Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

A queda do euro e a saúde da economia global: Em 2022, o euro completou 20 anos em circulação. É a moeda de 340 milhões de pessoas, em 19 países que já a adotaram como única. No ano que vem, com a chegada da Croácia, serão 20 nações na União Europeia. Mesmo antes da Guerra na Ucrânia, os membros da UE sabiam que este ano seria desafiador, com indicadores de inflação alta e desaceleração da economia. Porém, com o início do conflito com a Rússia, que responde por 40% da produção mundial de gás, no final de fevereiro, o cenário só fez se agravar, com reflexos disseminados. Nesta semana, esse ambiente hostil culminou na desvalorização do euro, que chegou a sair da paridade com o dólar, o que não acontecia desde 2002. Chegou a valer apenas US$ 0,998.  E os europeus agora temem mais um efeito na economia: depois das sanções impostas ao Kremlin, há a preocupação de que o fornecimento de gás seja interrompido à Europa, isso porque o gasoduto Nord Stream 1 passa por reformas e o fornecimento de

A queda do euro e a saúde da economia global: Em 2022, o euro completou 20 anos em circulação. É a moeda de 340 milhões de pessoas, em 19 países que já a adotaram como única. No ano que vem, com a chegada da Croácia, serão 20 nações na União Europeia. Mesmo antes da Guerra na Ucrânia, os membros da UE sabiam que este ano seria desafiador, com indicadores de inflação alta e desaceleração da economia. Porém, com o início do conflito com a Rússia, que responde por 40% da produção mundial de gás, no final de fevereiro, o cenário só fez se agravar, com reflexos disseminados. Nesta semana, esse ambiente hostil culminou na desvalorização do euro, que chegou a sair da paridade com o dólar, o que não acontecia desde 2002. Chegou a valer apenas US$ 0,998. E os europeus agora temem mais um efeito na economia: depois das sanções impostas ao Kremlin, há a preocupação de que o fornecimento de gás seja interrompido à Europa, isso porque o gasoduto Nord Stream 1 passa por reformas e o fornecimento de

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


A queda do euro e a saúde da economia global: Em 2022, o euro completou 20 anos em circulação. É a moeda de 340 milhões de pessoas, em 19 países que já a adotaram como única. No ano que vem, com a chegada da Croácia, serão 20 nações na União Europeia. Mesmo antes da Guerra na Ucrânia, os membros da UE sabiam que este ano seria desafiador, com indicadores de inflação alta e desaceleração da economia. Porém, com o início do conflito com a Rússia, que responde por 40% da produção mundial de gás, no final de fevereiro, o cenário só fez se agravar, com reflexos disseminados. Nesta semana, esse ambiente hostil culminou na desvalorização do euro, que chegou a sair da paridade com o dólar, o que não acontecia desde 2002. Chegou a valer apenas US$ 0,998. E os europeus agora temem mais um efeito na economia: depois das sanções impostas ao Kremlin, há a preocupação de que o fornecimento de gás seja interrompido à Europa, isso porque o gasoduto Nord Stream 1 passa por reformas e o fornecimento de

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
24 minutos
Lançados:
14 de jul. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Em 2022, o euro completou 20 anos em circulação. É a moeda de 340 milhões de pessoas, em 19 países que já a adotaram como única. No ano que vem, com a chegada da Croácia, serão 20 nações na União Europeia. Mesmo antes da Guerra na Ucrânia, os membros da UE sabiam que este ano seria desafiador, com indicadores de inflação alta e desaceleração da economia. Porém, com o início do conflito com a Rússia, que responde por 40% da produção mundial de gás, no final de fevereiro, o cenário só fez se agravar, com reflexos disseminados. Nesta semana, esse ambiente hostil culminou na desvalorização do euro, que chegou a sair da paridade com o dólar, o que não acontecia desde 2002. Chegou a valer apenas US$ 0,998. E os europeus agora temem mais um efeito na economia: depois das sanções impostas ao Kremlin, há a preocupação de que o fornecimento de gás seja interrompido à Europa, isso porque o gasoduto Nord Stream 1 passa por reformas e o fornecimento de energia, vindo da Rússia, pode não ser retomado ao fim das obras, na semana que vem. No Ao Ponto desta quinta-feira, o economista Luiz Carlos Delorme Prado, professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e PhD em Economia pelo Queen Mary University of London, explica como o euro chegou na atual situação e analisa de que maneira isso impacta o mercado global. Ele também explica os reflexos no Brasil e a falta de ação do governo para enfrentar adequadamente esse cenário.
Lançados:
14 de jul. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.