Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Aras demarcou um limite no apoio a Bolsonaro?: Foram praticamente 72 horas de silêncio até que o procurador-geral da República, Augusto Aras, se pronunciasse sobre as mentiras contadas por Jair Bolsonaro a dezenas de embaixadores sobre o sistema eleitoral brasileiro. A resposta de Aras foi dada na quinta-feira, por meio da divulgação de um vídeo gravado em 11 de julho, portanto, antes da fala do presidente. Aras não cita Bolsonaro, mas fez questão de ressaltar um trecho que rebate frontalmente a tese apresentada pelo candidato à reeleição. "Nós não aqui aceitamos alegação de fraude porque nós temos visto o sucesso da urna eletrônica ao longo dos anos, especialmente no que toca à lisura dos pleitos", afirmou o procurador-geral. Porém, resta saber o que Aras fará diante das alegações de fraude feitas pelo presidente no encontro com os chefes de delegações estrangeiras na última segunda-feira, no Palácio da Alvorada. As falas motivaram duras respostas, como a da embaixada americana em Bra

Aras demarcou um limite no apoio a Bolsonaro?: Foram praticamente 72 horas de silêncio até que o procurador-geral da República, Augusto Aras, se pronunciasse sobre as mentiras contadas por Jair Bolsonaro a dezenas de embaixadores sobre o sistema eleitoral brasileiro. A resposta de Aras foi dada na quinta-feira, por meio da divulgação de um vídeo gravado em 11 de julho, portanto, antes da fala do presidente. Aras não cita Bolsonaro, mas fez questão de ressaltar um trecho que rebate frontalmente a tese apresentada pelo candidato à reeleição. "Nós não aqui aceitamos alegação de fraude porque nós temos visto o sucesso da urna eletrônica ao longo dos anos, especialmente no que toca à lisura dos pleitos", afirmou o procurador-geral. Porém, resta saber o que Aras fará diante das alegações de fraude feitas pelo presidente no encontro com os chefes de delegações estrangeiras na última segunda-feira, no Palácio da Alvorada. As falas motivaram duras respostas, como a da embaixada americana em Bra

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)


Aras demarcou um limite no apoio a Bolsonaro?: Foram praticamente 72 horas de silêncio até que o procurador-geral da República, Augusto Aras, se pronunciasse sobre as mentiras contadas por Jair Bolsonaro a dezenas de embaixadores sobre o sistema eleitoral brasileiro. A resposta de Aras foi dada na quinta-feira, por meio da divulgação de um vídeo gravado em 11 de julho, portanto, antes da fala do presidente. Aras não cita Bolsonaro, mas fez questão de ressaltar um trecho que rebate frontalmente a tese apresentada pelo candidato à reeleição. "Nós não aqui aceitamos alegação de fraude porque nós temos visto o sucesso da urna eletrônica ao longo dos anos, especialmente no que toca à lisura dos pleitos", afirmou o procurador-geral. Porém, resta saber o que Aras fará diante das alegações de fraude feitas pelo presidente no encontro com os chefes de delegações estrangeiras na última segunda-feira, no Palácio da Alvorada. As falas motivaram duras respostas, como a da embaixada americana em Bra

DeAo Ponto (podcast do jornal O Globo)

notas:
Duração:
25 minutos
Lançados:
22 de jul. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Foram praticamente 72 horas de silêncio até que o procurador-geral da República, Augusto Aras, se pronunciasse sobre as mentiras contadas por Jair Bolsonaro a dezenas de embaixadores sobre o sistema eleitoral brasileiro. A resposta de Aras foi dada na quinta-feira, por meio da divulgação de um vídeo gravado em 11 de julho, portanto, antes da fala do presidente. Aras não cita Bolsonaro, mas fez questão de ressaltar um trecho que rebate frontalmente a tese apresentada pelo candidato à reeleição. "Nós não aqui aceitamos alegação de fraude porque nós temos visto o sucesso da urna eletrônica ao longo dos anos, especialmente no que toca à lisura dos pleitos", afirmou o procurador-geral. Porém, resta saber o que Aras fará diante das alegações de fraude feitas pelo presidente no encontro com os chefes de delegações estrangeiras na última segunda-feira, no Palácio da Alvorada. As falas motivaram duras respostas, como a da embaixada americana em Brasília e de procuradores da República, inclusive alguns aliados de Augusto Aras, e também estão na mira de ações levadas à Justiça Eleitoral e ao Supremo Tribunal Federal (STF) por parlamentares de oposição. No Ao Ponto desta sexta-feira, o repórter Aguirre Talento avalia até que ponto Augusto Aras delimitou um limite ao seu conhecido respaldo às ações e declarações do presidente e explica as chances de o PGR levar essa investigação adiante. A repórter Mariana Muniz conta como os ministros do STF e do Tribunal Superior Eleitoral acompanham a atuação do procurador-geral nesse caso.
Lançados:
22 de jul. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Aqui ninguém perde tempo, é direto ao ponto. O podcast do GLOBO, publicado de segunda a sexta-feira às 6h, aborda os principais temas do Brasil e do mundo, para que você compreenda tanto os desafios da economia e os trâmites da política, quanto as inovações tecnológicas e a efervescência cultural. É muito? Os jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, apresentadores do AO PONTO, encaram o desafio. A cada episódio eles recebem convidados para uma conversa sobre os acontecimentos mais relevantes do dia.