em português. John e Michael. o título seria The lady and the tramp. O nome Lúcifer mantém-se sem tradução. o ajudante de Gancho. sofre uma adaptação fonético-fonológica. PETER PAN Peter Pan. Mr. Captain J. A falta do artigo deixa claro que Lady é o nome da personagem principal. dentre eles o vilão Lúcifer. Se ambos fossem comuns. Peter Pan de volta à Terra do Nunca. os ratinhos. A DAMA E O VAGABUNDO (LADY AND THE TRAMP) Nesse clássico. No título traduzido. Para se manter a mesma idéia do original Disney. portanto. nome da amiga de Peter Pan. ambos. de ser “Píter” para transformar-se em “Péter” Pan. é Barrica em português. Seu nome. voa e vive na Terra do Nunca.(Anastasia. deixa. embora não traduzido (em português seria Pedro Panela). o que se percebe é que no título do filme em inglês.duas filhas Anastácia e Drizela – Genoveva em outras versões . já seus irmãos. numa perfeita tradução que mantém a principal característica da personagem: um gancho no lugar de uma mão. a tradução deveria ser Lady e o . Wendy. Lady and the tramp. uma cachorrinha de alta linhagem que se apaixona por Tramp. é um dos muitos sinônimos para o diabo. comum. passam a ser João e Miguel. Além dos personagens humanos. Lady é substantivo próprio e tramp. A dama e o vagabundo. No clássico mais recente.

MARY POPPINS Em Mary Poppins. A BELA ADORMECIDA (SLEEPING BEAUTY) No desenho A Bela Adormecida. Já em relação à Jane. e o nome do menino. Já Tramp. A Bela Adormecida é amaldiçoada pela bruxa Malévola (Maleficent). que no filme o nome Vagabundo jamais é utilizado. o nome da cachorrinha não foi traduzido: ela é Lady. a começar pelo da personagem principal. Talvez isso ocorra pelo fato de que para uma criança é difícil ler a palavra Michael. já que. é Viralata na versão em livro. Aurora é filha do Rei Estêvão (King Stefan) e protegida pelas três fadas-madrinhas Fauna (Fauna). em português. Ela se apaixona pelo Príncipe Felipe (Prince Phillip). mas um sintagma (tempo favorável. Até o cavalo do príncipe tem um nome próprio. a princesa Aurora (Princess Aurora. filho do rei Humberto (King Hubert). uma palavra. em inglês Uncle Albert. todos os nomes são traduzidos de forma literal. . Miguel apenas na versão em livro. Já na versão Disney em livro. Na versão em português (livro e filme). em inglês). não houve preocupação. entretanto. Flora (Flora) e Primavera (Merryweather). Na tradução do filme mantém-se Michael. é chamada de Rosa Silvestre (Briar Rose). Merry wheather não é. Num primeiro momento. diferentemente do texto original de Grimm. Disney nomeia as personagens. mãe da personagem principal que é tratada apenas por Queen. Michael. com exceção da Rainha.vagabundo. Cumpre notar. tempo feliz). em inglês. Apresenta tradução literal o nome da personagem Tio Alberto. que passa a ser Vagabundo em português no cinema. Chama-se Samson (Sansão). Lady é Lili. Seu nome não é traduzido. a grande maioria dos nomes não é traduzida. na versão cinema/VHS.

A pantera Bagheera passa a ser Baguera. MOGLI (THE JUNGLE BOOK) Mowgli. mas já foi chamada de Casca. se dilui. Beto poderia representar. a linda e inteligente Bela e Fera. perde-se toda essa significação. Ganham. uma pessoa que vive para o trabalho e não dá muita atenção aos filhos Jane e Michael. Da mesma forma que vem. uma adaptação gráfica e. Mary Poppins vai trabalhar na casa de Mr. um artista das ruas. o príncipe transformado em monstro. cuja pronúncia é Lui. King Louie. nítida em inglês. A cobra Kaa é Ká. Em seu nome encontramos a forma Mary associada ao explosivo Poppins. apenas. como se viesse do nada. é o Rei Lou. extremamente preocupado com horário. Em português. repentinamente. tratado apenas pelo apelido. Em inglês. Após essa análise. inclusive. Percebe-se que os nomes não são traduzidos. Banks. Banks é funcionário exemplar de um banco inglês. por mais que as formas sejam parecidas. um homem retrógrado. Em português. no mínimo.Mary Poppins é a governanta que chega com o vento. Baloo é o urso Balu. à idéia de algo repentino e inesperado. aparecem os nomes das duas personagens centrais. O banco está. em seu nome (bank . abreviação de cascavel.banco). fica-nos uma pergunta: por que o nome Alberto foi traduzido e o nome Bert não? Isso é. na língua de chegada. de onde se extrai o substantivo pop. fonética. A BELA E A FERA (BEAUTY AND THE BEAST) Na tradução do título em português. associa-se à surpresa. em alguns casos. Mr. restando apenas a sonoridade do nome que explode com as bilabiais. o . o orangotango que parodia Louis Armstrong. Em português. o menino lobo criado na selva ganha uma outra forma em português: Mogli. incoerente. que em inglês. Bert não muda de nome. O amigo de Mary Poppins é Bert. uma forma mais descontraída. Mary Poppins vai. a idéia.

Mrs. provida de um tubo central. recebe. seu nome foi adaptado para Zip. samovar. Sem dúvida. Potts. No Brasil. Em português. O filhinho de Madame Samovar. esse nome significa o que tem valor de engrenagem. em inglês o nome de Chip (lasca). usado para ferver e manter quente a água para o chá. que não são traduzidos: Gaston (o pretendente de Bela). Por meio dessa análise. que mantém. assim como verificar se a tradução em português apresenta resultados satisfatórios. O relógio a todo momento é desmontado.título do filme é Beauty and the Beast e as personagens centrais são Belle e Beast. algumas personagens têm nomes franceses. pelo fato de ela ser lascada. é interessante perceber de que forma os nomes foram traduzidos. a xícara. pretendeu-se verificar como chegam ao universo infantojuvenil os nomes das personagens eternizadas por Walt Disney. Por ser a história ambientada em uma aldeia da França. nome que provém do russo (cujo significado é o que ferve por si mesmo) designa uma “espécie de caldeira portátil. especialmente para a feitura do chá” (Dicionário Aurélio). em português. Enquanto em inglês Potts é um nome próprio que se associa à palavra pot (pote). onde se põem brasas a fim de ferver e manter quente a água para usos domésticos. Maurice (o pai de Bela). a personagem é chamada de Orloge (Orlock. na versão em livro). o bule de chá. recebe o nome de Madame Samovar. esquematicamente. apenas uma coincidência fonética. Cogsworth é o nome do relógio. Lumière (o divertido candelabro). dividimos. Em inglês. é o nome dado ao bule de metal nobre montado sobre uma armação provida de fogareiro. cujo significado é relógio. aludindo à palavra francesa horloge. deixando a mostra seu mecanismo e suas peças. em relação a Chip. os nomes próprios de personagens da seguinte maneira: . de uso na Rússia. ou dente de uma roda. Na tradução em português. Após a análise.

Stromboli Cleo Mary Poppins Mr.1) Nomes não traduzidos: a) que não sofrem adaptações gráfico-fonético-fonológicas. Peter Pan Pinocchio Geppetto Figaro Mowgli Baghera Baloo Kaa Cinderella Lucifer Anastasia Drizzella 2) Nomes traduzidos: Peter Pan (pronunciado Péter) Pinóquio Gepeto Fígaro Mogli Baguera Balu Ká Cinderela Lúcifer Anastácia Drizela a) que mantêm uma correlação entre a língua de partida e a língua de chegada. Banks Bert Gaston Lumiere Maurice Wendy Dumbo Fauna Flora Lady b) que sofrem adaptações gráfico-fonético-fonológicas. Snow White Prince Huntsman TheEvilQueen/Witch Happy Gideon the Blue Fairy Michael BriarRose/Aurora Prince Phillip Branca de Neve Príncipe Caçador Rainha má/Bruxa Feliz Gedeão Fada Azul Miguel Rosa Silvestre/Aurora Príncipe Felipe .

Hook Tramp Belle Beast Sansão Rei Estêvão Rainha Rei Humberto Malévola João Miguel Capitão Gancho Vagabundo Bela Fera b) que são adaptados ou modificados. Worthington Fowlfellow Lampwick Merryweather Mr. Smee Tinker Bell Mrs. Potts Chip Mr. Cogsworth Mestre Zangado Dengoso Soneca Atchim Dunga Grilo Falante João Honesto Zé Lamparina/Espoleta Primavera Barrica Sininho Madame Samovar Zip Orloge . Doc Grumpy Bashful Sleepy Sneezy Dopey Jiminy Cricket J.Samson King Stefan Queen King Hubert Maleficent John Michael Captain J.

Aventuras de Alice no País das Maravilhas.ed.. CARROL. 1989. Londres. Tatiana Belinky). COLLODI.. 6. 6. 1999. Milão. JAKOB.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANDERSEN. Summus. CARLO. São Paulo. O mundo da fantasia: Os mundos encantados de Walt Disney. 2001. GRIMM. Villa Rica. ed. . Mondadori. 7. 1997. HANS CHRISTIAN. Paulus. Le avventure di Pinocchio. Abril Cultural. 5. 1980. Lewis. Charles. Contos de Perrault. Wordworth. 1976. The complete fairy tales. VÁRIOS AUTORES. Belo Horizonte.. PERRAULT.ed. Os contos de Grimm (trad.ed. São Paulo. São Paulo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful