Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $9.99 mensais.

Feminismo negro: como ser aliada?: Abrimos o programa dessa semana com a belíssima interpretação da atriz Maria Gal, feita especialmente para o Mamilos, do discurso intitulado "Eu não sou uma mulher?", realizado pela ativista abolicionista Sojourney Truth na Convenção pelos Direitos das Mulheres em Ohio, nos Estados Unidos, em 1851. Essa conversa, feita há 169 anos, já mostra algumas das diferenças no tratamento dispensado a mulheres negras.

Para promover essa mudança, que na verdade melhoraria a vida da sociedade como um todo, o feminismo negro tem cinco pautas prioritárias. Vamos conversar sobre três delas.

Nesse programa, nós partimos da premissa de que racismo estrutural existe. O reconhecimento do racismo estrutural é a primeira pauta do feminismo negro e já tratamos esse assunto no episódio duplo 92 e 93, Consciência Negra e o episódio 173 “Eu Não Sou Racista”. Convidamos todos que ainda não ouviram a se aprofundarem nesse tema. 

No recorte de hoje vamos falar sobre o fato de

Feminismo negro: como ser aliada?: Abrimos o programa dessa semana com a belíssima interpretação da atriz Maria Gal, feita especialmente para o Mamilos, do discurso intitulado "Eu não sou uma mulher?", realizado pela ativista abolicionista Sojourney Truth na Convenção pelos Direitos das Mulheres em Ohio, nos Estados Unidos, em 1851. Essa conversa, feita há 169 anos, já mostra algumas das diferenças no tratamento dispensado a mulheres negras. Para promover essa mudança, que na verdade melhoraria a vida da sociedade como um todo, o feminismo negro tem cinco pautas prioritárias. Vamos conversar sobre três delas. Nesse programa, nós partimos da premissa de que racismo estrutural existe. O reconhecimento do racismo estrutural é a primeira pauta do feminismo negro e já tratamos esse assunto no episódio duplo 92 e 93, Consciência Negra e o episódio 173 “Eu Não Sou Racista”. Convidamos todos que ainda não ouviram a se aprofundarem nesse tema. No recorte de hoje vamos falar sobre o fato de

DeMamilos


Feminismo negro: como ser aliada?: Abrimos o programa dessa semana com a belíssima interpretação da atriz Maria Gal, feita especialmente para o Mamilos, do discurso intitulado "Eu não sou uma mulher?", realizado pela ativista abolicionista Sojourney Truth na Convenção pelos Direitos das Mulheres em Ohio, nos Estados Unidos, em 1851. Essa conversa, feita há 169 anos, já mostra algumas das diferenças no tratamento dispensado a mulheres negras. Para promover essa mudança, que na verdade melhoraria a vida da sociedade como um todo, o feminismo negro tem cinco pautas prioritárias. Vamos conversar sobre três delas. Nesse programa, nós partimos da premissa de que racismo estrutural existe. O reconhecimento do racismo estrutural é a primeira pauta do feminismo negro e já tratamos esse assunto no episódio duplo 92 e 93, Consciência Negra e o episódio 173 “Eu Não Sou Racista”. Convidamos todos que ainda não ouviram a se aprofundarem nesse tema. No recorte de hoje vamos falar sobre o fato de

DeMamilos

notas:
Duração:
71 minutos
Lançados:
Nov 27, 2020
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Abrimos o programa dessa semana com a belíssima interpretação da atriz Maria Gal, feita especialmente para o Mamilos, do discurso intitulado "Eu não sou uma mulher?", realizado pela ativista abolicionista Sojourney Truth na Convenção pelos Direitos das Mulheres em Ohio, nos Estados Unidos, em 1851. Essa conversa, feita há 169 anos, já mostra algumas das diferenças no tratamento dispensado a mulheres negras.Para promover essa mudança, que na verdade melhoraria a vida da sociedade como um todo, o feminismo negro tem cinco pautas prioritárias. Vamos conversar sobre três delas.Nesse programa, nós partimos da premissa de que racismo estrutural existe. O reconhecimento do racismo estrutural é a primeira pauta do feminismo negro e já tratamos esse assunto no episódio duplo 92 e 93, Consciência Negra e o episódio 173 “Eu Não Sou Racista”. Convidamos todos que ainda não ouviram a se aprofundarem nesse tema. No recorte de hoje vamos falar sobre o fato de a mulher negra nunca ter sido vista como frágil, na sua representatividade efetiva e sobre a solidão da mulher negra. E para somar nessa conversa temos a educadora e criadora da página Arquivos feministas, Dayana Pinto, e Maria Amália Cursino comunicóloga, cofundadora e Diretora Executiva de Conteúdo do Coletivo Pretaria.A pergunta que tentamos responder hoje é: feminismo negro, como se tornar aliada?Vem com a gente nessa conversa inspiradora!_____BRADESCONão tem isolamento social capaz de parar o Bradesco Women 2020. As conversas promovidas pelo banco para discutir carreira e aprendizados, tecnologia e transformação social, futuro do trabalho e empreendedorismo do ponto de vista das mulheres, estão a todo vapor. E desde julho, tá rolando uma live por mês no YouTube do Banco, sempre com a mediação da Rita Batista.O conteúdo dessas lives tá alinhado com as ideias do Aliados Pelo Respeito, uma iniciativa do Bradesco para discutir com a sociedade temas e causas relacionadas a equidade de gênero, etnia, deficiência e o universo LGBTI+. E nesta quarta, dia 25, rolou um papo super rico com a Rita Batista e a Alessandra Loras, consultora de mudança organizacional.Para acessar essas e as outras lives do Bradesco, é só entrar no canal do banco no YouTube. Aproveita pra se inscrever e ativar o sininho de notificações!_____CAMBLYTodo mundo tá acostumado a aproveitar a chuva de descontos dessa época pra comprar roupas, móveis, eletrônicos. Mas hoje eu trouxe a promoção perfeita para você investir em você e encarar de frente o desafio de aprender inglês.O Cambly é a plataforma que conecta estudantes de inglês a professores nativos do idioma, pra você ter aula quando quiser, pelo tempo que quiser, sobre o assunto que você quiser. Ensaio para uma entrevista de emprego? Tá tendo. Aulas de gramática e conversação sobre aqueles temas que mais te interessam? Tem de monte. Tá querendo se ambientar com um sotaque de país ou região específica? Tem também! E como a gente já conhece e confia nessa parceria de tempos, nos unimos ao Cambly para oferecer um descontaço pra você: ouvinte Mamilos tem 50% de desconto em TODOS os planos anuais da Plataforma. Sabe o que isso significa? Cambly a partir de R$ 65 reais!A gente já tá avisando disso tem tempo... então quem não se ligou ainda, é melhor correr. A promoção vai só até o final do mês.Para aproveitar esse desconto, é só acessar o link aqui na descrição do episódio ou aplicar o cupom BESTMAMILOS na hora de assinar. E tá garantido seus 50%.E a Cambly a gente soletra com C-a-m-b-l-y._____SEDATodo cabelo é incrível e merece ser tratado com as mesmas possibilidades, o mesmo carinho e a mesma dedicação. Há algum tempo, a Seda procurou influenciadoras que a gente ama para desenvolver produtos que representassem os mais diferentes tipos de cabelo. Foi daí que nasceu a linha Seda Cocriações.Uma dessas influenciadoras foi a maravilhosa da Gabi Oliveira, que levantou a bandeira dos cabelos crespos.Seda foi a primeira marca do Brasil a desenvolver uma linha exclusiva para ca
Lançados:
Nov 27, 2020
Formato:
Episódio de podcast