Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Em nova alta da taxa de juros, Banco Central sinaliza preocupação com 2024: O Banco Central anunciou um novo aumento da taxa Selic para 2022, de 13,25% para 13,75%. Em setembro, o índice deve chegar a 14%, quando terminaria o chamado "ciclo de alta". Sardenberg explica que a redução dos impostos feita pelo governo Bolsonaro reduzirá a inflação do ano, mas alerta para o efeito inverso a partir de 2023: 'BC já dava como perdida a meta de 2022 e estava mirando 2023. Agora, já está olhando para 2024'.

Em nova alta da taxa de juros, Banco Central sinaliza preocupação com 2024: O Banco Central anunciou um novo aumento da taxa Selic para 2022, de 13,25% para 13,75%. Em setembro, o índice deve chegar a 14%, quando terminaria o chamado "ciclo de alta". Sardenberg explica que a redução dos impostos feita pelo governo Bolsonaro reduzirá a inflação do ano, mas alerta para o efeito inverso a partir de 2023: 'BC já dava como perdida a meta de 2022 e estava mirando 2023. Agora, já está olhando para 2024'.

DeEconomia


Em nova alta da taxa de juros, Banco Central sinaliza preocupação com 2024: O Banco Central anunciou um novo aumento da taxa Selic para 2022, de 13,25% para 13,75%. Em setembro, o índice deve chegar a 14%, quando terminaria o chamado "ciclo de alta". Sardenberg explica que a redução dos impostos feita pelo governo Bolsonaro reduzirá a inflação do ano, mas alerta para o efeito inverso a partir de 2023: 'BC já dava como perdida a meta de 2022 e estava mirando 2023. Agora, já está olhando para 2024'.

DeEconomia

notas:
Duração:
8 minutos
Lançados:
4 de ago. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

O Banco Central anunciou um novo aumento da taxa Selic para 2022, de 13,25% para 13,75%. Em setembro, o índice deve chegar a 14%, quando terminaria o chamado "ciclo de alta". Sardenberg explica que a redução dos impostos feita pelo governo Bolsonaro reduzirá a inflação do ano, mas alerta para o efeito inverso a partir de 2023: 'BC já dava como perdida a meta de 2022 e estava mirando 2023. Agora, já está olhando para 2024'.
Lançados:
4 de ago. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
Comentários de Bruno Blecher, Carlos Alberto Sardenberg, João Borges, Míriam Leitão, Mara Luquet, Mauro Halfeld e Monica de Bolle, e também as colunas Call de Abertura, Conexão CBN-Época Negócios e Valor Econômico na CBN.