Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Povos indígenas: de onde viemos, para onde vamos: Quando os portugueses, os espanhóis e depois os holandeses invadiram o Brasil, habitavam aqui entre 2 e 6 milhões de pessoas. Povos milenares como os Guarani, que acredita-se ter cerca de 4 mil anos. Enquanto os índios queriam entender do que era feito o corpo europeu, tão branco e coberto, o europeu enxergava no corpo indígena uma força de trabalho para explorar a terra e gerar riquezas.

Guajajara, Tikúna, Yanomámi, Xavante, Sateré-Mawé, Kayapó, Wapixama, Xacriabá, Mundurukú, Baré, Múra, Guarani, Pataxó, Kokama, Krenak, Tupinambá e Atikum são algumas das 305 etnias que ainda sobrevivem no Brasil. De acordo com o último Censo do IBGE, que é de 2010, existem no Brasil 896 mil indígenas que falam 274 línguas diferentes. 64% vivem nas áreas rurais e estão espalhados em 505 territórios diferentes, com alta concentração na Amazônia.

Essas terras representam 12,5% do território brasileiro (106 milhões de hectares). Apenas 6 terras tinham ma

Povos indígenas: de onde viemos, para onde vamos: Quando os portugueses, os espanhóis e depois os holandeses invadiram o Brasil, habitavam aqui entre 2 e 6 milhões de pessoas. Povos milenares como os Guarani, que acredita-se ter cerca de 4 mil anos. Enquanto os índios queriam entender do que era feito o corpo europeu, tão branco e coberto, o europeu enxergava no corpo indígena uma força de trabalho para explorar a terra e gerar riquezas. Guajajara, Tikúna, Yanomámi, Xavante, Sateré-Mawé, Kayapó, Wapixama, Xacriabá, Mundurukú, Baré, Múra, Guarani, Pataxó, Kokama, Krenak, Tupinambá e Atikum são algumas das 305 etnias que ainda sobrevivem no Brasil. De acordo com o último Censo do IBGE, que é de 2010, existem no Brasil 896 mil indígenas que falam 274 línguas diferentes. 64% vivem nas áreas rurais e estão espalhados em 505 territórios diferentes, com alta concentração na Amazônia. Essas terras representam 12,5% do território brasileiro (106 milhões de hectares). Apenas 6 terras tinham ma

DeMamilos


Povos indígenas: de onde viemos, para onde vamos: Quando os portugueses, os espanhóis e depois os holandeses invadiram o Brasil, habitavam aqui entre 2 e 6 milhões de pessoas. Povos milenares como os Guarani, que acredita-se ter cerca de 4 mil anos. Enquanto os índios queriam entender do que era feito o corpo europeu, tão branco e coberto, o europeu enxergava no corpo indígena uma força de trabalho para explorar a terra e gerar riquezas. Guajajara, Tikúna, Yanomámi, Xavante, Sateré-Mawé, Kayapó, Wapixama, Xacriabá, Mundurukú, Baré, Múra, Guarani, Pataxó, Kokama, Krenak, Tupinambá e Atikum são algumas das 305 etnias que ainda sobrevivem no Brasil. De acordo com o último Censo do IBGE, que é de 2010, existem no Brasil 896 mil indígenas que falam 274 línguas diferentes. 64% vivem nas áreas rurais e estão espalhados em 505 territórios diferentes, com alta concentração na Amazônia. Essas terras representam 12,5% do território brasileiro (106 milhões de hectares). Apenas 6 terras tinham ma

DeMamilos

notas:
Duração:
106 minutos
Lançados:
17 de ago. de 2019
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Quando os portugueses, os espanhóis e depois os holandeses invadiram o Brasil, habitavam aqui entre 2 e 6 milhões de pessoas. Povos milenares como os Guarani, que acredita-se ter cerca de 4 mil anos. Enquanto os índios queriam entender do que era feito o corpo europeu, tão branco e coberto, o europeu enxergava no corpo indígena uma força de trabalho para explorar a terra e gerar riquezas.
Guajajara, Tikúna, Yanomámi, Xavante, Sateré-Mawé, Kayapó, Wapixama, Xacriabá, Mundurukú, Baré, Múra, Guarani, Pataxó, Kokama, Krenak, Tupinambá e Atikum são algumas das 305 etnias que ainda sobrevivem no Brasil. De acordo com o último Censo do IBGE, que é de 2010, existem no Brasil 896 mil indígenas que falam 274 línguas diferentes. 64% vivem nas áreas rurais e estão espalhados em 505 territórios diferentes, com alta concentração na Amazônia.
Essas terras representam 12,5% do território brasileiro (106 milhões de hectares). Apenas 6 terras tinham mais de 10 mil indígenas. A terra com maior população indígena é Yanomami, no Amazonas e em Roraima, com mais de 25 mil indígenas. A grande maioria das aldeias têm entre mil e 10 mil indígenas.
Sabemos que ainda estamos longe do caminho de tolerância plena, mas também sabemos que o conhecimento é a principal ferramenta para promoção da sociedade que permite que sejamos quem realmente somos de fato, que nosso estilo de vida seja respeitado. Por isso, nosso objetivo aqui é entender os principais conflitos que estão acontecendo agora e o que nos leva a continuar nessa guerra.
Para ampliar ainda mais o debate e compreender mais esse assunto trouxemos para a mesa Sônia Guajajara, coordenadora executiva da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil); e Adriana Ramos, especialista em políticas socioambientais e associada do Instituto Socioambiental (ISA).
Vem com a gente e dá o play neste Mamilos!
========
BRADESCO AJUDA VOCÊ A CRIAR SEU NEGÓCIO
Quantas de nós não estamos tentando fazer virar um negócio? Tem muita gente nesse momento de vida, imaginando e fazendo do seu jeito o seu próprio ganha-pão. Pra apoiar essa galera, o Bradesco construiu uma oferta de conta MEI – que é o micro empreendedor individual – em banco.bradesco/mei!
O filme que o Bradesco fez pra essa campanha tá lindo, cheio de referências da força e atitude que a gente precisa pra enfrentar e colocar de pé uma empresa individual. Corre lá no canal do banco no Youtube pra assistir!
========
FARM PRODUZ JEANS SUSTENTÁVEIS
A partir de agora todos os jeans FARM fazem parte da iniciativa re-FARM! Você sabia que o jeans é a peça de roupa que mais gasta água pra ser produzida? Por isso, eles repensaram completamente a produção dessa peça tão coringa visitaram fornecedores, lavanderias e confecções para chegar na melhor solução possível.
O re-FARM jeans é 100% feito no Brasil, com algodão brasileiro responsável, sem químicos nocivos, apenas com produtos certificados Green Screen em sua lavagem. Isso significa uma economia de 47% de água, 46% de energia, 36% de horas de trabalho e 1,3KG de CO2. É muuuita coisa.
Pra saber mais, siga o Instagram da FARM ou confira no site farmrio.com.br!
========
CAMBLY ENSINA INGLÊS 24 HORAS POR DIA
A gente sabe que quem ouve o Mamilos e outros podcasts quer usar um tempo de deslocamento ou de tarefas do dia pra se informar ou se entreter. E sabe o que mais dá pra fazer quando sobra um tempinho? Aprender inglês com o Cambly!
O Cambly é a única plataforma de aulas de inglês online que cria pontes entre alunos e professores de inglês nativos de língua inglesa instantaneamente. Como uma Netflix, só que de aulas particulares ao vivo, 24h por dia.
Lá é tudo super flexível. Você pode escolher quanto tempo de aula quer fazer, quantos dias na semana, o sotaque do professor, o tipo de aula que quer ter e até dá pra escolher um professor que também goste das mesmas coisas que você, que goste de podcast, por exemplo! E dá pra fazer aulas on demand, mas também dá pra reservar horário se a pessoa preferir.
E você, ouvinte
Lançados:
17 de ago. de 2019
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
O Mamilos - Jornalismo de peito aberto, é um podcast semanal que busca nas redes sociais os temas mais debatidos (polêmicos) e traz para mesa um aprofundamento do assunto com empatia, respeito, bom humor e tolerância. Apresentamos os diversos argumentos e visões para que os ouvintes formem opinião com mais embasamento. Nosso programa vai ao ar todas as sextas final do dia. Confira em: www.mamilos.b9.com.br