Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Sem chuvas, como será o 'novo normal' do setor elétrico?: O setor elétrico viverá, a partir de agora, um “novo normal''. A constatação foi feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, que reconheceu, no último domingo (12), que a situação crítica das usinas hidrelétricas pode se repetir com mais frequencia daqui para frente. Nesse cenário inédito, o desafio é garantir o abastecimento de energia mesmo com o volume menor de chuvas, o que vem ocorrendo, ano após ano, na última década.
Para 2021, as medidas possíveis já estão em curso: além do apelo à população para frear o consumo, o governo lançou mão das usinas termelétricas que impactam diretamente a inflação. Ainda assim, não há garantia de que, no ano que vem, as chuvas serão tão volumosas a ponto de reequilibrar o sistema. Na verdade, a tendência, de acordo com as previsões do próprio Ministério de Minas e Energia, é de que haverá dificuldade para que os reservatórios dessas usinas se re

Sem chuvas, como será o 'novo normal' do setor elétrico?: O setor elétrico viverá, a partir de agora, um “novo normal''. A constatação foi feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, que reconheceu, no último domingo (12), que a situação crítica das usinas hidrelétricas pode se repetir com mais frequencia daqui para frente. Nesse cenário inédito, o desafio é garantir o abastecimento de energia mesmo com o volume menor de chuvas, o que vem ocorrendo, ano após ano, na última década. Para 2021, as medidas possíveis já estão em curso: além do apelo à população para frear o consumo, o governo lançou mão das usinas termelétricas que impactam diretamente a inflação. Ainda assim, não há garantia de que, no ano que vem, as chuvas serão tão volumosas a ponto de reequilibrar o sistema. Na verdade, a tendência, de acordo com as previsões do próprio Ministério de Minas e Energia, é de que haverá dificuldade para que os reservatórios dessas usinas se re

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


Sem chuvas, como será o 'novo normal' do setor elétrico?: O setor elétrico viverá, a partir de agora, um “novo normal''. A constatação foi feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, que reconheceu, no último domingo (12), que a situação crítica das usinas hidrelétricas pode se repetir com mais frequencia daqui para frente. Nesse cenário inédito, o desafio é garantir o abastecimento de energia mesmo com o volume menor de chuvas, o que vem ocorrendo, ano após ano, na última década. Para 2021, as medidas possíveis já estão em curso: além do apelo à população para frear o consumo, o governo lançou mão das usinas termelétricas que impactam diretamente a inflação. Ainda assim, não há garantia de que, no ano que vem, as chuvas serão tão volumosas a ponto de reequilibrar o sistema. Na verdade, a tendência, de acordo com as previsões do próprio Ministério de Minas e Energia, é de que haverá dificuldade para que os reservatórios dessas usinas se re

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
23 minutos
Lançados:
14 de set. de 2021
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

O setor elétrico viverá, a partir de agora, um “novo normal''. A constatação foi feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, que reconheceu, no último domingo (12), que a situação crítica das usinas hidrelétricas pode se repetir com mais frequencia daqui para frente. Nesse cenário inédito, o desafio é garantir o abastecimento de energia mesmo com o volume menor de chuvas, o que vem ocorrendo, ano após ano, na última década.
Para 2021, as medidas possíveis já estão em curso: além do apelo à população para frear o consumo, o governo lançou mão das usinas termelétricas que impactam diretamente a inflação. Ainda assim, não há garantia de que, no ano que vem, as chuvas serão tão volumosas a ponto de reequilibrar o sistema. Na verdade, a tendência, de acordo com as previsões do próprio Ministério de Minas e Energia, é de que haverá dificuldade para que os reservatórios dessas usinas se recuperem no final deste ano. Por isso, o governo aprovou um plano para contratar de forma simplificada e preventiva mais energia termelétrica entre 2022 e 2025. No Ao Ponto desta terça-feira (14), a repórter Fernanda Trisotto explica como é o plano para reduzir o risco de racionamento de energia ao longo dos próximos anos. O economista Roberto Brandão, pesquisador sênior do Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), analisa o que se pode projetar sobre os preços e se haveria outra alternativa, no atual cenário, para enfrentar a repetição de períodos de estiagem acima da média.
Lançados:
14 de set. de 2021
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.