Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Como a guerra ameaça a Estação Espacial Internacional?: A semana tem sido de muito trabalho na Estação Espacial Internacional, uma estrutura de mais de 100 metros de largura e 70 de comprimento que orbita a cerca de 400 quilômetros da superfície da Terra. Na terça-feira, dois dos sete tripulantes fizeram uma caminhada espacial de quase sete horas para preparar a instalação de um novo painel solar. Também teve festa pelo novo recorde de permanência no espaço, obtido pelo engenheiro americano Mark Vande Hei, após completar mais de 340 dias de missão. Hoje, o astronauta divide o mesmo teto da ISS com outros três americanos, dois russos e um alemão. Mas, ainda no espaço, o próprio Vande Hei e seus colegas já sabem que, nos últimos dias, muita coisa mudou na Terra depois da invasão da Ucrânia pela Rússia. Seu retorno está programado para o próximo dia 30, quando ele completa 355 dias em órbita. Sua viagem ocorrerá em uma cápsula russa, que trará ainda dois cosmonautas. Mas, após palavras du

Como a guerra ameaça a Estação Espacial Internacional?: A semana tem sido de muito trabalho na Estação Espacial Internacional, uma estrutura de mais de 100 metros de largura e 70 de comprimento que orbita a cerca de 400 quilômetros da superfície da Terra. Na terça-feira, dois dos sete tripulantes fizeram uma caminhada espacial de quase sete horas para preparar a instalação de um novo painel solar. Também teve festa pelo novo recorde de permanência no espaço, obtido pelo engenheiro americano Mark Vande Hei, após completar mais de 340 dias de missão. Hoje, o astronauta divide o mesmo teto da ISS com outros três americanos, dois russos e um alemão. Mas, ainda no espaço, o próprio Vande Hei e seus colegas já sabem que, nos últimos dias, muita coisa mudou na Terra depois da invasão da Ucrânia pela Rússia. Seu retorno está programado para o próximo dia 30, quando ele completa 355 dias em órbita. Sua viagem ocorrerá em uma cápsula russa, que trará ainda dois cosmonautas. Mas, após palavras du

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


Como a guerra ameaça a Estação Espacial Internacional?: A semana tem sido de muito trabalho na Estação Espacial Internacional, uma estrutura de mais de 100 metros de largura e 70 de comprimento que orbita a cerca de 400 quilômetros da superfície da Terra. Na terça-feira, dois dos sete tripulantes fizeram uma caminhada espacial de quase sete horas para preparar a instalação de um novo painel solar. Também teve festa pelo novo recorde de permanência no espaço, obtido pelo engenheiro americano Mark Vande Hei, após completar mais de 340 dias de missão. Hoje, o astronauta divide o mesmo teto da ISS com outros três americanos, dois russos e um alemão. Mas, ainda no espaço, o próprio Vande Hei e seus colegas já sabem que, nos últimos dias, muita coisa mudou na Terra depois da invasão da Ucrânia pela Rússia. Seu retorno está programado para o próximo dia 30, quando ele completa 355 dias em órbita. Sua viagem ocorrerá em uma cápsula russa, que trará ainda dois cosmonautas. Mas, após palavras du

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
24 minutos
Lançados:
17 de mar. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

A semana tem sido de muito trabalho na Estação Espacial Internacional, uma estrutura de mais de 100 metros de largura e 70 de comprimento que orbita a cerca de 400 quilômetros da superfície da Terra. Na terça-feira, dois dos sete tripulantes fizeram uma caminhada espacial de quase sete horas para preparar a instalação de um novo painel solar. Também teve festa pelo novo recorde de permanência no espaço, obtido pelo engenheiro americano Mark Vande Hei, após completar mais de 340 dias de missão. Hoje, o astronauta divide o mesmo teto da ISS com outros três americanos, dois russos e um alemão. Mas, ainda no espaço, o próprio Vande Hei e seus colegas já sabem que, nos últimos dias, muita coisa mudou na Terra depois da invasão da Ucrânia pela Rússia. Seu retorno está programado para o próximo dia 30, quando ele completa 355 dias em órbita. Sua viagem ocorrerá em uma cápsula russa, que trará ainda dois cosmonautas. Mas, após palavras duras do chefe da missão espacial russa, Dmitry Rogozin, temia-se que a carona fosse simplesmente cancelada. Esse temor só foi desfeito na manhã de quarta-feira, em uma nota oficial da Rússia, com a garantia de que o americano não ficará para trás.

Mas as ameaças de interrupção de programas e de cooperação permanecem, embora nada tenha mudado até agora na rotina da ISS. Atualmente, russos e americanos operam pelo menos sete sistemas interdependentes, como fornecimento de energia e de propulsão para os módulos, que ficam próximos à atmosfera. No Ao Ponto desta quinta-feira, o engenheiro espacial Lucas Fonseca, diretor do projeto Garatéa, voltado à promoção da ciência, explica de que forma a guerra ameaça a cooperação internacional que permite a operação da Estação Espacial Internacional e como russos e americanos dependem um do outro para sobreviver. Ele ainda analisa a similaridade entre as alianças que se consolidam no conflito armado e àquelas que ocorrem na exploração do espaço.
Lançados:
17 de mar. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.