Curta este podcast e muito mais

Os podcasts são disponibilizados sem assinatura, são 100% gratuitos. Também oferecemos e-books, audiolivros e muito mais por apenas $9.99/mês.

#91 - PEC Emergencial: governo corre contra o tempo para viabilizar auxílio emergencial: A articulação desorganizada do governo e a falha de comunicação sobre o conteúdo da PEC Emergencial foram responsáveis pelo atraso na tramitação prevista para a emenda que visa criar o auxílio emergencial e estabelecer contrapartidas fiscais. A...

#91 - PEC Emergencial: governo corre contra o tempo para viabilizar auxílio emergencial: A articulação desorganizada do governo e a falha de comunicação sobre o conteúdo da PEC Emergencial foram responsáveis pelo atraso na tramitação prevista para a emenda que visa criar o auxílio emergencial e estabelecer contrapartidas fiscais. A...

DeFrequência Política


#91 - PEC Emergencial: governo corre contra o tempo para viabilizar auxílio emergencial: A articulação desorganizada do governo e a falha de comunicação sobre o conteúdo da PEC Emergencial foram responsáveis pelo atraso na tramitação prevista para a emenda que visa criar o auxílio emergencial e estabelecer contrapartidas fiscais. A...

DeFrequência Política

avaliações:
Comprimento:
43 minutos
Lançado em:
Feb 27, 2021
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

A articulação desorganizada do governo e a falha de comunicação sobre o conteúdo da PEC Emergencial foram responsáveis pelo atraso na tramitação prevista para a emenda que visa criar o auxílio emergencial e estabelecer contrapartidas fiscais. A desvinculação dos gastos mínimos com saúde a outra”. No episódio desta semana, do Podcast “Frequência Política”, os analistas da XP Investimentos Paulo Gama, Débora Santos, Victor Scalet e Júnia Gama detalham os desafios para a aprovação principalmente dos gatilhos fiscais e também comentam as mudanças promovidas pelo governo em estatais.Outro ponto polêmico da PEC é o congelamento de reajustes do funcionalismo público no caso futuro do estado de calamidade ser decretado. Esses não são mecanismos que teriam serventia imediata, mas só poderiam ser usados em um contexto de maior gravidade. A oposição, no entanto, usa desses argumentos para confundir e adiar o debate, o que tem sido visto como uma falha ao comunicar o tema.O relatório do senador Márcio Bittar estava previsto para ser votado nesta semana e sequer foi lido no plenário do Senado. O ministro Paulo Guedes tem colocado essa PEC como um divisor de águas para ele, até do ponto de vista da permanência do governo. Essas medidas seriam o legado que Guedes quer deixar para o futuro, com uma regulamentação mais clara das âncoras fiscais. Mais um fator de atraso no debate da PEC Emergencial por de ser a discussão sobre a PEC da Imunidade, que pretende regulamentar a responsabilização e prisão de parlamentares suspeitos de cometer crimes. PrivatizaçãoO time de análise política da XP destaca ainda a falta de empenho do presidente Jair Bolsonaro para impulsionar a MP da Eletrobras e os desafios que o tema enfrenta na política e no Congresso. Para os analistas, a aceitação da MP pelos parlamentares sem maiores ruídos é um ponto positivo, mas 120 dias é pouco tempo para uma negociação de fôlego.
Lançado em:
Feb 27, 2021
Formato:
Episódio de podcast