Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

O cinturão de segurança das eleições: A essa altura, já está claro que o presidente Jair Bolsonaro procura estimular dúvidas infundadas e um clima de apreensão em relação às eleições desse ano. São inúmeros e cada vez mais frequentes os exemplos disso. E à medida que as ameaças e insinuações aumentam, a reação das instituições, em especial da Justiça Eleitoral, também fica mais robusta. Pela primeira vez, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou mais de 100 representantes de entidades estrangeiras para acompanhar o pleito. E a segurança das eleições do Brasil virou assunto até mesmo para a futura embaixadora dos Estados Unidos em Brasília. Elizabeth Bagley teve que se posicionar perante o Congresso americano sobre as declarações de Bolsonaro e disse que "o Brasil é uma democracia, com instituições democráticas, um sistema eleitoral democrático, um Judiciário e um Legislativo independentes". E tem "liberdade de expressão e todas as instituições democráticas que precisa para realizar

O cinturão de segurança das eleições: A essa altura, já está claro que o presidente Jair Bolsonaro procura estimular dúvidas infundadas e um clima de apreensão em relação às eleições desse ano. São inúmeros e cada vez mais frequentes os exemplos disso. E à medida que as ameaças e insinuações aumentam, a reação das instituições, em especial da Justiça Eleitoral, também fica mais robusta. Pela primeira vez, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou mais de 100 representantes de entidades estrangeiras para acompanhar o pleito. E a segurança das eleições do Brasil virou assunto até mesmo para a futura embaixadora dos Estados Unidos em Brasília. Elizabeth Bagley teve que se posicionar perante o Congresso americano sobre as declarações de Bolsonaro e disse que "o Brasil é uma democracia, com instituições democráticas, um sistema eleitoral democrático, um Judiciário e um Legislativo independentes". E tem "liberdade de expressão e todas as instituições democráticas que precisa para realizar

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


O cinturão de segurança das eleições: A essa altura, já está claro que o presidente Jair Bolsonaro procura estimular dúvidas infundadas e um clima de apreensão em relação às eleições desse ano. São inúmeros e cada vez mais frequentes os exemplos disso. E à medida que as ameaças e insinuações aumentam, a reação das instituições, em especial da Justiça Eleitoral, também fica mais robusta. Pela primeira vez, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou mais de 100 representantes de entidades estrangeiras para acompanhar o pleito. E a segurança das eleições do Brasil virou assunto até mesmo para a futura embaixadora dos Estados Unidos em Brasília. Elizabeth Bagley teve que se posicionar perante o Congresso americano sobre as declarações de Bolsonaro e disse que "o Brasil é uma democracia, com instituições democráticas, um sistema eleitoral democrático, um Judiciário e um Legislativo independentes". E tem "liberdade de expressão e todas as instituições democráticas que precisa para realizar

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
28 minutos
Lançados:
19 de mai. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

A essa altura, já está claro que o presidente Jair Bolsonaro procura estimular dúvidas infundadas e um clima de apreensão em relação às eleições desse ano. São inúmeros e cada vez mais frequentes os exemplos disso. E à medida que as ameaças e insinuações aumentam, a reação das instituições, em especial da Justiça Eleitoral, também fica mais robusta. Pela primeira vez, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou mais de 100 representantes de entidades estrangeiras para acompanhar o pleito. E a segurança das eleições do Brasil virou assunto até mesmo para a futura embaixadora dos Estados Unidos em Brasília. Elizabeth Bagley teve que se posicionar perante o Congresso americano sobre as declarações de Bolsonaro e disse que "o Brasil é uma democracia, com instituições democráticas, um sistema eleitoral democrático, um Judiciário e um Legislativo independentes". E tem "liberdade de expressão e todas as instituições democráticas que precisa para realizar eleições livres e justas". Além disso, o TSE e o Supremo Tribunal Federal firmaram parceria com 35 instituições do país para combater a desinformação, sem contar o acordo entre a Justiça Eleitoral e o aplicativo de mensagens Telegram. Da mesma forma, existe uma reação de bastidores. São inúmeras as conversas envolvendo ministros de tribunais superiores, integrantes do Alto Comando das Forças Armadas e do Congresso para asseguras eleições seguras. No Ao Ponto desta quinta-feira, a repórter Mariana Muniz explica como o TSE atua para preservar o processo eleitoral, por meio de parcerias no Brasil e no exterior, e avalia quais são as maiores preocupações dos ministros da Corte. A colunista Vera Magalhães conta o que tem sido dito nas conversas de bastidores sobre o permanente estado de tensão gerado pelo presidente.
Lançados:
19 de mai. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.