Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $9.99 mensais.

#100 - Sistema Prisional: Começamos o ano sendo sugados pela barbárie. Em 17 dias 131 presos morreram em rebeliões. O episódio além de expor de forma inequívoca como o sistema prisional está completamente fora do controle do Estado, mostrou a extensão da capacidade e disposição dos criminosos para assegurar seu poder – uma demonstração de força planejada para aterrorizar.

A população está cada dia mais encarcerada e assustada, atrás de grades e sistemas de segurança mais sofisticados. Os presídios são fábricas de ódio e organização criminosa. Os policiais e servidores estão acuados, sem infra estrutura mínima para trabalhar e sem perspectiva de melhora. E os políticos seguem sem compromisso de resolver o problema, usando um dos assuntos mais sérios da política pública como plataforma de promoção pessoal.

Afinal, prendemos demais ou somos o país da impunidade? Prender resolve? Como prender? Precisamos reformar o sistema prisional ou destruí-lo? Quais são as alternativas?

Para ampliar

#100 - Sistema Prisional: Começamos o ano sendo sugados pela barbárie. Em 17 dias 131 presos morreram em rebeliões. O episódio além de expor de forma inequívoca como o sistema prisional está completamente fora do controle do Estado, mostrou a extensão da capacidade e disposição dos criminosos para assegurar seu poder – uma demonstração de força planejada para aterrorizar. A população está cada dia mais encarcerada e assustada, atrás de grades e sistemas de segurança mais sofisticados. Os presídios são fábricas de ódio e organização criminosa. Os policiais e servidores estão acuados, sem infra estrutura mínima para trabalhar e sem perspectiva de melhora. E os políticos seguem sem compromisso de resolver o problema, usando um dos assuntos mais sérios da política pública como plataforma de promoção pessoal. Afinal, prendemos demais ou somos o país da impunidade? Prender resolve? Como prender? Precisamos reformar o sistema prisional ou destruí-lo? Quais são as alternativas? Para ampliar

DeMamilos


#100 - Sistema Prisional: Começamos o ano sendo sugados pela barbárie. Em 17 dias 131 presos morreram em rebeliões. O episódio além de expor de forma inequívoca como o sistema prisional está completamente fora do controle do Estado, mostrou a extensão da capacidade e disposição dos criminosos para assegurar seu poder – uma demonstração de força planejada para aterrorizar. A população está cada dia mais encarcerada e assustada, atrás de grades e sistemas de segurança mais sofisticados. Os presídios são fábricas de ódio e organização criminosa. Os policiais e servidores estão acuados, sem infra estrutura mínima para trabalhar e sem perspectiva de melhora. E os políticos seguem sem compromisso de resolver o problema, usando um dos assuntos mais sérios da política pública como plataforma de promoção pessoal. Afinal, prendemos demais ou somos o país da impunidade? Prender resolve? Como prender? Precisamos reformar o sistema prisional ou destruí-lo? Quais são as alternativas? Para ampliar

DeMamilos

notas:
Duração:
111 minutos
Lançados:
Mar 19, 2017
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Começamos o ano sendo sugados pela barbárie. Em 17 dias 131 presos morreram em rebeliões. O episódio além de expor de forma inequívoca como o sistema prisional está completamente fora do controle do Estado, mostrou a extensão da capacidade e disposição dos criminosos para assegurar seu poder – uma demonstração de força planejada para aterrorizar.
A população está cada dia mais encarcerada e assustada, atrás de grades e sistemas de segurança mais sofisticados. Os presídios são fábricas de ódio e organização criminosa. Os policiais e servidores estão acuados, sem infra estrutura mínima para trabalhar e sem perspectiva de melhora. E os políticos seguem sem compromisso de resolver o problema, usando um dos assuntos mais sérios da política pública como plataforma de promoção pessoal.
Afinal, prendemos demais ou somos o país da impunidade? Prender resolve? Como prender? Precisamos reformar o sistema prisional ou destruí-lo? Quais são as alternativas?
Para ampliar o debate, adicionando mais camadas além das opiniões exacerbadas que inundam nossas timelines reunimos um grupo especialistas, enriquecendo a conversa com olhar multidisciplinar e diferentes lugares de fala.
Na mesa contamos com o mamoeiro Lucas Rechdan, advogado e pós-graduando em direito penal e processual penal com ênfase em criminologia e com Ariadne Natal, Pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP.
O episódio também contou com a participação especial de:
Débora Ferreira – Psicóloga com Formação em Psicanálise e Pós-Graduação em Elaboração e Gestão de Projetos Sociais Internacionais e Gestão Pública. Faz atendimentos na Penitenciária Estadual de Charqueadas.
Luis Augusto Barquiero Neto – Juiz de direito, titular da 2ª vara criminal de Limeira, também juiz de execuções criminais em Limeira e juiz do departamento de execuções criminais da região de Campinas.
Nathalia Lago – Doutora em Antropologia Social pela USP
Mirela Trevisan Socióloga, agente da PRF (Polícia Rodoviária federal) desde 2013.
Thais Duarte – Socióloga com doutorado em relações afetivas no cárcere. Autora do artigo Sentimentos no cárcere: Análise das narrativas de mulheres de presos sobre o amor.
Samuel Lourenço – Ex-presidiário.
Vem com a gente levantar o tapete e encarar de frente esse problema. Vem de coração e mente abertos. Taca-lhe o play nesse Mamilos.
Lançados:
Mar 19, 2017
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

O Mamilos - Jornalismo de peito aberto, é um podcast semanal que busca nas redes sociais os temas mais debatidos (polêmicos) e traz para mesa um aprofundamento do assunto com empatia, respeito, bom humor e tolerância. Apresentamos os diversos argumentos e visões para que os ouvintes formem opinião com mais embasamento. Nosso programa vai ao ar todas as sextas final do dia. Confira em: www.mamilos.b9.com.br