Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Violência contra as mulheres. Por que é difícil quebrar o silêncio?: De janeiro a junho de 2021, foram registrados 26.709 casos de mulheres vítimas de violência no Brasil, 8% a mais do que no mesmo período no ano passado. O dado revela um aumento da incidência desses crimes durante a pandemia, porém, está longe de representar o volume total de ataques e agressões que ocorrem no país. Muitas mulheres esbarram nos mais diferentes obstáculos para denunciar seus agressores. Ainda assim, a exposição de casos de repercussão tem feito com que, a cada dia, aumente o número de mulheres encorajadas a buscar a punição ou romper o ciclo de violência a que são submetidas.
Episódios que se tornaram conhecidos recentemente ajudam a trazer à tona histórias de décadas atrás. Aconteceu assim, por exemplo, com a revelação dos abusos do autoproclamado médium João de Deus. Ou mais recentemente com os casos de violência obstétrica atribuídos ao médico Renato Kalil, que nega as acusações. No Ao Ponto desta

Violência contra as mulheres. Por que é difícil quebrar o silêncio?: De janeiro a junho de 2021, foram registrados 26.709 casos de mulheres vítimas de violência no Brasil, 8% a mais do que no mesmo período no ano passado. O dado revela um aumento da incidência desses crimes durante a pandemia, porém, está longe de representar o volume total de ataques e agressões que ocorrem no país. Muitas mulheres esbarram nos mais diferentes obstáculos para denunciar seus agressores. Ainda assim, a exposição de casos de repercussão tem feito com que, a cada dia, aumente o número de mulheres encorajadas a buscar a punição ou romper o ciclo de violência a que são submetidas. Episódios que se tornaram conhecidos recentemente ajudam a trazer à tona histórias de décadas atrás. Aconteceu assim, por exemplo, com a revelação dos abusos do autoproclamado médium João de Deus. Ou mais recentemente com os casos de violência obstétrica atribuídos ao médico Renato Kalil, que nega as acusações. No Ao Ponto desta

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


Violência contra as mulheres. Por que é difícil quebrar o silêncio?: De janeiro a junho de 2021, foram registrados 26.709 casos de mulheres vítimas de violência no Brasil, 8% a mais do que no mesmo período no ano passado. O dado revela um aumento da incidência desses crimes durante a pandemia, porém, está longe de representar o volume total de ataques e agressões que ocorrem no país. Muitas mulheres esbarram nos mais diferentes obstáculos para denunciar seus agressores. Ainda assim, a exposição de casos de repercussão tem feito com que, a cada dia, aumente o número de mulheres encorajadas a buscar a punição ou romper o ciclo de violência a que são submetidas. Episódios que se tornaram conhecidos recentemente ajudam a trazer à tona histórias de décadas atrás. Aconteceu assim, por exemplo, com a revelação dos abusos do autoproclamado médium João de Deus. Ou mais recentemente com os casos de violência obstétrica atribuídos ao médico Renato Kalil, que nega as acusações. No Ao Ponto desta

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
24 minutos
Lançados:
20 de dez. de 2021
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

De janeiro a junho de 2021, foram registrados 26.709 casos de mulheres vítimas de violência no Brasil, 8% a mais do que no mesmo período no ano passado. O dado revela um aumento da incidência desses crimes durante a pandemia, porém, está longe de representar o volume total de ataques e agressões que ocorrem no país. Muitas mulheres esbarram nos mais diferentes obstáculos para denunciar seus agressores. Ainda assim, a exposição de casos de repercussão tem feito com que, a cada dia, aumente o número de mulheres encorajadas a buscar a punição ou romper o ciclo de violência a que são submetidas.
Episódios que se tornaram conhecidos recentemente ajudam a trazer à tona histórias de décadas atrás. Aconteceu assim, por exemplo, com a revelação dos abusos do autoproclamado médium João de Deus. Ou mais recentemente com os casos de violência obstétrica atribuídos ao médico Renato Kalil, que nega as acusações. No Ao Ponto desta segunda-feira, a psicóloga Daniela Pedroso, especialista no atendimento de vítimas de violência sexual há 25 anos, explica quais são os maiores desafios para que mulheres, das mais diferentes classes sociais, contem suas histórias, inclusive em delegacias e nos tribunais. Ela também analisa de que forma as redes sociais se transformaram em um impulso para a denúncia de agressores, mesmo quando os acusados são pessoas públicas, reconhecidas em suas áreas de atuação.
Lançados:
20 de dez. de 2021
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.