Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

'Seremos cúmplices de forma indireta se nós calarmos e acolhermos a impunidade': Mario Sergio Cortella fala sobre o assassinato de um refugiado congolês em um quiosque na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. ‘Esse tipo de notícia é sempre algo que fere nossa capacidade de convivência, nossa inteligência, nossa humanidade’. Cortella faz uma reflexão do comportamento humano. 'Ou a gente entende que isso tem que ter uma recusa fortíssima ou a gente vai anestesiando a nossa consciência'.

'Seremos cúmplices de forma indireta se nós calarmos e acolhermos a impunidade': Mario Sergio Cortella fala sobre o assassinato de um refugiado congolês em um quiosque na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. ‘Esse tipo de notícia é sempre algo que fere nossa capacidade de convivência, nossa inteligência, nossa humanidade’. Cortella faz uma reflexão do comportamento humano. 'Ou a gente entende que isso tem que ter uma recusa fortíssima ou a gente vai anestesiando a nossa consciência'.

DeAcademia CBN - Mario Sergio Cortella


'Seremos cúmplices de forma indireta se nós calarmos e acolhermos a impunidade': Mario Sergio Cortella fala sobre o assassinato de um refugiado congolês em um quiosque na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. ‘Esse tipo de notícia é sempre algo que fere nossa capacidade de convivência, nossa inteligência, nossa humanidade’. Cortella faz uma reflexão do comportamento humano. 'Ou a gente entende que isso tem que ter uma recusa fortíssima ou a gente vai anestesiando a nossa consciência'.

DeAcademia CBN - Mario Sergio Cortella

notas:
Duração:
7 minutos
Lançados:
2 de fev. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Mario Sergio Cortella fala sobre o assassinato de um refugiado congolês em um quiosque na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. ‘Esse tipo de notícia é sempre algo que fere nossa capacidade de convivência, nossa inteligência, nossa humanidade’. Cortella faz uma reflexão do comportamento humano. 'Ou a gente entende que isso tem que ter uma recusa fortíssima ou a gente vai anestesiando a nossa consciência'.
Lançados:
2 de fev. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Reflexões e provocações sobre o cotidiano e as relações humanas.